Friday, May 31, 2013

 

Oscar Quiroga - 1969

Um berro, porque ninguém é de ferro


De vez em quando um berro, nem que seja abafado por um travesseiro, porque, afinal, ninguém é de ferro e a existência civilizada nos oprime com injustiças, agregando-se a essas o enlouquecimento dos que supostamente nos deveriam proteger, mas que nos julgam com severidade e se esquecem dos sacrifícios que foram feitos. Há necessidade de alívio, tente encontrar o seu, mas tendo o cuidado de que sua legítima necessidade de alívio não produza problemas, que seja apenas alívio, porque ninguém é de ferro e porque até o ferro enferruja e se desintegra. Enquanto isso, preservar a confiança de o Universo ser uma rede interestelar de conexões amorosas que distribuem vida da melhor qualidade.

Labels:


Thursday, May 30, 2013

 

Oscar Quiroga - 1968

Conexões cósmicas


Amar é tornar-se consciente das conexões que o Universo faz ao permear todas as coisas e todos os seres, sem distinção. Por isso, quando amamos navegamos em alegria, achamos tudo lindo, ao passo que quando existimos desprovidos de amor segregamos a parte do mundo que achamos desprezível e tentamos nos isolar no círculo restrito de nossos prazeres. O Amor está sempre disponível, não é um acontecimento, mas uma escolha. O Amor não é algo que se recebe, é algo que se oferece, é o empenho em tornar nossas presenças parte ativa da cósmica rede de distribuição de Vida. As conexões estão todas aí, não foram inventadas pela internet. Pelo contrário, a internet é o claro sinal de que, dois mil anos depois de o Mestre Jesus ensinar o papel das conexões, nossa humanidade começa a ver claramente o verdadeiro significado do acontecimento.

Labels:


Wednesday, May 29, 2013

 

Oscar Quiroga - 1967

Os três amores


Amor. Há o amor puramente instintivo, dos hormônios e orientado fisicamente. Há o amor humano, mais abstrato e complexo, que além das atrações e repulsões físicas abrange princípios morais e éticos, a necessidade de oferecer proteção a alguém e também de recebê-la, o amor humano que se pauta pela construção de vínculos que contribuam a preservar a sociedade humana no seu melhor estado possível. Há, acima desses, o amor Divino, a irradiação das conexões cósmicas que são independentes de atrações e repulsões, manifestam a Vida Una que permeia e sustenta tudo em Ordem Constante e de forma indestrutível. De tempos em tempos caminha entre nós um exemplo desse Amor Divino e sua influência perdura ao longo dos milênios, ficando para nós, humanos, a dura tarefa de fazer o melhor possível para nos elevarmos nessa direção.

Labels:


Tuesday, May 28, 2013

 

Oscar Quiroga - 1966

Coração faminto


Teu coração faminto de uma elevação que rareia nos relacionamentos sociais não precisa se preocupar, pois se continuar a proteger as regras básicas da vida, por elas será protegido e conduzido, de forma inexorável, à fonte dos nutrientes, à vida da vida, à glória da alma. O melhor e o pior se misturam em teu próprio ser e tua mente tem de administrar os paradoxos e incongruências de tal forma a fazer, na hora necessária, as escolhas que conduzam teus pés na direção da elevação, ou do contrário seguir, pela inércia, no sentido da abjeção. Que teu coração esteja faminto de elevação é uma graça, pois apesar dos momentos de angústia será essa fome a que garantirá que não te perderás, que apesar dos pesares e de te deixares carregar, às vezes, pela inércia, que apesar de tudo continuarás almejando o melhor do melhor, o Divino.

Labels:


Sunday, May 26, 2013

 

Oscar Quiroga - 1965

Vínculo misterioso


E se começar a bater uma saudade estranha, a de um lugar que desconhece, a de um relacionamento que nunca aconteceu, a de uma felicidade que não experimentou, passe o mais rapidamente possível através da surpresa que isso provocar e enxergue nisso um vínculo misterioso que conecta sua presença particular com dimensões vastas e sofisticadas de experiência. Este não é um momento comum, há todo um alinhamento cósmico em marcha e, também, se agrega a esse o esforço de participar desse alinhamento desempenhado por Seres que para nós são ainda personagens mitológicos ou caracteres de historinhas de criança. Acontece apenas que nossa espécie humana é partícipe ativa desse alinhamento também e, por isso, aí está você se perguntando a respeito do tipo de sensações e imaginações que invadem sua consciência.

Labels:


Saturday, May 25, 2013

 

Oscar Quiroga - 1964

Lua cheia mais importante do ano


Esta é a Lua Cheia mais importante do ano, pois além do alinhamento mensal de Terra, Sol e Lua esse se estende à constelação das Plêiades, sede da estrela Alcyone, tida como o Sol central ao redor do qual giram sete sistemas solares, o nosso dentre esses. Além do alinhamento cósmico, que não é meramente um fenômeno físico, há o esforço de alinhamento de três centros de distribuição de Vida em nosso planeta; Shambala, que é onde a Vontade Divina é conhecida, a Hierarquia Divina conhecida como Fraternidade Branca, que é o centro ativamente distribuidor da Vontade, e a espécie humana, o instrumento de ação da Vontade, que ainda tem muita dificuldade para funcionar de acordo com seu papel cósmico, mas que representa esperança de maior glória a ser experimentada quando nossas consciências reconhecerem para que existem.

Labels:


Friday, May 24, 2013

 

Mensagem de Mãe Maria


Amados Filhos,

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

Muitas alterações estão acontecendo em vossa Mãe Terra, alterações que atingem vossos corpos, geram confusão em vossas mentes e muita ansiedade em vossos corações.

Cada vez mais o mundo da confusão perde seu sentido; as certezas que ele oferecia já não são mais tão certas, a segurança já não mais existe, o dinheiro cada vez perde mais seu valor, a riqueza – sinônimo de “ter” - já não impõe mais respeito, reverência ou temor. 

Os valores de vosso mundo passam por uma enorme transformação, transformação que também ocorre em vossas mentes, em vossos sentimentos e em vossas ações.

O que era importante no passado perdeu seu valor, e o ser humano tem muita dificuldade em se despojar das coisas do passado para dar espaço a um presente totalmente novo, onde o importante não é “ter”, mas sim “ser”.

A par desse emaranhado de contradições que experenciais, precisais tomar consciência que todos os seres que habitam a Mãe Terra passam por um bombardeio energético nunca antes ocorrido em vosso mundo.

Vossas células recebe continuadamente o impacto da nova frequência de luz que se instala em vosso planeta, e esse impacto é sentido como transtornos físicos, dores musculares e, principalmente, desequilíbrio das emoções.

Não vos desesperais, amados! Todo esse bombardeio energético tem a finalidade de elevar vossas vibrações, para que possais compreender a nova ordem que se instala neste novo tempo, a Ordem Divina, onde todos precisam redescobrir seu verdadeiro papel reajustando sua trajetória para estar, finalmente, no lugar certo do tempo certo.

Para isso é premente que possais aceitar todas as mudanças que a vida vos impõe, e aceitar mudanças exige que possais sair da inércia - onde a vida passa inexorável sem vossa interferência, sem a manifestação do vosso querer - para resgatar o enorme dom que Deus vos deu, o poder de escolher, em qualquer circunstância, em qualquer situação.

Escolher, amados, escolher cada pequeno detalhe do vosso dia a dia, escolher e agir, agir pelas mãos de vossos corações, que liberam todos os ensinamentos que vossas almas acumularam ao longo de vossas jornadas, mostrando claramente o que serve e o que não serve para cada um de vós.

Não existe um único caminho, lembrai-vos; existem caminhos, caminhos que neste tempo já não se revelam como um labirinto onde não sabeis onde vai dar, mas sim caminhos que vos levam para a concretização do vosso objetivo maior, caminhos que vos levam de volta ao lar, o vosso lar, o lar de todos que convosco evoluem na Mãe Terra.

Através de vossas escolhas reencontrareis vosso verdadeiro caminho, recobrareis vossa verdadeira identidade e enxergareis vosso verdadeiro papel no novo mundo; assim podereis contribuir com a parte que vos cabe compartilhar, para que nada falte a ninguém, para que todos recebam o que é seu por direito.

Vivenciar a plenitude do mundo novo exige uma total mudança de valores, exige deixar os falsos valores do mundo da ilusão para trás, exige o despertar da compreensão de que sois parte de um todo, e já é tempo de viver em harmonia e equilíbrio com o todo, recebendo o que vos é de direito e liberando o que não representa vossa parte sabendo que é parte de alguém, e esse alguém espera resgatar sua parte na herança do Pai para também ser feliz.

É hora de desanuviar vossas mentes e corações, deixando de lado tudo que é supérfluo para o cumprimento do propósito de vossas almas, buscando resgatar a simplicidade da vida que só pode ser revelada pelo resgate da Sabedoria Divina.

Vosso saber encontra-se enraizado em vosso DNA, e, com ele, vosso rejuvenescimento e vossa imortalidade, vossa plenitude e vossa harmonia, vossa unidade e vossa paz.

O caminho para a reconquista da felicidade é simples, amados!

Basta colocardes vossa atenção em vosso coração, deixando que vossa alma vos aponte o caminho, vos ajude a decidir, vos dê alento, esperança, vos ajude a reconquistar a alegria que gera amor, e, reconquistando o amor tudo se abre para vós, todos os caminhos, todas as verdades, toda a plenitude resultante do árduo trabalho de resgatar a compreensão de quem verdadeiramente sois, e o porquê de estardes no mundo da ilusão. 
     
Bem amados, o tempo em vosso mundo da ilusão escoa inexoravelmente para dar lugar ao novo tempo.

Correi, pois na busca da concretização do vosso propósito, agindo com muita fé e determinação, buscando sempre estender a mão, não importa para quem, não importa o porquê, mantendo sempre aberto vosso coração, para que vossas almas finalmente se sobreponham aos vossos egos, e a vida na Mãe Terra seja o reflexo do paraíso perdido há tantos éons.

Bem amados, que vossas orações sejam o combustível a impulsionar vossas vontades de seguir em frente, e que vossas dúvidas, vossas dores do passado, vossas incertezas deem lugar a verdade de que viestes para vencer, eis que sois um guerreiro da luz que não aceita nada menos do que o Amor, a Unidade e a Paz.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.

SP-20/05/2013-Mensagem de Mãe Maria recebida por Jane M. Ribeiro.

Labels:


 

Oscar Quiroga - 1963

Vida maior


A Vida é maior do que nossa capacidade de entendê-la, mas antes de você imaginar que isso signifique que estejamos condenados ao exílio ou reduzidos à insignificância, conduza seus pensamentos à ideia de termos direito de participar de sua grandeza e, também, de sermos devidamente equipados para percebê-la, requerendo apenas treinamento e ajuste para irmos além da ignorância em que nossas consciências estão mergulhadas. Anualmente, na Lua Cheia de Maio, acontecem diversos alinhamentos cósmicos que são aproveitados pelos Seres que transparecem a faísca Divina para derramar bênçãos e glória sobre todos os reinos que evoluem em nosso planeta. A maior ou menor receptividade a essa glória determinará se o resultado será violento ou magistral.

Labels:


Thursday, May 23, 2013

 

Oscar Quiroga - 1962

Consciência sem alternativa


Uma consciência que funcione sem alternativa para a oscilação constante entre as simpatias e as antipatias se expõe inevitavelmente a ser controlada através de um sistema de recompensas e castigos. Prefere as recompensas e as busca freneticamente, mas não raramente se depara com o oposto, os castigos, e se lamenta amargamente por esses acontecerem, sem se deter a observar que não poderia ser diferente, já que antipatias e simpatias, castigos e recompensas nada mais são do que os lados opostos de uma mesma experiência existencial, a de uma consciência que desconhece a alternativa para essa oscilação. E qual seria essa alternativa? Para começo de conversa é imprescindível que a consciência enxergue além de si mesma, que ao fazer isso se retire do centro do Universo, como se a vida tivesse começado com seu nascimento e fosse acabar com sua morte.

Labels:


Wednesday, May 22, 2013

 

Tomografia e Câncer


As máquinas de tomografia, assim como as de raios-X (abreugrafia), usam radiação eletromagnética ionizante, que introduzem defeitos (prejudicam) todas as células do nosso corpo, independente da idade da pessoa. Mulheres são rotineiramente aconselhadas a fazer tomografia das mamas todo ano, o que vai aumentando paulatinamente a probabilidade de elas desenvolverem câncer de mama (seio), já que os efeitos negativos da radiação ionizante vão se acumulando com o tempo. Em crianças e jovens, com tecidos ainda em formação, esse efeito é ainda mais grave. Deveríamos também questionar o tratamento padrão de câncer usando radioterapia (com radiação ionizante), já que isso também contribui para o surgimento de câncer (que está se querendo curar!). Acredito, também, que o número enorme de vacinas que são dadas logo após o nascimento de crianças, é uma prática (imposta pelo governo) que traz muitos prejuízos aos recém-nascidos, mas infelizmente ninguém questiona esse procedimento temerário. Abaixo vai mais um artigo [1] que comprova o efeito negativo da tomografia (uma técnica alternativa passiva, totalmente segura e que pode ser usada em certos casos - como para detecção de câncer - é a termografia).

Tomografia eleva o risco de câncer em crianças e jovens
Estudo com 10,9 milhões de pessoas viu incidência 24% maior de tumores entre os submetidos aos exames 

Risco absoluto de ter a doença é baixo; foram 46 casos a cada 10 mil pessoas seguidas por uma média de dez anos

Crianças e adolescentes que se submetem a tomografia computadorizadas (exame com nível de radiação maior do que um raio-X) têm risco 24% maior de desenvolver câncer do que aqueles que não fizeram o exame.

É o que aponta o maior estudo já feito sobre o tema, com um grupo de 10,9 milhões de pessoas de até 19 anos da Austrália.

Desse grupo, 680 mil fizeram tomografias ao menos 12 meses antes de um diagnóstico de câncer, para excluir os exames feitos durante a investigação da doença. Os voluntários foram acompanhados por nove anos e meio.

O risco absoluto de câncer, porém, permanece baixo. Em um grupo de 10 mil jovens, espera-se que 39 casos de câncer ocorram em dez anos. Se cada um deles fizesse uma tomografia, sete casos a mais apareceriam.

A preocupação com as crianças é maior porque seus tecidos ainda estão em formação, o que as torna mais suscetíveis às doses de radiação (e de vacinas...). A chance de elas repetirem o exame e acumularem os efeitos danosos ao longo da vida também é grande.

Recentemente, outras pesquisas apontaram o risco elevado de câncer em jovens que haviam feito o exame.

No entanto, segundo os autores do novo estudo, publicado no periódico "British Medical Journal", especialistas em radiação (ionizante) ainda questionavam a validade dos resultados e havia incerteza sobre o risco de câncer ligado à tomografia.

Especialistas dizem que o novo trabalho confirma e consolida as informações que já existiam a respeito.

"É um trabalho importante porque havia controvérsia sobre esse risco", diz Lisa Suzuki, radiologista do Hospital Infantil Sabará.

O estudo mostra um risco aumentado para tumores sólidos (de cérebro, pele, tireoide, trato urinário, órgãos digestivos, etc), leucemia e outros cânceres linfoides, em especial quando a exposição à radiação aconteceu antes dos cinco anos de idade.

Segundo Suzuki, campanhas internacionais e protocolos já sugerem a redução da radiação para crianças.

No Hospital Sabará, por exemplo, existe o plano de criar uma "carteira de radiação", nos mesmos moldes da de vacinação, para anotar os exames aos quais a criança foi submetida. Esse controle deve ser lançado no segundo semestre deste ano.

Marcos Menezes, coordenador do Centro de Diagnósticos do Hospital Sírio-Libanês, afirma também que os tomógrafos modernos podem ter uma dose de radiação 16 vezes menor que a dose padrão.

"O paciente tem direito de saber e questionar o tipo de tecnologia e a dose de radiação que vai receber e comparar para fazer uma escolha melhor", diz (escolha termografia, se possível...).

Cecília Maria Lima da Costa, diretora do setor de oncologia pediátrica do A.C. Camargo, diz que exames que não usam radiação (ionizante), como a ressonância magnética (ecografia, termografia, etc), têm ganhado mais espaço nessa faixa etária, mas, em alguns casos, a tomografia é essencial, como em traumas e acompanhamento de câncer (que pode ser acompanhado por termografia: o tecido canceroso emite uma temperatura diferente dos tecidos sadios circunvizinhos).

"É preciso pesar risco e benefício. Se for essencial, vale a pena correr esse risco pequeno", afirma.

O consenso é de que a indicação do exame tem que ser precisa, para evitar radiação desnecessária.

"É preciso ter bom senso dos dois lados. Há pais que insistem para que os filhos façam exames mesmo quando o médico acha que não é indicado, e há médicos com a sensação de que os exames resolvem tudo", diz Suzuki.

Hoje não há um limite de quantos exames uma pessoa pode fazer em segurança. Quanto menos, melhor.

Referência:
[1] Mariana Versolato, Tomografia eleva o risco de câncer em crianças e jovens, Jornal Folha de S. Paulo, Seção Saúde+Ciência, pg. C7, 22 de maio de 2013.

Labels: , , , , , , , ,


 

Oscar Quiroga - 1961

A investigação continua


Os diálogos que a mente faz consigo mesma vão, dia a dia, consolidando a decepção e a falta de alegria de viver, um nutriente tão fundamental quanto a água ou o sal. Os mesmos diálogos, porém, confirmam que a investigação da felicidade continua, que o ardor interior, que faz de cada humano ser quem ele é, está intacto. As circunstâncias, porém, são muito adversas, nada é fácil para quem protege a faísca divina, ao passo que as facilidades disponíveis estão todas contaminadas com a injúria e provocam desvio perigoso na direção da indignidade. E, no entanto, nada indica que nossa época atual seja mais perversa do que tantas outras, o que leva a crer que devamos continuar dando nosso melhor, já que aqui e ali se desenvolvem consciências geniais que lançam sementes capazes de equilibrar o jogo e apontar na direção de uma vida digna e saudável.

Labels:


Tuesday, May 21, 2013

 

Oscar Quiroga - 1960

Injúria e dignidade


Fazer a coisa certa num mundo que dá todos os exemplos do que é errado é, também, se expor ao opróbrio. Isso não garante que todas as pessoas submetidas ao opróbrio sejam dignas, apenas que a dignidade perdeu espaço e se converteu em moeda rara, circulando nos relacionamentos informais, onde a faísca divina é preservada apesar do ciclo de injúria que domina os aspectos empresarial, político e institucional do mundo. Apesar da nítida impressão de estarmos abandonados à própria sorte neste nosso belo e assustado planeta, isso não é fiel reflexo da verdade. Somos amparados e protegidos na mesma medida em que amparemos e protejamos nossos semelhantes dentro de nossos alcances e possibilidades. E se a grande maioria é seduzida pela injúria e a reproduz despudoradamente, bem, que o Divino os perdoe, pois francamente não sabem o que fazem.

Labels:


Monday, May 20, 2013

 

Oscar Quiroga - 1959

Cisão absoluta


É aí está você, uma alma empenhada em fazer a vida dar certo, respondendo positivamente ao impulso do progresso, em franco movimento de se autoconhecer, de doar carinho e amor a alguém, enfim, fazendo tudo que é direito e também obrigatório para levar uma vida digna. Enquanto isso, o mundo consolidado nas estruturas políticas não parece dar a mínima com leis nem com o esforço cotidiano de quem tenta levar uma vida digna, esse mundo já perdeu todo o pudor que outrora varria os escândalos para baixo do tapete, agora é tudo escancarado e nada importa que tudo seja exposto, um cansaço milenar parece ter tomado o lugar da consciência democrática que levaria todos à rua numa revolta sem precedentes. A cisão é absoluta, você continua se esforçando para levar uma vida digna, esse mundo se empenha em sustentar todos os tipos de indignidade.

Labels:


Sunday, May 19, 2013

 

Oscar Quiroga - 1958

O que fazer nessa hora?



Permanecer imperturbável enquanto o mundo desaba e os seres queridos enlouquecem requer um tipo de encorajamento que não pode vir de fora, das circunstâncias, mas de um desabrochar do espírito que até então se mantinha preso a conceitos distorcidos. Chega-se a esse instante com a alma destituída de glória, independentemente de a termos conquistado no mundo. O que se perde nesse momento não é nada além do que nos conduzia à perdição, ao isolamento que considerávamos nossa segurança, com tudo em cima. Porém, o mundo desaba e os outrora seres queridos enlouquecem, se voltam contra você, fustigam você e estendem a insidiosa armadilha para que você também enlouqueça. Como manter a cabeça no lugar nessa hora? Não há uma fórmula pronta nesse sentido, você terá de experimentar e arriscar, mesmo que sua tentativa seja errada e distorcida.

Labels:


Saturday, May 18, 2013

 

Oscar Quiroga - 1957

O sagrado


É completamente possível que você receba mensagens explícitas do mundo divino e que essas passem despercebidas, ou pior, que por não entender sequer uma letra do que é informado que você as despreze. Acontece que o mundo divino é incompreensível até que nós, humanos, nos tornemos capazes de identificá-lo e experimentá-lo em nós mesmos, em nossas vidas normais. A ignorância, raiz da qual se alimentam todas as outras ignorâncias, consiste em imaginar que a vida espiritual seja algo distante e desvinculado de nossas existências cotidianas, algo tão sobrenatural que só entidades muito especiais conseguiriam experimentá-la. Todos os seres humanos são devidamente equipados para perceber o sagrado, assim como também todos temos o direito de experimentá-lo.

Labels:


Friday, May 17, 2013

 

Mensagem de Mãe Maria


Amados Filhos,

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

Tempo de grandes mudanças, tempo de reconhecer que vossa realidade nada mais é do que o reflexo de vossas escolhas conscientes ou inconscientes, e assim tem sido ao longo de vossa jornada na Mãe Terra.

Muitas vezes escolhestes mal ao longo do caminho, e hoje a vida vos oferece a oportunidade de corrigirdes os erros do passado através da manifestação do amor incondicional.

Para tanto é preciso deixar fluir toda gama de sentimentos e emoções, que ainda se encontram represados em vossas mentes e corações, e mergulhar no silêncio para que possais permitir o despertar do amor em vossos corações. 

Lembrai-vos que cada ato de amor expressado em vosso mundo cura dores e desacertos do passado, e é preciso que possais reconhecer e liberar vossas dores, para que a energia de compaixão, que permeia vosso planeta neste tempo, torne possível a compreensão e a transmutação de todos os limites que vos impingistes ao longo de vossa longa caminhada.

Todo esse processo exige de vós, antes de tudo, o emergir da verdade. 

Só reconhecendo a verdade de vossa origem e de vosso propósito podereis atrair a perfeição.

Sois perfeitos potencialmente, eis que vossa essência é a mesma essência do Criador.

Manifestar essa perfeição é o objetivo que vos trouxe a Mãe Terra, e este é o tempo para concretizar vosso propósito.

Segui, pois, vosso caminho, aceitando a responsabilidade por vossos atos do passado, reconhecendo o quanto vos afastastes da luz de Deus que existe em vós, percebendo quanto poder destes ao vosso ego, quanta ilusão alimentastes por não enxergar a verdade, quanto limite criastes, quanta dor desencadeastes, quantas injustiça gerastes.

Este é o tempo de saldar todos os vossos débitos, e eles são saldados na medida em que vossa compreensão vos leva a manifestar amor, o amor que gera a frequência onde permeia a plenitude, onde tudo é perfeito, onde não existe separação.   
Essa é a troca justa, a troca que gera equilíbrio, a troca que revela a fraternidade, a troca que permite a todos receber o que é seu por herança divina.

Ninguém chega ao Pai senão pelo caminho do amor, e o caminho do amor só se abre para os justos de coração, para aqueles que já compreenderam o sentido maior da palavra “família” e, tendo compreendido, sempre estendem a mão, sempre olham para este mundo com os olhos do coração, que nunca faz qualquer distinção.

É tempo de reconhecer vossos irmãos como aliados que tornam mais fácil a concretização do propósito divino na Mãe Terra.

É tempo de olhar para a Mãe Natureza e agradecer tudo que Ela vos oferece diuturnamente.

É tempo de reverenciar o solo sagrado que pisais, e todos os seus habitantes.

É tempo de oração, tempo de resgatar essa linguagem tão poderosa que permite a união do profano com o divino.

É tempo de exercitar a justiça divina, nunca transigindo com a verdade de que sois todos Filhos de Deus.

É tempo de Redenção!

Render-vos ao Divino vos faz contemplar a perfeição da Criação, a perfeição do que vós sois, eis que sois parte da Criação, a perfeição que revela a imortalidade e a torna possível a todos vós.

Que a gratidão brote em vossos corações, gratidão pela vida que vos foi ofertada pelo Pai, gratidão por este momento sagrado que vivenciais em vosso planeta, gratidão pela compreensão, pelo discernimento, pela fé que vos fez crer que sois Filhos de Deus, gratidão por todas as pessoas que vos cercam e que são vossos espelhos, gratidão a Deus-Pai-Todo Poderoso que somente traz bênçãos para vossas vidas.

Bem amados, que o amor prevaleça em vossos corações, que a alegria seja a tônica de vosso dia a dia, que a esperança alimente vossa determinação de seguir sempre em frente, e que a força da vida alimente vossa certeza no ser imortal que sois.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.

SP-13-05-2013-Mensagem de Mãe Maria-10-2013 recebida por Jane M. Ribeiro

Labels:


 

Oscar Quiroga - 1956

O momento da verdade


A hora chegou e você constata que foram seus passos os que conduziram até aqui e agora, ao momento em que você percebe que sua alma ficou presa no labirinto de desejos, anseios, frustrações e tolices que foi sendo construído sistematicamente ao longo dos anos. Nesse momento é melhor não ouvir nenhuma frase do tipo "tudo vai melhorar", pois soa como um insulto. Nada disso! Nesse momento é melhor aceitar o amargor da boca, a realista verificação dos erros e exageros cometidos, já que só assim se poderia fazer algo eficiente que impedisse a repetição no futuro. É num momento como este que a alma humana constata também o quão sozinha se encontra, independentemente de estar rodeada de pessoas que ama e que a querem bem. É o momento da verdade, aquele pelo qual o temor e o anseio fez sua alma tremer de angústia em sonhos e pesadelos.

Labels:


Thursday, May 16, 2013

 

Oscar Quiroga - 1955

Pensar fora da caixa


É uma armadilha muito bem montada e da qual é difícil escapar. O discurso do Eu é fundamental, pois sem essa palavrinha não haveria solução de continuidade, você iria dormir e no dia seguinte teria de começar sua vida inteirinha de novo, já que não conseguiria integrar o ontem com o hoje ou com o amanhã. Ao mesmo tempo, o discurso do Eu acaba concentrando tantas funções que a mente humana se torna incapaz de pensar além de si mesma, na direção do que é comum a todos, essa dimensão fundamental que compõe a vida social, as cidades e a civilização. Tanto tempo se gasta no processo de autorreferência que não sobra energia mental para focar esforços na construção e cuidado do espaço público, de tão ocupados que estamos todos na tentativa de assegurar a nossa parte em particular. “Pensar fora da caixa” não é nada além do que pensar além do Eu.

Labels:


Wednesday, May 15, 2013

 

Oscar Quiroga - 1954

 
AS FORÇAS

A força das circunstâncias empurra você na direção de uma lista infindável de tarefas e obrigações, que você não tem vontade alguma de executar.
A força de vontade se contrapõe à das circunstâncias, e neste caso o astrólogo aqui sugere que você valorize um pouco mais sua vontade, pois isso poupará você de enfiar os pés pelas mãos.
Acontece que durante as Luas Vazias a objetivação de planos e execução de tarefas fica mais atrapalhada que de costume.
Ao mesmo tempo, distanciar-se dessa ciranda como efeito da própria vontade conduz você a uma situação excêntrica, a de pretender descansar no meio da semana útil, como se fosse feriado, onde já se viu algo assim? Está visto no reino da alma, sintonizada com um relógio muito mais sábio que o das engrenagens industrias.

Labels:


Tuesday, May 14, 2013

 

Oscar Quiroga - 1953

O impossível que é possível


Dizem que a perfeição seria impossível de conquistar e que, por isso, melhor seria que nos abstivéssemos de continuar essa busca. Enquanto isso, a perfeição é disponível na beleza de um entardecer de outono, no olhar amoroso de uma pessoa desconhecida que num relance parece compreender profundamente e se solidarizar com nossos sentimentos, a perfeição também é disponível no exemplo dos mestres artistas que fizeram obras maravilhosas, e a perfeição também é disponível em momentos fugazes, em que tudo corre de acordo com os planos. É necessário muito esforço mental para sustentar a cegueira que resulta de fingir que a perfeição é indisponível no mundo humano e que, por isso, melhor seria desintegrar esse anseio de uma vez por todas, para que não atrapalhe o conforto que a mediocridade seria capaz de oferecer.

Labels:


Monday, May 13, 2013

 

Como esvaziar a bexiga completamente


Para esvaziarmos a bexiga nós urinamos. No entanto, esta micção normal não costuma esvaziar completamente a bexiga de urina, principalmente em homens que possuem uma próstata aumentada (com hiperplasia prostática benigna, por exemplo). Uma técnica útil para esvaziar completamente a bexiga consiste no seguinte: após urinar normalmente, passe a mão levemente no final da coluna vertebral, na região sacral onde começa as nádegas. Você verá que, com isso, você conseguirá expelir ainda uma boa quantidade de urina. Experimente e confirme.

Labels: , , , ,


 

Oscar Quiroga - 1952

Busca de perfeição


É psicologicamente correto prevenir as pessoas contra a busca de perfeição, já que essa produziria decepções de todos os tipos e sentimento de inferioridade. Porém, não há incongruência alguma entre buscar a perfeição e não sermos capazes, ainda, de conquistá-la. Desistir seria melhor? Por acaso a desistência não abriria uma ferida no coração e o amargaria irreversivelmente? É melhor frustrar-se milhões de vezes, mas continuar buscando a perfeição, pois se essa pode ser pensada é também porque ela quer ser encontrada. E se por acaso temos de nos conformar com alguns instantes perfeitos e no fim da vida alinhavá-los num pequeno colar de, talvez, três miçangas apenas, serão essas as que terão feito a vida valer a pena. A busca da perfeição não é sensata, mas é a que produz evolução e constante aprimoramento.



Labels:


Sunday, May 12, 2013

 

Oscar Quiroga - 1951

A mãe divina


A Divina Mãe, o aspecto feminino do Divino, transformada em artigo neutro pela cristandade, que a chamou de Espírito Santo, é tudo que vemos, sentimos e percebemos, é a manifestação da Divindade, a glória expressa do corpo daquele em que nos movimentamos e somos. Venerar a Divina Mãe encarnada em nossas mães, que mediante suas vestes corporais nos forneceram o material original que compõe nossos corpos, é mais do que a obrigação de fazer o almoço para ela uma vez por ano, é uma necessidade cotidiana. A necessidade da veneração não se circunscreve à lembrança, que é boa, mas também atrapalha, pois se de lembranças vivêssemos não nos sobraria tempo para venerar nossas mães e através delas a Mãe Divina. A veneração é andarmos firmes no caminho da retidão, sermos pessoas melhores todos os santos e infernais dias da existência.

Labels:


Saturday, May 11, 2013

 

Oscar Quiroga - 1950

Os piores cegos


A Vida é e existe em toda parte e ao mesmo tempo, é onipresente, conhecedora da intimidade de todas as entidades inertes ou animadas do Infinito. Por que nossa humanidade, capaz de formular este pensamento, não é destra nessa percepção, afirmando a realidade de sua convivência social e civilizada nessa dimensão? É que realizar essa percepção implica renunciar à ignorância e nós, tão cheios de arrogância e petulância, nos agarramos à cegueira como se essa fosse a melhor percepção da realidade. Há os cegos impedidos de ver por limitações impostas pelas circunstâncias, que pela deficiência se autoestimulam a equilibrar o jogo com outra percepção. Há, porém, os cegos que não enxergam porque não o desejam, suas limitações não são impostas pelas circunstâncias, mas escolhidas livremente. Estes são os piores cegos.

Labels:


Friday, May 10, 2013

 

Oscar Quiroga - 1949

A ciranda sofredora


Se você não consegue o que quer, você sofre. Porém, se consegue o que quer, também sofre, pois tudo tem fim, as coisas terminam, se desgastam, decaem e finalizam, portanto, o que obteve será perdido, e assim você também sofre. Para quem vai logo imaginando que essa seria a mais pessimista das afirmações sobre a vida, sugiro deter a precipitação, pois essa é uma verdade enunciada por um ser humano que transcendeu essa ciranda perpétua do sofrimento, demonstrando com o próprio exemplo que há outra dimensão de experiência, além dos quereres, além dos caprichos, à qual todo ser humano tem direito e está devidamente equipado para percebê-la. Momentos longos de Lua Vazia como o de hoje confrontam nossa humanidade com a necessidade de transcender essa ciranda sofredora, vale a pena abandonar tudo para se dedicar a essa pesquisa.

Labels:


Thursday, May 09, 2013

 

Oscar Quiroga - 1948

Falta de realismo

 
Onde antes havia certezas surgiram dúvidas desoladoras, mas quem terá coragem de assumir, sequer para a própria alma, esse estado de ânimo mental que obnubila a visão da verdade? Quem poderá, com a mão no coração, confessar para si que acredita piamente haver algo que se chama verdade, mas que sinceramente não sabe onde essa está? Por falta de se posicionar numa atitude mais realista, nossa humanidade passa a fazer uso de sua capacidade argumentativa para justificar o injustificável e demonstrar o que não existe; uma perda de tempo, enfim, e o desperdício de recursos preciosos para comunicar e divulgar fantasias, nada além disso, fantasias apenas. Enquanto isso, onde a necessidade real dos recursos é requerida tudo continua às moscas, na imagem de uma civilização miserável. Todos temos nosso quinhão nesse processo, seja por omissão ou comissão.

Labels:


Wednesday, May 08, 2013

 

Oscar Quiroga - 1947

Fantasias


Fazer mentalmente a contabilidade de tudo que poderia ter sido se não tivesse acontecido outra coisa diferente, eis o exercício da fantasia! Como sobra vitalidade e nossa humanidade ainda não é destra na arte de pensar, gasta muito tempo nesse exercício da fantasia, que não apenas não leva a nada, mas que também produz uma espécie de labirinto subjetivo em que a alma fica confinada, aparentemente se deliciando com imagens lindas, do que poderia ter sido, não tivesse acontecido coisa diferente. Aceitasse a realidade dos fatos, lidasse com esses e procurasse, numa ocasião futura, fazer diferente, nossa humanidade não se deteria tão excessivamente na fantasia e, pelo contrário, a evitaria, pois constataria que ela a prende num lindo calabouço, mas calabouço enfim! O oposto da fantasia não é a chatice, mas a serenidade mental.

Labels:


Tuesday, May 07, 2013

 

Oscar Quiroga - 1946

Incompetência


A perpétua adversidade de não conseguir harmonizar seus anseios particulares com a necessária vida social, eis o nó de todas as questões. A incompetência reside aí, é o desdouro de nossa humanidade, nunca conseguir equilibrar direito essa balança que dia sim, dia sim também, pende mais para o lado dos anseios particulares sem, no entanto, conseguir satisfazê-los, o que faz a mente enxergar o suprimento das necessidades da convivência social com maus olhos, como se essas lhe negassem o direito de obter o regozijo esperado. Munida de bom senso, a mente imagina que conseguiria se dedicar a beneficiar os semelhantes quando estivesse bem provida, mas esse dia nunca chega, é o dia perpetuamente protelado a um futuro incerto.

Labels:


Monday, May 06, 2013

 

Oscar Quiroga - 1945

Assim a vida passa


O dia virá e já chegou em que sua alma conseguirá revisitar todos os medos sem experimentar a comoção emocional de outrora, a qual, agora vaga, diluída, solitária e inútil ecoa sem sentido. Nessa hesitação do que era antes uma certeza da impotência você obterá uma apreciação profunda do que significa estar vivo, experimentará uma clara vontade de alcançar outrem, de compartilhar, de oferecer calor, compreensão, aceitação, perdão, amor enfim. No momento seguinte, porém, a cegueira de novo, a ignorância desse profundo significado de estar vivo, o estranhamento onde antes havia familiaridade, a adversidade grudada nos pensamentos como sanguessuga, como uma coceira que não se pode coçar, porque se movimenta de forma errática. Assim a vida passa, assim o Inferno ocupa o lugar do regozijo, da alegria de viver.

Labels:


Sunday, May 05, 2013

 

Oscar Quiroga - 1944

Eternidade, por que não?


Quando o medo de perder corpo e alma para a morte inunda a mente humana, quando se atinge o instante em que saber que tudo termina destrói a alegria, nesse momento a alma humana recua, cheia de tristeza e desgosto. Assim, consciente de sua solitude e dor, violentamente apequenada diante da própria miséria, desolada pela miséria que também constata em seus semelhantes, nesse momento começa a buscar o Eterno, a razão mais elevada do propósito, da origem e do fim. Estupefata pelas constatações, sem perceber a alma ingressa num frenesi investigativo e desenvolve a reflexão, o discernimento entre o transitório e o permanente, fazendo isso em nome de se libertar desse imenso matadouro que parece ser a existência. Ingressar na eternidade, por que não? Afinal, se somos capazes de pensá-la, é porque ela deseja ser pensada. 

Labels:


Saturday, May 04, 2013

 

Oscar Quiroga - 1943

Realidade maior


Todos os seres humanos temos direito de, e somos devidamente equipados para perceber a realidade Infinita, porém, somos tão apegados aos nossos conceitos equivocados e limitados, ignorantes da realidade Infinita do Universo em que somos e nos movimentamos, que qualquer relance dessa o recebemos como ameaçador, o tememos e abominamos, sem sequer saber o que fazemos. Eis que surge a voz Divina a nos perdoar, porque não sabemos o que fazemos. Esse perdão perdeu sua vigência, porque de tantas investigações que fizemos e de tantos avanços que conquistamos, nossa humanidade não pode mais se autoproclamar inocente, não ignoramos mais que navegamos em realidades muito mais abrangentes, que desintegram, sim, o conceito de um Universo exclusivamente criado para nossa humanidade. Exclusiva era apenas nossa ignorância.

Labels:


Friday, May 03, 2013

 

Oscar Quiroga - 1942

Outra onda


Em algum momento, e Eu desejo que esse surja em breve, nossa humanidade terá de consolidar a ideia de que toda a educação precisa ser concentrada em treinar as mentes para pensarem em primeiro lugar no bem comum, em promover todas as atividades e comportamentos para que cada pessoa se dedique o tempo inteiro a beneficiar seus semelhantes. Esta é uma onda contrária à atual, mediante a qual somos treinados a pensar em nosso particular benefício para só depois, se sobrar tempo, nos dedicarmos ao bem comum. O grupo é mais importante que o indivíduo, eis uma frase que foi distorcida de todas as formas possíveis até se transformar num quase insulto. Essa afirmação não leva à anulação da individualidade, mas a colocá-la na sua real perspectiva, a de que todo indivíduo deve sua existência ao seio do grupo humano.

Labels:


Thursday, May 02, 2013

 

Oscar Quiroga - 1941

O grão de ouro


A vida pessoal é ameaçada e perturbada pela vida social? Seus deveres se contrapõem aos prazeres? Fique sabendo que isso não passa de ilusão de ótica! Os opostos que você chama de opostos são apenas diferenças. Por acaso o dia se opõe ao ano? De jeito nenhum! Assim mesmo acontece com sua vida pessoal e social, com seus prazeres e deveres, são medidas diferentes de uma mesma coisa, a Vida. Tudo isso foi sempre assim, a grande vantagem do tempo atual é que podemos conversar abertamente sobre tudo e nos ocuparmos em reinventar conceitos ultrapassados que estreitam nosso entendimento da realidade. Certamente isso também provocou uma complexidade que nos parece insuperável, de tão retorcida que é. Todos, porém, temos nosso quinhão nesse labirinto conceitual, que no seu coração disforme guarda o grão de ouro da libertação.

Labels:


Wednesday, May 01, 2013

 

Oscar Quiroga - 1940

O adversário


Dia sim, dia sim também, nossa humanidade está mentalmente ocupada em lutar contra adversários, aqueles outros, diferentes, que a atormentam porque suas presenças colocam em questão suas visões particulares. Cada um de nós constrói os próprios adversários e, certamente, somos adversários de outras pessoas. É a grande paixão humana, se contrapor às diferenças e lutar contra essas convencida de que ameaçam sua integridade. A ocupação mental e a sistemática consolidação de comportamentos cria, ao longo do tempo, entidades abstratas com vida própria. É o caso de Satã, o adversário mítico, resultado desse vício mental humano de imaginar que tudo está contra nós. Quem poderia vencer esse terrível adversário? Nós o criamos, nós teremos de desintegrá-lo, assumindo que nós somos nossos próprios adversários.

Labels:


This page is powered by Blogger. Isn't yours?