Saturday, June 30, 2012

 

Oscar Quiroga - 1651

Teorias de conspiração


Humanos, somos seres em que o mais elevado espírito e a mais densa matéria estão unidos pela inteligência. Por isso, dependemos de incentivar o desenvolvimento da inteligência para resolvermos nossos conflitos e, também, para atingirmos os propósitos que desenhamos para o futuro. Se a inteligência for insultada ou ameaçada através da insanidade enfiada goela abaixo por estruturas de poder, seremos menos humanos do que poderíamos. Se houver problemas excessivos a ser resolvidos diariamente, então a inteligência ficará sequestrada e circunscrita a isso, sem poder se dedicar a atingir propósitos maiores. Do jeito que andam as coisas, francamente, parece que teremos de dar razão a todos os que passam a vida afirmando haver teorias abomináveis de conspiração para escravizar nossa humanidade.

Labels:


Friday, June 29, 2012

 

Oscar Quiroga - 1650

“Tudo isso que está aí”


A raiva que toma o coração dos que detêm o poder impede que o princípio divino os inspire a tomar decisões sábias. As lágrimas que são vertidas pela saudade de tempos melhores impedem a visão de tudo que se encontra disponível para reinventar o mundo. Nossa humanidade se deixa levar pela inércia como se não houvesse assuntos urgentes para administrar, requerendo iniciativas firmes e contundentes. Essa inércia só pode conduzir ao desastre, isso é infalível. O mundo foi inventado por todos nós e não serve mais apresentar a desculpa de somente serem os poderosos responsáveis por isso - na condição atual das coisas, fica evidente que se poderia iniciar a revolta global contra "tudo isso que está aí" e reiniciar o sistema em outro patamar.

Labels:


Wednesday, June 27, 2012

 

Mensagem de Mãe Maria


Amados Filhos,

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.
Muitas são as perguntas que surgem em vossas mentes neste período de transformação.

Abri vossos corações, para que a conexão com o nível mais alto de vossas almas possa ser restabelecida, e as respostas às vossas indagações possam ser reveladas.

Cada um de vós, no silêncio que vos remete ao mais profundo estado de ser, pode obter todas as respostas; não esperai que elas venham do que é externo a vós, nem de vossos orientadores ou mestres, nem de cursos ou livros; elas vêm de vossas almas.

Vossas almas anseiam por uma comunicação direta, e conseguir esse intento exige de vós determinação, disciplina, fé e, mais do que tudo, amor.

Sem amor no coração não conseguireis desbloquear a linha direta que vos permite ouvir vossa alma.

Só ela pode vos revelar os motivos das dificuldades que enfrentais no dia a dia; só ela pode vos apontar a solução.

Tudo neste tempo é um grande desafio para vós.

Tudo que buscais concretizar vem revestido de dificuldades pelas quais não poderíeis imaginar passar; nada é o que parece ser.

E a pergunta é por quê?

Lembrai-vos que a escuridão ainda permeia a vida dos Filhos da Terra embora pareça a todos vós que não.

Onde está a escuridão, perguntais?

A escuridão, amados, está dentro de vós, está comprimindo vossas mentes, que se estreitam mais e mais, está comprimindo vossos corações, negando espaço para que a luz se faça presente, está comprimindo vossas ações, que sempre são voltadas para vossa satisfação pessoal, nunca planetária.

É hora de vos despirdes de todas as camadas que vos mantém no mundo escuro da dor, limite e sofrimento.

É hora de resgatar a visão pura, que só a alma pode vos ofertar, para que possais VER.

Ver causa e efeito de todas as vossas ações; ver a origem de vossos sentimentos, emoções, dores, apegos, mágoas, tristezas.

Ver o que vossos pensamentos egoístas geraram e deixaram como herança em vossas vidas.

Ver, amados, sem as grossas cortinas que ainda separam o mundo onde impera a luz do mundo onde reina a escuridão.

A escolha é de cada um, e seguir no caminho da luz exige a quitação de todos os débitos, a dissolução de todas as pendências, o resgate de todas as oportunidades perdidas, para que possais voltar a ser um Filho da Luz encarnado que cumpre seu propósito, que honra o contrato assumido com sua alma, que reconhece suas limitações e que luta, com consciência, para transformá-las, purificando-as de todos os limites que geraram escuridão.

Nunca antes desse tempo o ser humano foi honrado com todas as oportunidades para resgatar o divino.

Saí, pois, da prisão do tempo-espaço!

Buscai superar os limites que vos prende na terceira dimensão.

A ajuda está disponível para cada Filho da Terra que busca concretizar esse intento.

Invocai pelo ser supremo que habita em vós, e batalhai para revelar vossa herança divina. 

O tempo da caminhada sem consciência e responsabilidade findou.

Só caminha aquele que aceita a responsabilidade de agir como um Filho da Luz, sempre compartilhando, sempre estendendo a mão, sempre buscando cultivar a fraternidade com o objetivo de trazer de volta as ovelhas desgarradas desse imenso rebanho de almas, que ainda não conseguem recordar a responsabilidade que assumiram ao aceitarem encarnar em vossa Mãe Terra.

Não há mais tempo para dúvidas; elas só geram mais e mais ilusão, e a ilusão só vos fará permanecer nesse mundo estreito onde tudo é efêmero, onde a crença de que a dor, o sofrimento e a morte purificam ainda se mantém como uma verdade aceita sem contestação.

Acordai, amados, para alimentar a certeza que se faz presente em vosso tempo, certeza de que não sois seres limitados, que não viestes à Mãe Terra para sofrer, e que a morte não é natural, mas só uma decorrência da mente estreita daqueles que não se recordam do verdadeiro significado de ser um Filho de Deus.

Deus é amor, Deus é expansão, Deus é plenitude, e seus filhos, todos os seus filhos, sem exceção, são detentores dessa herança e aceitaram encarnar no mundo da ilusão para manifestar essa herança em todo seu esplendor.

A hora finalmente chegou.

O mundo do ilimitado vos espera, de portas abertas, e vossas almas vos apontam o caminho para concretizar o propósito de ser feliz.

Bem amados, que vossas orações alimentem todos os seres, de todos os reinos e dimensões, para que o propósito de cada um, que é o mesmo propósito do Pai, se cumpra agora na Mãe Terra.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.

SP-26-06-2012-Mensagem de Mãe Maria-11-2012 recebida por Jane M. Ribeiro.

Labels:


 

Oscar Quiroga - 1649

Nossa humanidade


Nossa humanidade não está abandonada à própria e duvidosa sorte num planeta marginal da galáxia, iluminado por uma estrelinha de quinta categoria, isto é, grandeza. Nossa humanidade ignora o princípio divino que a enriquece porque assim o deseja e não porque lhe tenha sido imposto um castigo abominável. Nós inventamos a ideia de aqui ser o Inferno e o Divino ser alheio a nós, e por isso teremos de ter a decência de reinventar a história, recuperando o fio de Vida que alimenta tudo. A todo momento e em todo lugar o princípio divino infinito está disponível, mas preferimos corrompê-lo afirmando "isto é meu, isto é seu; aquilo é grande, aquilo é pequeno". É dividindo que se multiplica o sofrimento, é integrando que se gera riqueza.

Labels:


Tuesday, June 26, 2012

 

Oscar Quiroga - 1648


Vida maior

Levar uma vida saudável num mundo doentio parece uma tarefa fadada ao fracasso. Porém, a Vida protege os que a protegem e destrói aqueles que pretendem destruí-la. Por isso, não desista nunca de agir de acordo com os princípios eternos de proteção à vida, de justiça, de bondade e de nunca causar dano intencionalmente a ninguém. Só isso fará de você uma pessoa especial neste mundo insano e, além disso, a proteção da Vida estará garantida. Ainda que a maioria seja insana e a tentação constante seja a de abandonar os princípios para se beneficiar materialmente de forma imediata, ou em nome de um projeto de poder, você só receberá a proteção da Vida se perseverar na sustentação dos princípios. Por isso, não é necessário odiar os decadentes, a Vida se encarrega de destruir os destruidores.

Labels:


Monday, June 25, 2012

 

Oscar Quiroga - 1647

Desobediência


Vivemos o duro momento em que as regras e leis que supostamente organizariam a vida social e civilizada de nossa humanidade não mais protegem os justos, mas os criminosos e espertalhões, por isso, não resta outra saída a não ser desobedecer ao que ameaça para venerar algo maior que, mesmo sem forma definida ainda, deixa claro que as coisas não podem continuar por mais tempo como estão. Desobedecer ao menor para obedecer ao maior, eis a dura fórmula que precisa ser desenvolvida da melhor forma possível por todo ser humano medianamente consciente das condições que o mundo de hoje apresenta, protegendo os criminosos e ameaçando os justos. Não seria esta uma desobediência rebelde sem causa, mas pela justa causa de o mundo ser dos justos.

Labels:


Sunday, June 24, 2012

 

Oscar Quiroga - 1646


Tempos mudam

A civilização muda porque as necessidades humanas também mudam, sempre em nome da ampliação de seu entendimento a respeito desse mistério, que é a Vida. Há, porém, os que abominam as mudanças de rumo e não conseguem se adaptar a novos tempos, vendo nessa onda algo abominável. Na prática, são os que enxergam abominações os que as perpetram contra seus semelhantes, pois, tendo profundo temor de questionar suas certezas, fazem o possível para compartilhar esse estado de ânimo se imbuindo de argumentos ao pé da letra das escrituras sagradas para disseminar medo ao mundo, sendo esse um eficiente instrumento de paralisia. Contudo, não se pode paralisar a Vida, de dentro para fora a onda transformadora subverte todos os obstáculos.

Labels:


Saturday, June 23, 2012

 

Oscar Quiroga - 1645

Preservando a calamidade


Preservar a calamidade na tentativa de todo mundo se acostumar a essa e assim minimizar o impacto, eis um comportamento nocivo que vem sendo aplicado à civilização por aqueles que se pensam no comando de tudo, mas que vem perdendo o controle aceleradamente. O sistema financeiro mundial se encontra em estado calamitoso, o dinheiro não vale mais nada, porém, como é um instrumento sagrado sem o qual se pensa nada seria possível, então todas as manobras que têm sido feitas foram no sentido de preservar a calamidade. Todas as oportunidades foram perdidas, houve vários momentos em que se poderia ter tomado decisões corajosas para reinventar a civilização. Porém, não é de corajosos que os governos do mundo são feitos.

Labels:


Friday, June 22, 2012

 

Oscar Quiroga - 1644


Sinais

A bons entendedores, poucos sinais são suficientes! Nossa época, porém, é profícua em sinais. Só não vê quem realmente não quer e quanto a isso não há nada a fazer, pois não há cego maior do que aquele que se recusa a ver. A civilização como a conhecemos não existe mais, se sustenta como um zumbi há décadas e do início do terceiro milênio até aqui acelerou enormemente o processo de ser substituída por outra, ainda tímida, nem nome certo tem, mas de forma infalível. Aqueles que se apegam ao que era antes, mas já sabem que não há mais nenhuma utilidade nisso, são os mesmos que, temerosos de seus questionamentos, infundem medo em seus semelhantes na tentativa inconsciente de estacionar e corromper o avanço, já que não há instrumento mais eficiente de paralisia do que o medo.

Labels:


 

Mensagem de Mãe Maria


Amados Filhos,

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

Toda a humanidade se depara, neste tempo, com muitos desafios, desafios esses que necessitam serem encarados para permitir a implantação das mudanças necessárias que vos levem a Redenção.

Mudanças pessoais, mudanças familiares, mudanças políticas, mudanças planetárias.

Todas as experiências passadas da humanidade vêm à tona para sua definitiva correção.

Não há como escapar da bagagem que acumulastes, ao longo dos tempos, como ser humano e como humanidade.

Erros do passado emergem, em todos os níveis, e é preciso que emirja também a compreensão que eles são responsabilidade de todos, e que todos precisam caminhar juntos para que a transformação seja possível e se instaure, através da ação consciente de todos.

Vossa Mãe Terra também experiencia mudanças que possibilitam sua purificação, e a correção da sua rota rumo à ascensão.

Mudanças no clima, na manifestação dos elementais da natureza, mudanças no tempo-espaço.

Tempo-espaço deixam de ser uma constante em vossa realidade.

O tempo se estreita, cada vez mais; o espaço se alarga mais e mais, permitindo a vós reconhecer as múltiplas dimensões que fazem parte das vossas existências, e que quase nunca são percebidas em decorrência da densidade que ainda reside em vós.

É preciso, pois, deixar ir o velho; velhos pensamentos, velhas emoções que sustentaram a falsa realidade que acreditais ser vossa herança.

É tempo de permitir que vossas almas apontem o verdadeiro caminho, para que as mudanças se concretizem nesse vosso ano de 2012.

Lembrai-vos que vossos corpos físicos têm acentuado sua resistência às mudanças, na medida em que vossas almas mostram que os velhos paradigmas já não servem mais neste momento de vossas evoluções.

Não vos entregueis, pois, ao comando da consciência de vossos corpos físicos, vossos egos, responsáveis pelo desequilíbrio que sentis a cada momento, e que se não for compreendido através do comando de vossos corações, vos farão mergulhar na inércia onde o caos é aceito como a realidade do dia a dia.

Não vos entregueis à inércia, amados!

Buscai, no silêncio contemplativo e em vossas orações, a força necessária para dizer não ao comandante supremo de vossos corpos físicos, o ego.

É tempo de reconhecer que o silêncio e a oração têm o poder de restaurar vosso equilíbrio e, com ele, a compreensão da vossa verdadeira natureza, que precisa transparecer neste tempo para que corpo e alma se reintegrem fazendo brilhar o ser de luz que sois.

Encarai, pois, todos os desafios, todas as mudanças, toda a falsa realidade de limite, dor e sofrimento que criastes como humanidade; encarai cada pedra do caminho, lembrando que não estais sozinhos e que este é o tempo de realizar todas as correções, para que a luz se faça presente em vós e no vosso mundo, o verdadeiro mundo do ilimitado, o mundo onde todos sois partes conscientes do mesmo Recipiente, e cumprem as funções apontadas por vossas almas, para que a plenitude seja a realidade de cada um de vós.

Bem amados, que vossas orações se intensifiquem e sejam direcionadas para todo vosso planeta e seus filhos, especialmente aos dirigentes governamentais de cada nação, para que eles possam reconhecer a necessidade das urgentes mudanças que levem à sustentabilidade do todo, sem qualquer agressão à natureza de vossa Mãe Terra.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos, e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.

SP-19/06/2012-Mensagem de Mãe Maria-10-2012 canalizada por Jane M. Ribeiro

Labels:


Thursday, June 21, 2012

 

Oscar Quiroga - 1643


Licença cósmica

É direito legítimo desobedecer a leis e regras que atentem contra a dignidade e bem-estar humanos. Essa é uma posição ética que eventualmente pode ser muito difícil aplicar, já que a normalidade se voltará contra ela fazendo parecer que o certo é errado. Porém, os princípios não devem ser nunca negociados, são absolutos, qualquer tentativa de torná-los relativos deve ser tratada como tentação corruptora. Quando a alma percebe com clareza que precisa descansar e se retirar da voragem produtiva, pois continuando nela promoveria erros e equívocos, é mais digno desobedecer a quaisquer horários impostos formalmente do que se adequar a eles. A Lua Vazia é uma licença cósmica de ócio, é o aviso de que não se deve submeter a produtividade a uma agenda formal, pois o tempo é maior do que ela.

Labels:


Wednesday, June 20, 2012

 

Oscar Quiroga - 1642

Manipulações


O início oficial do inverno aqui, no Hemisfério Sul, coincide com uma nova rodada das infindáveis manipulações de informações e notícias, com aqueles que as perpetram acusando as vítimas de suas manipulações. Espalhar a brasa, é assim que se chama vulgarmente esse ato, tentar sempre desinformar através de acusações aquilo que se pretende esquivar, pois, já que a acusação fica disseminada e dividida entre muitas pessoas inocentes, então os verdadeiros culpados levam vantagem porque a opinião pública desacredita tudo. Esse processo é eficiente de forma imediata, mas como sempre, a mentira, que tem pernas curtas, enreda tanto os mentirosos que um dia não sabem mais em que lugar se encontram e o desespero infalível inunda as suas existências.

Labels:


Tuesday, June 19, 2012

 

Oscar Quiroga - 1641

Almoço de negócios


O hábito de tratar negócios ou conversas importantes na hora do almoço é nociva e faz mal à saúde. Esse devia ser um momento livre de tensões, no qual o corpo e a alma, em uníssono, se dediquem a absorver os nutrientes necessários, e só esses, para continuar funcionando da melhor forma possível. Tanto mais nocivo se torna esse hábito quando um período de Lua Vazia se intromete, como hoje. Que todo mundo faça isso e que, por isso, seja normal fazê-lo não torna o hábito mais saudável. A normalidade não protege nossa humanidade, quanto menos em tempos decadentes como estes em que existimos. Se não for possível desmarcar o encontro de hoje, pelo menos compareça sem nenhuma pretensão, para ouvir mais do que falar.

Labels:


Monday, June 18, 2012

 

Oscar Quiroga - 1640

Infalível


Aquilo que você busca está buscando você também, o encontro é infalível, mas se você desiste de buscar e se convence de tudo ser sofrido, a infalibilidade se voltará contra sua própria busca, demonstrando com clareza que tudo será exatamente do jeito que você o desejar. Nossa humanidade brande armas divinas; conhecimento, desejo e atividade, mas não é destra em seu uso e por isso acaba ferida. Porém, mesmo as feridas são comprovações da infalibilidade das armas que brande. Só falta determinar um projeto, um objetivo elevado, uma causa nobre à qual se colocar a serviço, pois, sem isso, nossa humanidade se torna serva das armas que supõe brandir. Isso também é infalível, como também é infalível que um dia acordaremos e reverteremos o processo que nos aprisiona e o transmutaremos em liberdade.

Labels:


Sunday, June 17, 2012

 

Oscar Quiroga - 1639

A intuição


A mente humana sabe, por sua própria natureza, que há um fio condutor que une e integra a aparente diversidade produzida por esse caleidoscópio de diferenças apresentadas pela percepção. Por isso a mente funciona tão freneticamente, corre atrás do prejuízo da percepção diversificada na tentativa de unir os diferentes ingredientes da realidade e encontrar um sentido. Porém, a mente, coitadinha! Essa brincadeira de juntar pontos com linhas para que a realidade faça sentido é maior do que sua capacidade, os pontos são infinitos e suas linhas não. Porém, há outro instrumento disponível para compreender o que a mente humana nunca será capaz de entender, um elemento de transmissão de informações que funciona na velocidade da luz e que é independente dos equipamentos visíveis, a intuição.

Labels:


Saturday, June 16, 2012

 

Oscar Quiroga - 1638

Lua Vazia

Data estelar: a Lua minguará Vazia a partir das 9h10, horário de Brasília.

Quem proteger a Vida será protegido por ela, quem tentar destruí-la será destruído por ela. O que é a Vida? O mistério infinito em que nos movimentamos e experimentamos ser, de onde fica claro que será sempre muito mais o que ignoramos da Vida do que aquilo que soubermos explicar. É por isso que é de fundamental importância ritualizar os momentos em que nos prostamos com sincera humildade diante da grandeza dessa dimensão, que é a fonte de tudo que pensamos, desejamos e fazemos. Os períodos de Lua Vazia são propícios a isso, pois fornecem a trama subjetiva e sutil sobre a qual navegamos confiantes e despreocupados nesse mistério. Tentar o contrário, materializar e objetivar, é pedir que o tiro saia pela culatra na Lua Vazia. 

Labels:


Friday, June 15, 2012

 

Oscar Quiroga - 1637

O caleidoscópio


No caleidoscópio infinito das mutações e dos múltiplos desejos com que a alma humana se delicia e sofre, procure você o imutável, que é o Ser mais profundo, sempre acessível e disponível, mas normalmente oculto atrás do caleidoscópio infinito das mutações e dos múltiplos desejos com que a alma humana se delicia e sofre. O princípio divino não é desvinculado de nossas presenças, é a própria raiz, a fonte original, a Vida de nossas vidas, a Glória de nossas almas. Se não o vemos nem percebemos, é porque não o desejamos com a mesma ou maior ardência com que desejamos nos perder no caleidoscópio infinito das mutações em que, encerrados no centro dele como o Minotauro em seu labirinto, imaginamos que deveria vir alguma nave extraterrestre a nos salvar. O labirinto, porém, já está na nave.

Labels:


Thursday, June 14, 2012

 

Oscar Quiroga - 1636

O ser e o Ser


A despeito do domínio que nossa humanidade apreciaria ter sobre a realidade, no fundo sabe que grande parte de sua existência é um joguete nas mãos do Tempo, dimensão insuperável e que acena com o falecimento inevitável. Contudo, há outro aspecto da experiência de Ser que não se baseia em pretensões tolas, reconhecendo as limitações delas e, por meio de instrumentos nada convencionais, se afirma imune às prestidigitações do Tempo. Esse Ser íntimo e vinculado ao infinito em que navegamos, nos movimentamos e somos, está normalmente confinado a essa lógica que pretende nos colocar no domínio de tudo. Porém, o acesso a esse Ser infinito não acontece espontânea e automaticamente, é necessário desejar ardentemente esse contato e desenvolvê-lo e sustentá-lo com método e persistência.

Labels:


Wednesday, June 13, 2012

 

Oscar Quiroga - 1635

Objetividade e subjetividade


Para aqueles que veneram exclusivamente o lado formal do Universo e vivem num mundo absolutamente objetivo, quaisquer palavras que induzam à meditação serão vagas e irritantes, pois evocarão murmúrios que normalmente fingem não existir, mas que estão sempre nos bastidores, como é próprio da subjetividade. Quanto esforço precisam fazer essas pessoas para reprimir a subjetividade! Quanto malabarismo mental para circunscrever a consciência a apenas uma dimensão do Universo! Enquanto isso, aqueles que anseiam pela liberdade são famintos dessas palavras que parecem vagas e inconsistentes, mas que a eles soam como bálsamos e tocam nas fibras mais íntimas do espírito, encontrando nas entrelinhas, e não nas palavras, aquilo que é essencial ver, que é invisível aos olhos físicos.

Labels:


Tuesday, June 12, 2012

 

Oscar Quiroga - 1634

Negócio é negar o ócio


Filosofia e amor não podem ser negócios, porque renegariam o imprescindível ócio, não por requererem preguiça, como pareceria à primeira vista, mas porque enquanto a alma estiver trabalhando para ganhar o pão e cumprir deveres não restaria mente e coração suficientes para irradiar generosa influência benéfica, sem esperar nada em troca, pois o ato em si seria a devida recompensa. Negar o ócio é a origem do negócio; se nossa humanidade se dedicar exclusivamente a isso, então deixará de usar sua mente para exercitar reflexões profundas e também fechará as portas do coração e será cada vez menos generosa. Qualquer semelhança com o estado atual da civilização não é mera coincidência, o deus dinheiro a que nossa humanidade moderna rende veneração nega o ócio, é um negócio.

Labels:


Monday, June 11, 2012

 

Oscar Quiroga - 1633


O 'dedo de Deus'

Abandone quanto antes a esperança de estar no domínio de qualquer coisa que o valha. Normalmente, nossa humanidade prefere não meditar sobre sua real e precária situação existencial. Normalmente nos encerramos em nossas confortáveis e limitadas bolhas existenciais para nos agradar com a ideia de que somos os Mestres de nossas realidades. Porém, de tempos em tempos, como agora, aquele Algo Maior que ansiamos, mas que também tememos, intervém de forma nada sutil, deixando bem claro que o “dedo de Deus”, ou como queira você chamar, requer que nos prostremos com verdadeira humildade.

Labels:


Sunday, June 10, 2012

 

Oscar Quiroga - 1632


Os falsos moralistas

Os falsos moralistas são exímios acusadores e invocadores do sentimento de culpa, sempre alimentado pelo medo, eficiente disseminador de controle social. Os falsos moralistas estão sempre bem vestidos e saem bem nas fotografias, considerando-se intimamente superiores ao resto da humanidade, mas são incapazes de confessar essa superioridade, o fazem através de suas acusações e da eficiente capacidade de fazer com que os outros se sintam culpados ou que reajam violentamente às suas críticas, o que na prática parece diferente, mas que dá na mesma. Os falsos moralistas odeiam o espírito livre de nossa humanidade, consideram subversivas as novas gerações e as submetem ao tratamento severo da repressão, já que a ideologia que os movimenta é a de o humano ser ruim e, por isso, precisar de repressão.

Labels:


Saturday, June 09, 2012

 

Oscar Quiroga - 1631


Consciência bela, esplendorosa

Como poderia um ser humano incapaz de governar a si mesmo ocupar o lugar oficial de governar seus semelhantes? Assim andam as coisas no mundo, cegos tentam conduzir outros cegos e são convencidos pela soberba de serem iluminados e cientes de tudo o necessário para serem superiores. Esse é o caminho da segura decadência na qual o mundo enveredou, mas que não leva consigo a todos, aqui e ali brota a consciência, bela e esplendorosa como sempre, eternamente livre, disposta a incinerar todo traço da vileza produzida pelo orgulho vão, pela ira, pela carência de cordialidade e misericórdia. O caminho é árduo e parece solitário, mas tenha certeza você, milhões de pessoas o trilham agora mesmo e se ajudam silenciosamente entre si a suportar o embate da ignorância institucionalizada.

Labels:


Thursday, June 07, 2012

 

Oscar Quiroga - 1630


O inimigo

Quanto mais ira você manifestar, mais fortalecerá com essa atitude o inimigo odiado. Tentar combater o inimigo odiado com as armas dele significa você se identificar tanto com o ódio, que no campo de batalha não será possível discernir quem é quem, uma massa informe de raiva confundirá os lutadores. Não é fácil superar a ira, porque essa se mune de argumentos justos, porém, o método é equivocado, já que pressupõe que o inimigo seja exterior. O inimigo é interior, é o vírus que se apossa sutilmente da mente mediante a ideia inconfessável de haver seres humanos superiores e outros inferiores e você, evidentemente, odeia imaginar que possa ser um dos inferiores. Erradicar esse vírus é a essência da liberdade, o suprassumo da vitória.

Labels:


Wednesday, June 06, 2012

 

Oscar Quiroga - 1629

O convite ao ladrão


O que você faria se um dia descobrisse que há um ladrão morando em sua casa que rouba os seus recursos e os desvia para fins ilícitos? E o que você faria se também descobrisse que esse ladrão mora em sua casa como resultado do convite que sua própria alma fez? Bizarra situação, para dizer o mínimo! Porém, é o que acontece. Veja senão! Você luta todos os dias para prosperar, respondendo à necessidade que a própria Vida estipula de continuar se distribuindo através de todos os seres. Você sente a vocação e responde a ela. Porém, entre o chamado e a resposta um vírus é convidado a se enraizar na mente, um que injeta desconfiança, medo, malícia e a ideia de que a prosperidade só poderia acontecer sobre a miséria alheia. Esse vírus mental é o ladrão que você convidou a morar dentro de sua própria casa.

Labels:


Tuesday, June 05, 2012

 

Oscar Quiroga - 1628


Vírus mental

Quando somos acometidos por uma gripe e nossa consciência fica embotada, sabemos que somos muito melhor do que isso, mas nesse momento nos entregamos à congestão e nos adequamos a ela, o vírus da gripe nos estende a tentação de nos acobertarmos sob seu embotamento para nos sentirmos melhor. Esse exemplo serve para percebermos que há outro vírus, mais sutil, porém, mais eficiente, que embota a consciência estendendo a tentação que nos convence de o bem-estar nosso de cada dia depender de desconfiança, mentira, malícia, astúcia e discriminação. Sabemos, contudo, que podemos ser melhores do que isso, porém, nos entregamos ao vírus como o fazemos com a gripe também. Assim, passamos a viver sendo menos do que poderíamos ser.

Labels:


Monday, June 04, 2012

 

Oscar Quiroga - 1627

O vírus


O sistema de prosperidade é perfeito, é integrado a movimentos cosmogônicos. Quando usamos esses termos que denotam como o Universo funciona, logo imaginamos que isso seja algo muito distante e desvinculado de nossas presenças. Não é! Nós levitamos no infinito cosmo, somos feitos de cosmo e nossa experiência de ser é cósmica. Por isso, buscar as referências de como as coisas funcionam por aqui no que parece tão distante não é nada descabido, pelo contrário, é o que deve ser feito. O sistema de prosperidade é perfeito, a vida se distribui graciosamente, porém, aqui na Terra civilizada um vírus se apossou do coração desse sistema e, em vez de distribuir vida, generosamente dissemina mentiras, malícia, miséria e desconfiança. Isso é assim porque nós decidimos confiar que as coisas sejam assim.

Labels:


Sunday, June 03, 2012

 

Oscar Quiroga - 1626


Há destino

Há destino, não tenha dúvida, e se por acaso precisar de provas, pense que tudo pode, a qualquer momento, ser diferente daquilo que suas convicções afirmam. Há destino, pelo simples fato de que nossa humanidade não sabe tudo e, ao não sabê-lo, mesmo arquitetando planos e elaborando manobras, a qualquer momento se apresenta outra ordem tão maior, que seus planos e manobras são sobrelevados e convidados a participar de uma inefável beleza, mas que só ocorrerá se a alma individual, por pureza de intenção, se guiar pelo senso de oportunidade e transformar seus pontos de vista. Nem sempre é assim, na maior parte dos casos, apesar de haver um destino maior em andamento que anula os menores, esses acabam se insurgindo e criando obstáculos para não perder o controle que de todo modo acabarão perdendo.

Labels:


Saturday, June 02, 2012

 

Oscar Quiroga - 1625

O ideal posto em prática


Fazer sua vida dar certo e experimentar a constante e ininterrupta prosperidade não é impossível, mas você não vai encontrar a fórmula para isso nos esquemas providenciados pela civilização. Acontece que nossa civilização é pautada pela constante acumulação de recursos em detrimento da necessidade básica de fazê-los circular distributivamente. O ideal que aponta essa realidade fundamental da circulação e distribuição já foi claramente percebida e influenciou movimentos políticos do passado, porém, todos acabaram se corrompendo e vendendo a alma ao processo de acumulação indevida. Essa ideologia corrupta não será mudada de cima para baixo, mas através de cada ser humano que ousar agir distribuindo cada vez mais e acumulando a cada dia menos. Isso não é dar esmola, mas beneficiar o mundo.

Labels:


Friday, June 01, 2012

 

Oscar Quiroga - 1624

Entre a informação e a prática


Você não precisa de nenhum livro, noticiário ou site de busca na internet para se manter informado, sua alma informa tudo que é necessário saber para o ansiado progresso acontecer. Porém, entre a informação e fazer acontecer há a questão do livre-arbítrio, o que na prática significa que nada vai rolar por si só, você terá de desejar ardentemente colocar em funcionamento o que sua alma informou e enfrentar todas as circunstâncias do mundo apostando com confiança no que a alma informou, além do que, sem excessivo apego aos resultados. Esta é a fórmula de tamanha simplicidade que até a mais simples das mentes pode entender. Nada vai acontecer por si só, o progresso e a abertura da visão do Plano Maior em que todos nos movimentamos e somos precisam ser desejados ardentemente e postos em prática com ousadia.

Labels:


This page is powered by Blogger. Isn't yours?