Friday, September 30, 2011

 

Oscar Quiroga - 1398


VENDER A ALMA AO DIABO


Ninguém em seu são juízo assumiria que venderia a alma ao diabo dependendo do preço que fosse estipulado. Acontece que vender a alma ao diabo, uma figuração mitológica e por isso manifestação da mais real das realidades, não consiste em negociar com o rabudo chifrudo em pessoa, mas em resistir ou ceder às tentações cotidianas mediante as quais você, como adulto, provará ser capaz de defender os princípios ou comprometê-los em troca de vantagens e favorecimentos aparentemente justos e brilhantes, mas que não resistiriam a uma análise fria e impiedosa à luz da ética. Através de cada pequeno ou grande instante em que os princípios são corrompidos um pouco mais de horror é agregado ao nosso belo e assustado planeta; o humano que não consegue ou não quer perceber esta verdade é insano e pratica insanidades.

Labels:


Thursday, September 29, 2011

 

Oscar Quiroga - 1397


O ALTÍSSIMO


Fazer o que seja necessário em nome da preservação dos princípios fundamentais que estruturam a civilização é a marca de um ser humano verdadeiramente adulto e capaz. Quando um ser humano se convence de os princípios serem passíveis de negociação, o que sempre acontece em troca de vantagens pessoais imediatas, ele perde sumariamente o status de adulto capacitado e passa a exercer suas funções de forma insana. Quando isso se transforma em regra geral, como é o caso da atualidade, o próprio equilíbrio dos mundos está em perigo e é nesse momento que o Altíssimo intervém. Independente de acreditarem ou de se pensarem agnósticas, todas as pessoas que defendem visceralmente os princípios são espirituais e, inadvertida ou intencionalmente, lutam a favor do trabalho eterno do Altíssimo, em cujo corpo somos e existimos.

Labels:


Wednesday, September 28, 2011

 

Oscar Quiroga - 1396


ADULTOS


Este é o momento em que os humanos devem se questionar a respeito do que é ser adulto. O problema das sociedades modernas é ter perdido de vista os rituais em que as crianças se transformam em jovens e, também, o momento em que os jovens se transformam em adultos. Esses momentos devem ser ritualizados para que não aconteça nunca mais o que está em andamento; o mundo está nas mãos de gente que é adulta apenas cronologicamente, mas que toma atitudes infantis. Acontece apenas que esses adultos não são mais crianças e, por isso, suas atitudes não podem ser chamadas inocentemente de infantis, são insanas. O adulto só merece ser chamado assim por conhecer os princípios que estruturam a civilização e por defendê-los com a própria vida.

Labels:


Tuesday, September 27, 2011

 

Oscar Quiroga - 1395


A ORIGEM DA INSANIDADE


Hoje em dia, tentar falar de princípios é criar confusão, quando deveria ser natural todos concordarmos. Grande parte da tendência inquestionável da atualidade a respeito de toda verdade ser relativa se alimenta de os cidadãos terem perdido de vista os princípios, sem os quais não há civilização. A ética, a honestidade, a confiança, a dignidade humana, a soberania dos papéis sociais que todos vamos assumindo à medida em que nos tornamos adultos, a própria cidadania, o respeito mútuo; esses e outros princípios são sacrificados levianamente quando o preço é bom, parecendo justo e brilhante que seja assim. Enquanto isso, a civilização se torna pervertida e vamos convivendo com um estado crescente de insanidade.

Labels:


Monday, September 26, 2011

 

Oscar Quiroga - 1394


A FALTA DE PRINCÍPIOS


Em nome dos negócios e em nome de uma suposta dignidade relativa ao fato de se fazer concessões e tendo como fundo uma simples falta de caráter, nossa humanidade entronou na civilização a moeda corrente de comprometer princípios sem os quais a própria civilização deixa de existir. Acontece que os princípios asseguram o bem comum, garantem que além da existência temporária dos indivíduos humanos persista uma ética que sirva ao objetivo principal de uma civilização, o bem-estar e progresso da maioria. O princípio é a base, o fundamento sobre o qual todo o resto dependerá para existir e persistir. Sem o princípio, o caráter das pessoas enfraquece e elas se tornam facilmente manipuláveis, mas como o orgulho não lhes permite esse duro reconhecimento, a cada dia elas se tornam mais agressivas.

A discordância entre bem comum e particular é artificial, porque se o bem comum for assegurado todas as pessoas se beneficiarão particularmente com isso. Exaltar o bem particular, porém, perturba o bem comum.

Labels:


Saturday, September 24, 2011

 

Oscar Quiroga - 1393


A IMPLACÁVEL REVOLUÇÃO ÍNTIMA


É inevitável ter de se confrontar com a revolução íntima que está em andamento, pois dela depende a vida. Você já percebeu com lucidez o sistema doentio e perverso que estrutura o mundo chamado de civilizado, sua primeira reação foi fugir porque percebeu que esse mundo iria destruir você. Porém, se você foge você também se destrói, porque não se pode ser lúcido de dia e à noite fingir, ainda que sob o efeito de narcóticos, que não se sabe de nada e que se pode conviver com a perversão entremeada em todos os relacionamentos sociais. A revolução íntima é implacável, uma vez que a ela se abre a porta da consciência fica evidente que é perigoso seguir em frente, porém, mais perigoso ainda seria tentar voltar atrás. O momento histórico é propício a essa revolução íntima.

Labels:


Friday, September 23, 2011

 

Oscar Quiroga - 1392


PRIMAVERA


Começa a primavera no hemisfério sul, mas dessa vez não vem apenas com andorinhas, aromas florais e impulsos amorosos renovados. Dessa vez a primavera vem com reviravoltas mundiais que a essa altura já desenham com clareza um panorama catastrófico, prato cheio para os amantes do Apocalipse. O problema, porém, não é divino nem institucional, é absolutamente humano, deriva de nossa teimosia em sustentar exercícios perversos de relacionamento social, como a prática da desconfiança. Parece prudente desconfiar, parece que a desconfiança fosse prevenir decepções, porém, na prática faz o oposto, o olhar desconfiado lançado sobre os semelhantes é punitivo e pelo somatório resulta numa civilização injusta que exalta os criminosos e tortura os honestos.

Labels:


Thursday, September 22, 2011

 

Oscar Quiroga - 1391


O AVESSO


É normal que se olhe as pessoas com desconfiança, pois os argumentos da prudência alimentam esse exercício. É normal, mas é perverso também, porque o olhar desconfiado obriga os semelhantes a comprovarem sua honestidade e, paradoxalmente, quando alguém é verdadeiramente inocente se sente acuado com o olhar desconfiado, logo parecendo culpado. Já os culpados são frios e não se intimidam com o olhar desconfiado, logo parecendo inocentes. Assim vai a história em seu curso inexorável de autodestruição, pois contrária à Lei da Vida, que não é palavra morta em livro empoeirado, mas a coluna vertebral de toda manifestação. Uma civilização que se baseia na desconfiança e que por isso pune os inocentes e exalta os culpados não merece ser chamada de tal, deve ser destruída porque é o avesso do que apregoa ser.

Labels:


Wednesday, September 21, 2011

 

Mensagem de Mãe Maria


Amados Filhos,

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

É chegada a hora da verdade!

Relembrai vossa história, olhai com honestidade para todos os eventos em que fostes parte, ativa ou passivamente, e separai, primeiramente, aqueles que vos trouxeram júbilo.

Olhai com carinho para eles, e para aqueles que compartilharam convosco os momentos prazerosos, abençoai esses eventos, abençoai essas pessoas, abençoai-vos por teres tido a coragem de vivenciá-los, e guardai-os no fundo de vossos corações.

Então, deixai emergir aqueles que vos trouxeram dores, doenças, desconfortos.

Olhai de frente para cada um deles, olhai para as pessoas que deles fizeram parte, olhai para vós mesmos, aceitando que fizestes parte desses eventos, que escolhestes essas situações e que é hora de deixá-las para trás concluindo cada uma delas.

Para aqueles a quem precisais pedir perdão, ousai assumir a atitude de humildade e compreensão, e expressai vosso arrependimento pelo acontecido.

Para aqueles que precisam do vosso perdão, tomai a iniciativa de encorajá-los, demonstrando que já não existe mais mágoa no vosso coração, eis que a compreensão do ocorrido vos preencheu com amor e alegria.

Aos atos que praticastes e que exigem correção, ousai corrigi-los, já, tomando a atitude que vislumbrais no agora como a mais correta, aquela que pode restaurar o equilíbrio que roubastes naqueles instantes do vosso passado.

Feito isso, amados, abençoai a tudo e a todos, para, a seguir, olhar de frente para vós mesmos, buscando verificar se ainda paira, no fundo de vosso ser, algum evento pendente do vosso passado que necessita de correção.

Refleti, amados, refleti com muita determinação, com toda vossa força e poder, para que possais vos despojar, definitivamente, de todos os acontecimentos que vos prendem ao passado, que não vos permitem alçar vôo ao novo tempo, onde a verdade é virtude essencial para experienciar a liberdade.

Sem abrir as portas do vosso ser para deixar emergir a verdade não vos despojareis do passado, e sem vos desapegar do passado impossível para vós vivenciar a liberdade.

O novo mundo vos espera, mas é imprescindível que possais resolver vossas pendências, para que as portas do verdadeiro mundo que tanto buscais se abram e, com ela, uma vida de alegria, prosperidade e muita paz.

Paz no corpo, paz na mente, paz no coração.

Esse é o estado de espírito que precisais concretizar para serdes merecedores do mundo onde a luz impera soberana, onde não há sombras, não há falta, onde o amor impera e provê todas as necessidades de todos os Filhos da Terra que concluíram suas jornadas ao longo das eras e reaprenderam, finalmente, a ser feliz.

Ser Feliz é ser verdadeiro, ser uno com o Pai que vos criou; é voltar a enxergar o mundo com os olhos da alma; é viver compreendendo que sois parte de algo muito maior, sois parte do Pai e, assim, sois iguais, essências luminosas que finalmente saem da escuridão para brilhar e se expandir no universo em continuada transformação.

Ousai, pois, ousai serdes feliz dando os passos sem os quais vossas vidas continuarão sem sentido, vossas jornadas continuarão sendo vivenciadas às escuras, vossas incertezas não encontrarão respostas, vossas dores continuarão a se acumular para se manifestar na forma de doenças, doenças do corpo, doenças do espírito, doenças que minam vossa vontade, que fazem adormecer vossa fé e determinação, que vos fazem mergulhar na inércia que paralisa deixando a vida passar por vós sem que possais dela participar para concretizar vossos ideais.

Bem amados filhos, este é o tempo de ser feliz.

Segui em frente, buscai forças relembrando a cada passo que sois seres luminosos que escolheram resgatar a luz através da experiência dual na 3ª dimensão.

Que vossas orações sejam o alimento para vos fornecer a energia para concretizardes o propósito maior que vos levou ao mundo da ilusão, e que através de vossos exemplos vossos irmãos encontrem força e clareza para dar os passos necessários rumo à Redenção.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.

SP-20/09/2011-Mensagem de Mãe Maria-21-2011 canalizada por Jane M. Ribeiro.

Labels:


 

Oscar Quiroga - 1390


QUESTIONAR A NORMALIDADE


Neste momento da história todos os aspectos existenciais devem ser questionados e postos sobre a mesa para análise realista. Tudo que é dado por sabido e considerado normal precisa ser questionado, pois é dessa normalidade nunca questionada que a decadência se alimenta. O mundo não é uma entidade abstrata, é o somatório das atitudes e íntimos pensamentos dos indivíduos que participam inadvertida ou intencionalmente do processo que culmina naquilo que chamamos de civilização. Aceitando esta premissa, que é a fiel descrição da realidade, é fácil constatar que há menos espaço do que o imaginado para a vida individual, pois a maior parte do tempo navegamos no espaço e tempo que temos em comum. Não por acaso a essência de todas as religiões consiste em olhar o próximo como a si mesmo.

Labels:


Tuesday, September 20, 2011

 

Oscar Quiroga - 1389


CIVILIZAÇÃO?


Só a confiança salvará o mundo e colocará nossa humanidade no caminho de criar uma verdadeira civilização. O que hoje chamamos de civilização é uma paródia feita de aparências que na prática pune a priori todas as formas de honestidade e solidariedade, obrigando os cidadãos a provarem sua inocência. A presunção de inocência é uma fantasia, em primeiro lugar somos tratados como culpados e obrigados a provar a honestidade; e nunca é suficiente, pois toda vez que temos de fazer um contrato qualquer temos de pagar preços extorsivos às seguradoras, que posam de fiadoras de nossa honestidade, mas que pela sua própria existência confirmam que somos a priori desonestos. Francamente, isso não merece ser chamado de civilização.

Labels:


Monday, September 19, 2011

 

Oscar Quiroga - 1388


O PREÇO DA DESCONFIANÇA


A desconfiança está sempre no olho que a enxerga, mas esse é o mesmo olho que não admite que a desconfiança lhe seja inerente, insiste em transferi-la aos outros, aos misteriosos outros que são fantasmas de sua própria mente. A desconfiança é uma punição preconceituosa, um prejuízo estabelecido a priori que eleva artificalmente e de forma injusta o preço de todos os produtos, pois obriga todos a pagar pedágios feitos seguros, sistemas de segurança e meios de blindagem que nada garantem, apenas perpetuam o ciclo de injustiças. O preço da desconfiança é enorme, do ponto de vista material e muito maior ainda do ponto de vista subjetivo, já que obriga a todas as pessoas honestas do mundo a provarem que são honestas. A presunção de inocência não existe nesse nosso mundo que chama a si de civilizado.

Labels:


Sunday, September 18, 2011

 

Oscar Quiroga - 1387


O SEXTO SENTIDO


O bom senso supostamente seria o julgamento mais correto possível em relação a um evento ou perante a necessidade de tomar uma decisão, se opondo a todo estado desvairado ou enlouquecido que perturbaria o juízo. Na língua portuguesa se chama a este sentido pela sua qualidade boa, o bom senso. Em inglês se chama “common sense” tanto quanto em espanhol, “sentido común”. Estas expressões remetem ao sexto sentido, ao órgão de percepção que todos compartilhamos, que todos temos em comum, que é nada mais e nada menos do que a mente. Disso se entende que o melhor julgamento possível sobre a realidade será sempre o que considerar tudo que houver em comum, evitando distinções e separatismos artificiais que só atrapalhariam o bom juízo.

Labels:


Saturday, September 17, 2011

 

Oscar Quiroga - 1386


PENSAMENTO GRUPAL

Aqueles seres humanos que sentiram a vocação de evoluir e pressentiram transformações importantes em andamento devem se perguntar todos os dias e a toda hora o seguinte: o que seria melhor para o grupo de pessoas associadas a mim? Essa pergunta é crucial, porque o teor da grande transformação em andamento se baseia na superação do pensamento egoísta e a instalação da ideação grupal. Esse conceito não é novo, mas a novidade consiste em ter se atingido o número crítico que precipita essa idéia na realidade e a transforma em hábito concreto. Isso só não é possível ver ainda na prática porque a inércia do sistema egoísta ainda preserva as coisas como sempre foram. Porém, quem se atreve a sintonizar sua mente com a novidade percebe logo que uma onda de vida mais abundante flui através de sua presença.

Labels:


Friday, September 16, 2011

 

Oscar Quiroga - 1385


ALMA E PERSONALIDADE

Quando a alma, nome que denomina a melhor manifestação do ser humano, não domina e conduz as rédeas, mas é a personalidade, nome da manifestação mais superficial humana, a que comanda a situação, os dias e as noites vão passando e o estado de atordoamento e confusão vai aumentando. Nessas condições o ser humano vai desenhando um labirinto com seus passos, atitudes e desejos até que um dia vê a si mesmo como o lendário Minotauro, cheio de poder e força, mas prisioneiro no centro do labirinto. Tanto brilho, tanta distinção para nada! Até que a alma não conduza as rédeas, elevando o teor dos desejos para transformá-los em aspirações espirituais, o que se pode esperar da vida humana é confusão e atordoamento. Agora é o momento de superar essa voragem e se dirigir ao melhor objetivo possível.

Labels:


Thursday, September 15, 2011

 

Oscar Quiroga - 1384


O TEMPO

Uma vez que a revolução industrial foi iniciada no fim do século XIX e a visão do mundo foi ajustada à eficiência produtiva, os seres humanos passaram a ser considerados engrenagens, meras extensões das máquinas. O tempo, assim, serve desde então para regular esse ciclo produtivo, ligando e desligando de acordo com os horários padrão e a semana útil, como se o resto dela fosse inútil. O tempo produtivo, no entanto, vai frontalmente de encontro às necessidades básicas do ser humano, cujos ciclos de interiorização e exteriorização da consciência não podem ser regulados como máquinas sem alma. Parte da profunda revolução em andamento consiste no melhor aproveitamento do tempo que tem, como hoje, nos períodos de Lua Vazia a oportunidade periódica de se despreocupar com a produção e se dedicar exclusivamente ao lazer.

Labels:


Wednesday, September 14, 2011

 

Mensagem de Mãe Maria


Amados Filhos,


Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.


O amor incondicional é a tônica deste momento de transição.


Compreender este momentum por que passa vosso planeta, e todos os habitantes de vossa Mãe Terra, exige que estejais sintonizados na frequência do amor, para que vossas metas possam ser reconhecidas na clareza que o mundo sem limites disponibiliza a todos vós.


Vibrar a freqüência do amor trás a liberdade daqueles que enxergam além do horizonte, além da fisicalidade que permeia vosso mundo, onde a ilusão ainda permanece soberana, nutrindo mentes e corações dos filhos da Terra.


É preciso, pois, cortar as amarras que vos mantém ligados ao mundo da ilusão, e o único caminho para isso é buscar a sintonia do amor.


Muito é preciso fazer para alcançar a freqüência que vos devolve a sintonia com a energia amorosa do mundo espiritual, onde não existem fronteiras, onde cada um desempenha seu papel como ator e co-autor dessa longa história que vos trouxe para o mundo da terceira dimensão.


É tempo de lembrar quem sois, de onde viestes e porque estais nesse planeta.


É tempo de perceber que a dor e o sofrimento não fazem parte da história original que viestes vivenciar na Mãe Terra.


Vós, por vossas escolhas, fostes os criadores do limite, da carência, do egoísmo e da dor.


Vós vos afastastes do sagrado para alimentar o profano e, em decorrência dessa escolha, esquecestes quem verdadeiramente sois, esquecestes vossa origem, vosso propósito, vossa missão e vos entregastes à ilusão de que a vida é efêmera, e de que é preciso aproveitá-la ao máximo, a qualquer preço, sob qualquer condição.


Filhos amados!


Quantas dores criastes, quantas ilusões vos fizeram sofrer, quanta tristeza carregais em vossos corpos, mentes e corações, tristeza que vos faz presas frágeis daqueles que só querem aumentar a confusão, explorando a ingenuidade daqueles que pensam serem “simples mortais”, pecadores que não merecem a plenitude de Deus.


Sois IMORTAIS, amados, sois eternos, sois parcela da essência divina que jamais fenecerá; sois co-criadores de vosso mundo; por vossas escolhas o mundo refletirá luz ou escuridão.


É hora de resgatar vosso verdadeiro papel, o papel do Filho do Pai que desceu das alturas para aprender a ser como o Pai, expandindo só amor, o amor que se expressa através de vossas palavras, gestos, pensamentos, emoções e, principalmente, por vossas ações.


Viver é ser como o Pai, é nunca vos entregar ao egoísmo, nunca cultuar a separação, nunca se achar um estranho entre vossos iguais.


É tempo de olhar ao vosso redor e reconhecer a luz que tudo permeia, é tempo de vos reintegrar à natureza e aos seus habitantes, é tempo de resgatar a misericórdia das águas, devolvendo-lhe, através do vosso amor, o poder de alimentar-vos com a força da imortalidade, é tempo de respirardes o prana sutil e não mais o ar poluído por conta do progresso que mais mata do que beneficia a humanidade.


É tempo de cultivar a terra sem impingir-lhe os muitos venenos cuja finalidade é fazer gerar em vossos alimentos doenças ao invés de saúde, é tempo de preservar o que resta da camada que vos protege dos raios solares, é tempo de olhar para vosso planeta com os olhos amorosos de quem reconhece seu lar, seu abrigo, seu ventre amigo.


Amados filhos,


Só o amor pode ajudar-vos a superar todas as barreiras que ainda vos mantém no mundo da ilusão.


Assumi, pois, o compromisso de buscar, no fundo do vosso ser, a fonte desse amor.


Ele aí está, nas profundezas do vosso âmago, preservado de qualquer contaminação, pronto para jorrar de vós para o mundo, pronto para inundar tudo e todos com a freqüência da plenitude, pronto para vos permitir enxergar a dimensão de vossa Mãe Terra onde podereis habitar daqui para frente, a dimensão onde não existe separação, a dimensão onde só existe amor.


Bem amados, acordai; acordai para este momentum, acordai para o novo mundo que vos espera, acordai para a vida, e que vossas orações sejam o antídoto que neutraliza o medo, a intolerância, as guerras, a escassez e a separação entre os Filhos da Terra.


Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.


SP-13/09/2011 -Mensagem de Mãe Maria-20-2011 recebida por Jane M. Ribeiro

Labels:


 

Oscar Quiroga - 1383


O QUE PODE VIR A SER

Quem não compreender ou pelo menos pressentir a magnitude da tarefa envolvida na existência humana nem se preparar devidamente para manter a presença de espírito diante do fracasso estará, como se diz por aí, em maus lençóis. A poética impulsividade humana e a brilhante pretensão de ver a si mesma como herói ou heroína são marcas registradas de nossa psique, uma reminiscência do que pode vir a ser, destino que aguarda em estado potencial à espera das condições que o farão desabrochar. Contudo, uma oportunidade após a outra podem ser perdidas para sempre se não houver boa vontade para se envolver com a devida seriedade no jogo complexo da vida, preparando-se para o fracasso com o mesmo ânimo que nos preparamos para a vitória.

Labels:


Tuesday, September 13, 2011

 

Oscar Quiroga - 1382


AS REVIRAVOLTAS


É propício aproveitar cada brecha, por menor que seja, para executar as reviravoltas que o momento atual da história humana requer. Todos temos em nosso interior a vontade de criar transformações e temos também motivos e argumentos para isso, mas o tempo vai passando e nos acostumamos com os hábitos e nos acomodamos. Porém, esse tipo de atitude se tornou contraproducente na atualidade e quem tomar a iniciativa de aplicar uma mudança brusca no momento de perceber a oportunidade, experimentará o quão propício é esse comportamento. O mundo inteiro está em suspense à espera de uma enorme reviravolta, mas cada pessoa em particular precisa executar a sua para que o somatório resulte na grande mudança mundial.

Labels:


Wednesday, September 07, 2011

 

Oscar Quiroga - 1381


A PURIFICAÇÃO

Antes de sermos dignos de receber o conhecimento disponível que nos libertará e conduzirá à criação de uma civilização justa e amorosa, estamos todos atravessando um longo e penoso período de purificação, mediante o qual temos de provar que nos livramos da irritabilidade que nos torna ofensivos e também que nos livramos do egoísmo selvagem. Energia limpa e gratuita disponível a todos é só a primeira e mais superficial das oferendas dessa nova civilização, mas apesar de estar sob nossos narizes, não a percebemos porque nossos olhos estão cheios de cobiça e presumimos, como sempre o fazemos, que tudo deva ser represado para servir a poucos e vendido a preço abusivo aos muitos. Nossa irritabilidade e egoísmo nos cegam e nada se pode fazer quanto a isso a não ser aguardar que cada um de nós se purifique.

Labels: , ,


Tuesday, September 06, 2011

 

Oscar Quiroga - 1380


AS MELHORIAS


Antes de criticar e julgar a atuação dos semelhantes é necessário reconhecer as próprias vilezas que nos degradam. Isso não deve servir para deprimir-se ou se tornar cínico, mas para aceitar que somos cheios de falhas enquanto fazemos pose de moralistas para aparentar probidade. O olhar deve penetrar fundo nessas falhas, mas não para julgá-las e sim para redimi-las. Começar esse processo na própria alma, nos tornando capazes de suportar o reconhecimento de faltas, fracassos, mas amando nossas peculiaridades e nossos esforços para melhorar. Ao você depositar confiança em seu esforço de melhoria começará também a confiar mais em que seus semelhantes também participam desse esforço e, assim, um dia todos despertaremos de nossas ofensivas contra o mundo e nos tornaremos colaboradores.

Labels:


Monday, September 05, 2011

 

Oscar Quiroga - 1379


O PANORAMA GERAL

É insuficiente relativizar a verdade ao ponto de haver uma para cada ser humano. Isso é bom, mas não é suficiente. É bom que cada pessoa crie uma idéia do que seja a verdade, mas é imprescindível que se reflita também a respeito de como a pequena e particular verdade de cada ser humano se compõe no mosaico geral de toda nossa humanidade, pois se não for encontrada uma verdade em comum continuaremos sendo ofensivos uns contra os outros e nunca haverá paz aqui na Terra. Este é o panorama com que lidam os fabricantes de armas e os bancos, pois sem confiança mutua precisaremos de crédito e também de nos armar contra nossos vizinhos. Já se foi o tempo em que era suficiente levar uma vida individual e isolada, agora temos de nos esforçar para ver o desenho geral em que nossas particularidades se inserem.

Labels:


Sunday, September 04, 2011

 

Oscar Quiroga - 1378


O AMPLO LEQUE DE POSSIBILIDADES

Um leque muito amplo de possibilidades e perspectivas se descortina à consciência humana que estiver apta a percebê-lo, tendo se purificado intimamente através dos dramas particulares que pressionaram para que se mudasse a escala de valores com que se julga a realidade. Por enquanto este leque amplo de possibilidades é apenas isso, não define nenhuma orientação, só apresenta realidades possíveis e futuras que substituam as atuais, cujo fim é inexorável, além de iminente. Por isso neste momento é propício sonhar, porque através do vôo da imaginação essas possibilidades futuras se precipitam à consciência de quem lhes der crédito e, a seguir, se empenhe em conquistá-las até se tornarem parte integrante daquilo que chamamos de realidade. Toda realidade foi um dia apenas imaginação, ou não?

Labels:


Saturday, September 03, 2011

 

Oscar Quiroga - 1377


A ARTE DA DESPREOCUPAÇÃO

Data Estelar: Lua será Vazia das 16h42 até 18h05, horário de Brasília.

Basta a cada dia seu próprio mal, nossa humanidade não é obrigada a acumular preocupações. Pitágoras afirmava aos seus discípulos que eles nunca deveriam ir dormir sem solucionar os assuntos que tivessem surgido durante o dia. Em muitos casos isso não seria condizente com a realidade, há temas que demoram muito tempo para encontrar a solução. Porém, o significado da afirmação consistia e ainda consiste em ser desnecessário e contraproducente irmos dormir todos os dias carregando em nossos ventres subjetivos as angústias e preocupações que os males cotidianos evocam em nossas consciências. A arte da despreocupação é um exercício importante que tem em cada período de Lua Vazia o tempo mais propício para sua execução. Você se preocupa porque você quer e se você quiser você pode se despreocupar também.

Labels:


Friday, September 02, 2011

 

Oscar Quiroga - 1376


A ANSIEDADE

A Humanidade é o único reino que experimenta ansiedade pelo futuro, como se eternamente fosse lhe faltar o que comer ou o que vestir, enxergando a natureza como sua inimiga e não como sua provedora. Mandaram-nos claramente observar as aves do céu e os lírios do campo para testemunhar como não se preocupam com o que comerão nem com o que vestirão e que no entanto vivem em abundância e glória, como nós imaginamos que deveria ser, mas na prática nos convencemos disso ser muito difícil ou de merecimento para alguns poucos. Sugeriram claramente mudar o foco da consciência para buscar o verdadeiro tesouro, a fonte de todos os recursos e que todo o resto viria por agregado, aniquilando definitivamente a ansiedade, mas até agora fingimos que essas seriam frases poéticas sem sentido.

Labels:


Thursday, September 01, 2011

 

Oscar Quiroga - 1375


A MUDANÇA DE FOCO

A graça infinita da Vida Una que circula eternamente pelo Universo está ao nosso alcance, mas é um paradoxo, é tão próxima e ao mesmo tempo tão distante sua conquista. Por puro medo e por ideações mesquinhas nos encerramos em bolhas existenciais nos separando artificialmente da graça infinita de sermos parte ativa da natureza, do sistema solar e do Universo. Esta imposição de nossa ignorância não é produto das circunstâncias, é intencionalmente executada; não nos faltam informações e conhecimento para reverter essa brutalidade. Na prática, é por sermos menos do que poderíamos ser que produzimos miséria em vez das riquezas que supostamente buscamos conquistar. Quem toma a corajosa atitude de buscar a verdadeira riqueza, que é integrar-se ao Infinito, conquista todo o resto por agregado.

Labels:


This page is powered by Blogger. Isn't yours?