Tuesday, June 28, 2005

 

Os Segredos de Estado


Desde o momento em que nascemos neste planeta, somos induzidos pelos nossos pais, pelas escolas, pela mídia e pelo governo, a aceitar certas informações como verdadeiras e outras como falsas. É interessante notar que em TODOS os países do mundo existem certos assuntos que são proibidos para discussão pública, constituindo-se em altos segredos de estado, apenas discutidos na alta cúpula governamental, longe dos ouvidos da população. Se um simples cidadão vier a público discutir estes temas, será imediatamente ridicularizado e, se insistir, será posteriormente silenciado.

Observe a SUA reação interna ao ler os tópicos abaixo, segredos de estado em todos os países deste planeta:

1. Discos Voadores [UFOs, ÓVNIS]

2. Terra Oca

3. Imortalidade Física

4. Energia Livre [do Ponto Zero, do Vácuo], não poluente, presente em todos os pontos do Universo, que podemos usar em nosso lar.

5. Clonagem humana, já em andamento.

Existe um elo que une todos estes temas proibidos, que teremos ocasião de tratar futuramente neste espaço.

Por que eu comento sobre esses temas secretos, proibidos e polêmicos neste blog? Porque todas as postagens neste blog visam obter e manter uma saúde perfeita. Quem atingir este objetivo não mais conhecerá doenças e envelhecimento [velhice é uma doença], e portanto será um ser fisicamente imortal [item 3 acima!, que está relacionado aos outros itens listados]. Porém, os indivíduos e nações são manipulados por um pequeno grupo de pessoas que se encontram no topo da pirâmide social, associados a sociedades secretas e serviços secretos de inteligência de governos. Alguns desses grupos são chamados de illuminati, maçons, jesuítas, etc. , interessados em manter essas informações relevantes fora do domínio público. Conhecer informações verdadeiras leva à liberdade e esses grupos estão interessados em nossa escravização. Só porisso abordo esses temas...

Muitos que lerem a lista de tópicos acima irão concluir que são temas pertencentes a alguma "Teoria da Conspiração". No meu entender, no entanto, não se trata de tópicos de alguma Teoria, mas sim da PRÁTICA da Conspiração, em andamento...

Abraço, Rui.

Labels: , , , ,


Sunday, June 26, 2005

 

Oscar Quiroga - 4

O ONTEM, O HOJE E O AMANHÃ.

Aqui na Terra nossa humanidade é enfraquecida, aprisionada e limitada por uma cultura arraigada em meias verdades, convencida de que nos animais obteria a resposta de sua origem e futuro. Nada mais enganoso do que isso, provado está que a competição, adequada ao mundo animal, provoca miséria e decadência nos humanos, cuja força deve ser buscada no espírito, que é o mundo do amanhã, onde reside a esperança, aquela pela qual as pessoas estabelecem laços solidários. Que frágil se torna nossa humanidade quando compete! E que força ela invoca quando a solidariedade se instala em seu discurso e prática! A competição resulta de nossa cultura se arraigar na memória animal, e a solidariedade reside em nossa humanidade olhar o amanhã, que é o mundo do espírito.

Saturday, June 25, 2005

 

Eu Sou Eu, Eu Sou Livre - 9.1

9. Pelo ‘Pecado’ até as Estrelas

Quando percebi que o mundo está sendo manipulado pela Quarta Dimensão há milhares da anos, eu percebi que tudo que nos permite nos livrar da prisão da Terceira Dimensão tem sido suprimido ou seu significado tem sido distorcido, para nos manter escravos.

Nada tem sido mais manipulado e distorcido do que o sexo. Em sua expressão mais elevada, o sexo é a experiência espiritual mais importante entre duas pessoas no mundo físico denso. É um meio através do qual podemos no conectar com os níveis mais altos de nós mesmos e acessar nosso fantástico poder criativo. Temos sido desviados de fazer isto pelos grupos de religiões, os tablóides sensacionalistas e pela indústria pornográfica. Com relação aos efeitos, estas três áreas batalham no mesmo lado.

Para entender isso, precisamos analisar a natureza da experiência física e o traje espacial genético que chamamos de corpo. O que você observa com os olhos é apenas o nível físico de nós mesmos, aquela face e corpo que nos volta do espelho. Em níveis não visíveis pelos sentidos físicos está nossa consciência eterna, a aura, como algumas pessoas a chamam. A aura é uma amálgama dos campos de energia que juntos constituem aquilo de nós que pensa, sente e se emociona. Ou, pelo menos, aquela parte do “Eu” eterno que está trabalhando diretamente através do corpo. Um desses níveis, o etérico, é a inteligência que organiza a substituição das células, controla o sistema elétrico do corpo e, genericamente, governa as atividades do corpo. Quando a energia etérica fica desbalanceada, quando está em desarmonia emocional, a doença (dis-ease) emocional transforma-se em doença física. Alguns desbalanços etéricos, por exemplo, rompe a substituição suave das células e isto é conhecido por nós como câncer. A medicina chamada de “moderna” trata o câncer com cirurgia [cortando as células com problemas e jogando fora], envenenamento com drogas e aplicação de doses maciças de radiação. Isto reflete a obsessão “científica” com o nível físico do ser e a obsessão da medicina com o tratamento dos sintomas ao invés das causas. A causa do câncer é a ruptura etérica, geralmente estimulada por ruptura emocional, apesar de que o contato com campos de energia eletromagnética, como linhas de transmissão de potência e equipamentos elétricos, podem também acionar a substituição de células cancerosas porque o eletromagnetismo artificial desestabiliza o balanço magnético do campo de energia etérico. O sistema imunológico é também controlado pelo etérico e, portanto, as influências emocionais e eletromagnéticas podem prejudicar seriamente as defesas naturais de nosso corpo e nos tornar mais susceptíveis a doenças. Morre-se, por exemplo, devido a um coração despedaçado. Nós morremos literalmente de dor emocional.


Tuesday, June 14, 2005

 

Oscar Quiroga - 3


A HORA DE REINVENTAR O SONHO


Aqui na Terra nossa humanidade faz a triste constatação do destino do dinheiro, mas ainda permanece estupefata, não reage, dado em inúmeros momentos ter desejado ocupar o lugar que agora abomina, e se atormenta com culpa em vez de reinventar a realidade. É realmente triste o panorama, desanimador, nossa humanidade foi mesquinha, pegou muito da natureza, açambarcou riquezas intelectuais, emocionais, físicas e financeiras, porém as distribuiu sem sabedoria, mas com muito egoísmo. Foi assim que toda nossa humanidade assinou embaixo de guerras e violências, dado essas existirem pela discordância entre o que se pega e aquilo que se distribui. Pois bem, agora que a máscara caiu para nunca mais se recuperar é, também, a hora de reinventar o sonho.

Labels:


Sunday, June 12, 2005

 

Eu Sou Eu, Eu Sou Livre - 8.2

O acúmulo de nossa bagagem emocional ocorre como resultado de acreditarmos que este mundo é real. Ele não é. Ele é uma tela de cinema tri-dimensional, de realidade virtual e holográfica, projetada para nos prover a oportunidade de experimentarmos a separação da Unicidade, como uma ajuda na nossa exploração profunda de nós mesmos. Nós temos estado sob a ilusão de que nós estamos separados. Nós não estamos. Nós todos somos aspectos da consciência do Um, de Deus, experienciando a si próprio subjetivamente através de suas partes constituintes – todos nós. Imagine você em pé em frente a um espelho gritando com você e batendo na sua cabeça com um bastão de baseball. Só um louco faria isso, não é? No entanto, na última vez que você gritou com outra pessoa ou foi violento com alguém, você estava na realidade fazendo isso a você próprio! Você tem um tumulto emocional interno porque você está suprimindo quem você realmente é e se submetendo, através do medo, ao projeto de uma outra pessoa; e/ou você está com raiva ou ressentimento com pessoas que não estão vivendo a vida delas como você acha que elas deviam.

Existem dois tipos de pessoas: aquelas participando do filme e aquelas na audiência, vendo o filme. A abordagem mais efetiva, na minha opinião, é ficar mudando entre essas duas posições, gozando ambas as perspectivas. Aquelas atoladas totalmente no filme (a grande maioria) acreditam que o filme é real. As experiências de aprendizado tornam-se enormes catástrofes emocionais e a culpa e o ressentimento que isso produz acaba sendo mantido por toda a vida e passado para a próxima vida. Neste caso, ao invés de remover bagagem e mover para frente, a cada vida na Terra acaba-se coletando mais bagagem.

As pessoas que encontramos são espelhos de nós mesmos ou atores representando um papel que nos pode ensinar algo sobre nós mesmos e sobre o mundo. Nós as atraímos para nós. Quando vemos conflito em algum lugar, nós estamos olhando para um tumulto interno sendo projetado para fora e sendo expresso como um evento físico. Quando ficamos com raiva dos outros, nós estamos ficando com raiva de nós mesmos, pois os outros são apenas espelhos. Nesta situação estamos atacando a nós mesmos. Mas a maioria das pessoas não percebe isso.

Ao invés de nos sentirmos culpados pelo que fizemos ou deixamos de fazer aos outros, precisamos aprender com nossas experiências, sabendo que o acontecido foi um presente, uma experiência de aprendizado para nós e para a outra pessoa(s). Elas criaram aquela situação, da mesma forma como nós a criamos. A experiência é a forma como nós evoluímos e nós precisamos da faixa total das experiências possíveis, para ter uma evolução balanceada. Culpa é meramente o lado negativo da experiência. Deixe ela ir embora. Não existe nada para nos fazer sentir culpados. Nunca, jamais. Um ator de cinema não se sente culpado quando ele representa o papel do bandido, não é mesmo?

Procuramos nos vingar de pessoas que ousam nos propiciar uma experiência que ajuda em nossa evolução. Como elas ousam me ajudar a evoluir? Eu estou com tanta raiva... Podemos nos manter amarrados a um ressentimento desde a infância até o final da vida. E quem sofre com isso? Certamente não será a pessoa contra a qual temos o ressentimento. Ela pode estar tendo uma ótima vida enquanto que nós sofremos e vamos para a cova mais cedo, através de um câncer, ataque do coração, e outras expressões físicas de raiva suprimida e de ressentimento. Não muito inteligente de nossa parte, não é mesmo? Deixe ir embora o seu ressentimento. Vá ao foco de sua amargura, olhe para ele, ela ou eles, nos olhos e diga quanto você os ama e você deseja que o conflito desapareça. Como eles irão reagir a esta sua oferta irá depender deles, mas você irá ter encerrado o conflito porque um conflito não pode existir sem que as duas parte tenham uma amargura entre si.

Meu medo da morte [e de voar] desapareceu quando eu descobri que não existe morte. O meu medo de ter o meu destino nas mãos de outra pessoa se dispersou quando eu descobri que o nosso destino nunca está nas mãos de outro, mas nas nossas próprias mãos. Não existem acidente, apenas criações humanas dentro de uma lei universal.

Se nos mantermos hipnotizados pelo filme e pensarmos que ele é real, a forma de percebermos essas experiências pode ser muito destrutiva. Se reagirmos contra as pessoas [espelhos] que nos provê estas experiências de uma forma que leva ao ressentimento e gerando um desejo de vingança, um inferno de situações irão ocorrer. Indivíduos, grupos, países, o mundo, estarão se destroçando enquanto as emoções sujas de séculos irão se colidir e guerrear. A estabilidade vibracional do planeta irá ser severamente desbalanceada neste tipo de cenário e as conseqüências no clima e na geologia podem realmente serem catastróficas para aqueles presentes no nível de 3 dimensões da Terra. O que fazemos, em outras palavras o que pensamos e sentimos, afeta fundamentalmente o nosso planeta.

As vibrações do planeta estão aumentando. Se desejamos subir com elas, para fora do pescoço da garrafa e para fora da prisão, precisamos nos livrar da bagagem emocional e do sentimento negativo de nós mesmos e dos outros, que fomos condicionados a aceitar como realidade. Podemos ver as pessoas que apertam nossos botões e liberam o nosso esgoto emocional como elas realmente são: nossas professoras. Colocando de outra forma, podemos amar os nossos “inimigos” [professores, espelhos]. Não existe nada para temer. Nós vivemos para sempre, aconteça o que acontecer. O amor é a energia que irá suavizar a transição, mais que tudo. O amor é a transição. Não existe maior presente que podemos dar a nós mesmos, aos nossos semelhantes e à Terra, do que o amor. O planeta está se sentindo não-amado porque ele não tem sido amado. Ocorre o mesmo com a humanidade. Ame a Terra, ame a você mesmo, ame a todos, e a jornada para o equilíbrio e a harmonia não precisará ser cheia de solavancos, como ela será se nós permanecermos adormecidos.

Nossas emoções tem sido o meio através do qual a manipulação vinda da quarta dimensão tem sido possível de acontecer. O estímulo ao medo tem levado as pessoas a entregar seus poderes para aqueles que elas acreditam que as irá proteger daquilo que elas foram encorajadas a temer.

Tudo o que você precisa é de amor [All you need is love].

E o amor é ilimitado e infinito. Não existe escassez de suprimento, independente de sua demanda. Você apenas pensa nele e sente ele, e ele estará presente. Tanto quanto você desejar, sempre que você desejar. Amor é a nossa chave de ouro e ela está sob nosso controle. Você pode amar a si mesmo ou odiar a si mesmo. Você pode amar os outros ou odiar os outros. Você pode amar a Terra ou abusar da Terra. Estas são opções – opções que levam consigo conseqüências físicas e espirituais. E essas escolhas são suas e minhas.

Paz e amor. Rui.


Saturday, June 11, 2005

 

Eu Sou Eu, Eu Sou Livre - 8.1


8. Eu me Amo

Eu me amo? Quem é você, uma espécie de egomaníaco? Esperam que você não diga isso. Esperam que você seja humilde e que se mantenha depreciando a você mesmo. Não é a você que você deve amar, é os outros – o mundo. Oh, que pessoa adorável! Ele é sempre tão humilde, sempre se jogando para baixo, e ele ama todo mundo.

Não, ele não é nada disso. Ele não ama todo mundo porque ele não ama a si próprio. E se ele não ama a si próprio, ele não ama a todos. Como podemos dar de dentro de nós aquilo que nós não temos internamente? Amor, o verdadeiro amor no seu sentido mais amplo, não discrimina. Ele não diz: eu amo esta pessoa, mas não aquela ali. Ele apenas ama. Aquilo que você não tem internamente, você não pode dar para fora. As pessoas não irão amá-lo incondicionalmente até que você ame a si mesmo incondicionalmente. Elas irão dizer: eu amo você se você se amoldar àquilo que eu penso que você deva ser. Isso não é amor, isso é possessão e manipulação, vestido de amor. Amor por si mesmo é aquele ponto de equilíbrio quando nós permitimos a nós mesmos a libertação do medo e da culpa e ser quem e aquilo que nós somos. Por outro lado, amar os outros é permitir a eles, sem ressentimento e julgamento, serem quem eles são, mesmo se isso difere daquilo que nós gostaríamos que eles fossem. Eu amo você pelo que você é. Eu amo a mim pelo que eu sou. Isso é amor.

Minha vida foi um rio de confrontações raivosas com as pessoas, nascida de minha própria raiva interna. Eu não estava com raiva deles, na realidade, eu estava com raiva de mim mesmo e eles eram a forma através da qual eu podia expressar aquela raiva para fora ao invés de tratar com a fonte que estava dentro de mim. Após certa data eu comecei a gostar de mim mesmo. Eu não queria mais ser outra pessoa. Eu sabia quem eu era – uma consciência sempre em evolução que é amor, puro amor, um aspecto da Fonte de Tudo Que É. Assim como você. Todos nós somos isso. Nada nos acontece por acidente. Tudo acontece por um motivo, apesar que pode passar anos antes que descubramos isso.

Existe muitos conflitos no mundo externo devido aos muitos conflitos internos dentro das pessoas. O mundo físico reflete exatamente aquilo que está acontecendo dentro da psique humana. O tumulto e conflito internos cria o seu reflexo externo – assaltos, estupros, terrorismo e guerras. Os conflitos somente irão terminar no mundo externo quando nós encontrarmos paz dentro de nosso interior – em nossa consciência. Existirá paz e amor na Terra quando existir paz e amor em nossos corações. E isso começa e termina dentro de nós. Cure a si mesmo e você curará o mundo.

Desde que éramos criancinhas fomos condicionados a nos julgar de forma severa e a pensar sobre nós mesmos em termos negativos. Nos é dito o que devemos ser, como devemos ser, o que é certo e errado, sanidade e insanidade, bem e mal. Seja um clone, seu país precisa de clones. O que você pensa que é, algo único?

Estamos todos em uma jornada de aprendizado através de experiências. Nós obtemos aquilo que damos até que nós aprendemos e evoluímos. Nós temos sido homens e mulheres em nossas várias encarnações porque a consciência, em seu estado de harmonia, é um equilíbrio do masculino com o feminino. Cada um dos planos da existência possui um nível físico e um não-físico. Podemos visualizar isso como um relógio de água, com a realidade do espírito acima e o mundo denso abaixo. A passagem estreita, a “porta” entre os dois níveis, é um ponto neutro onde a freqüência vibracional do espiritual se junta com a física. É como um buraco negro. Isto é representado como um túnel com uma luz em seu fim que milhões de pessoas têm descrito após uma experiência de quase-morte. Quando as pessoas “morrem” e deixam o corpo físico elas não se movem necessariamente para a iluminação. A morte não é a cura da ignorância. A consciência continua a criar sua própria realidade. O que chamamos de fantasma é uma consciência que está tão confusa ou hipnotizada pelo mundo físico e seu sentido condicionado da realidade que ele não volta através do “túnel” para os reinos do espírito. Aqueles mais desbalanceados se manifestam como os “demônios” das lendas. Mas essas almas perdidas não devem ser temidas, elas são apenas mentes confusas.

No instante da “morte”, a nossa psique vai embora levando todos os nossos frangalhos emocionais, de conhecimentos e de informações distorcidas. Quando falo em nos desvencilhar das respostas condicionadas, estou falando sobre as atitudes e medos incrustados durante vastos períodos do que chamamos de tempo. O medo intenso de expressar nossa forma única não é o resultado de apenas a experiência desta vida atual.

Em cada “vida” na Terra, nossas emoções não-resolvidas e desbalanceadas são levadas através da psique à próxima vida. Essas emoções são os pesos amarrados a nossos pés de mergulhadores, que nos impede de flutuar normalmente para cima, em direção à superfície. Nunca iremos libertar nossa psique de sua densa prisão física até que nos libertemos desta nossa prisão emocional. Porém, no fundo não somos corpos físicos, somos consciências em evolução eterna e sem tempo e as nossas experiências e desafios são projetados para nos ajudar a alcançar o estado vibracional que pode propiciar o salto da prisão física para a liberdade espiritual.

[Continua na Parte 2]


Friday, June 10, 2005

 

Eu Sou Eu, Eu Sou Livre - 7.2

Se você está em um constante estado de procura da felicidade, você nunca conseguirá ser feliz. A sua experiência do “agora” é sempre a procura da felicidade, nunca a felicidade em si. Sua felicidade estará sempre no futuro e não no seu agora. A única forma de ser feliz é ser feliz. Este é um estado da mente que está sob o seu controle, independente do que você faz. Não requer que você tenha uma nova Ferrari. Felicidade não é uma procura, é um estado de ser. Quanto mais você se esforça para apanhá-la, mais ela se afasta de você. Nós somos chamados de seres humanos e no entanto nós nos tornamos “fazedores” humanos. Nós somos condicionados para caçar tudo, inclusive a felicidade.

Outra coisa que nos pega e suga nossa energia por nenhum bom motivo é a forma como nós nos ofendemos pelo o que os outros dizem ou fazem. Você não precisa ficar ofendido, depende apenas de você. Está tudo na mente. Os manipuladores condicionam as pessoas para um mundo de “trabalho” e uma vida mental entorpecida para servir ao sistema. Um escravo se reportando para o dever, senhor! Uma mente para ser usada e abusada, senhor!

Esconder o que realmente aconteceu no passado é essencial para os manipuladores, se eles quiserem esconder o que está acontecendo agora. As crianças e os estudantes no mundo todo continuam a receber uma estória distorcida dos fatos. Ao professor é dito que essa versão é a verdadeira, quando eles entram no sistema, e eles dizem isso a seus alunos, tornando-se doutrinadores para o sistema. Ninguém precisa intervir para manipular diretamente as escolas e os professores, uma vez que esta estrutura já esteja montada e funcionando. Ela agora funciona sozinha.

A Economia usa um linguajar complexo, mas é extremamente simples: Você empresta ao povo um dinheiro que não existe e cobra juro do povo sobre esse dinheiro inexistente. Tudo além disso é cortina de fumaça. Por que nós tentamos segurar as paredes de nossa prisão econômica? Deixe ela cair, quanto antes melhor, e depois disso podemos criar um sistema de dinheiro sem juros e trocas baseadas na abundância para todos, e não, como hoje, na escassez proposital que leva à condição de dependência – controle.

Tudo é feito de energia e a energia é infinita. Não existe falta de nada. A escassez apenas aparece quando nós aceitamos o condicionamento de que a vida consiste de luta, escassez e mera sobrevivência.

A mídia é parte do jogo e reporta os jogadores no jogo, sem nunca questionar o jogo em si. Ela reporta algo chamado de notícia, mas é pura propaganda, projetada na fonte para manipular a consciência da população. “Tem que ser verdade, eu li no jornal e vi na televisão” (Nesse caso, provavelmente não é verdade). “Não, não, todos os jornais e todas as estações de televisão estão dizendo isso!” (Neste caso, definitivamente não é verdade). Eu acompanho a mídia porque ela é um dos atores principais no jogo, mas eu não acredito em nenhuma palavra dita, a não ser que ela seja confirmada por outras fontes independentes. A televisão se constitui em um hipnotizador residente na casa de bilhões de pessoas.

Você pode encontrar distrações em todos os lugares, para te desviar da simplicidade do entendimento. Você não precisa encontrar um “iluminado” para te dizer o que pensar – você é um iluminado. Todos nós somos. Nós simplesmente esquecemos e desligamos nossa conexão com essa iluminação. Escutar todos os pontos de vista, inclusive dos “professores” da Nova Era, é uma boa coisa se nós filtrarmos a informação deles e retirarmos dela apenas aquilo que acreditamos ser correto, deixando de fora o resto. Precisamos ser seletivos constantemente e permitir a nossa intuição fazer a seleção. Lembremos sempre que as escolas e universidades estão aí principalmente para condicionar, não para informar.

Quando você perde o medo de ficar sem nada, você irá sempre ter o que você precisa.

Volto a repetir: a maioria das coisas que nos causa dor emocional, ocupa nossa atenção e destroi nossa auto-estima, simplesmente não importam. Nos é dito que elas importam porque isso irá nos manter cativos pela ilusão física e nos manter desconectados de nosso ser infinito. Eis aqui um pequeno exercício. Primeiro, lembre-se que você é um aspecto infinito da consciência eterna em uma jornada sem fim de evolução e que outros níveis de você estão desempenhando diferentes papeis nos filmes que estão sendo projetados em outras telas (dimensões) do cinema. Você não é apenas um corpo, você é uma consciência experimentando várias situações e emoções para acelerar seu retorno para a Unicidade. Correto, ponha isso na sua cabeça e faça uma respiração profunda.

Paz, Rui.


Thursday, June 09, 2005

 

Eu Sou Eu, Eu Sou Livre - 7.1


7. É um pedaço de excremento, afaste-se dele

Para completar nossa transição da ignorância para o infinito, precisamos flutuar para a superfície da pirâmide vibratória. Isto não é tão difícil, pois nossa consciência naturalmente gravita em direção à Unicidade, tal como um mergulhador de águas profundas flutua para a superfície quando se livra dos pesos que o mantém no fundo.

Nossos “pesos” são os lixos emocionais em nosso subconsciente, nosso sentido programado do Eu e da realidade, e a infinidade de porcarias atordoadoras da mente que assalta nossos olhos e ouvidos através da mídia, do sistema de educação [de doutrinação], políticos, economistas, e todos os outros doutores da mente que nos vendem sua visão de qual nossa realidade deveria ser. Sem essas influências, aquele peso em nossas mentes e emoções, o pássaro já teria voado há muito tempo atrás. Essas são as influências que criam a “luz no fundo da garrafa”, que nos hipnotiza e nos mantém na ignorância do nosso Eu verdadeiro e infinito.

É um pedaço de excremento, afaste-se dele.

Se a humanidade fizesse isso com mais freqüência, ela não desperdiçaria sua energia dia após dia com debates irrelevantes e argumentações sobre “temas” que são apresentados para nos desviar do que realmente interessa – nossa própria evolução para fora da ignorância e nossa habilidade própria de amar e de ser amado. Mas nós somos fisgados por esses debates fabricados e distrações. Vemos declarações e eventos irrelevantes como vitalmente importantes, ao invés de nos afastarmos e vê-los como eles são: distrações irrelevantes. Quando ficamos condicionados a pensar que essas baboseiras são importantes, nós gastamos nossas energias e investimos nossas emoções em preocupações com coisas que os outros nos programaram para acreditar que eram importantes. Você é muito gorda? Você é muito magra? Você é muito alta? Você é muito baixa? Seus seios são suficientemente grandes? São nossos pipis suficientemente grandes? Estamos perdendo cabelos da nossa cabeça? Você tem muito pêlo pelo corpo? Você está usando o último uniforme [desculpe, moda] que alguém que nunca conhecemos decidiu que agora é “in”? Recebemos uma avalanche dos marqueteiros e dos “programadores” de televisão, financiados pelos propagandistas que nos dizem como nós devemos ser, aparentar e sentir. Você está com uma ruga na face? Oh, meu Deus, sua vida acabou! É o fim da picada! A não ser que você compre este super óleo, com nome famoso e que parece exótico. Ele salvará sua vida. Ei, olhe esta loira bronzeada maravilhosa. Compre nosso bronzeador e você irá ficar igualzinha a ela [O autor afasta-se um pouco para vomitar].

Há uma certa neurose para não fugir da norma, do “ideal”. Note, por exemplo, o terror que os homens têm de perder o cabelo. Que desgraça, as mulheres não sentirão atração por mim...salve meu cabelo, pegue-o das axilas, de qualquer lugar...me vende uma peruca... Quando você perde o cabelo você se transforma em uma pessoa má? Não. Torna você menos inteligente? Não. Faz você incapaz de dar e receber amor? Não. E se vivêssemos em um planeta em que o corpo físico não crescesse cabelo na cabeça e, de repente, começasse a crescer? Oh, minha vida acabou, as mulheres não sentirão atração por mim...arranque meu cabelo, coloque ele debaixo do braço, em qualquer lugar. Tudo condicionamento....

É um pedaço de excremento, afaste-se disso.

A ironia de tudo isso, e o conhecimento que irá terminar com a manipulação das emoções humanas pela indústria multibilionária do odeie-seu-corpo, é que não há necessidade de todas essas poções, cremes e cirurgiões de pênis. Nossos corpos são um reflexo do nosso sentimento de ser. Eles são uma expressão física de nossa mente e emoções [Retrato fiel de nosso acúmulo cármico]. Podemos ver nas faces das pessoas se elas passaram por dores emocionais extremas. Está escrito em suas feições. Pessoas que comem bastante e criam corpos grandes para si estão invariavelmente manifestando em seus hábitos alimentares um tormento emocional de algum tipo. Para elas é a comida, para outras é a bebida ou drogas, apenas um meio de escapar temporariamente da emoção que desejam abafar. Nossas mentes controlam nossos corpos e nossos corpos irão refletir nosso estado mental. Se nós nos sentirmos bem conosco, nós iremos transmitir a mesma energia para o nosso corpo. Se nos sentirmos não-amadas e não-desejadas, nossos corpos irão manifestar isso, também. O mesmo acontece com o envelhecimento. Não precisamos envelhecer como fazemos. Nós esperamos envelhecer porque esta é a NOSSA realidade e, portanto, nós envelhecemos. Quando evoluirmos em direção à Unicidade, o processo de envelhecimento irá diminuir e nós iremos viver por períodos de tempo incrivelmente longos. Impossível? NADA, NADA é impossível [a realidade intraterrena é de saúde perfeita e de imortalidade, e, portanto, eles não envelhecem, são imortais]. Atraímos para nós aquilo que mais tememos porque sobrepujar o medo é essencial para a nossa evolução. Relaxe. Aquilo que você é está OK. É o seu papel no filme da vida neste momento. Você é aquilo que você é e você pode mudar aquilo que você é mudando o que você pensa que você é. Isso, também, aplica-se para os nossos corpos. De qualquer forma, você escolhe o seu corpo antes de se encarnar. Você fez isso para ter a experiência que você achou que iria acelerar sua compreensão e evolução. É apenas um corpo temporário – você é uma mente eterna e espírito. Mas se formos pegos na armadilha de aceitar a versão dos manipuladores do que é normal e sexy, nós teremos uma vida de baixa auto-estima, se não tivermos um corpo que se ajusta a isso.

[continua na Parte 2]


Wednesday, June 08, 2005

 

Eu Sou Eu, Eu Sou Livre - 6.2

[Continuação, Cap.6, Pt. 2]

A Elite Global são ou encarnações ou projeções físicas desta consciência extremamente negativa que as pessoas chamam de Satânica, ou, em outros casos, elas são possuídas por ela. Isto tem sido assim por milhares de anos, chegando até ao Egito antigo, Babilônia, etc. Estes manipuladores Satânicos da Quarta Dimensão possuem seus símbolos em todas as áreas da sociedade, já que foram eles que criaram todos os veículos de controle. Um dos canais de interação entre a Quarta Dimensão e seus representantes fantoches são os níveis de topo da rede global de sociedades secretas. Os rituais satânicos e os sacrifícios humanos grotescos, que ainda acontecem na atualidade, são projetados para criar enormes quantidades de energia extremamente negativa, que servem de alimento para essas consciências. É por isso que os sacrifícios de animais e de seres humanos, abundantes durante toda a história humana, ainda continua hoje em dia. Alguns desses rituais até são feitos abertamente. Que é um matadouro, senão um local para o sacrifício de animais, fonte geradora de enormes terrores e sofrimentos – de energia extremamente negativa? O derramamento de sangue é muito importante para esta consciência e para seus fantoches [Elite Global] na Terra. O edifício das Nações Unidas [ONU], em Nova Iorque, está construído em um terreno doado pelos Rockfellers. É o local de um antigo matadouro. No entanto, é vital que nós não reajamos a essa consciência com ódio, medo e agressão. Ela precisa de nosso amor, já que é a ausência de amor que a levou a este estado atual de desbalanceamento. Ódio, medo e agressão são as emoções que ela deseja estimular. Estas emoções são o poder dela.

No nível de topo [pico da pirâmide], aqueles que controlam a rede de sociedades secretas servem, de forma consciente, aos seus “mestres” da Quarta Dimensão e extraterrestres. Representantes e fantoches dos elementos negativos da Quarta Dimensão estiveram por detrás da criação dos EUA e os controlam até hoje, assim como eles controlam o sistema bancário global, as agências de inteligência [serviços secretos dos países], sistema político, os meios de comunicação, e por aí afora. Algumas pessoas acreditam que um outro símbolo dos manipuladores da Quarta Dimensão é a vestimenta preta. Qual a vestimenta usada pelo clero cristão e representantes de várias outras religiões? Uma vestimenta preta. Qual é a cor da profissão legal, muitos juízes e assemelhados? Preto. Qual o símbolo de sucesso no sistema educacional ou do topo da carreira de ensino? Uma vestimenta preta. [Outros status pretos: carro, jogadores de tênis de elite, luto – prestando homenagem à vitória do lado negro (pessoas gordas também usam muito o negro, rendendo esta homenagem; tudo inconsciente, obviamente)]. Os manipuladores de pensamento, da Quarta Dimensão, inspiraram todas essas instituições de controle. No filme Star Wars e outros da série, qual a cor usada pelo vilão Darth Vader? Preto, obviamente, e com um capacete nazista...

A mentalidade conhecida como os Illuminati ou Elite Global, aqueles poucos que controlam o rumo do mundo pelo condicionamento da consciência das massas, possui sua origem, guiamento e motivação na Quarta Dimensão e na sua expressão extraterrestre. É desta forma que a mesma força que foi responsável pela criação das religiões, é também a força por detrás do plano de implantar microchips em todas as pessoas [como já feito com animais] e os ligar a um computador global, para as manipular como verdadeiros robôs. Ironicamente, aqueles cristãos que acertadamente se opõem à microchipagem da população e aos outros planos da Nova Ordem Mundial, estão seguindo um sistema de crença religiosa que foi manipulado à existência pela consciência da Quarta Dimensão que está por trás da microchipagem!

Todas essas criações manipulativas da Quarta Dimensão possuem um objetivo comum: controlar a mente humana. Não interessa a eles como nós temos nossa mente controlada, seja por uma religião, um sistema político, uma teoria econômica, um sistema “educacional” [doutrinação] ou uma crença “científica” em um nada após a morte.

Crenças são limitações da visão e prisões da mente. Nós acreditamos demais e sentimos de menos. Apenas quando nós seguimos nossos sentimentos, ao invés de negá-los, nós conseguimos romper as amarras que os manipuladores possuem sobre tantas psiques. Vá com seu fluxo natural sem medo do que os outros vão pensar. A forma mais poderosa de nos libertarmos do pensar, crença, medo e intelecto vigentes, é celebrar nossa própria individualidade, permitir que todos façam o mesmo, e nunca procurar impor aquilo que acreditamos aos outros. Desta forma os conflitos diminuem, o amor e a compreensão tornam-se mais prevalentes e assim vai, até que nós voltamos para o ponto de equilíbrio de onde viemos: a Unicidade. O jogo acabou. De que vamos brincar agora?

Estamos interagindo constantemente com um mar de campos de energia eletromagnética. Energias mais altas estão sendo introduzidas que irão aumentar o estado vibratório dos campos globais de energia, afetando tudo, inclusive as emoções e pensamentos humanos.

É importante notar que a Elite Global agora possui tecnologia para manipular o clima [inclusive terremotos] para os seus desejados fins [tsunami?].

Independente da escala do desdobramento das mudanças, esta não é uma época para pânico. Nunca é ocasião para pânico! A vida é eterna. À “morte” sempre segue um “renascimento”. Sem preocupações. Quão atribulada ou espiritualmente orgásmica a transição será, irá depender de você e de mim e de nossa imaginação de nós mesmos e do “futuro”. Se pensarmos que ela será catastrófica, assim ela será. Mas ela não tem que ser assim. Nós podemos imaginar algo diferente e criar essa realidade.

Nós somos aquilo que nós pensamos ser e o mundo é aquilo que todos nós pensamos.

Paz e amor para todos, Rui.


Tuesday, June 07, 2005

 

Eu Sou Eu, Eu Sou Livre - 6.1


6. Libere o Gênio

Imagine uma garrafa ao lado de uma fonte de luz. Dentro da garrafa está uma mariposa. O topo da garrafa está aberto e a mariposa pode escapar a qualquer momento. Mas a mariposa não escapa. Ela não pode ver a abertura no topo porque ela permanece no fundo, hipnotizada pela luz. Então ela acaba morrendo, ainda desconhecendo que a porta estava aberta para o infinito o tempo todo.

No lugar da mariposa, leia-se "raça humana".

Nossa “luz”, a hipnose que nos mantém no fundo da garrafa, é a invasão da nossa psique pelas mensagens, tipo mantra, dos faças e não-faças, podes e não-podes, etc. Também inclui todos aqueles que aceitam e alimentam a mentalidade de vítima e os “cientistas” que nos dizem que não apenas a garrafa está hermeticamente fechada, como também que não existe para onde escapar, se conseguíssemos escapar. A garrafa é tudo que existe. Estas mensagens aumentam constantemente a energia que alimenta a luz [lâmpada] e tira o poder das pessoas. Somos os gênios da garrafa e já está na hora de escaparmos. A rolha nunca esteve lá, nós fomos apenas enganados para pensar que ela estava lá.

A realidade foi projetada como uma universidade, que é uma escola muito dura. Dentro dela está nosso mundo físico denso. Ela possui muitos planos ou dimensões – “mundos”. Esses planos são as “muitas moradias na casa de meu Pai”... Todos estes níveis estão conectados vibratoriamente e o que ocorre em um nível afeta todos os demais. Cada um deles vibra em um “tom” diferente [freqüência, comprimento de onda], mas todas as notas são partes da mesma melodia [você]. Cada dimensão superior é responsável por guiar a dimensão abaixo, que é a origem da idéia antiga dos “deuses” que guiam – de uma dimensão acima da nossa.

Que é a Fonte? A Fonte é Amor. E Amor é a Unicidade, o equilíbrio de tudo. Como fazer para retornarmos à Fonte? Amando a nós mesmos e a todas as expressões de Deus. Nós amamos e nos tornamos amor. Amar a Deus significa amar todas as coisas, porque todas as coisas é Deus. Isto inclui a Elite Global [illuminati]. Ninguém precisa mais de amor do que eles.

Você só sabe quando você atingiu o equilíbrio porque você já experimentou o desequilíbrio. A separação [polaridades] entre homem e mulher, positivo e negativo, quando harmonizados, gera o Um.

O que chamamos “matéria” é apenas energia condensada em uma baixa vibração. As pedras operam em uma baixa freqüência, numa baixa vibração, e, portanto, a sua matéria é bem “sólida”. Nossos corpos vibram em uma freqüência mais elevada e, portanto, eles são menos “sólidos” do que as pedras. Nossa consciência vibra numa freqüência ainda maior e está, portanto, fora da faixa dos sentidos físicos do nosso corpo. Precisamos expandir nossas mentes, aumentar nossa taxa vibratória e usar a visão do “terceiro olho” psíquico se desejarmos ver tais níveis. Nossa tarefa é experimentar a divisão e através dela juntar estes “opostos” numa situação de equilíbrio dentro de nós. Quando o equilíbrio é atingido, nossa taxa vibratória acelera-se e nós ascendemos em freqüência em direção à Unicidade. Simbolicamente, o Filho Pródigo volta ao lar “do Pai”.

As pessoas falam sobre viver “no mundo real”, onde identificam divisões, dor e controle neste planeta físico denso. Nada disso. O “mundo real”, se você quiser chamá-lo assim, é o nível de existência muito evoluído chamado de Unicidade. O mundo que você observa através de seus olhos é um jogo holográfico, tridimensional, de realidade virtual criado pela Unicidade como uma vasta experiência de aprendizado. Quando você olha através de seus olhos é como colocar um daqueles capacetes de realidade virtual usado nos jogos de computador. Estamos olhando uma tela de cinema, apenas isto. Este mundo não é real, é uma Hollywood espiritual. Um cenário de cinema. Um holograma é uma imagem tridimensional criada pela manipulação da luz. Cada parte de um holograma é uma imagem do todo. A única coisa que você perde, conforme você vai diminuindo, é o detalhe. Isso é exatamente o que somos, uma parte de um gigantesco holograma que chamamos universo e nós somos uma pequena imagem do todo desse holograma – o universo. Nós apenas não manifestamos todos os detalhes. Da mesma forma, cada célula do nosso corpo possui a informação contida em todo o corpo. "Assim em cima como em baixo". Tudo é um reflexo de tudo, independente do tamanho. Na realidade não existe o aqui e o ali, apenas o “em todo o lugar”. O aqui e o ali são meramente seções do em-todo-lugar, que nossos sentidos estão percebendo em um dado momento. Se você caminha dentro de um shopping center, você irá ver apenas uma loja por vez. Mas se você vai para fora [simbolizando expandir sua consciência para níveis mais elevados], você poderá observar todo o edifício que contém todas as lojas.

Conhecimento sem sabedoria, invenção tecnológica sem amor, podem gerar combinações desagradáveis. É da quarta dimensão, e de níveis superiores, que muitos dos ÓVNIS vêm, dos tipos positivo e negativo. O nível de acobertamento dos ÓVNIS-extraterrenos é extraordinário, assim como a manipulação deste fenômeno pela Elite Global. O medo de uma “invasão” extraterrestre está sendo usado para justificar um governo e forças armadas mundial. Os filmes de Hollywood estão sendo produzidos com este tema, como parte do processo de condicionamento. O artefato espacial genuíno possui a habilidade de mudar seu estado vibratório e “mudar” de dimensões. Quando eles fazem isso, eles desaparecem de nossos sentidos físicos. Eles, na realidade, não desapareceram, eles apenas deixaram nossa realidade espaço-tempo – a faixa de freqüências na qual a nossa visão física e os outros sentidos operam. É como mover o dial de um rádio. Vários desses artefatos e seres podem, inclusive, serem formas mentais transmitidas da quarta dimensão.

A Terra é multidimensional. Nossa consciência também é multidimensional e níveis de nós mesmos existem nessas outras dimensões, também. Nos desconectamos da maioria desses níveis, o que nos tem limitado muito a nossa perspectiva. Os extraterrestres, que têm sido chamados de “estrangeiros” [aliens] são, na realidade, outros aspectos de nós mesmos. Eles não são “estrangeiros”. Eles são parte de nós. Nós somos todos Uma consciência experimentando a si mesma subjetivamente.

A vida nesta dimensão física tem ficado mais difícil pelas interferências da quarta dimensão. A consciência negativa, operando da quarta dimensão, criou as religiões e as várias seitas que têm controlado, dividido e governado este mundo por milhares de anos. Foi ela, também, a fonte da crença na “ciência” do este-mundo-é-tudo-que-existe. Ela esteve por trás da criação do sistema educacional [doutrinação], do sistema legal de (in)justiça, das guerras, dos cartéis bancários do juro-do-dinheiro, e é a força que está pressionando – via seus fantoches físicos ou por representantes diretos encarnados – para obter um governo mundial, um banco central, moeda e forças armadas, junto com uma população com chips implantados.

[Continua na Parte 2]

Paz a todos, Rui.


Monday, June 06, 2005

 

Eu Sou Eu, Eu Sou Livre - 5.2

[Continuação Cap.5, Pt.2]

Quando somos dominados pelo medo, nossa evolução cessa. Você não gosta de seus amigos? Mude a você mesmo e seus amigos irão mudar a forma de o tratar ou irão se afastar de sua vida e outros irão aparecer para refletir sua nova forma de ser. Tudo que acontece em sua vida é criação sua.

Criamos também a realidade que chamamos de doença. Todo desconforto, desde os menores até aqueles que ameaçam a vida, é acionado por nós mesmos. A natureza da doença física está relacionada com o estado mental e emocional que está criando a doença. O corpo é um barômetro constante de nossas emoções. Armazenamos em nossos corpos as emoções que não desejamos trabalhar. Chorar vem a ser algo bom para nós, já que libera emoções suprimidas. Mas nos é dito que “homens não choram” e, portanto, os homens morrem de ataques cardíacos que resultam da tensão de energias não liberadas dentro deles. Ninguém tem uma doença devido à "falta de sorte". Nós as criamos e, portanto, nós podemos as descriar. Nossos corpos são um espelho fiel de nossas mentes, emoções e espírito. Sua mente está no controle de seu corpo a todo momento.

Criamos nossa própria realidade e nossa experiência física. Se você sempre fizer aquilo que você sempre fez, você irá sempre obter aquilo que você tem sempre obtido.

A palavra “carma” é, para mim, outra forma de dizer que nós criamos nossa própria realidade. Se, no entanto, aprendermos vendo os efeitos de nossas ações, nosso senso de nós mesmos irá mudar, assim como nossos padrões.

Nossas vidas são a imaginação de nós mesmos. Nós escolhemos quando, onde e com quem nós encarnamos, e nós criamos nossa própria realidade. A perda e supressão desta compreensão é a razão fundamental dos sofrimentos que têm ocorrido na Terra por tanto tempo. Este conhecimento revela que estamos no controle de nosso próprio destino, enquanto que a versão de “vida” que nos é doutrinada pela religião e “ciência” oficial insiste que uma outra força está no controle, seja um Deus julgador ou acidentes aleatórios.

Ninguém me controla. Não sou uma vítima, eu sou eu, eu sou eu no controle de mim mesmo. Para isso precisamos nos destoxificar de nossos vícios emocionais. Emoções, como mêdo, culpa, ressentimento, raiva, preocupação, depressão e outras, são todas viciantes, tal como drogas e bebidas. Pessoas que são viciadas em preocupações, por exemplo, estão sempre procurando por algo com que se preocupar, porque o sistema delas se tornou tão dependente de sentir aquela energia que ele necessita de sua constante “dose”. Sentir-se miserável e deprimido é outro vício emocional que as pessoas acham muito difícil de romper. Torna-se o estado vibracional delas.

Coitadinho de mim

A mentalidade do “coitadinho de mim” é o estado mental mais destrutivo que é possível de ser experimentado. A mentalidade de vítima cria a realidade de vítima. Não existem vítimas! Nós apenas pensamos que somos e portanto criamos esta realidade física. Somos persuadidos que a vida não é para ser vivida, mas para ser sobrevivida.

Através da história, tem-nos sido vendida a idéia que você precisa sofrer e se sacrificar agora para criar as coisas boas que desejamos no “futuro”. O que realmente desejamos ter em nossas vidas está sempre no futuro, nunca no agora. As religiões nos têm dito que precisamos sofrer e nos sacrificar nesta vida para nos qualificar para o paraíso...amanhã. Políticos e economistas nos dizem que precisamos fazer sacrifícios agora para criar prosperidade econômica...amanhã. É a síndrome do “um dia”: um dia eu terei o que desejo, mas não agora. Se essa é a nossa realidade, nossa imaginação de si mesmo, nós nunca teremos o que desejamos porque aquela energia é sempre projetada no futuro e não no presente. A esperança é outro exemplo de "viver no futuro". Esperança é uma experiência de futuro, não uma experiência do agora. “Eu estou sem esperança. Eu estou sem medo. Eu estou livre.”

Existem pessoas revoltadas que possuem tanto raiva dentro de si que elas estão constantemente procurando pessoas e circunstâncias contra as quais ficarem com raiva. Elas ficam bravas com alguém para evitar olharem para a fonte da raiva – elas próprias.

O verdadeiro amor é dizer o que a pessoa precisa ouvir, não necessariamente aquilo que ela deseja ouvir para confirmar seu sentimento de Coitadinho de Mim. Qualquer que seja as circunstâncias nas quais nascemos, nós as escolhemos antes de nascer. Portanto, aprenda e mova-se para frente. Veja as coisas de uma forma positiva e você pode deixar ir embora a culpa e ressentimento do passado que tanto contribui para destruir nosso presente. Você pode ver a vida como uma série de problemas ou como uma série de soluções. É uma escolha sua, e as vidas que esses estados mentais criam serão muito diferentes.

Existem os radicais robotizados que brigam pela liberdade das vítimas. Na realidade, eles geralmente criam vítimas ao invés de as libertarem. Apenas nós podemos libertar a nós mesmos. Ninguém pode fazer isto por nós. Os radicais robotizados vêem a si próprios como vítimas e eles acabam alimentando a mentalidade de vítima nos outros, com suas ações. A dor, que deveria apenas ser um sinal de aviso que algo está fora de equilíbrio, já foi integrada na nossa existência do minuto-a-minuto. Sentir dor é agora “normal” neste mundo louco que a nossa mente criou.

As vítimas nada fazem com relação às suas circunstâncias porque elas acreditam que não têm poder de fazer nada e, portanto, nada é feito. A culpa é sempre de outra pessoa e, portanto, uma outra pessoa terá que me tirar desta bagunça que estou metido. “O que eles vão fazer a respeito disto?”, é o choramingo da vítima. Se desejarmos mudar nossas vidas, nós as temos que mudar.

Quando as pessoas mudam a forma de verem a si mesmas, quando elas param de se ver como vítimas, seu padrão de energia muda. Ele começa a atrair magneticamente para si as pessoas, lugares, experiências, “coincidências” e “sorte” que muda suas circunstâncias de negativa [uma reflexão do velho eu] para positiva [o novo eu]. É apenas agora, e apenas agora, que as pessoas com problemas podem ser ajudadas. Enquanto elas manterem a mentalidade do “coitadinho de mim” não existe nada que alguém possa fazer. As “soluções” apresentadas por pessoas e políticos nunca funcionam, por criarem estruturas de dependência [controle], e a dependência diminui nossa auto-estima, nossa imaginação. A estrutura em si torna-se um veículo de controle, não de libertação [ex. Fome Zero do presidente Lula].

Se você deseja mudar o tipo de políticos que nos representa, mude a você mesmo.

Hoje existem formas sutis de programação da realidade graças às mensagens subliminares, muitas vezes via televisão, que falam diretamente à nossa subconsciência numa forma que a nossa consciência não consegue ver ou ouvir.

Podemos remover os meios desse controle. Sente e fique quieto, visualizando o que deseja para si. Veja isso acontecendo para você agora, neste momento. O pensamento cria exatamente aquilo que você pensa, e, portanto, se você visualiza algo acontecendo no futuro, isso irá sempre estar acontecendo no futuro e nunca no agora. O pensamento cria tudo. Apenas se aquilo que você desejar não for o mais apropriado para a sua experiência de vida, haverá uma parte superior de você mesmo que irá bloquear a manifestação. Geralmente subestimamos o efeito, no mundo, daquelas coisas, que julgamos “pequenas”, que dizemos e fazemos. Cada vez que pensamos ou sentimos algo, nós afetamos o mar de energia eletromagnética e afetamos tudo que existe. Como nos tratamos em um supermercado ou no escritório pode não parecer revolucionário, mas é.

Mais uma vez. VOCÊ está no controle. Você sempre esteve e você sempre está.

Paz e amor, Rui.


Sunday, June 05, 2005

 

Eu Sou Eu, Eu Sou Livre - 5.1


5. Está aqui olhando para você, rapaz

Nada acontece isoladamente. Tudo tem uma conseqüência. Quando você entrega sua mente e sua responsabilidade, você permite que algumas pessoas controle a grande massa.

O que chamamos de mundo é uma réplica física segundo-a-segundo do pensamento humano, da imaginação humana, ou falta dela. Somos o que pensamos e sentimos.

A supressão do conhecimento nos últimos séculos de fascismo psicológico [também conhecido como religião, educação, “ciência” e mídia] sempre procurou nos negar a informação que nos abriria os olhos e nossas mentes para o que realmente somos.

Nada tem tido mais sucesso no controle da mente humana que a religião e esse controle tem dependido, para a sua sobrevivência, da supressão do conhecimento [da verdade], como, por exemplo, do conhecimento de que a vida é eterna, para todos, e que nós não estamos separados de Deus, pois nós somos Deus.

Existe uma conexão vital entre as visões da maioria das religiões e da “ciência” oficial. Ambas acreditam que nossas vidas e nosso destino estão nas mãos de outros. A religião diz que Deus está no controle de nossas vidas. A “ciência” diz que acidentes aleatórios estão no controle de nossas vidas e apenas os mais fortes e os mais adaptados sobrevivem na jornada. Portanto, saia do meu caminho, por bem ou por mal. É a lei da natureza, sabe. Os “cientistas” provaram isso. É, meus amigos, façam suas escolhas. Está Deus no controle de sua vida ou quem controla sua vida é uma série de acidentes aleatórios? Nenhum deles, VOCÊ está no controle!

O corpo físico é uma expressão de nossa consciência durante uma vida física e, portanto, o corpo também reflete nosso estado mental. Desarmonia na consciência reflete-se como desarmonia [doença] no corpo. Tornamo-nos doentes. Da mesma forma, podemos pensar em retornar à saúde descobrindo a harmonia dentro de nossas consciências. Mas o corpo não é o eu “real”, é a casca física temporária para o verdadeiro eu. Eu chamo o corpo de vestimenta espacial genética, o veículo físico através do qual a parte eterna de nós – a alma – pode experimentar este mundo físico denso. Nossa consciência é eterna enquanto que o corpo físico tem uma vida finita e retorna ao solo e à fonte de energia, quando nós “morremos”. Mas nós não “morremos”. Nossa consciência, nossos pensamentos, sentimentos e emoções, retira-se da vestimenta espacial e move-se para outro mundo, uma outra realidade tempo-espacial ou freqüência. Isto está acontecendo durante nossas experiências de quase-morte. Os “deuses” vieram literalmente do céu [via UFOs]. A palavra da qual o “Lord” bíblico [“Senhor”] foi traduzido, na realidade significas Lords [Senhores], no plural. Acontece o mesmo com o “Deus” bíblico. Foi traduzido de uma palavra que, no original, significa “deuses”.

A enganação de que Deus está “lá em cima” e é de uma certa forma física, nos levou à idéia de que a criação é um armário de gavetas, com o céu na gaveta do topo e o inferno na gaveta mais baixa. Isto tem obscurecido a compreensão de que o céu, inferno e Deus estão em todos os lugares. Céu e inferno são estados da mente que nós podemos experimentar a qualquer momento. Podemos ter inferno na Terra ou céu na Terra. É nossa escolha, nosso estado mental, que decide sobre isso. Deus está literalmente em todo lugar porque “Deus” é uma consciência/campo de energia gigante que é tudo. É seu corpo, sua mente, a grama, as árvores, o firmamento, a chuva. Tudo. Junto com a consciência/energia dos animais, insetos, árvores, flores, extraterrestres, intraterrestres, tudo, nós formamos um oceano chamado “Deus”. Os animais não estão separados de você. Eles são você. Assim como as árvores, a grama, a água. Tudo é você e você é tudo. Se você prejudica uma outra expressão de Deus, você está apenas prejudicando você mesmo, um outro aspecto de você mesmo.

Longe de estar “lá encima”, a consciência infinita que chamamos Deus está em tudo e em todos os lugares. É você e tudo em volta de você, inclusive todos os outros “mundos” que você não consegue ver com seus olhos físicos. A consciência/campo de energia que chamamos de Deus não é um armário de gavetas. Consiste de realidades infinitas de tempo-espaço [mundos], onde todos compartilham o mesmo espaço e interpenetram entre si. Existem freqüências ou dimensões diferentes, exatamente como as freqüências de rádio e televisão compartilham o mesmo espaço que o seu corpo físico está ocupando agora. Neste momento, sua consciência está sintonizada na “estação” que nós chamamos de universo físico denso. Mas todas as outras freqüências da Criação continuam a existir no mesmo espaço que nós estamos ocupando, apesar de não estarmos alertas para elas. O corpo físico e o cérebro filtram de nossa percepção muito mais coisas do que aquilo que nós, na prática, sentimos e vemos. O total da Criação existe dentro do mesmo espaço “vazio” que você está ocupando agora – “O reino dos céus está dentro de vós”. Quando “morremos”, nossa consciência deixa o corpo físico e esta freqüência física densa, e se sintoniza com outra “estação” para continuar nossa evolução eterna em outro lugar. Durante nosso sono, nossa consciência passeia através de algumas dessas outras freqüências, daí surgindo os sonhos “estranhos”.

Energia e consciência são a mesma coisa, e é por isso que todas as coisas estão vivas e possuem uma percepção, a habilidade de reter informação. Tudo tem sua própria “impressão digital” vibratória pessoal. Quando um sensitivo segura uma pedra ou um velho anel ou objeto, ele pode sintonizar sua consciência com o campo de energia desse objeto e “ler” a informação que o objeto absorveu. Isto pode se relacionar com a pessoa que certa ocasião possuiu esse objeto ou a um evento que aconteceu próximo a esse objeto. Seja qual for o caso, o objeto irá reter esse conhecimento dentro de um campo magnético, exatamente como um disco magnético de computador. A energia magnética absorve informação e tudo é uma forma de energia elétrica-magnética. Uma manifestação física dessa energia em nosso mundo é aquilo que chamamos de eletromagnetismo.

Nenhuma experiência é jamais perdida. Muitas pessoas que vivem próximas de linhas de transmissão de alta tensão sofrem de uma doença rara [leucemia]. A “ciência” afirma que não existe conexão entre linha de alta tensão e doenças, porque a identificação desta ligação iria resultar muito custosa para as empresas de energia elétrica. Estas doenças são causadas pela interferência prejudicial dos campos eletromagnéticos emitidos pela linha de transmissão com os campos eletromagnéticos do corpo humano. Estou convencido que o aumento da incidência de câncer e o aumento correspondente de tecnologia eletromagnética em nossos lares, locais de trabalho e cidades, estão intimamente conectados.

É o que imaginamos de nós mesmos que cria nossa realidade física. Tudo é um campo de energia único de vibração eletromagnética e a todo instante estamos emitindo nosso padrão único de energia magnética. O que difundimos como padrão magnético retorna a nós como uma realidade física. “Toda a matéria é meramente energia condensada em uma baixa vibração; não existe algo chamado morte; a vida é apenas um sonho; e nós somos a imaginação de nós mesmos”.

Nosso padrão magnético reflete nossa sensação interna de ser. Nossa realidade interior torna-se, então, nossa realidade física porque nosso padrão magnético atrai para nós outros campos magnéticos de pensamentos – pessoas, lugares, modos de vida, experiências, que espelham precisamente o padrão que estamos emitindo [difundindo, radiando]. Quando você olha através de seus olhos, você está olhando em um espelho de seu ser interno. Tudo estará refletindo parte de você, ou a sua necessidade de aprender ou experimentar algo. Mude seu eu interior [sua atitude mental] e você muda sua réplica física – sua vida. A realidade que você agora experimenta é o resultado daquilo que você pensa de si. É a imaginação que você tem de si, dentro de sua mente consciente e subconsciente. Criamos com o nosso pensamento e experimentamos essas criações através de nossas emoções e nossos sentimentos.

[Continua com a Parte 2]

Paz e amor, Rui.


Friday, June 03, 2005

 

12 : O Número da Humanidade


12 : O NÚMERO DA HUMANIDADE

A humanidade vive uma realidade organizada em torno do número 12. Para a divisão do Tempo, por exemplo, um “minuto” possui 60 “segundos” [60 = 5x12], uma “hora” possui 60 minutos, um “dia” possui 24 horas [24 = 2x12], um “ano” possui 12 meses. Temos, também, 12 signos do zodíaco. Em um círculo tem-se 360 graus [360 = 30x12].

Milhares da anos antes de Cristo, os sumérios foram os introdutores do sistema sexagesimal [baseado no número 60 = 5x12], tendo recebido essa, e muitas outras informações, de uma raça extraterrestre chamada de Anunnaki [proveniente do planeta Nibiru, do nosso sistema solar]. É desses seres que vem a informação de que o nosso sistema solar atual é composto de 12 “planetas” [Sol, Mercúrio, Vênus, Terra, Lua, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno, Plutão e Nibiru-X], conforme lido pelo arqueólogo Zecharia Sitchin nos tabletes sumérios.

Certos pesquisadores afirmam que cada um de nós possui 12 corpos que se interpenetram ou campos de energia (um para cada planeta de nosso sistema solar): 3 corpos físicos (X, Vênus, Saturno), 3 mentais (Terra, Mercúrio, Urano), 3 emocionais (Lua, Netuno, Plutão) e 3 espirituais (Sol, Marte, Júpiter). Dizem, também, que existem 12 Mandamentos divinos (e não apenas os 10 que conhecemos).

Idealmente, a raça humana deveria ter 12 dedos nas mãos e 12 nos pés, um dedo para cada planeta e para cada signo do zodíaco. Infelizmente, dois desses 12 planetas foram destruídos [formando o cinturão dos asteróides] e a humanidade involuiu, passando a ter 10 dedos nas mãos e nos pés.

Através da história, muitas pessoas têm nascido com 6 dedos na mão e no pé, desde o bíblico Golias até o atual jogador de basebol Antônio Alfonseca [dizem que a nossa modelo Daniella Cicarelli também possui 6 dedos em cada pé]. Em média, 2 em cada 1000 bebês nascem hoje com 6 dedos nas mãos e pés, porém geralmente este apêndice extra, muitas vezes sem osso, é removido cirurgicamente. O termo médico para quem tem 6 dedos é hexadatílico.

O número de dedos [mãos e pés] de uma espécie é um indicador direto de seu estado de evolução. Os répteis possuem apenas 8 dedos nas mãos e 8 nos pés, enquanto os mamíferos possuem 10. Os humanos tinham originariamente 12, mas perderam (por involução) dois. Cada dedo está relacionado a um planeta e a um chakra e constitui uma manifestação externa de nossa natureza múltipla.

A rebelião Luciferiana trouxe ruína e caos ao nosso sistema solar e além, e aleijou o potencial completo dos humanos. Pessoas que nascem com 6 dedos não são esquisitícies, mas sim tentativas do corpo (e do espírito) para restaurar a nossa natureza original perdida. Quando nosso sistema solar e a humanidade conseguirem finalmente restaurar os seus estados originais, os humanos irão novamente nascer novamente com a sua cota completa de 12 dedos nas mãos e 12 dedos nos pés.

Abraço, Rui.

Veja as fotos de pessoas com 12 dedos nas mãos e 12 dedos nos pés:
[Referência: http://www.librarising.com/twelve.html ]

baby girl with six fingers


"girl H"
click
here for more imfo

A imagem “http://www.funphoto.nl/database/stored/21.jpg” contém erros e não pode ser exibida.


http://rippershare.org/modules.php?name=Forums&file=viewtopic&p=12120

Labels:


Thursday, June 02, 2005

 

Eu Sou Eu, Eu Sou Livre - 4


4. As Profundezas do Mal

A risada é um bom antídoto para o medo. Chamamos “mal” a um desbalanceamento negativo extremo da consciência. O “mal” não dura para sempre. Dura enquanto a mente escolher ficar nesse estado de ser.

As pessoas que desejam dominar o mundo e controlar as vidas e o pensamento [é a mesma coisa] de bilhões de pessoas, estão seriamente desbalanceadas. Muitas delas são psicopatas.

O conhecimento não é positivo ou negativo, ele é sempre neutro. É como o conhecimento é utilizado que é positivo ou negativo.

O cristianismo foi logo tomado pelas forças da dominação e transformado em um veículo de controle de massa. Qualquer pessoa que expressasse pontos de vista que desafiasse os absurdos fabricados era sistematicamente removida, como através da inquisição, que queimava como heréticas aquelas que não fossem vistas como cristãos “verdadeiros”. A definição de “verdadeiro” era seguir sem questionar a doutrina imposta pelo Papa. Enquanto o cristianismo continuou a exportar seu credo através da morte e destruição para as Américas, África, Austrália e outros locais, o conhecimento esotérico foi perdido ainda mais, quando as culturas nativas foram destruídas e “cristianizadas”.

Os níveis avançados de conhecimento têm sido passados pelas Escolas de Mistério da Babilônia, Egito, Grécia, etc., além de outras civilizações mais antigas [exemplo, Atlântida]. Com o passar dos séculos, e com o cristianismo retirando esse conhecimento da arena pública, o trabalho dessas Escolas de Mistério evoluiu para uma vasta rede de sociedades secretas que nós vemos hoje em dia, que inclui a maçonaria e os Cavaleiros de Malta, ambas controlando o Papa e o Vaticano. As cerimônias de iniciação dos maçons já são bastante negras e bizarras até nos níveis mais baixos, e elas se tornam ainda mais negras conforme mais alto se vá.

No topo da pirâmide de manipulação, e também em outros níveis, a mentalidade atrás dessa manipulação está baseada no Satanismo e na magia negra. O que chamamos vudu é a habilidade de implantar formas mentais no campo energético de outra pessoa, causando a ela doença, dor ou sofrimento mental e emocional. A mente controla o corpo e, portanto, é possível programar a mente de alguém para fazer o corpo morrer. Esta é a forma como algumas figuras públicas morrem de “causas naturais” nas épocas mais convenientes do ponto de vista da Elite.

Um método de criar robôs humanos é chamado de Desordem de Personalidade Múltipla [DPM], também conhecida como Desordem de Identidade Dissociativa [DID]. Pessoas, ou melhor zumbis, em um estado programado são usadas para muitas coisas. Por exemplo, elas podem ser ativadas para cometer assassinatos, como os assassinos de John Lennon e de Robert Kennedy [são chamados de “loucos solitários”]. É comum as pessoas ficarem loucas desta forma tomando uma droga chamada de Prozac, um anti-depressivo vastamente receitado e produzido pela Eli Lilly, uma companhia bem relacionada com George Bush Sr. Os efeitos colaterais dessa droga incluem nervosismo, ansiedade, tendências suicidas, hipomania e comportamento violento, quando a droga é retirada. Os médicos são aconselhados a não receitar Prozac para pessoas com histórico de “manias”.

A Elite Global também deseja remover todas as armas da população em geral, em preparação para seu golpe de estado final. Adolf Hitler introduziu leis de restrição de armas logo antes de começar o transporte de pessoas para seus campos de concentração [de extermínio]. Estes campos de concentração já foram construídos por todo os EUA, através de uma organização chamada de FEMA [Federal Emergency Management Agency].

A Elite Global, através da CIA [Central Intelligence Agency], controla a rede internacional de tráfego de drogas ilegais [cocaína, heroína, etc]. Pessoas programadas via DPM aparentemente desenvolvem uma memória fotográfica e, quando acionadas via uma palavra, frase ou ação, viram robôs humanos que repetem mensagens palavra-por-palavra, como um gravador magnético.

Uma coisa doentia é o uso de robôs, incluindo crianças muito pequenas, para prover sexo bizarro para presidentes, lideres estrangeiros, políticos e homens de negócio que a Elite, ou deseja encorajá-los no seu modo de pensar, ou comprometê-los e chantageá-los para fazer como eles [da Elite] desejam. Esses robôs, ou estão em seu modo de zumbi [quando não podem relembrar o ocorrido], ou, quando já passaram de certa idade, eles são assassinados e algumas vezes as partes de seus corpos são usadas em rituais de magia negra horrorosos, freqüentemente vistos por pessoas muito famosas. Um desses robôs é Cathy O’Brien. Ela consegue também descrever detalhes físicos das pessoas envolvidas que ela apenas poderia saber se ela tivesse visto essas pessoas nuas. Ela diz que foi estuprada por Gerald Ford, o “Rei da Pornografia” [e, posteriormente, presidente dos EUA, obviamente]. George Bush Sr é também um estuprador de crianças, segundo ela.

O movimento Jesuíta “católico romano” é um importante veículo de manipulação da conspiração global e, como os Cavaleiros de Malta que ajudam a controlar o Vaticano, ele inclusive não acredita no cristianismo! Os Jesuítas, os Cavaleiros de Malta e a hierarquia católica romana são partes dos illuminati – "os iluminados".

Ela [Cathy] diz que foi estuprada por Pierre Trudeau, primeiro ministro do Canadá que, como Jesuíta, trabalhava de perto com o Vaticano; estuprada novamente por Gerald Ford, quando ele já era presidente; estuprada por Ronald Reagan, quando ele era presidente; e muitas vezes estuprada brutalmente por Dick Cheney, atual vice-presidente dos EUA. Lá [base militar no Monte Shasta] ela viu uma enorme frota de helicópteros pretos sem marcas, que, conforme pesquisadores revelaram, são parte do exército privado da Nova Ordem Mundial que está em instalação para instigar um golpe de estado nos EUA, quando o momento for julgado adequado. Quando “casada” com um agente da CIA [Alex Houston], ela era engravidada e fazia muitos abortos artificiais para que seus fetos fossem usados em rituais satânicos. Existe um “playground” sexual no norte da Califórnia, chamado de Bohemian Grove, onde pessoas da elite [Clinton, Bush, Ford, Kissinger,...] se divertem com rituais satânicos, torturas, sacrifícios e beber sangue. O constante tema sexual se relaciona com o poder da energia sexual. A Máfia e a CIA trabalham muito juntas. Pequenas câmeras eram instaladas para registrar as atividades sexuais de políticos dos EUA e do exterior para que eles pudessem ser chantageados no sentido de apoiar a Nova Ordem Mundial. O principal pornógrafo de Reagan era o Larry Flint, dono da revista Hustler. Ele tinha conexões com a CIA, Máfia e o Vaticano.

O comércio mundial de drogas ilegais é controlado pela Casa Branca e pela rede de crime organizado/serviços de inteligência globais/USA para gerar a vasta quantidade de dinheiro para as operações secretas, projetadas para implementar a dominação global pela Nova Ordem Mundial e para desestabilizar a sociedade visando tornar as pessoas mais fáceis de controlar.

Durante a “guerra contra as drogas” do governo Clinton, ele parou os testes de drogas para o staff da Casa Branca porque muitos de seus associados, que controlavam o país, eram viciados em drogas!

Os EUA é uma ditadura fascista de um só partido [republicano=democrata] enquanto milhões de norte-americanos continuam acreditando que o país é a "terra da liberdade".

A CIA está envolvida com o tráfego de escravos em todo o mundo. Existe planos para um golpe militar nos EUA. A ONU [Organização das Nações Unidas] é apenas um veículo para a Elite Global, na implantação da Nova Ordem Mundial.

Estima-se que existem 3.750.000 satanistas praticantes nos EUA e entre 50.000 e 60.000 sacrifícios humanos por ano naquele país.

Os adultos e crianças traumatizados [robôs] são amedrontados para não irem fazer denúncias à polícia porque eles sabem que a rede satânica inclui os policiais, juízes, servidores civis, pessoal da mídia, políticos e muitos outros que controlam a nossa sociedade “livre”. Coisas inacreditáveis ocorrem: beber sangue, comer a carne de corpos mortos, milhares de adultos e crianças enterradas em túmulos profundos, matança de pessoas em frente a câmeras na produção dos chamados vídeos “snuff”, etc.

Você controla sua realidade; todos nós controlamos, e coletivamente nós acabamos criando a realidade global aqui exposta. Nós podemos criar uma nova realidade. Requer apenas uma mudança de atitude, de pensamento e de escolha. Não existe tempo a perder. O momento de fazer esta escolha é ... AGORA. Nós, e apenas nós, possuímos a chave que, com uma volta, uma mudança de percepção, pode transformar este mundo de uma prisão para um paraíso.

Paz e amor, Rui.

Labels:


Wednesday, June 01, 2005

 

Eu Sou Eu, Eu Sou Livre - 3


3. A Ditadura Global

O controle do mundo durante um longo período de tempo tem sido conseguido pelos meios que já descrevi: manipulação da mente, divisões fabricadas e, o mais importante de todos, pelo medo. Esta é a emoção que tem dado o controle de nossas vidas para um grupo manipulador que eu chamo de Elite Global.

Quando você consegue fazer as pessoas ficarem medrosas, elas irão procurar alguém para protegê-las daquilo que foram condicionas a temer [Obs: este livro foi publicado, pela primeira vez, em 1996, antes que o Bush ordenasse os atentados de 11 de setembro de 2001, para praticar exatamente o dito nesta frase].

A Elite Global, os poucos que decidem os rumos do mundo e da humanidade, estão no topo de uma pirâmide de manipulação. Quase todas as organizações de hoje estão estruturadas na forma de uma pirâmide. No topo você tem a elite diminuta que sabe tudo sobre a organização, sabe qual a sua agenda verdadeira e o que se deseja realmente alcançar. Quando você vai descendo do pico, você vai encontrando mais e mais pessoas que sabem cada vez menos da agenda verdadeira. Isto é chamado de compartimentalização. Aqueles no topo se certificam que todos abaixo, na pirâmide, tenham conhecimento apenas de suas contribuições individuais para a organização, companhia, sociedade secreta, etc. Como resultado, a maioria deles pensam que seus trabalhos são totalmente inocentes, não sabendo que seus trabalhos se encaixam com outros da pirâmide, para criar um padrão que não é nada inocente. Os maçons e outras sociedades secretas são óbvios exemplos deste método, com os seus níveis de iniciação. Cada nível não tem idéia do conhecimento existente nos níveis acima de si. A maioria dos maçons não progride acima do terceiro nível, apesar de existir outros 30 níveis acima [ e mais outros 13 níveis não oficiais, chamados de níveis Illuminati ]. Quando é dito que a rede maçônica participa de uma conspiração, as pessoas ficam com a falsa idéia de que você está dizendo que todo maçon está procurando controlar o mundo. Simplesmente ridículo. As sociedades secretas, como todas as demais, consistem de líderes [uns poucos] e dos liderados [o resto].

Dentro da pirâmide global estão as organizações [também com estruturas piramidais] que controlam nossas vidas – o sistema bancário, o sistema político, a rede de corporações multinacionais, a mídia, a “educação” [doutrinação], as agências de inteligência, as forças armadas e por aí afora. Os picos dessas pirâmides individuais se fundem formando o pico da pirâmide global, controlado por muito poucas pessoas, que eu chamo de Elite Global. Neste nível da Elite, todos os bancos, partidos políticos, jornais e meios de difusão, agências de inteligência, companhias multinacionais e sociedades secretas, são propriedade e controladas pelas MESMAS pessoas. O mito da escolha é difundido para nos enganar dizendo que somos livres.

O verdadeiro poder em uma pirâmide está na sua base, não no topo, mas a raça humana tem sido condicionada para acreditar no oposto.

Toda Zona Livre de Embaraços é uma pirâmide com os ditadores religiosos, políticos e econômicos sentados no topo, impondo suas vontades sobre o resto. Eles conseguem isto porque aqueles abaixo na pirâmide aceitam fazer o que o pico diz, e acreditam na propaganda enviada pelo pico, que condiciona seus pensamentos e percepções da vida, para si e para os outros. É possível uma pessoa passar a vida inteira sem ter um único pensamento original. Viver na cadeia é segurança? Ter a sua vida controlada e seu futuro ditado é segurança? Nós somos robôs!

A raça humana não é má, mas parou de pensar de tal forma que a Elite Global pôde condicioná-la a nível de atividade cerebral e, portanto, controlar a direção do mundo. Isto é um golpe de estado sobre a mente. A Elite Global não deseja apenas controlar o que nós pensamos, mas principalmente deseja nos condicionar para não pensar. Existem muitos métodos para obter isso. A técnica chave é algo que chamo de problema-reação-solução [PRS]. Você cria [secretamente] um problema, seja uma guerra ou corrida ao dinheiro, um amedrontamento na saúde [exemplo: AIDS], um colapso governamental, ou qualquer coisa que se ajusta aos planos do momento. Você se certifica, porém, que outra pessoa seja culpada por este “problema”, e não você. Isto é essencial. Você, então, usa a mídia global, que te pertence e que você controla, para pressionar a opinião pública para exigir uma ação – a síndrome do “algo precisa ser feito”. Em resposta a este “problema” manipulado e da “reação” pública estimulada, você então oferece abertamente a “solução” para o problema que você próprio criou. Esta “solução” é aquilo que você planejou fazer desde o começo, mas o uso do PRS não apenas evita uma oposição séria aos seus planos, mas você na realidade manipula a população para exigir que você faça aquilo que você desejava fazer desde o início! [ex: Bush e o 11 de setembro de 2001, etc].

Para um governo mundial existir precisa-se usar uma estratégia para desacreditar o status quo, a comunidade e o país. Se o status quo está funcionando bem e a harmonia reina, as pessoas não irão aceitar um governo mundial ditando o que elas devem fazer. Pode ser provado que os mesmos banqueiros globais, e suas redes, deram fundos para todas as partes envolvidas na Primeira e na Segunda Guerra Mundial, além de fornecerem fundos para a Revolução Russa que nos trouxe a tirania chamada “comunismo”. O principal objetivo de uma guerra manipulada é mudar a natureza da sociedade no pós-guerra. O mundo ficou mais centralizado como resultado da Primeira Guerra Mundial e ainda mais após o segundo conflito global. Esta era a idéia.

Está em andamento uma agenda para diminuir o uso do dinheiro vivo e nos mover em direção ao dia em que todo o dinheiro será eletrônico e as transações financeiras serão processadas via computador e minúsculos microchips sob a pele irão levar todos os detalhes pessoais e financeiros das pessoas. Muitas boas razões serão apresentadas para isso. A razão verdadeira, no entanto, é o controle. Uma vez que o dinheiro vivo tenha desaparecido nós entregamos o poder de nossas vidas a um computador e ao seu programador. Hoje, se seu cartão de crédito é recusado pelo computador, você tem a opção de pagar em dinheiro vivo. Mas que acontece quando não existir mais dinheiro e o computador diz não para o seu cartão de crédito ou microchip? Como você vai fazer a compra? Não vai! O computador, e aquele que programa sua resposta, controla o que, quando e se você vai comprar. Mais ainda, engenheiros eletrônicos têm alertado que, uma vez que tenhamos um microchip dentro de nós, mensagens podem ser transmitidas do computador para o chip, podendo criar raiva coletiva, histeria, agressão e uma série de outras emoções [e também a morte]. Então nós seremos literalmente robôs. Esta tecnologia já existe e a única coisa que falta é manipular a mente humana para aceitá-la. A colocação de microchips em animais domésticos já está virando rotina.

Veja como opera a televisão via satélite [Direct TV, Sky, etc]. Cada assinante possui um cartão programado para aceitar os canais que você pagou. Se você deseja acrescentar outro canal, você poderia pensar que precisa pedir um novo cartão. Não, não. Você telefona para o departamento de assinantes e eles pedem para você colocar a televisão no canal que você deseja receber. Nessa altura você só vê chuviscos nesse canal. Aí, ante seus olhos, o canal passa a aparecer corretamente, após alguns segundos. Como vocês fizeram isso?, eu perguntei. Eles enviam um sinal, via satélite, que reprograma seu cartão e o de mais ninguém! Eles têm a condição, até em televisão via satélite, de isolar um cartão em uma televisão em um lar. E eles não podem fazer isso com um microchip dentro de uma pessoa? Claro que eles podem, e essa é a idéia.

O sistema bancário é a atividade mais lucrativa e a atividade criminal mais destrutiva do planeta. As pessoas que plantam os alimentos e produzem os bens necessários para viver estão todos em débito e muitos são levados à falência e ruína por pessoas que nada mais fazem do que digitar caracteres em uma tela de computador e cobrar juros desses coitados. Uma fantástica soma de “dinheiro” está em circulação na forma de cheques e créditos de várias formas, mas menos que 10 % disso é na forma de notas e moedas. Mais de 90 % do dinheiro não existe!!

A maioria do “dinheiro” é colocado em circulação – não pela impressão de notas e moedas pelo governo, mas pelos bancos privados emprestando dinheiro que não existe e cobrando juro sobre ele. Nos dizem que a inflação é causada pelo governo imprimindo muito dinheiro. Não, não é. O governo não consegue imprimir dinheiro suficiente! 90 % do “dinheiro” colocado em circulação é “criado” na forma de débito pela rede de bancos privados controlada pela Elite Global.

Dois presidentes dos Estados Unidos propuseram imprimir dinheiro livre de juros [como, por ex., o impresso pela Casa da Moeda do Brasil] e começaram a fazê-lo e a introduzi-lo em pequenas doses. Um era Abraham Lincoln e o outro era John F. Kennedy. O que mais estes dois presidentes têm em comum??

Vimos algumas conseqüências de entregar a outros o nosso direito de pensarmos por nós mesmos. Quando nós fazemos isto, nós:

1. permitimos uma minúscula Elite decidir nosso destino, e de nossos filhos.

2. permitimos essa Elite programar tanto nosso sentido de limitação, que nós acabamos vivendo utilizando uma fração do nosso potencial verdadeiro.

3. permitimos que nossas mentes sejam manipuladas minuto-a-minuto, no sentido de ver os eventos e as pessoas exatamente como a Elite deseja.

4. permitimos que um punhado de banqueiros controlem as finanças de bilhões de pessoas, cobrando juros sobre dinheiro que não existe.

Quando você entrega sua mente, você entrega sua vida. Quando um grande número de pessoas fazem isso, elas perdem o mundo. É exatamente o que fizemos. Nós somos responsáveis pelo que ocorreu e por aquilo que está ocorrendo.

Paz e amor, Rui.

Labels:


This page is powered by Blogger. Isn't yours?