Sunday, April 30, 2006

 

Nossa Conexão Cósmica


Todo ser vivente vibra. Esta vibração é especificada pela freqüência da vibração, medida em ciclos por segundo ou hertz (Hz). Ao invés de freqüência podemos usar o inverso deste valor, conhecido como "comprimento de onda", medido em metros [ (comprimento de onda) = (velocidade da luz)/(freqüência) ]. Portanto, quando a freqüência aumenta, o comprimento de onda correspondente diminui. Existe uma energia (medida em joule, J) associada à vibração, responsável pela existência dessa vibração. Albert Einstein mostrou que aumentando a freqüência de vibração aumenta-se proporcionalmente a energia que estará associada a esta vibração, através de uma equação matemática muito simples: E = h.f (energia E = constante de Planck h multiplicada pela freqüência f).

Nosso corpo físico é formado de células vivas e vibrantes. Essas células se juntam para formar os tecidos, órgãos e fluidos do nosso corpo. Todas as partes de nosso corpo vibram aproximadamente na faixa de 60 a 70 MHz (megahertz = um milhão de hertz): fígado entre 55-60 MHz, colon 58-63 MHz, estômago 58-65 MHz, topo da cabeça 60-70 MHz, etc. [1]. Um bolo de chocolate fornece baixa energia, correspondente a vibrações na faixa de 1 a 3 MHz; um Big Mac 5 MHz, frutas e vegetais verdes na faixa de 70 a 90 MHz. Se sua dieta básica for de Big Macs e chocolates, você terá deficit de energia nos seus órgãos, que leva ao acúmulo de toxinas e ao envelhecimento, com o passar do tempo. Prefira, portanto, frutas frescas e vegetais para energizar melhor todos os órgãos de seu corpo.

As células de nosso corpo, no entanto, são comandadas pelo nosso cérebro, que envia informações eletroquímicas para elas. E quem induz o funcionamento de nosso cérebro racional? O nosso coração (sede de nossas emoções). Quem atua fortemente sobre nosso coração? O planeta Terra, em que vivemos. Qual o astro que mais atua sobre a Terra? O nosso Sol. Quem afeta mais fortemente o nosso Sol? O Sol Central de nossa galáxia.

Os astrônomos têm descoberto mudanças interessantes que estão ocorrendo em tempos recentes no nosso Sol. A atividade solar, nos últimos anos, tem se intensificado muito (com o aumento expressivo das manchas solares, por exemplo). Isto está ocorrendo devido à maior energia proveniente do Sol Central galático e por estarmos entrando em uma região do cosmos com mais energia eletromagnética, chamada de Cinturão de Fótons. Essa maior energia presente no sistema solar leva a uma maior freqüência de vibração correspondente (lembre-se de Albert Einstein! E=hf). Este processo de aumento de freqüência vibratória é chamado, por alguns, de processo de ascenção (aumento em freqüência). A sonda espacial Ulisses descobriu, em 1994, que o campo magnético do Sol está diminuindo.

Os cientistas geofísicos, que estudam o planeta Terra, descobriram dois fatos (variações) interessantes: diminuição da intensidade do campo magnético estático do planeta e aumento da freqüência natural de ressonância do planeta (conhecida como ressonância Schumann). Outro fato descoberto é que o movimento de rotação da Terra está diminuindo. Outra constatação é que o Sol está esfriando e os planetas estão esquentando (portanto, os planetas possuem uma fonte interna de calor, não recebendo apenas o calor do Sol, pois, se assim fosse, deveriam estar esfriando, como o Sol).

O campo magnético da Terra é gerado pelo movimento de rotação da Terra; na realidade, ele é gerado pelas velocidades diferentes das várias partes concêntricas que formam o planeta: portanto, uma maior velocidade de rotação implica em maior intensidade de campo magnético. Logo, a diminuição do campo magnético terrestre está ocorrendo devido à diminuição da velocidade de rotação da Terra. A tendência está sendo na direção de zerar o campo magnético e a velocidade de rotação do planeta. Especula-se que, quando chegar esta situação de zeramento geológico, haverá em seguida um deslocamento de 180 graus dos polos magnéticos, o Polo Sul indo parar no Polo Norte e vice-versa (como já ocorreu em muitas ocasiões no passado deste planeta); a rotação do planeta também seria invertida (sol nascendo no oeste). Calcula-se que hoje o campo magnético terrestre é apenas 50% daquele de 1.500 anos atrás; e a caída não é apenas linear, está caindo mais rápido do que isso [2]. Notar que tanto o Sol, como a Terra, estão diminuindo seus campos magnéticos.

Até meados dos anos 1980, a pulsação cardíaca fundamental (eletromagnética) da Terra era de 7,8 ciclos por segundo (Hz). Esta freqüência eletromagnética é conhecida por ressonância Schumann. Leonardo Boff escreveu um artigo interessante e esclarecedor sobre este assunto [3]. Conforme notado por Boff, a ressonância Schumann funciona como uma espécie de marca-passo para todos os seres vertebrados que vivem neste planeta, que sincronizam-se com essa freqüência. A poluição eletromagnética gerada pela humanidade (redes de energia de 60 Hz, telefonia celular, etc), introduz severos ruídos sobre essa freqüência fundamental de Schumann, degradando o nível de saúde humana. A partir dos anos 1980, a freqüência fundamental de Schumann (existem, também, harmônicas desta freqüência, em valores mais elevados) começou a elevar-se rapidamente, de forma não-linear, estando agora próximo de 13 Hz.

Como já comentamos anteriormente, existe uma conexão entre o cosmos e o nosso corpo, conhecido como Circuito Sagrado:

Centro Galático

Sol

Terra

Coração

Cérebro

Células

Vemos, por esse esquema, que as células do nosso corpo (com seus DNA) são reguladas pelo nosso cérebro; o cérebro é regulado pelos pulsos eletromagnéticos vindos do coração humano; os pulsos eletromagnéticos do coração (não os batimentos cardíacos), observados nos eletrocardiogramas (ECG), estão sincronizados com o batimento cardíaco da Terra (ressonância Schumann). Temos, portanto, um grande circuito ressonante sintonizado, de tal forma que sempre que há uma mudança em qualquer um dos circuitos componentes, todas as outras partes que ficam abaixo precisam também mudar. Portanto, como a Terra aumentou sua freqüência eletromagnética de ressonância (Schumann), nosso coração também deve aumentar sua freqüência fundamental de ressonância, para manter-se em ressonância com o planeta. E tudo que está abaixo do coração, como cérebro e células. Estaremos todos juntos no processo de ascenção (freqüencial) do planeta ! Não seja inflexível e permita esta mudança...

Sentimentos e emoções são vibrações, que se manifestam no corpo humano como ondas eletromagnéticas (biofótons) de determinadas freqüências (ou comprimentos de onda). Temos, basicamente, apenas dois tipos de emoções: medo e amor. As demais emoções são derivadas do medo (como raiva, pessimismo, estresse, desconfiança, depressão, tristeza, ciumes, agressividade, preconceito, julgamento, controle, etc.) e do amor (como alegria, otimismo, relaxamento, confiança, paz, aceitação, liberdade, caridade, etc.). O medo perturba a sintonia de nosso corpo (coração+cérebro+células) com o planeta Terra. O seu medo pode não ser de sua autoria, você pode ter nascido ligado a certos padrões de medo.

A nossa vida utiliza os seguintes componentes: água, lipídios (gorduras), proteínas, sais, carboidratos e ácidos nucleicos. Os ácidos nucleicos compõem o DNA presente em nossas células, que gera o RNA, que gera as proteínas e estas abrigam os aminoácidos. Os nossos aminoácidos possuem formas geométricas distintas, que funcionam como antenas distintas. Os aminoácidos (antenas) estão presentes nas hélices de DNA presentes nas células. No entanto, temos apenas 20 aminoácidos (antenas) conhecidos e ativados, de um total de 64 antenas possíveis do código genético humano, presente no DNA. Por que temos 44 antenas não ativadas?

Para responder a essa pergunta, precisamos compreender dois mecanismos presentes no DNA das nossas células. Primeiro, as hélices do nosso DNA têm a propriedade de orientar os fótons de luz (ondas eletromagnéticas), presentes em suas imediações, segundo seu próprio eixo, resultando em um alinhamento (superposição) luz-DNA. Segundo, nossas emoções são os sinais eletromagnéticos que atuam como chaves (liga-desliga) que ativam os aminoácidos, presentes no DNA, nos pontos onde ocorre a superposição [onda de luz(emoção)]-[hélice do DNA]. Lembremos que temos duas emoções básicas (e suas derivadas): medo e amor. O medo é uma vibração (onda eletromagnética) de baixa freqüência e, portanto, de comprimento de onda relativamente grande e, como conseqüência, cruza (se superpõe) a hélice de DNA em relativamente poucos pontos, ativando conseqüentemente apenas poucas antenas (aminoácidos) desta estrutura helicoidal. Por outro lado, o amor possui uma freqüência maior, com um correspondente comprimento de onda menor e, portanto, cruza a hélice de DNA em um maior número de pontos, ativando um maior número de antenas. Eis aí a explicação do mistério das doenças psico-somáticas ! Este é o mecanismo de ligação que existe entre emoções e genética.

Se analisarmos com cuidado o que foi dito acima, perceberemos que o nosso corpo possui um mecanismo automático que passa a desativar nossos potenciais na medida em que abrigarmos maior quantidade de emoções negativas, de baixa freqüência. Isto ocorre para o nosso próprio bem, para que não nos prejudiquemos e nem prejudiquemos o ambiente/seres à nossa volta.

"E Deus verificou que tudo foi muito bem feito"...

Um abraço, Rui.

Referências:

[1] Palestra de Anthony (Tony) Robbins: Alkalize and Energize.
[2] Gregg Braden, Awakening to Zero Point: The Video, 7.abril.1996.
[3] Leonardo Boff, Ressonância Schumann, http://www.gnosisonline.org/Ciencia_Gnostica/ressonancia_schumann_profecias.shtml

Labels: , ,


Friday, April 28, 2006

 

O Vício Começa no Cérebro

Os vícios de tomar álcool, fumar, comer, tomar drogas, pornografia, futebol, etc. têm seu início no cérebro, que processa os pensamentos vindos da mente. Esses vícios se aprofundam e persistem devido à nossa constante geração de mantras (pensamentos) do tipo "Eu não consigo me livrar desse vício", "Esse vício é muito forte", "Eu não tenho força de vontade suficiente", etc. Realmente, apenas usando nossa "força de vontade" geralmente não conseguimos um resultado permanente, pois é comum ocorrerem "recaídas".

Reconhecendo que os problemas surgem no cérebro, devemos treinar nosso cérebro para obter uma recuperação radical de nossos males. O uso da técnica de hipnose (ou auto-hipnose), por exemplo, é algo que tem funcionado muito bem neste sentido. Ouça, por exemplo, a palestra da hipnoterapeuta Wendi Friesen [1] a esse respeito.

Um abraço, Rui.

Referência:
[1] Palestra de Wendi Friesen "Quit Drinking, real news about addiction. What's new for alcohol and drug problems." em: http://wsradio.com/internet-talk-radio.cfm/shows/Wendi-Radio-The-Only-Hypnotic-Radio-Show-in-the-World.html

Wednesday, April 26, 2006

 

Se o Homem Fez Isso, Não Coma Isso !

Um autor norte-americano, chamado Jack LaLanne, escreveu em meados do Século XX, um livro intitulado “If man made it, don’t eat it!” . Nesta nossa época de comida processada instantânea, é muito salutar repetir esse mantra: "Se o homem fez isso, não coma (nem beba) isso!", para preservar nossa saúde...pois os alimentos fabricados pelo homem possuem sempre a tendência de acidificar nosso organismo (ao invés de o alcalinizar), além de reduzir as enzimas dos alimentos (facilitadoras da digestão dos mesmos), devido à temperatura elevada usada no processamento industrial desses alimentos....

Um abraço, Rui.

 

Pensamentos de Sondra Ray - 5

Da Referência [1]:

O Peso Perfeito

Não é o que você come que lhe faz mal, mas o que você acredita em relação ao que come. Seu corpo sempre obedece às instruções da sua mente, são as instruções que você dá para sua alimentação que importam. Quando sua mente acredita, qualquer técnica para perder peso irá funcionar. Na verdade somos nutridos pela luz de Deus e não pela comida. Há pessoas que não comem há vinte e cinco anos. Therese Newman é uma delas.

Todas as pessoas que têm um problema de peso acreditam que alguma coisa é a causa do mesmo; bem... a causa que provoca resultados (por exemplo, problema de peso) é 100% das vezes o pensamento! Todo mundo que faz dieta sabe que dieta em si não produz resultados permanentes, a não ser que a pessoa faça dieta de pensamentos negativos em relação ao próprio corpo. Se você fizer uma dieta de pensamentos negativos relacionados ao seu corpo, terá um resultado permanente; o que você precisa é se abster de pensamentos negativos e banquetear-se de pensamentos positivos; isto produzirá resultados permanentes, caracterizados por beleza, saúde e alegria.

O primeiro objetivo para mudar o seu corpo é mudar a sua mente. Uma das formas de fazer isto é escrevendo afirmações. Escreva cada uma delas dez ou vinte vezes por dia (confie em sua intuição para escolher as que lhe são mais úteis). A primeira: "Gosto de meu corpo". Você pode amar o seu corpo por estar com excesso de peso, porque ele está sendo obediente à sua mente. Certamente, a mesma obediência pode produzir em você resultados diferentes. A próxima afirmação é "Meu peso ideal é .... quilos". Escreva seu peso ideal final e não uma meta intermediária.

Nossos pais nos disseram que, se não comêssemos, algo terrível nos aconteceria. Alimentação, portanto, está relacionada com doença e morte. A alimentação está amarrada com o amor, porque as pessoas "raspavam o prato" para conseguir aprovação. É preciso perceber que você não precisa comer para manter a saúde e que pode comer um dia sim outro não; na verdade, isto seria uma valiosa forma de disciplina. Coma um dia sim, outro não, durante uma semana e perceba os "números" que continuarão com você. A razão pela qual você tem dor de cabeça quando sente que tem de comer alguma coisa, relaciona-se com o programa de comando mental que diz que, se não comer, algo terrível lhe acontecerá.

Quanto mais você se deleitar com a vida, melhor as coisas funcionarão com você; quanto mais você apreciar comer, menos problemas isto lhe causará. Um bom exercício é respirar profundamente entre cada garfada ou mordida. E lembre-se, se está perdendo peso, você está ganhando beleza; então, ganhar é melhor do que perder.

Algumas afirmações:
- Gosto do meu corpo e, quanto mais gosto dele, mais adorável ele se torna.
- Tudo o que como transforma-se em saúde e beleza.
- Mereço o prazer de comer.
- Estou perdendo peso e ganhando beleza.
- Quanto mais experimento o prazer de comer, mais bonita me torno.
- Minha vida e saúde são realmente mantidas pela Luz de Deus.
- Como somente quando aprecio plenamente fazê-lo.

Os Dez Mandamentos

"Amar o próximo como a si mesmo". Este mandamento torna os outros iguais a você e significa que a qualidade de sua auto-estima determina o valor que você dá aos outros. Se você se detesta, detestará as outras pessoas; e, se detesta os outros, isto significa que se detesta. Se tem alguma coisa em você que você desaprova, irá desaprová-la quando observá-la em outras pessoas. Existe uma Presença e uma Lei. A Presença é sua própria vida (espaço entre os pensamentos) e a Lei é sua própria mente. A Lei é que o pensamento é criativo.

1. Não tenhas tu outros deuses senão eu
(
Amar a Deus sobre todas as coisas)

Primeiro você tem que definir tu; tu é você. Depois você tem que definir eu; eu também é você. Deus é tu e eu (senão existe mais de um Deus). Eu é o Deus em cada um; Deus é o eu em cada um. O eu de você é o mesmo eu de mim. O eu de você e o eu de mim são um e o mesmo: Deus. Este mandamento diz Eu sou Deus ou Você é Deus. Já que você é Deus, você tem que criar Deus. Os homens criaram Deus à sua própria imagem e semelhança. Eu é a percepção intuitiva de seu próprio ser. Portanto, não tenha você outros deuses acima de sua percepção intuitiva de seu próprio ser.

Quando você está glorificando e louvando a si mesmo, você não está invalidando Deus porque Deus não está fora de você. Deus é louvado através de suas ações e auto-estima. Reconhecer que você é Deus é o fundamento de qualquer personalidade saudável; não é o fim da iluminação, mas o começo.

2. Não Adorar Imagens

Como fazer uma imagem do Ser Infinito? É impossível. Você pode particularizar uma idéia em forma, você é o criador; portanto, fazer reverência e venerar o que você criou é ridículo. Se você reconhecer o que você tem criado como sua fonte, você se torna limitado por esta fonte. A punição dos pecados persistirá enquanto as pessoas continuarem pecando.

Neste mandamento temos a Lei: o pensamento é criativo. Toda realidade consiste de imagens do Ser Infinito, através do pensamento. É obviamente absurdo pensar que a realidade criada é a fonte, e pensar desta forma definitivamente limita o progresso.

3. Não tomar seu santo nome em vão

O nome do Senhor é "Eu sou o que sou". Se você disser "Eu sou doente", ou "Eu sou pobre", ou "Eu sou só", estará usando o nome do Senhor em vão, se você não deseja pobreza e doença. Você se torna o que coloca depois de Eu sou.

Toda vez que você negar a percepção intuitiva de seu próprio ser, ou qualquer das qualidades substantivas do ser, como amor e poder, você experimentará dor. Assim que você reconhece que está criando a dor com a sua força, tudo o que terá que fazer é inverter a idéia negativa em verdade, e a dor desaparecerá.

As formas têm a tendência a serem eternas. Você não tem que fazer nada para a Terra continuar existindo; ela estará aqui independente de você se preocupar com ela ou não. Se você se preocupar demasiadamente com ela, você não estará aqui e ela sim! A Terra persiste e a palavra bíblica para persistência é eternidade.

Desde que você honre e respeite o nome do Senhor (você mesmo!!), você cria a sua própria realidade totalmente desejável. Alguma coisa indesejável, como dor, é causada pela negação da vida. Um pensamento do tipo "Ninguém me ama" é uma invalidação da verdade; o Ser Infinito é amável com você a cada segundo e entre um segundo e outro.

4. Guardar domingos e festas

Este mandamento incorpora o Princípio do Descanço, que diz ser tempo de trabalhar na criação e, depois, relaxar. Você deve trabalhar numa idéia até ela se manifestar e, uma vez que ela se manifeste, você não tem que trabalhar mais nela. É como uma semente que você planta e não desenterra todos os dias para ver se ela está crescendo. Uma vez que você criou algo em forma, deixe-o e aprecie-o. Quando você aceita e entende que tem o direito de repousar a qualquer hora, as coisas vão bem. Todo mundo tem um ciclo de trabalho e este ciclo é o que você determinar ser, seis dias, cinco dias... o que você queira. Alguma coisa está completa quando satisfaz o seu propósito.

Descanço é o conhecimento de que não existem surpresas, a não ser as que você planeja. Força e poder máximos são descanço. Se você tivesse poder absoluto, não haveria pessoa alguma no universo para se opor a você. Se não há ao que se opor, você não tem de fazer coisa alguma, a não ser descançar; você pode criar e descriar enquanto descança.

A maioria das pessoas cometem o erro de trabalhar mais do que deveriam; elas continuam trabalhando num objetivo depois de ele ter sido concluído, e, daí, nunca sabem que o concluíram. A forma para você perceber que completou uma meta é descançar de seu esforço e ver se sua realidade se autodestrói.

Um exemplo comum de esforço excessivo pode ser visto nas relações em que uma pessoa continua tentando ganhar o amor de outra, depois de já o ter; se você faz isto, nunca experiencia o amor do outro, nunca experiencia o fato de ter uma relação bem sucedida. Continuar fazendo coisas para ganhar o amor da outra pessoa, invalida o amor desta mesma pessoa. Quando a outra pessoa expressa esta invalidação, isto fará você sentir-se inseguro e eventualmente destruirá a relação. Você nunca pode fazer o suficiente para ganhar o que já tem!

5. Honrar pai e mãe (para que possam ser longos seus dias sobre a terra, que o Senhor Deus lhe deu)

Honrar pai e mãe significa honrar as idéias que eles lhe deram, e honrar as idéias que eles lhe deram é entendê-las. Honrar seus pais é toda a idéia de auto-análise; combina a idéia de auto-análise e psico-análise: ver como as idéias que seu pai e mãe lhe deram estão criando a sua realidade.

A idéia de imortalidade física é assumida em todos os dez mandamentos. Seu pai e mãe são simplesmente suas idéias passadas. Seu universo criado é sua consciência.

Praticar este mandamento é perceber que não existe realidade dada a você por sua família que não esteja sujeita à sua escolha pessoal. É preciso muito pensamento negativo ou inverdades para matar você, ou para criar miséria o suficiente para lhe impedir de apreciar a vida e as belezas dela. É óbvio que, se você pensar sobre todas as belezas da vida, não terá tempo para pensar em mais nada; mais do que isto, se você ama seu corpo tanto quanto Deus, ele durará para sempre.

6. Não Matar

É impossível matar. Num plano mais elevado, não existe tal coisa chamada morte; afinal, seu corpo físico vai para a terra e se torna fertilizante, fertilizantes nutrem uma macieira e alguém vem e come a maçã. A maçã se torna corpo e o ciclo continua para sempre.

Matar significa privar alguma coisa, que deseja existir, de existir. Se você está destruindo algo que quer ser destruído, você está dando vida ao desejo de ser destruído. Em última análise, você percebe que o que está cometendo o assassinato é o Ser Infinito, e Ser Infinito não é morto, nem o pode ser. A realidade superficial deste mandamento é que, se você destrói o corpo de outra pessoa, está pedindo para seu próprio corpo ser destruído. A razão pela qual as pessoas matam outras pessoas é a pulsão (ânsia) própria de morte; elas estão simbolicamente pedindo para serem mortas. Este mandamento diz que destruir um corpo humano irá, por fim, criar a destruição de seu próprio corpo.

Se você tomar este mandamento ao pé da letra, Deus é o maior assassino, porque Ele mata todo mundo. Todavia, Deus não está interessado em destruir seu corpo físico; se seu corpo físico for destruído, a culpa é sua. A idéia de que a morte é inevitável tem matado mais pessoas do que todas as outras causas de morte combinadas. A crença de que a morte é inevitável não tem valor prático algum, se você estiver interessado na vida de sua mente, espírito e corpo físico; esta crença está morrendo como outras crenças universais já morreram, tais como a crença de que a Terra era plana e era o centro do sistema solar. O valor prático deste mandamento é nos ensinar a não ter indulgência com uma mentalidade mortal. Uma última coisa: se você pudesse desmaterializar e rematerializar o seu corpo arbitrariamente, você chamaria isto de matar?

7. Não pecar contra a castidade

A definição superficial de adultério é dormir com a mulher de algum homem ou com o marido de alguma mulher, sem a permissão do cônjuge. Adultério na realidade significa a adulteração de seus próprios pensamentos; se você adulterar o primeiro mandamento, tudo o que você pode fazer é cometer adultério. Desde que você honre a você mesmo como Deus, não está adulterando a verdade e tudo está bem. Afinal, se você é Deus, pode decidir estar casado hoje de manhã e não estar casado hoje de noite (e então você poderia dormir com outra mulher) e, depois, decidir estar novamente casado amanhã. Se você é mulher, pode dormir com seu marido uma noite, sair e ser uma "piranha" e depois retornar ao casamento, se assim desejar. Se você é Deus, tem o direito de fazer isto; todavia, as outras pessoas também são Deus e, quando você se enrola com outros deuses desta forma, as conseqüências podem ser pesadas.

Adultério nas relações humanas tem a ver com manter acordos; uma vez que você é o "papa", tem o poder de se dar absolvição e o poder de mudar acordos. Obviamente, se você tem o poder de fazer acordos, tem também o poder de mudá-los, tem o poder absoluto sobre seus acordos. As coisas funcionam entre duas pessoas quando elas decidem que as coisas funcionarão; se duas pessoas ficam quebrando acordos, são duas pessoas que mantêm o acordo de quebrar acordos. Quanto a sexo, Deus faz amor com todo mundo, portanto uma pessoa é tão boa quanto a outra. Se uma pessoa tem um espírito, uma mente e um corpo, ela está essencialmente praticando a verdade e todas as diferenças são, em última análise, uma questão de gosto e de opinião pessoal.

8. Não roubar

A essas alturas você já sabe que, usando afirmações, aprimorando a qualidade de seus pensamentos, e tendo uma consciência próspera, você irá adquirir o que quer que você precise ou queira. Roubar é primariamente motivado pela necessidade de adquirir algo que, de outra forma, não se obteria. Já que você agora tem todos os meios de aquisição, jamais precisará roubar. Se tomar posse do que é alheio, você estará invalidando o fato de você ser o Ser Infinito, ou seja, roubar é quebrar o primeiro mandamento.

Tomar o que é dos outros é roubar de si mesmo e, desta forma, não se surpreenda se alguém pegar o que é seu, para simbolizar o que está fazendo consigo mesmo. Se você está roubando de si mesmo, não se surpreenda se alguma pessoa lhe ajudar nesta tarefa.

Se alguém tirou algo seu e você não estava roubando de si mesmo, considere isto como um presente, que retornará multiplicado; o "ladrão" estava ativando a lei de gastar para você !

9. Não levantar falsos testemunhos

A Bíblia subentende que Deus não pode mentir, porque tudo que Ele diz se torna verdade; aplicando o primeiro mandamento, o mesmo é verdade para você. Você não pode mentir, porque tudo o que você diz é verdade, desde que acredita ser e deseja que se manifeste; desta forma, não existe falso testemunho. Se você disser alguma coisa à pessoa X sobre a pessoa Y, você o faz para X acreditar em você; então, é verdade para X e ele cria tal coisa para ele mesmo. Mas ainda que seja verdade para X, talvez não o seja para Y (a pessoa de quem você falou); se não é verdade para Y, então não há mentira... onde está a mentira?

A única mentira é acreditar que existe mentira. A pessoa que acredita na mentira (X) tem de viver com ela, não a pessoa sobre a qual se falou (Y).

10. Não cobiçar a mulher do próximo

Desejar qualquer coisa que seu vizinho tem é negar o seu poder de manifestar tal coisa para você mesmo. Cobiçar baseia-se no sentimento de que você não tem o direito ou o poder de conseguir alguma coisa para e por si mesmo. Se você cobiça o barco do vizinho, está afirmando que não tem o poder de ter um barco, o que torna mais difícil, senão impossível, ter seu próprio barco.

Cobiçar é acreditar que seu vizinho não lhe dará permissão para usar o barco dele; acreditar que seu vizinho não lhe dará tal permissão é crer que ele não é você, o que é a negação do primeiro mandamento. Se você negar que ele é você, obviamente ele não lhe emprestará o barco... Por outro lado, pegar as coisas das pessoas sem a permissão delas é se expor ao poder da ira divina destas mesmas pessoas. Praticar este mandamento é manter uma vida feliz e harmônica.

Um abraço, Rui.

Referência:
[1] Leonard Orr e Sondra Ray, Renascimento na Nova Era, Editora Gente, 1983.

Tuesday, April 25, 2006

 

Alguns Vídeos de Discos Voadores


Talvez alguns desses vídeos abaixo te convença da existência de discos voadores. Abraço, Rui.


No México:
http://video.google.com/videoplay?docid=-5767810060260008694&q=UFO&pl=true

Na Guatemala: http://video.google.com/videoplay?docid=5024151677990135278&q=UFO&pl=true

Em Nova Iorque-USA: Aparecimento junto ao WTC, antes dos atentados de 11.09.2001
http://video.google.com/videoplay?docid=-7865248673985798226&hl=pt-BR

Na Bulgária:
http://video.google.com/videoplay?docid=-3087110931826783111&q=UFO&pl=true

Na Flórida-USA, 1995:
http://video.google.com/videoplay?docid=-4456309296166736905&q=UFO&pl=true

Em Nova Iorque, no dia 11.9.2001, durante o ataque às Torres Gêmeas do WTC (duas passagens de UFOs, que passam em sentidos opostos, um após o outro):
http://video.google.com/videoplay?docid=-4815215761052824077&q=UFO&pl=true

Acidente com UFO em setembro-2005:
http://video.google.com/videoplay?docid=-4987931999759537743&q=UFO&pl=true

UFOs e Descargas Atmosféricas, vistas do ônibus espacial dos USA:
http://video.google.com/videoplay?docid=-7927561230860630740&q=UFO&pl=true

No Brasil [Paranavaí-PR]:
http://video.google.com/videoplay?docid=7254510592854850786&q=UFO&pl=true
http://youtube.com/watch?v=ZEhlCtBdnXg&search=ufo

No Japão:
http://video.google.com/videoplay?docid=4122329300945709622&q=UFO&pl=true

No México:
http://video.google.com/videoplay?docid=1820619391381964646&q=UFO&pl=true

Nos Alpes:
http://video.google.com/videoplay?docid=423405112200917092&q=UFO&pl=true

Em Sarajevo, ex-Iugoslávia:
http://video.google.com/videoplay?docid=725206223922278740&q=UFO&pl=true

Neste vídeo o palestrante mostra alguns vídeos feitos pelo suiço Eduard (Eddie) Albert "Billy" Meyer e conta que alguns tipos de discos voadores (com fotos) são fabricados no Brasil (tecnologia alemã da Segunda Guerra Mundial?)!!:
http://video.google.com/videoplay?docid=-58090947832434855
http://video.google.com/videoplay?docid=-2705804503692009611&q=UFO&pl=true
http://video.google.com/videoplay?docid=-2680747632936987425&q=UFO&pl=true
http://video.google.com/videoplay?docid=3528191342459384415&q=UFO&pl=true

No Brasil:
http://video.google.com/videoplay?docid=-6647936057557755411&pl=true

Em Singapura:
http://video.google.com/videoplay?docid=-8862091699144068105&q=UFO&pl=true
http://youtube.com/watch?v=1ASlX2spW20&search=ufo

Sobre Londres:
http://youtube.com/watch?v=OagF67WOsG0&search=ufo

Em Sarajevo [8.10.2005]:
http://youtube.com/watch?v=u7G3eNLH6Yc&search=ufo

A bordo de um avião da Lufthansa:
http://youtube.com/watch?v=Ug1DyOkXdHs&search=ufo

De perto:
http://youtube.com/watch?v=pc_Fybl9Jd0&search=ufo

Entrevista com Bob Lazar:
http://youtube.com/watch?v=tCvjVLP0CCY&search=ufo

Na Suécia [junho/2005]:
http://youtube.com/watch?v=diJYuUQFucU&search=ufo

No Brasil [Quixadá-CE]:
http://youtube.com/watch?v=a2-9gaYq-Aw&search=ufo

Na Universidad de Mayab [?]:
http://www.youtube.com/watch?v=uGfizhyyDU0&search=ovni

Na Itália, 2007?:
http://www.youtube.com/watch?v=YdyQu5Zx8xw

Na China:
http://www.youtube.com/watch?v=8x4P24IUDqY&mode=related&search=
Nanjing, 17.agosto.2006 - http://www.youtube.com/watch?v=V3Rc0HWPBII

Na África do Sul [Cabo da Boa Esperança, 19.set.2003]:
http://one.revver.com/watch/104532/unbelievable-ufo-footage/

Labels: , ,


 

Vacinação Contra Gripe

Começou ontem, em todo o país, a Campanha 2006 de Vacinação contra a Gripe. Esta campanha explora o medo dos idosos de ficarem resfriados ou gripados. Convém lembrar que a vacinação insere no corpo substâncias tóxicas/venenosas, o que faz com que a pessoa, logo após a vacinação, esteja com o corpo menos saudável do que antes da vacinação. Este procedimento é equivalente a "chicotear (com a vacina) um cavalo cansado (você), ao invés de deixá-lo descançar". Convém também lembrar que o resfriado/gripe é uma forma que o corpo humano vivo encontra para expulsar acúmulos tóxicos dentro dele; constitui um processo de limpeza orgânica. Não devemos ter medo de gripes, mas também não devemos contribuir para o seu surgimento (com hábitos nocivos ao corpo). A gripe é apenas um aviso para mudarmos de hábitos patológicos.

Existe uma forma caseira alternativa simples, eficiente e sem efeitos colaterais negativos (que são comuns na vacinação convencional) para evitar a gripe: basta pingar água oxigenada (10 volumes) nos ouvidos [vide postagem "O Pingo na Orelha", de 31.12.2005].

É conveniente perceber que os cadáveres não pegam gripes nem resfriados e se quisermos simular a condição de um cadáver, acabaremos virando um cadáver e teremos que mudar de residência para o cemitério. Além disso, o Governo está sempre tentando diminuir a folha de pagamento dos aposentados e pensionistas... Você está querendo contribuir para essa estatística?

Esteje sempre alerta! Seja uma pessoa de atenção!

Um abraço, Rui.

Sunday, April 23, 2006

 

Dossiê 911 - 2

A ciência da Física prova que as Torres Gêmeas do WTC cairam devido a bombas, numa operação de implosão. Veja os detalhes no filme abaixo.

SEPTEMBER 11TH: EVIDENCE TO THE CONTRARY
CLICK HERE TO WATCH ...

Saturday, April 22, 2006

 

Origem das Raças Humanas


Segundo uma venusiana, Omner Onec [1], que está morando aqui no planeta Terra, nosso planeta foi inicialmente colonizado por raças humanas que vieram de outros planetas do nosso sistema solar. De Vênus veio a raça branca, de Marte a raça amarela, de Júpiter a raça negra e de Saturno a raça vermelha.

Referência:
[1] blog.myspace.com/suixxgeneris , a venusiana aparece na Parte 3 do vídeo "The Legend of Atlantis".

Labels:


 

Pensamentos de Sondra Ray - 4

Da Referência [1]:

Com relação à imortalidade física, a verdade é que o seu espírito já é eterno e você só tem que colocar sua mente e corpo em harmonia com o seu espírito eterno. A ânsia (pulsão) pessoal de morte lhe matará, se você não a matar primeiro. A morte não tem poder algum, a não ser aquele que você lhe dá. Ninguém pode lhe matar a não ser você mesmo, ou a não ser que você dê o seu consentimento. A vida é mais forte do que a morte, e seu amor é mais forte do que o infortúnio.

A fisiologia da imortalidade física requer a proficiência da respiração, da comida e do sono e prazeres físicos. A purificação espiritual é prazerosa porque é fazer as coisas que estão em harmonia com a natureza.

A maior causa da morte do corpo humano é a negação ou a ignorância de sua própria divindade e, conseqüentemente, o mal uso do poder da mente humana através de pensamentos negativos. A segunda maior causa de morte é provavelmente a respiração inibida, o que causa a privação de oxigênio no sangue, artérias, coração, cérebro e outros órgãos e células. Seguida desta causa está o excesso de comida, que polui a corrente sangüínea. Três refeições ao dia é o segredo para a morte, não para a saúde. Jejuns moderados não somente aperfeiçoam a saúde e vitalidade, como também parecem reverter o processo de envelhecimento. A teoria científica predominante do envelhecimento é o excesso de poluição nas células, que parece ser causada por excesso de comida e respiração deficiente. Encher o corpo com bastante oxigênio e energia espiritual, através de uma respiração consciente, purifica as células.

Você é imortal, até que se prove o contrário: Morrer é mais difícil do que viver. Pensamentos são anjos. A Lei da Mente é que o pensamento é criativo, quer você acredite ou não. Viver sem ser conscientemente responsável pela qualidade de nossos pensamentos, é usar mal o poder da mente humana. Sua mente está sempre centrada ou na Inteligência Infinita ou na Estupidez Infinita, quer você perceba isto ou não. Você tem aproximadamente 50.000 pensamentos criativos todo dia. O universo físico existe para sempre apoiar seu espírito, mente e corpo com conforto e prazer.

Sua mente tem uma lei pessoal todo o tempo. Uma lei pessoal é um pensamento que domina a mente e a vida mais do que qualquer outro pensamento. Os "cinco grandes" são denominadores comuns das leis pessoais:
1. trauma de nascimento;
2. síndrome da desprovação dos pais;
3. específicos negativos;
4. ânsia inconsciente de morte;
5. vidas passadas.
Examinar sua vida na luz dos "Cinco Grandes" pode aumentar bem rapidamente sua compreensão e auto-aperfeiçoamento.

Acredito que todas as doenças físicas são causadas por descuido de doenças emocionais; isto significa que as pessoas que estão fisicamente doentes estão cronicamente também emocionalmente doentes. Isto também significa que lidar conscientemente com distúrbios emocionais torna as pessoas permanentemente saudáveis.

É gostoso parar de matar a si mesmo e as pessoas à sua volta com pensamentos negativos. Manter-se num "estado mental de morte" é perpetuar o desânimo e decisões desfavoráveis.

Se você nunca questiona a mentalidade mortal, os resultados estatísticos revelam que seu medo da morte irá lhe rondar até você se matar. E, se você acredita que a vida além do túmulo é melhor do que esta do aqui e agora, você tem motivação dobrada para morrer.

Uma teoria bastante plausível para explicar acidentes de avião é que a mentalidade de morte dominante num passageiro pode causar falhas mecânicas, assim como a mente pode causar falha em um órgão do corpo ou desastres na natureza. Em essência, a mente humana é a mesma mente de Deus e, portanto, infinitamente poderosa.

Dinheiro é um meio de troca, não é riqueza, é uma forma de trocar riquezas. Riquezas são idéias, mercadorias e serviços que produzimos. Sem riquezas o dinheiro seria inútil, porque não haveria o que comprar com o dinheiro.

Uma das leis básicas da mente é a "Lei do Aumento", no que quer que você se concentre, isso aumenta.

É importante lembrar que todo gastar é dar e é uma boa idéia dizer para si mesmo toda vez que você receber uma conta para pagar: "Que bom!! Uma chance de fluxo!". Se você vê o gastar como perda você já está em apuro. "Dê e lhe será dado".

[continua]

Referência:
[1] Leonard Orr e Sondra Ray, Renascimento na Nova Era, Editora Gente, 1983.

Friday, April 21, 2006

 

Poluição Dentro de Casa


Volto ao assunto já discutido anteriormente: todos os hábitos que repetimos diariamente devem ser analisados, de tempos em tempos, para identificarmos aspectos que podem ser aprimorados. Como geralmente passamos mais de 50% das 24 horas do dia dentro de nossa residência, é importante verificarmos a qualidade do ambiente ecológico presente dentro de nossa casa.

Não é nenhum segredo que o ar poluído presente fora de casa pode ser perigoso para sua saúde, mas você sabia que a poluição do ar dentro de casa constitui um risco muito maior para a sua saúde e a da sua família? Na realidade, a poluição do ar em ambientes internos é potencialmente o maior perigo a que podemos estar sujeitos. Levantamentos feitos nos USA [1] mostram que, em média, o ar interno às residências são de 2 a 5 vezes mais poluídos do que o ar externo, e que em algumas regiões ele é até 100 vezes mais poluído, além do que um grande número de pessoas passa até 90% da vida dentro de ambientes fechados.

Em nossa casa e em nosso local de trabalho, as paredes, teto, piso, portas, janelas, móveis e inclusive nosso corpo emitem substâncias químicas na forma gasosa, algo que os cientistas costumam chamar de outgassing [emissão para fora de uma substância sólida, na forma de gás]. No caso de nossos corpos pode ocorrer, também, a emissão de gases gerados nos intestinos, obviamente. A civilização humana já desenvolveu dezenas de milhares de substâncias químicas que podem estar presentes no ar que respiramos em ambientes fechados [lar e ambiente de trabalho]. Como o nosso mecanismo corporal funciona processando substâncias químicas, a poluição deste sistema químico com outras substâncias químicas externas e estranhas ao ambiente interno do corpo, pode ser a causa de inúmeras doenças. Muitas das substâncias químicas danosas ao nosso corpo, e que respiramos e colocamos em contato com nossa pele, vêem da evaporação dos produtos químicos que espalhamos na nossa casa, na forma de produtos de limpeza, de higiene pessoal (cremes dentais, desodorantes, batons, shampoo, sabonetes, perfumes, cremes para pele, pó-de-arroz e corantes - rouge/blush - faciais, água de banho, etc.), de odorização do ar ("bom ar"...) e de gás de cozinha.

A poluição química de nosso corpo não se processa apenas pelo ar poluído que respiramos. A poluição química em nós também se processa via líquidos e sólidos. Existe um local de nossa residência em que armazenamos produtos industrializados (cheios de química tóxica ao nosso corpo) que enfiamos diariamente para dentro de nosso corpo através de um buraco na nossa cabeça, que chamamos boca. Esses produtos venenosos, sólidos e líquidos, nós rotulamos de "alimentos".

Existe uma outra forma de poluição do ar de nossas residências que costuma passar despercebida. Trata-se da poluição eletromagnética, gerada por todos os equipamentos elétricos e pela fiação elétrica de nossa residência e do local de trabalho, tais como computadores/monitores, telefones, televisão, rádio, relógio, geladeira, forno de microondas e eletrodomésticos variados. O nosso corpo é uma estrutura mecânico-química que é controlada (por nossa mente) eletromagneticamente. Os nossos nervos e músculos são acionados através de comandos eletromagnéticos. Portanto, se os nossos sinais eletromagnéticos internos sofrerem interferências dos sinais eletromagnéticos externos, o nosso corpo pode deixar de funcionar a contento. Os sinais (radiações) eletromagnéticos externos são gerados por todos os equipamentos elétricos acima citados. E por outros, que não estão sob nosso controle, como as linhas de transmissão elétrica de alta tensão, torres transmissoras de rádio, TV e celulares, etc. que poluem todo o planeta.

O ar de nossa residência pode ser filtrado, para diminuir a quantidade de produtos químicos nocivos ali presente. Iremos comentar sobre alguns desses produtos, mas enquanto você não toma uma providência mais radical, por que não instala uns ganchos para estender uma rede na varanda de sua casa (onde existe menos de quatro paredes...)??

Além da poluição química e eletromagnética, temos a poluição biológica, através de micro-organismos vivos. Os ácaros, por exemplo, adoram papeis velhos, como jornais, livros e revistas. Gostam, também, de dormir e trabalhar em tapetes. Muitas pessoas alérgicas passam a não ter reações alérgicas quando esses materiais (papeis velhos e tapetes) são eliminados. Como eu sempre estive e estou rodeado de papel velho, comprei há muitos anos atrás um aparelho exterminador de ácaros, chamado Sterilair (Esterilizador de Ar). Na propaganda deste aparelho era dito que o uso dele na Biblioteca Nacional do Brasil diminuiu muito a ausência de funcionários por motivo de gripes e resfriados. O aparelho funciona com o aquecimento de duas placas paralelas, que esquenta o ar entre elas, faz o ar aquecido subir (como em um balão de festa junina) e acaba gerando um fluxo de ar entre as duas placas quentes. Alguns ácaros, nesse fluxo de ar, sempre vão chegar a encostar nessas placas quentes e serão "fritos".

Outros agentes de poluição biológica, que contaminam o ar ambiente, são os parasitas dos animais doméstricos (gerando caspa, por exemplo), mofos, bolores, fungos, bactérias, vírus, germes e partículas de pólen. Um vírus que está na moda ultimamente é aquele associado à gripe aviária. Os bons equipamentos de purificação do ar elimina esses contaminantes usando luz ultravioleta (UV) e ozônio/íons negativos (incluindo a hidroxila OH-).

Além da poluição química, eletromagnética e biológica, o ar do lar também costuma estar contaminado pela poluição sonora, vinda de aparelhos de som e DVD, rádio, televisão, video-games, ventiladores, aparelho de ar condicionado, geladeiras, máquinas de lavar roupa, aspiradores de pó, liquidificadores, tráfego externo de veículos, etc. Esta é a poluição mais fácil de controlar...

Um abraço, Rui.

Referência:
[1] http://www.mercola.com/forms/air_purifiers.htm

Labels: ,


Thursday, April 20, 2006

 

Objetivo Principal: Felicidade

É importante termos claro a motivação principal que nos impulsiona durante nossas vidas: trata-se da procura de um modo de vida que nos proporcione um estado de felicidade. Existem duas coisas que sustentam nossa felicidade: um corpo saudável e uma mente orientada corretamente. Isto acaba resultando naquele velho ditado: "Mente sã em corpo são". Uma unha encravada certamente não irá contribuir para sermos felizes, nem uma mente que abriga rotineiramente sentimentos de medo, tensão e raiva. É bom sempre termos consciente qual é o nosso Norte...

Abraço, Rui.

Wednesday, April 19, 2006

 

Soluço e Febre

As soluções caseiras possíveis para esses dois problemas [que tomei conhecimento]:

1 - Soluço: tomar suco de laranja;

2 - Febre: para baixar a febre, esfregar todo o corpo com um tecido embebido em vinagre comum (diluir em água, se for aplicado em bebês); deixar um tecido embebido em vinagre sobre a testa. Em 10-15 minutos a febre vai baixar. Notar que a causa da febre não é afetada por esta medida, e deve ser investigada e eliminada. Lembrar, também, que a temperatura mais elevada, propiciada pela febre, ajuda no combate do problema real (que está gerando a febre).

Se essas medidas não funcionarem para você, pelo menos não causarão prejuízo ao seu corpo, como é usual ao se tomar remédios farmacêuticos na forma de pílulas/comprimidos (principalmente contra febres).

Abraço, Rui.

Labels: , , ,


Sunday, April 16, 2006

 

Água Aquecida no Forno de Microondas


Uma menininha, na Feira de Ciência de sua escola, fez a seguinte experiência (que podemos facilmente repetir, devido à sua simplicidade): em dois vasos idênticos plantou duas plantas praticamente idênticas, em solos idênticos [vide http://www.execonn.com/sf/ ]. Essas plantas foram regadas pela mesma água filtrada, proveniente da torneira. Essa água filtrada foi dividida em duas partes: uma foi aquecida no forno de um fogão convencional, até chegar à ebulição. A outra foi aquecida em um forno de microondas, até chegar, também, à ebulição. Ambas foram deixadas esfriar até atingir a temperatura ambiente, antes de regar os dois vasos, com a mesma quantidade de água. O vaso regado apenas com a água que passou pelo aquecimento em forno convencional, manteve as plantas belas e viçosas após 9 dias. O vaso regado apenas com água que passou pelo aquecimento em forno de microondas, matou as plantas em 9 dias (conforme pode ser observado nas fotos do artigo original, apresentado abaixo). Se uma água não consegue manter vivo um ser vivente (planta), é melhor você não ingerí-la, pois ela poderá te matar a longo prazo.

Você ainda vai continuar a preparar seu chá e sua comida [cujo cozimento é devido ao aquecimento das moléculas de água presente no alimento em cozimento] em um forno de microondas? Faça esta experiência simples, para se convencer do malefício da água que passou por um forno de microondas. Garanto que o Massaru Emoto [vide postagem de 22.abril.2005, intitulada "Água cura tudo - 12", neste blog] não conseguiria fotografar um único agregado belo (de forma geral hexagonal) de moléculas de água, nessa água que passou por esse tipo de forno...

Acorda, tome cuidado! Seja uma pessoa de atenção!

Abraço, Rui.

PS: A água fervida no forno de microondas, comentada acima, deve ficar igual à da foto "água destilada" do Masaru Emoto, mostrada na postagem citada acima. Como pode ser visto, é uma má agregação das moléculas deste tipo de água, sem aproximar-se do formato de cristais hexagonais.
------------------------------------------------------------------------------------------------

Microwaved Water and Plants


Below is a science fair project that my granddaughter did for 2006. In it she took filtered water and divided it into two parts. The first part she heated to boiling in a pan on the stove, and the second part she heated to boiling in a microwave. Then after cooling she used the water to water two identical plants to see if there would be any difference in the growth between the normal boiled water and the water boiled in a microwave. She was thinking that the structure or energy of the water may be compromised by microwave. As it turned out, even she was amazed at the difference.

Marshall Dudley

Followup. We have seen a number of comments on this, such as what was the water in the microwave boiled in. The thinking is that maybe some leaching took place if it was in plastic. It was boiled in a plastic cup, so this could be a possibility. Also it was not a double blind experiment, so she knew which was which when watering them. On top of that she was wanting the microwaved ones to do poorly, and although most scientists would dismiss the idea, it is possible that her thoughts toward each plant had an effect as well. Bottom line is, the results are intersting, and duplicate the results that others have reported (try Googling '"microwaved water" plants') more experiments need to be done with better controls and as a double blind study. But this was a simple 6th grade science fair project, and was never intended to be anything more than that.
The plants were genetically identical, they were produced from graphs from the same parent plant, so that variable can be eliminated.

----------------------------------------------------------------------------------------------

Labels: ,


Saturday, April 15, 2006

 

O Corpo Físico

por Cinira Riedel de Figueredo [1]

Vamos dedicar este artigo àqueles que não sabem viver. Esquecidos de que o corpo físico é o "templo do Espírito Santo", como poeticamente o definiu São Paulo, e desconhecedores do princípio de que cada lei age diretamente em seu próprio plano, esses supõem que espiritualidade é abandonar o corpo. Assim, com a cabeça num céu ilusório, transformam-se em lunáticos e desequilibrados, e deixam de cumprir os seus deveres materiais.

As leis que regem os destinos do universo e o mantém em equilíbrio, são as mesmas que regem os destinos humanos. E o homem que se desviar de qualquer um dos seus princípios, estará fadado ao fracasso, à desilusão, podendo mesmo ser vítima daquilo que ele erroneamente chama de espiritualidade. Embora na formação de cada planeta encontremos matérias de densidades diferentes, e cada uma com a sua própria função, elas agem dentro dos princípios das leis do ritmo e do equilíbrio, lutando pela conservação de cada um de seus veículos, para que se mantenham estáveis e sirvam de habitação à humanidade, enquanto ela existir.

O mesmo se dá com a vida humana. Enquanto o homem está encarnado, é seu dever atender às necessidades da matéria física e mantê-la em condições de servir à alma, que dela depende para sua exteriorização. O abandono do corpo físico traz resultados tão nocivos ao seu possuidor, como se usasse seu corpo astral para satisfazer desejos inferiores ou seu corpo mental para corromper os princípios do amor e beleza.

Antigamente se supunha que o martírio do corpo físico por meio de suplícios, usados em certas ordens religiosas, bem como entre os faquires da Índia, era sinal de evolução e realização interior. Sabe-se, no entanto, que estes sacrifícios, ao invés de beneficiar a alma, só a prejudicam. Tudo quanto foge às leis naturais, assemelha-se a pretender enrolar um carretel de trás para diante; em lugar de enchê-lo, misturamos os seus fios, e temos que recomeçar depois o nosso trabalho. Este método não só provoca no indivíduo uma tendência para a inércia, como cria um karma do qual ele terá de se libertar posteriormente.

"Espiritualidade é naturalidade", disse um grande pensador oriental; e poderíamos acrescentar que é também simplicidade. Ser natural e simples é ser espiritual; é vencer de acordo com as leis da natureza, indo em seu encontro e jamais formando ondas e redemoinhos dentro dos quais não só podemos cair, como fazer que outros caiam. Neste último caso, iremos nos emaranhando em karmas individuais e coletivos, prolongando a nossa estadia neste mundo e aumentando as possibilidades de mais dores e maiores sofrimentos.

No mundo físico, a vida requer maior inteligência e sabedoria do que nos outros mundos. No mundo físico estamos limitados a uma matéria mais pesada, incapaz de ceder facilmente aos impulsos de nosso pensamento, e que nem sempre responde aos anseios de nosso Ego, que no entanto dela necessita para sua manifestação neste mundo mais denso. A maioria da humanidade encarnada está limitada pela matéria física de forma tal, que não pode nem mesmo vislumbrar o seu real valor. Em nossa generalidade, aparentamos ser muito piores do que realmente somos; mas quando passamos para o mundo astral, libertos do corpo físico, sentimos melhor a presença de nosso Ego, apesar das limitações ainda ali existentes.

Sabemos que trazemos três espécies de karma: o físico, o emocional e o mental. Quando encarnamos, carregamos sobre os ombros os três de uma só vez. Ao deixarmos o corpo físico, estamos limitados apenas pelo karma astral e mental, e ao abandonarmos o corpo astral, sentimos apenas o peso do karma mental. Embora estes karmas nos acompanhem de vidas anteriores, enquanto não estamos encarnados, não sentimos o peso de uma matéria da qual não temos corpo. Quando renascemos, o átomo permanente é como um disco que traz gravadas as nossas dívidas passadas, e por isso já nascemos em luta e sofrimento. Como a matéria física pouco atende aos reclamos de nosso Espírito, o karma físico da humanidade é geralmente pesado e difícil de esgotar.

Vamos, porém, estudar meios e métodos pelos quais possamos melhorar nossas condições físicas, nascendo menos doentes e libertando-nos de tantas moléstias, para as quais a ciência não encontra cura. Já se diz muito comumente: "É melhor prevenir do que remediar." E se formos mais inteligentes, poderemos não só melhorar as nossas condições físicas nesta encarnação, como também criar melhor karma físico para um futuro nascimento, mais belo e mais saudável.

Se para a vida espiritual necessitamos encontrar o caminho do meio-termo, pois ela é como uma espada de dois gumes que nos pode ferir ou defender por qualquer um deles, a mesma lei rege a vida material ou a vida no plano físico, que necessita de um grande equilíbrio para ser normal. Infelizmente, a humanidade atravessa um momento dificílimo para viver dentro de regras que mantenham em equilíbrio a sua personalidade, porque a sua própria organização social (criação do próprio homem) a arrasta a excessos, tornando-lhe difícil trilhar o caminho do meio, único método justo para atingir sua libertação.

Em tudo na vida atual, há de mais ou há de menos, e compete ao homem, que criou esta situação, lutar para que as gerações futuras encontrem um caminho menos áspero a percorrer e uma situação menos perigosa; libertar-se deste emaranhado de karma, e capacitar-se para cooperar na nova raça. É bem verdade que a vida material depende da vida espiritual, mas também a espiritual está em grande dependência da vida material.

Enquanto uns não têm do que se alimentar, outros se enchem e se envenenam de alimentos inventados, só para gastar o dinheiro que possuem demais e não sabem em que aplicar. Enquanto uns se cobrem em demasia, outros passam frio. É difícil ditar leis individuais; porém, como o homem é o construtor do seu destino, compete-lhe lutar pela formação de uma sociedade mais harmonizada e mais feliz.

A purificação do corpo físico para servir de instrumento da alma, depende de uma verdadeira cultura física. Assim como cuidamos da cultura do espírito, é preciso também cuidarmos da cultura do corpo, e para isto não há melhor indicação que as palavras de Paul Carton, o grande médico naturista, em sua obra Vida Perfeita. É um comentário aos Versos Áureos de Pitágoras, um dos sábios da antiga Grécia, que legou ao mundo ocidental uma das doutrinas mais perfeitas para a libertação da alma pela purificação do corpo e cultivo da inteligência.

Diz Paul Carton: "A saúde do espírito adquire-se pela obediência às leis espirituais, que regulam a elevação dos pensamentos, a formação da inteligência e a educação da vontade. A saúde do corpo físico obtém-se pela pureza e pelo equilíbrio dos humores, graças a uma alimentação pura e moderada, a um exercício regular e proporcionado, e a uma higiene natural. O progresso e a felicidade decorrem fatalmente da perfeição e do emprego harmonioso das forças espirituais, vitais e físicas. Uma educação que despreza os cuidados do corpo ou do espírito, produz discordâncias de caráter, desarmonias de desenvolvimento, e fatalmente desordens de espírito ou do corpo. É assim que homens de um poder mental prodigioso podem arruinar-se prematuramente, por falta de cuidados físicos racionais, e encontrarem-se privados do desenvolvimento integral que podiam conseguir. Do mesmo modo, a educação física demasiado exclusiva acaba em falta de cultura espiritual. Tanto é verdade que não se pode pensar corretamente maltratando o corpo, como também em bom estado orgânico pensando de uma maneira defeituosa."

Ainda é ele quem nos diz: "A supernutrição é um flagelo da humanidade; a insuficiência alimentar é capaz de criar também perturbações fisiológicas e doenças. Não se pode atingir um grau de moralidade elevada, um nível intelectual superior, uma resistência física duradoura, sem ter aprendido a beber e a comer com moderação. A sobriedade é um dos maiores segredos da saúde e da longevidade. Constitui mesmo o melhor dos remédios. O exercídio torna o corpo robusto, ao mesmo tempo que saneia o pensamento e fortifica o caráter. Tudo se torna suportável a quem endureceu a epiderme e fortificou a vontade. É preciso, pois, querer ser forte fisicamente, para ser forte em espírito e não para impor a sua força bruta. É preciso nunca esquecer de ser bom.

A alimentação vegetariana assegura ao organismo material o jogo livre e harmônico das funções e a pureza dos humores. Confere um enrijamento muscular, uma agilidade e uma resitência vital extraordinária. Cria a permanência da saúde. Realiza-se, desta maneira, o regime de alta virtude, que nos permite evoluir sãos e vigorosos, gozando da plenitude e da harmonia das nossas potências físicas e espirituais. Vive-se ao abrigo dos grandes sofrimentos morais, como das graves misérias físicas. Adquire-se a certeza de viver muito tempo, até o esgotamento total das forças pessoais, de gozar uma velhice vigorosa e lúcida, e de morrer suave e serenamente, sem angústias nem azedumes, porque, quando se tem cumprido todas as obrigações primordiais, deixa-se a vida tão facilmente como um fruto maduro que se desprende da árvore, para voltar à terra.

Se realizarmos esta cultura corporal, fácil nos será manter em equilíbrio as emoções e a mente. Para o homem que se levanta às doze horas ou a mulher que despreza os seus deveres maternais entregando-se à vida noturna, um, abandonando-se às devassidões e ao vício, e a outra perdendo o sentido de sua responsabilidade materna, fogem ambos à missão de formadores de uma raça forte e refinada. A vida tem que lhes ser um martírio, um vale de lágrimas, e não este brinco divino que é a oportunidade que Deus colocou em nossas mãos para, por meio de uma vida sã, purificarmos nossa matéria física e melhorarmos as condições kármicas do futuro. Isto não apenas em benefício do nosso Eu pessoal, mas para, pelo princípio da hereditariedade, legarmos a nossos filhos um corpo são, possuidor de uma mente sã, que servirá de templo à alma que nele vier habitar.

É engano supor que o cuidado com o corpo físico é materialidade, pois a alma é tão útil ao aperfeiçoamento do corpo, como o corpo é útil à manifestação da alma. São partes e partícipes do mesmo todo; na realidade, são uma e a mesma coisa. Encarando a vida do ponto de vista do Absoluto, já não separamos corpo e espírito, e sentimos a beleza da criação fornecendo ao homem, para manifestação de sua alma, um corpo cuja máquina é de perfeição extraordinária; um instrumento adequado a nele se abrigarem os poderes da ação, da emoção e da inteligência humana.

É por seu intermédio que o homem realiza as experiências no mundo físico; é através desta matéria que ele consegue acelerar sua evolução. Se o corpo se degenera e se torna um empecilho à evolução humana, a responsabilidade não cabe à natureza, e sim, ao homem que fugiu das suas leis eternas. A natureza é bela, pródiga e benfazeja, mas quando a nossa conduta vai de encontro à sua, que é bela e bonançosa, ela se insurge contra nós, porque deturpamos suas leis e prejudicamos sua ascensão para o alto. Ela involui e evolui, e do homem em que já está manifestada com os poderes do espírito, espera o seu auxílio e nunca obstáculos ao seu desenvolvimento.

Vivendo de acordo com as leis da natureza, voltando-se mais para ela, pondo-se em contato mais direto com a luz solar, o perfume das matas, a beleza das flores, o encantador gorjeio dos pássaros, a simplicidade do viver campestre sem os atavios dos grandes centros, e utilizando-se de uma alimentação pura e da higiene natural, o homem receberá, como recompensa, um corpo capaz de revelar todos os poderes do espírito e de ser um instrumento útil à formação da nova raça.

Referência:
[1] Cinira Riedel de Figueredo, O Corpo Físico, O Pensamento [Periódico do Círculo Esotérico da Comunhão do Pensamento], pp. 83-88, março/abril 2006.

Tuesday, April 11, 2006

 

O Caminho Divino da Iluminação

Deus não é sádico! Portanto, o Caminho divino e sagrado [trilhado por nosso modo de vida] que nos leva para mais perto Dele, não é um caminho cheio de espinhos, de dor e de sofrimento. O caminho correto, que deveríamos trilhar, deve ser repleto de alegrias e prazeres. O Laércio B. Fonseca [ http://www.laerciobfonseca.com.br/ ] enfatiza bem este ponto no artigo abaixo.

Menos choradeira e mais alegria!

Abraço, Rui.

O CAMINHO DO PRAZER

Vou tentar aqui demonstrar que o caminho do prazer é o caminho que nos conduz verdadeiramente ao encontro com o Divino. A iluminação só pode ser encontrada no prazer e na felicidade. Deus não é sinônimo de dor e sofrimento, mas sim de prazer e êxtase. Vamos compreender que Deus criou o prazer como uma lei universal para que todos os seres vivos fossem guiados pelo prazer e vivessem em êxtase com o prazer.

Todos os seres vivos no universo direcionam suas forças e energias através da busca do prazer. Eles fogem do que nós chamamos de dor e sofrimento e buscam incessantemente viver em prazer.

Quero mostrar neste capítulo que toda natureza viva do universo foi criada pelas leis divinas para seguir o caminho do prazer. Um exemplo simples que podemos analisar para ilustrar esse fato é o seguinte:

Se oferecermos a um cão um pedaço de carne e um gesto de carinho, ele corre rapidamente em direção a esse alimento e ao carinho; no entanto, se você lhe oferece um gesto de ira e levanta a sua mão no sentido de agredi-lo e promover-lhe a dor e o sofrimento, certamente ele irá fugir de você. Isto vem demonstrar que toda forma de vida naturalmente foge da dor e do sofrimento e inconscientemente é direcionada a buscar o prazer.

Esta será a nossa linha fundamental para compreendermos todos os seres vivos no universo, toda ordem universal e, portanto, a lei fundamental do caminho do Tantra Yoga.

A filosofia do Tantra está fundamentada nos princípios mais básicos da ordem universal; portanto, ela assume uma sintonia radical com o caminho do prazer. Não existe lei mais natural do que o caminho do prazer. A dor e o sofrimento foram criados e são gerados dentro de nosso ser como um instrumento biológico para dizer que algo está errado, para dizer que algo não está funcionando bem e que algo está fora das leis e da ordem universal. A dor é um sistema de alarme biológico para nos mostrar que existe um problema em nosso ser que precisa ser corrigido. Dessa maneira, o criador proporcionou aos seres vivos uma ferramenta fundamental para manter a ordem do sistema interno sempre em perfeito funcionamento; toda dor e todo sofrimento são indícios claros de que algo está errado e precisa imediatamente ser corrigido.

Todos os seres vivos foram criados para viver em prazer e quando o sistema estiver funcionando em perfeita harmonia, certamente estará vivendo em prazer. A dor e o sofrimento só surgem como um resultado de um estado de desarmonia; todas as doenças, quer sejam de ordem biológica, psicológica ou emocional, são sinais claros de um profundo estado de desarmonia e desequilíbrio de toda ordem natural do ser.

Com esse pensamento básico e fundamental poderemos compreender as leis fundamentais do caminho do Tantra, que é o caminho universal da realização espiritual do ser através de um estado de prazer e total negação do caminho da dor e do sofrimento.

Todas as religiões ocidentais que prometem uma comunhão com o divino e uma realização com Deus são totalmente antagônicas ao principio do prazer.

Elas constroem suas bases fundamentais no caminho do sofrimento. Acreditam que somente o sofrimento pode nos conduzir à iluminação e a Deus; por isso, todas essas religiões estão baseadas fundamentalmente na atitude do sofrimento. Acreditam que Deus exige que o homem sofra para que possa se aperfeiçoar e só então ganhar o reino dos céus. Com base nesse princípio todas essas religiões criam suas doutrinas e suas estruturas sacerdotais com base em atitudes que levam ao sofrimento e a um estado de dor e angustia, como base fundamental de seu caminho para chegar a Deus. Em geral, suas doutrinas não admitem nenhuma forma de prazer, encarando qualquer forma de prazer como algo pecaminoso e antidivino. Certamente toda a oposição ao divino deve ter uma figura responsável por ela, que, na visão dualista da dialética de suas doutrinas, surgirá na figura do demônio.

Dessa maneira, todas formas de prazer, e certamente o prazer sexual, estarão intimamente ligadas à figura do demônio. Essa tese é incrustada na mente de todos os seguidores dessas religiões.

Um exemplo claro para ilustrarmos essas distinções se encontra no símbolo máximo do cristianismo, que vem a ser o Jesus crucificado. Todo cristão carrega em seu peito o símbolo da cruz e da crucificação. A imagem fundamental do cristianismo é uma imagem de dor e sofrimento. Ela reforça a visão de que Jesus, para salvar a humanidade e abrir o caminho dos céus para os homens, teve que viver em profundo sofrimento e resignação ao prazer. Nesta tese, todo cristão deve seguir o mesmo caminho, viver uma vida de profundo sofrimento e negação ao prazer, como se a vida fosse uma eterna penitência. Se quisermos alcançar a salvação e o reino de Deus, necessitamos seguir o exemplo de Jesus que, aparentemente (o que eu não creio), viveu sempre uma vida de dor e sofrimento.

Não acredito que um ser iluminado pudesse viver em dor e sofrimento, se considerarmos Jesus como um ser iluminado. Certamente ele deveria ser um ser que viveu em profundo estado de prazer e êxtase. Se não fosse assim, onde estaria a beleza e a necessidade de nos tornarmos um ser iluminado igual a Cristo, se após atingirmos esse nível crístico iríamos continuar num estado de dor e sofrimento? No entanto, os cristãos tendem sempre a reforçar a imagem de Jesus como um homem que carregava dentro de si muita angústia, muita dor e muito sofrimento. Nunca vi uma imagem de Jesus que pudesse expressar felicidade, alegria e êxtase. Eu nunca vi uma imagem de Jesus sorrindo, expressando a felicidade de um ser iluminado.

Porque será que nenhum artista cristão teve a coragem de pintar um Jesus sorrindo?

Ao contrário a esta visão, os artistas indianos costumam retratar seus avatares e seus mestres iluminados como figuras alegres, sorridentes, felizes e sempre rodeados de muitas mulheres em um clima totalmente festivo, com músicas e danças. O prazer não é uma figura proibitiva nas doutrinas orientais, muito pelo contrário, ele é uma figura de destaque fundamental.

O Tantra é uma dessas doutrinas indianas onde o prazer toma a figura central. Portanto ele é um dos caminhos mais controvertidos e incompreendidos pelos ocidentais, que trazem consigo um arquétipo milenar em suas religiões de dor e sofrimento. A visão do ocidental em relação ao Tantra é uma visão de um caminho de luxúrias e promiscuidades, sendo obviamente, um caminho ligado às forças demoníacas. Dessa forma, todas as religiões ocidentais combatem o orientalismo e o chamado conceito da nova era, como religiões do demônio. É muito difícil para o ocidental já condicionado a essa visão de dor e sofrimento, aceitar o prazer como instrumento fundamental do divino; portanto, o religioso ocidental estará certamente fadado a construir uma vida e uma jornada em torno da dor e do sofrimento.

AS FORMAS DE PRAZER

Se fizéssemos uma pesquisa com um grupo de pessoas, como normalmente costumo fazer em meus cursos de Tantra, e lhes perguntar quais as coisas que mais lhes dão prazer na vida, elas costumam naturalmente responder o seguinte:

Algumas respondem que sentem muito prazer em comer e beber. Outras, respondem que adoram viajar e sentem muito prazer com isso, já outras respondem que adoram ouvir música, outras adoram dançar; no entanto, não deixa de ser unânime que o sexo é, sem dúvida, o maior de todos os prazeres.

Costumo em minhas aulas construir um gráfico onde registro em seus eixos cartesianos, na abscissa, o tipo de prazer e, no eixo y, a intensidade do prazer. Conversando com os alunos é possível construir esse gráfico registrando os níveis de prazer relacionados a cada atividade humana e, é obvio, que sem dúvida nenhuma o prazer do orgasmo sexual supera, em uma escala astronômica, o nível de intensidade de todas as outras formas de prazer.

Ainda conversando com esse grupo de alunos indago a eles, para ilustrar melhor esse nosso gráfico, quais os momentos de sua vida que ele pôde experimentar esses níveis de prazer expressados no gráfico. A resposta sem dúvida nenhuma é que são poucos os momentos da vida em que o ser humano vivencia esses poucos níveis de prazer. E, mesmo no orgasmo sexual, o tempo é muito curto e o prazer se esvai rapidamente. Isto vem demonstrar que a natureza mais constante de uma pessoa, considerada normal, é viver a maior parte do seu tempo e de sua vida num estado onde não há prazer, ou seja, em muitos casos numa escala de angustia e sofrimento, num estado depressivo que se posiciona no lado negativo de nosso eixo y, do gráfico acima mencionado.

A maioria de nossa sociedade vive num estado de profunda depressão e afastada de um estado de prazer, mesmo que seja o prazer em um nível de baixa intensidade. Isso vem provar que vivemos em profunda desarmonia com as leis cósmicas que discutimos no inicio desse capítulo e essa desarmonia cria um estado altamente doentio que contamina toda sociedade e toda a nossa humanidade. Certamente, a maior parte das religiões contribui profundamente para essa situação.

Na Índia, a maior parte das religiões também segue esses princípios, legando, somente ao Tantra Yoga, carregar a bandeira do prazer em sua doutrina.

A humanidade acostumou-se a viver neste estado abaixo da linha de qualquer nível de prazer e acha isso algo totalmente normal e natural. Você olha seu amigo do lado e percebe que ele também está depressivo e olha todas as pessoas ao seu lado, em seu ambiente de trabalho, ou na escola, em qualquer outra parte, e você nota que todas elas estão profundamente infelizes e inconscientemente procurando o prazer e a felicidade que não encontram. Sendo assim, todas as pessoas ao nosso redor estão profundamente angustiadas e tristes e não conseguem, de forma alguma, sair desse estado, por mais que tentem. Acabamos achando isso totalmente normal e natural.

FELICIDADE E A SOCIEDADE

Nossa sociedade está montada estritamente sobre a égide do materialismo dialético. Nessa sociedade não há lugar para o espírito ou qualquer coisa que diga respeito à espiritualidade. As pessoas são condicionadas, desde sua tenra infância, através das escolas, a darem importância única e exclusivamente a valores materiais. As escolas produzem indivíduos como as indústrias produzem máquinas. Os homens não passam de meras peças, simples máquinas na sociedade industrial. Seu valor é medido única e exclusivamente com relação ao rendimento e à sua capacidade de produção.

Dessa maneira, durante toda sua vida o homem vive profundamente distanciado de sua essência espiritual, acreditando na filosofia materialista da sociedade onde o ideal maior é obter o sucesso. Porém, o conceito de sucesso e realização, para essa sociedade, está única e exclusivamente ligado à capacidade do individuo em acumular bens materiais. Quanto mais um indivíduo acumula, mais ele será valorizado pela sociedade; sendo assim, todos os homens vivem diariamente numa luta frenética em seus postos de trabalho, travando verdadeiras batalhas financeiras no intuito de, simplesmente, acumular mais e mais objetos materiais. O homem dessa sociedade passa a acreditar que sua felicidade e realização só poderão acontecer após conquistar todos os bens materiais que a sociedade força-o a comprar todos os dias.

Se nós pensarmos que dentro do ser humano existe um potencial de energia vital que lhes proporciona a força fundamental para a vida e que esse mesmo ser humano direciona todo esse seu potencial físico, mental e intelectual com um único objetivo de conquistar os valores intrínsecos pregados pela nossa sociedade, iremos perceber que não sobrará nem um pouco de energia, nem um pouco de espaço e de tempo, para que o homem possa dedicar-se a si mesmo e a seus valores internos.

Um ser humano assim construído está totalmente afastado e desconectado de seu ser emocional e de seu espírito, jaz completamente morto e adormecido dentro de si mesmo. É obvio que um ser desta natureza deverá ser profundamente infeliz, viver em constante estado de depressão e angústia, em profundo conflito com sua psique. Seu estado emocional se apresentará em constante perturbação e o nível de prazer e realização não tem espaço na vida deste ser androidizado e transformado num perfeito robô, com o único e claro objetivo de canalizar todas as suas forças e seu potencial para servir à empresa onde trabalha.

Estamos cansados de ouvir discursos de conferencistas que são especialistas em construir este modelo do sucesso, da fama e da realização, da obtenção do poder dirigido sempre aos trabalhadores das grandes empresas, bancos e todo setor do capitalismo selvagem. E o discurso é sempre o mesmo:

Você precisa e pode fazer sucesso e para obter sucesso e realização pessoal você precisa trabalhar duro, dia e noite sem parar; só assim você poderá obter o sucesso que almeja.

No entanto, o tolo ouvinte dessas conferências não percebe que está sendo feita uma lavagem cerebral em seu ser e o único indivíduo que realmente obterá lucro com um pseudo-sucesso será o dono da empresa onde ele trabalha. É simples compreender o porque.

Imagine esse discurso sendo dado em uma empresa para mil funcionários e todos acabam acatando essa filosofia. A partir desse ponto irá iniciar dentro da empresa uma guerra frenética pela obtenção do sucesso e do poder. Numa sociedade capitalista onde o objetivo principal das empresas é competir umas com as outras; e numa competição, é obvio que o objetivo é vencer e, certamente, uns lutam contra os outros com o único intuito de destruir o seu adversário.

Basta você perceber como o EUA age para com o resto do mundo. Ele jamais admitirá que qualquer outro país venha competir com ele de igual para igual.Ele necessita sempre ser o primeiro e estar na liderança planetária. E, para tanto, usará de todas as armas possíveis para manter esse padrão de dominação, acumulando arsenais militares devastadores, que podem conduzir o mundo a um holocausto nuclear sem precedentes na história da civilização humana.

Portanto, vejam como é tolo esse discurso daqueles que pregam o sucesso e a realização numa sociedade materialista e capitalista, onde o espírito está morto.

Essa filosofia é muito fácil de ser compreendida quando é aplicada ao mundo dos esportes competitivos. Notem que em uma competição onde haja centenas de competidores, onde todos ouviram o mesmo discurso de sucesso, fama e poder, só poderá haver um vencedor. Logo, teremos centenas de perdedores frustrados, angustiados, perturbados e profundamente infelizes, porque nossa sociedade só tem espaço para poucos no ranking dos que realmente obtiveram sucesso. Notem que não há espaço neste modelo de sociedade, onde todos poderão obter a fama, o poder e o sucesso, pois para tanto, teríamos que inventar uma competição aonde todos cheguem em primeiro lugar.

Assim sendo, a nossa sociedade passa a viver em constante conflito entre as classes, pois, todos estão num processo de competição contínua, procurando derrotar seu semelhante. Isto vai gerar o alto grau de violência que hoje impera nas cidades e na guerra entre países. Assaltos, roubos, homicídios são frutos de uma insatisfação pessoal, de uma inexistência individual. Esse estado de coisas extrapola-se às fronteiras das grandes nações, onde as grandes empresas multinacionais competem entre si, levando as nações a um estado de conflito político e ideológico sem precedentes na história. Estamos vivendo atualmente esse estado de coisas que vem se arrastando ao longo da história de nossa humanidade, que culminou com a primeira e a segunda grande guerra mundial. Essa, sem duvida nenhuma, é a certeza da imbecilidade e da incapacidade do ser humano em resolver suas divergências pelo diálogo e pelo bom senso.

Estamos vivendo atualmente um clima semelhante ao das grandes guerras, onde atentados terroristas, guerras entre nações reforçam a tese de que vivemos num mundo de criaturas profundamente infelizes e angustiadas.

Buda já dizia que tudo o que acontece no mundo não passa de um reflexo do que acontece no interior de cada ser humano. Se não há paz no interior do homem, se não há prazer em viver, isso refletirá em tudo o que existe no mundo lá de fora. E, como eu acredito muito na sabedoria do grande Buda, a solução para transformar o mundo não se encontra em construirmos revoluções materialistas, pegarmos em armas para derrubarmos governos e ditadores. O verdadeiro passo e a verdadeira batalha deverão ser travados no interior do ser humano.

Eu somente acredito que haverá paz no mundo, quando o homem estiver em paz consigo mesmo e, para tanto, devemos eliminar as causas fundamentais do conflito humano em seu interior e, para eliminarmos esse conflito, é que surge o caminho do Tantra Yoga. Um caminho que irá transformar o homem de dentro para fora, trazendo-lhe a verdadeira realização espiritual, o verdadeiro sucesso de um ser que encontrou a sua alma e a si mesmo e que passa, então, a viver em verdadeiro estado de prazer e êxtase. Em um mundo onde o prazer está morto, certamente a alma estará também morta; portanto, para fazer o homem renascer e tornar a viver, devemos mostrar-lhe o caminho do prazer e da realização espiritual.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?