Sunday, November 30, 2014

 

Oscar Quiroga - 2480

Luz e lama


No mistério que unifica o que há de melhor e pior em ti reside a resposta que tanto procuras. Quando tua voz se ergue num discurso moralista a admoestar nos outros, nos sempre misteriosos outros, as transgressões das regras que pensas sagradas, na verdade sempre se encontra aí uma veia hipócrita que recalca em si o que ressalta nos outros. Isso é o que há de pior em ti e não cabe discussão a esse respeito, poupemo-nos de a hipocrisia se estender, agora travestida de argumentos astutos. Constata tua realidade, aceita-a porque assim te conduzirá a essa ponte que buscas, na maior parte do tempo sem saber que a buscas. Reconhece que o mundo é como é porque nós, humanos, assim somos, feitos de lama suja e luz gloriosa.

Labels:


Saturday, November 29, 2014

 

Oscar Quiroga - 2479

Destino


Encontrarás teu destino mesmo que tenhas optado por transitar pelo caminho onde o evitarias. Assim é o destino, inviolável. Olha teu coração com seriedade, mas com a alma desprovida da severidade das críticas. Observa que em teu coração há fulgores e horrores misturados em medidas diversas. Observa teus orgulhos e teus dissabores, tuas forças e tuas fragilidades, observa e aceita tudo, essa complexidade é teu destino, é maior do que tua capacidade de compreendê-la e, por isso, mesmo que queiras evitar teu destino, não poderias evitar encontrar a ti mesmo em alguma encruzilhada da existência. Melhor adiantar-te a esse encontro e produzi-lo intencionalmente, nada negando a teu respeito, confessando cada segredo a tua própria alma, aceitando que buscas encontrar-te para libertar-te de ti.

Labels:


Friday, November 28, 2014

 

Oscar Quiroga - 2478

Tua obrigação


Porque nasceste e possuis refinados veículos de percepção e ação tens a obrigação de não conformar-te com as explicações oficiais sobre a realidade, nem tampouco abraçar bandeiras só porque sejam antigas e tradicionais. Tampouco deves aceitar as coisas como são só porque assim são feitas o tempo inteiro e a grande maioria as reproduz, Tu não és uma alma reprodutora, Tu és uma alma criadora e a cada momento isso te responsabiliza a colaborar com teus semelhantes no esforço de realizar o mínimo de tuas percepções a respeito do que seria melhor fazer para instaurar uma civilização decente, que promova a felicidade da maior quantidade possível de pessoas, sem que isso signifique prejudicar alguém intencionalmente.

Labels:


Thursday, November 27, 2014

 

Oscar Quiroga - 2477

Teu amor


Teu amor deseja ser de alguém, só assim fará sentido e cumprirá seu objetivo, pois sem ser de alguém teu amor não será tão amoroso, precisa ser amado e ponto final, o que haveria para discutir? Porém, se discutir ainda queres, então reconhece que não é de amor que queres falar, mesmo porque falar de amor seria perder o tempo em que esse cumpriria seu destino, que é ser de alguém, amar e ser amado, nada além, nada aquém. Ainda queres discutir? É porque colocaste teu intelecto acima de teus sentimentos, és produto de nossa época, deixas que o espírito de tua época pense por ti em vez de abrir-te com sinceridade a como funcionas, como és de verdade. Tuas emoções são radicais e inconfundíveis, já teus pensamentos são todos ambíguos e escorregadios. Ainda queres complicar-te? Segue teu caminho.

Labels:


Wednesday, November 26, 2014

 

Oscar Quiroga - 2476

De que se trata?


Não se trata mais da economia, trata-se de que nossas vidas tenham sabor, sentido, espaço e tempo que não são encontrados em prateleiras de supermercados ou em catálogos. Trata-se de orientar-se pelos pontos cardinais do coração, aceitar e compreender nossa humanidade, nossa complexidade, nossa ambiguidade, nosso trânsito cotidiano e sistemático pelo sagrado e pelo profano simultaneamente. Trata-se de construirmos uma existência mais sincera e adequada às nossas verdades, que não são relativas, são as mesmas verdades para todos, são verdades humanas. Não tentes compreender essa humanidade como se não fosses parte dela, observa tuas vísceras, aceita os cantos desprezados de tua presença. Tu és o horror e também a esperança.

Labels:


Tuesday, November 25, 2014

 

Mensagem de Mãe Maria - 19/2014


Amados Filhos,

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos mentes e corações.

As alterações energéticas por que passam todos vós, e vosso planeta, trazem à tona todas as emoções que não foram ainda liberadas, e que impedem a sintonia perfeita entre todas as formas de evolução que habitam vossa Mãe Terra.

É tempo de “deixar ir” tudo que não seja a manifestação da perfeição que precisais manifestar, para mergulhardes definitivamente na Idade de Ouro que já é uma realidade em vosso mundo.

Buscai, pois, a introspecção, o silêncio mental, o mergulho no âmago do vosso ser, para que possais ter um vislumbre do que está por vir, para que possais enxergar as amarras que ainda vos prendem no mundo da ilusão, para que possais resgatar vossa verdadeira identidade, libertando-vos dos apegos que vos retém neste trecho da jornada, para que possais seguir em frente, sem carregar ilusões, limites, apegos, dores e frustrações e, assim, vos reintegrar a todas as formas de vida que, como vós, buscam a unidade, buscam a perfeição, buscam a abundância infinita que se mantém disponível a todos aqueles que já reaprenderam como acessá-la, como dela se nutrir e como compartilhar. 

O ser humano precisa transmutar o ódio, a indiferença, o egoísmo, a separação, e esta tarefa é um imenso desafio, mas precisa ser enfrentada, para que a escuridão em que ainda estais mergulhados, pelo poder ainda exercido por vossos egos, possa se dissipar definitivamente da vida dos Filhos da Luz.

Como vencer esse desafio, perguntais?

Lutando para dissolver a separação que vos remete ao “outro”, buscando reconhecer que o outro é parte de vós, e que muitas dessas partes são claras como a luz do sol, que vos ilumina, vos aquece, vos faz feliz, mas outras são negras como uma noite sem estrelas e nem luar, e que para enxergardes nessas noites escuras é preciso que possais acender vossa luz, a luz que potencialmente existe dentro de vós, para que enxergando com nitidez possais mudar o que vos causa dor, repulsa, sofrimento, transformando a fria escuridão que vos faz sentir medo, revolta, a escuridão que vos limita e vos torna vulnerável a todo tipo de ilusão, em um campo aberto onde a luz, e só a luz, preenche todos os espaços.

A luz é a única força que vos leva a manifestação do amor, e o amor é o alimento sólido que abastece vossas almas, que nutre vossas essências, que faz renascer o homem-mulher crístico que trabalha pelo bem comum, que estende a mão para sempre compartilhar, que renasce a cada instante para mergulhar na plenitude que alimenta, abençoa, aquece, sustenta e sacia, a plenitude que revela a compreensão que precisa embasar a vida dos habitantes do vosso planeta, para que desmoronem todas as barreiras que ainda vos separam em raças, religiões, credos e cores, barreiras que dividem ricos e pobres, poderosos e escravos, homens e mulheres.

Não é mais tempo de dividir, amados, este é o tempo de “somar”.

Somar esforços, para que as diferenças se dissolvam na luz do amor, para que homens e mulheres se deem as mãos e se completem, para que os poderosos percebam que o poder foi a eles concedido para que criassem oportunidades para que todos pudessem resgatar sua verdadeira parcela de poder, dissipando assim a escravidão que mantém tantos irmãos mergulhados na dor e no sofrimento, na escassez e na desesperança daqueles que desconhecem o verdadeiro sentido da palavra “viver”.

A força infinita do Pai que brota de tantos corações faz renascer a esperança de que o mundo é de todos e para todos, e que é tempo de viver o mundo da igualdade eis que no mundo das diferenças ninguém pode ser feliz.

Só é feliz aquele que ajuda seus pares a serem felizes.

Buscai, pois, ajudar vossos irmãos a despertarem para a verdade de que sois todos irmãos, e que todos tem os mesmos direitos e deveres, todos vieram a este planeta não para manifestar egoísmo e separação, mas sim para estender a mão e exercitar a solidariedade que leva os que já subiram um degrau a dar a mão para que outros também possam subir na escada da evolução.

 Bem amados, a verdade se faz presente neste tempo, e dela emerge a Justiça Divina, justiça que restaura o equilíbrio, justiça que sabe que cada ser vivente é detentor de uma parcela da Plenitude Divina, e essa plenitude precisa ser vivenciada por todos. É tempo, pois, de “abrir mão” de tudo aquilo que representa excesso em vossa jornada, para que todos possam receber o que é seu por Direito Divino, permitindo a todos os habitantes desse vosso planeta reconhecer e vivenciar a igualdade que manifesta a paz.

Bem amados, que vossas orações possam ser o instrumento que alimenta vossos irmãos com a compreensão de que o caminho precisa ser percorrido com consciência, amor e determinação, para que a nova Idade de Ouro se consolide rapidamente na vida de todos vós.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.

SP-24/11/2014-Mensagem de Mãe Maria-19-2014 recebida por Jane M. Ribeiro

Labels:


 

Oscar Quiroga - 2475

Reflexões de um homem


Em algum momento terás de colocar a mão no coração e fazer reflexões honestas ao teu respeito, por que não hoje? Nada ocultes de ti, nada maquies, nada mascares, enfrenta tuas verdades, as puras e as impuras, com equanimidade. Tudo é parte de ti, todos os passos que deste te trouxeram até aqui e agora. Enfrentar tuas verdades é reconhecer que Tu não és quem deverias ser, Tu apenas és quem Tu és, uma mistura complexa de elevação e abjeção, de sagrado e profano. Tu buscas muitas coisas e encontras poucas, tens mais perguntas do que respostas, percebes mais do que consegues entender e ao fim de cada dia uma dor se avoluma em ti, a dor de reconhecer que apesar dos esforços não há como controlar absolutamente nada. Pois bem! Renuncia ao controle, experimenta viver sem nada controlar.

Labels:


Sunday, November 23, 2014

 

Oscar Quiroga - 2474

Assume o protagonismo


A partir deste momento solene tens o resto de tua existência para cumprir o que pretendes, mesmo que não tenhas nem sombra de ideia do que seria isso. Nada te exime da responsabilidade de realizares o que pretendes, nem sequer a inconsciência na qual tentas te ocultar; nasceste e isso confirma que algo pretendes. Quando a angústia aperta menos tua garganta e coração te tornas capaz de enxergar, mesmo que de forma difusa, um panorama no qual sabes ser uma alma protagonista, um cenário no qual Tu aconteces. É isso, precisas abandonar o convencimento de que as coisas acontecem, pois na verdade Tu aconteces; tua alma não é influenciada, ela irradia uma influência. Assume o protagonismo, esse será o passo principal que darás para entender qual é o roteiro. Acontece! Assume o protagonismo!

Labels:


Saturday, November 22, 2014

 

Oscar Quiroga - 2473

Sol ingressa em Sagitário


Seria tolice afirmares que nada está bem, mas tão tolo quanto isso seria declarares que tudo está bem no melhor dos mundos. Tua existência se processa em graus variados de complexidade, melhor te acostumares a isso e parares de reclamar paz absoluta, essa só a experimentarás na hora do teu falecimento, mas não é isso que importa agora. O que interessa é que aceites a complexidade de tua existência, a simultaneidade de experiências fracassadas com outras bem-sucedidas. Esse é o panorama realista com que precisas lidar, atrevendo-te a continuar em frente com a alma orientada pelo espírito de aventura, imaginando que exploras terrenos virgens da realidade, nos quais há potencialidades que precisas desenvolver na tua relação com essa realidade. Vive sem medo, sem pudor, vive com ardor!

Labels:


Friday, November 21, 2014

 

Oscar Quiroga - 2472

O mundo é um palco


Tinha absoluta razão o bardo ao afirmar que o mundo é um imenso palco onde cada pessoa representa um personagem, pois, tal qual como numa peça de teatro Tu precisas inventar mentiras para poder dizer tuas verdades. Sim, é um paradoxo o tempo inteiro, já que as verdades seriam muito duras para ser expostas sem uma embalagem, e acontece que essa embalagem é uma mentira, talvez inofensiva, porém, não menos mentirosa por isso. A vida, contudo, não tem papas na língua nem compromisso com a aparência, é crua, nua e cheia de si, não por vaidade, mas por pura graça mesmo. De vez em quando, como hoje, tuas mentiras bem montadas são subvertidas pela Vida que te vive e, sem querê-lo nem como resultado de intenção, acabas expressando o que moraria dentro dos invólucros mentirosos aos quais te acostumaste.

Labels:


Thursday, November 20, 2014

 

Oscar Quiroga - 2471

A paixão


Renova teus vínculos emocionalmente intensos, faze os gestos que sirvam a esse propósito, e se por ventura te falta alguém com quem estabelecer essa dinâmica, não te preocupes nem angusties, Tu podes renovar a paixão erguendo tuas bandeiras, as causas pelas quais lutarias e, inclusive, darias tua vida alegremente. A paixão é algo maior do que ti, não te pertence, simplesmente passa através de tua consciência e te vincula a algo que é imensamente maior do que tua capacidade de compreendê-lo. Isso, porém, não te apequena, pelo contrário, te enriquece e te torna maior do que normalmente serias. Não admira, por isso, o quanto as pessoas buscam a paixão. Porém, essa não pode ser programada intencionalmente, acontece quando as condições são propícias e ponto final, ninguém a domina.

Labels:


Wednesday, November 19, 2014

 

Oscar Quiroga - 2470

Divide o dia em dois


Divide o dia em dois e organiza-te para aproveitar cada uma das metades. Na primeira metade produz e cumpre teus deveres, adiantando, inclusive, o que terias deixado para a tarde, pois esse será o tempo propício e auspicioso para seguir a lógica do mundo, na qual Tu és uma das tantas engrenagens que sustenta um método produtivo que ninguém, em seu são juízo, sabe bem para que serve nem tampouco, principalmente, a quem serve. Na segunda metade declara férias e dedica-te sem pudor nem temor ao descanso, indo ao encontro das atividades que, sabidamente, te produzam alegria e regozijo. Amanhã, refletindo sobre o dia de hoje, talvez compreendas que tua vida precisa ser reinventada para acontecer este equilíbrio todos os dias, recuperando assim a consciência de que a Vida é pura graça.

Labels:


Tuesday, November 18, 2014

 

Oscar Quiroga - 2469

Tua angústia é uma ilusão


Nada do que pensas, sentes ou fazes têm pouca importância, que razão haveria para alimentares essa angústia que te confina a um espaço estreito da realidade? Tu és uma entidade sincronizada com a espécie humana a que pertences, tua presença está integrada e, por isso, tudo que pensas, sentes e fazes contribui ao que circula pela alma de todos. É por isso mesmo que muitas vezes pensas coisas que não sabes de onde provêm, e é também por isso mesmo que teus pensamentos não se confinam ao espaço estreito de tua angústia, revelam-se nos comentários publicados nas redes sociais. Tua angústia é um artifício, uma ilusão, pois não há espaço estreito, há a vastidão do Universo, essa é a realidade, há a conexão de tudo com tudo, essa é a realidade. Busca ser consciente dessa conexão.

Labels:


Monday, November 17, 2014

 

Oscar Quiroga - 2468

Ao diabo com a lógica do mundo!


Começar a semana útil com Lua Vazia não é o ideal, do ponto de vista da lógica do mundo, mas ao mesmo tempo é a oportunidade para verificares que essa lógica não é universal, é um recorte da realidade que a apequena, a reduz a uma dinâmica que parece normal, porém, que na prática suga tua vitalidade e a aprisiona em conceitos estreitos. Ao diabo com a lógica do mundo! Agarra-te à vontade de subverter essa normalidade que não te brinda com paz, mas que te instiga a aumentar o nível de angústia. Ainda que tenhas dívidas fabulosas e compromissos inadiáveis, reconhece que nada deves a ninguém e que o maior compromisso que tens é com a preservação da saúde e alegria, condições que te tornam uma pessoa irradiadora de benefícios às pessoas com que te relacionas. O que haveria de mais importante?

Labels:


Sunday, November 16, 2014

 

Oscar Quiroga - 2467

Enquanto isso...

Tu sabes que podes ser melhor e maior do que és, mas culpas as circunstâncias por não ter conseguido realizar esse destino. As contas que precisas pagar, os deveres que precisas cumprir, as formalidades que te consomem grande parte da energia diária, enfim, mil e uma circunstâncias que restringem dramaticamente o tempo que, supostamente, destinarias a ser melhor e maior. Como foi que te meteste nesse beco aparentemente sem saída? Um dia despertaste e começaste a pensar que se nada disso existisse te sobraria tempo para ser quem verdadeiramente serias. Esse despertar, contudo, não alivia, mas provoca uma angústia, a de viver sem sentido, a de deixar passar o tempo sem fazer acontecer o que te é de direito. Enquanto isso, a vida aguarda por ti, espera que faças acontecer tudo.

Labels:


Saturday, November 15, 2014

 

Oscar Quiroga - 2466

Pequenas coisas


Depois de vários dias intensos, de emoções e comportamentos radicais, agora começa tudo a se acalmar novamente e, por isso, tua alma atualiza a consciência da necessidade de organizar as questões básicas do dia a dia, pois com essas ordenadas encontraria melhores chances de transitar pela vida afora com a segurança de estar tudo bem, senão no melhor dos mundos, pelo menos no mundo particular dela. Presta atenção, então, ao teu meio ambiente, joga fora o que não precisas, coloca as gavetas em ordem, teu armário também, evita deixar sobre a mesa o acumulo de coisas que pensaste que farias, mas que protelaste tanto que agora só servem para acumular poeira. Livra-te de todos os excessos! Então terás mais espaço e tempo para fazer o que tua alma mais gosta, divertir-se e passá-la bem.

Labels:


Friday, November 14, 2014

 

Oscar Quiroga - 2465

Ser melhor


Essa sensação de que podes ser ainda melhor precisa ser levada a sério, pois provém do ser interior que verdadeiramente és, avisando que há potenciais que podem e devem ser explorados, convertendo-te através de sua manifestação em alguém mais brilhante. Ao mesmo tempo, reconheces aspectos em ti que mereceriam ser minguados, para dizer o mínimo, ou extirpados, para falar claramente. Tu sabes que tens muito mais para oferecer ao mundo do que normalmente ofereces, mas os dias passam e a preguiça acaba vencendo sempre. Isso não é digno de ti, ninguém se transforma numa pessoa brilhante descansando num sofá, isso qualquer um pode fazer, mas só vencem as pessoas que lutam incansavelmente para que deixe de ser potencial e se transforme em real o que sentem e pressentem que poderiam fazer.

Labels:


Wednesday, November 12, 2014

 

Oscar Quiroga - 2464

Um dia e tanto


Em primeiro lugar, precisas saber que a Lua estará Vazia das 7h16 até 16h44, horário de verão de Brasília, e que, na prática, isso significa que não será fácil encontrar-te no labirinto deste dia, e ainda por cima terás de acotovelar-te com milhares de pessoas desorientadas, mas convencidas de que são o centro do Universo. Em segundo lugar, leva a sério esse pressentimento difuso que te informa que estão para acontecer fatos importantes, sem saber bem a que isso poderia referir-se. Em terceiro lugar, considera com carinho a necessidade de ajustar tua vida para que tudo corra com mais tranquilidade, de forma mais pacífica. Em quarto lugar, não precisas seguir a ordem aqui mencionada, faze tudo de acordo com tua intuição, que é o poder que todo ser humano tem de perceber seu lugar no Universo.

Labels:


Tuesday, November 11, 2014

 

Oscar Quiroga - 2463

Fraqueza e força


Por trás desse medo todo que parece impedir-te que te lances à experiência de viver em liberdade esconde-se o poder que te autoriza a lançar-te à experiência de viver em liberdade. Por trás de toda fraqueza estará sempre tua força, esta é uma lei infalível. O processo, porém, não é automático, não é suficiente saber que a fragilidade que tanto temes e que te apequena esconde uma força, Tu já sabias disso e as palavras que aqui lês apenas servem para atualizar essa consciência. Porém, isso não é suficiente, é necessário atrever-se, o remédio contra o temor que te apequena é agir como se não sentisses esse medo. Faze com que tua paixão por viver em liberdade fale mais alto, escolhe essa opção ainda que tuas vísceras se revolvam e sintas que não suportarás o tranco. Tu irás além.

Labels:


Monday, November 10, 2014

 

Oscar Quiroga - 2462

Mania de controle


Sempre acontecerá mais do que pensas que consegues administrar, a vida é assim mesmo, uma experiência complexa que flui aos borbotões. Também, pudera! De onde vem essa pretensão toda de estares no controle do que é infinitamente maior do que ti? Certamente provém de que, no íntimo, a Vida infinita e Tu são a mesma coisa, te identificas com essa imensidão toda, mas cá entre nós, a Vida não tem essa mania de controle, flui ininterruptamente e se oferece graciosa a quem a compreender sem tentar aprisioná-la. Não! Essa mania de controle apequena o que é imenso, aprisiona o que é livre, critica o que é semelhante, tudo isso se baseia numa visão mesquinha que nossa humanidade cheia de medo e pudor inventou para si e que continua empurrando geração após geração como se não houvesse outra forma de viver.

Labels:


Sunday, November 09, 2014

 

Oscar Quiroga - 2461

Regozijo


O regozijo é contato divino, esta é uma afirmação que horroriza a grande maioria convencida que se chega ao Divino somente por meio de austeridades, severidades e temor, muito temor, resultando o somatório desses ingredientes num moralismo que ser humano nenhum seria capaz de sustentar, já que, no fundo e verdadeiramente, a alma só pretende regozijo. Afirmo com veemência que a porta que leva até os pés do Divino é a alegria e que tudo que produza alegria inofensiva há de ser tido como atividade sagrada. Por isso, transcende as limitações de teu moralismo contraproducente e autoriza-te ao regozijo, o resultado será o de te transformares numa pessoa melhor e irradiarás influência benéfica aos teus semelhantes.

Labels:


Saturday, November 08, 2014

 

Oscar Quiroga - 2460

Pensamentos


Quem pensa os pensamentos que Tu pensas? Terias coragem de assumir a autoria de todas as patranhas que pensas? Serias capaz de reclamar direito autoral sobre as barbaridades que passam pela tua mente? Põe a mão no coração, fecha os olhos e por um instante apenas observa desapegadamente o fluxo de pensamentos que atravessa tua consciência, quanto desses te atreverias a expressar? Precisas filtrar o que pensas para que não te aconteça de vomitar patranhas novamente, como fazes teclando em teu computador comentários que nada mais são do que pensamentos em voz alta, já que diante da tela te comportas como quando fechas os olhos e segues o fluxo de teus pensamentos. Nem tudo que pensas merece expressão, a maior parte é lixo que precisa ser reciclado, melhorado e elevado.

Labels:


Friday, November 07, 2014

 

Oscar Quiroga - 2459

A inércia

É importante que faças faxina em tua mente todos os dias, porque os pensamentos são Vida e tudo que está vivo se movimenta, e o que se movimenta, quando não é conduzido, adquire inércia. Por isso, fazendo faxina em tua mente de forma cotidiana evitarás que as patranhas que se intrometem em tuas cavilações adquiram densidade suficiente para agirem por inércia, a despeito de Tu não as preferires. Hoje é um dia interessante para observares o que te acontece e o tipo de acontecimento em que te transformas, porque a inércia tende a manifestar-se com maior substância e solidez do que em outros dias. Observa tuas falhas e determina o aprimoramento, falhar pode ser o motivo de sucesso, mas precisas de atenção lúcida para isso.

Labels:


Thursday, November 06, 2014

 

Oscar Quiroga - 2458

Os adversários


Enquanto levitas no infinito Universo te convences de que a força gravitacional é tudo que de mais seguro tens para te agarrar e chamar de realidade. A eternidade é tua substância, mas preferes o tempo, que é apenas um fragmento. Atreve-te a transcender teus conceitos, ousa sair de ti, pois enquanto insistires em afirmar inconscientemente que teu umbigo é o centro de tudo perderás de vista as maravilhas que acontecem agora mesmo, enquanto lês estas linhas. Tu és capaz de perceber o infinito, Tu tens a eternidade entranhada, e se nada disso percebes tens ainda por cima aqueles que já passaram pelo que Tu passas e que amorosamente te estendem mãos amigas para te ajudar a fazer a passagem, querem colaborar para que tua consciência seja maior e aproveites as riquezas universais.

Labels:


Wednesday, November 05, 2014

 

Oscar Quiroga - 2457

Os adversários


O dia em que não precisares mais da figura de um adversário poderás afirmar que és livre, até lá tua história será pautada pela dependência. Aqueles que adoras criticar são teus adversários, os que denunciam o espaço estreito em que te movimentas, e aqueles que encontram na tua alma uma adversária e, por isso, te endereçam críticas e ofensas, esses estão no mesmo calabouço existencial. Como a humanidade evolui, hoje a consciência percebe melhor a estreiteza do calabouço, mas ainda não atinou a se libertar, como resultado as vozes aumentam de tom e todos querem ganhar no grito. O resultado é que todos perdem, porque o calabouço, que já era estreito, se torna menor ainda. É como fazer onda quando a água bate o queixo.

Labels:


Tuesday, November 04, 2014

 

Oscar Quiroga - 2456

Nunca deu certo


Que parte de “tudo que fizeres aos teus semelhantes, fazes a ti também” será que não entendeste ainda? Tua insistência em criar confusão e espalhar ódio, apontando dedos moralistas e severos na direção dos que pensam diferente de ti, nada disso vai dar certo para ninguém; em algum momento, em alguma curva da vida, tudo se voltará contra ti. Somos todos contaminados com o equivocado conceito de que o mundo se divide em bons e maus, e não penses que aqui relativizo o bem e o mal, são instâncias absolutas que se definem por si mesmas. O que te afirmo é que nós somos seres complexos e que em nós esses ingredientes estão mesclados em proporções distintas, o que nos restringe a autoridade de erguer dedos moralistas para fazer julgamentos severos. Isso nunca deu certo, hoje em dia menos ainda.

Labels:


Monday, November 03, 2014

 

Oscar Quiroga - 2455

A prisão


A tua prisão existencial, o espaço estreito em que te movimentas com a alma convencida de teres toda a liberdade do mundo, é constituída pelo alcance de teus conceitos. Quando foi a última vez que questionastes teus conceitos? Tua alma está tão convencida assim a respeito do que imagina ser a realidade que se atreve a investir contra os que supõem serem adversários? Francamente, estamos todos presos dentro de nós mesmos e se não fizermos um exercício diário de humildade e flexibilidade continuaremos assim, invocando com nosso comportamento alguma tragédia exemplar, pois só um baque verdadeiramente forte conseguiria nos tirar dessa letargia à qual nos apegamos como se fosse o centro do mundo. O centro não está em lugar algum.

Labels:


Sunday, November 02, 2014

 

Oscar Quiroga - 2454

A moral

Ninguém tem direito de dar lições de moral, mas ao mesmo tempo todos, inclusive Tu, sentem-se no direito de erguer o dedo acusador e dar sermões. Quem seria puro o suficiente para ter direito de apedrejar outrem? Na prática ninguém, mas na mesma prática isso acontece o tempo inteiro. Acontece entre motoristas, que por erros banais se acusam de morte e dizem coisas que, se estivessem fora de suas carroças, nunca se atreveriam a proferi-las. A moral não é uma força, é uma fraqueza, é a revelação de nossa incompetência de conviver com as diferenças. A moral se apresenta como uma força, porque pressupõe que todos deveríamos nos curvar a uma só opinião, uma só lei. Talvez isso seja verdade, mas acontece que a moral é invento humano, não tem aplicação universal, é fadada a transformar-se.

Labels:


Saturday, November 01, 2014

 

Oscar Quiroga - 2453

Equilíbrio


O espaço estreito que as formalidades e obrigações cotidianas criaram para ti precisa ser equilibrado com regozijo, ninguém merece passar a existência no calabouço existencial, até os presos em unidades de máxima segurança se divertem, porque o ser humano é assim, precisa de celebração, sabe que por trás de sua posse de seriedade há um vínculo orgástico com a vida, que flui aos borbotões. Não se poderia falar sobre isto em ambientes em que o moralismo é tido como a única chave para o entendimento da humanidade, só que é no meio das pessoas que cultuam a exclusividade da moral que se encontram aqueles que guardam esqueletos e cadáveres nos seus armários. Não te preocupes, vive de forma sincera, Tu precisas equilibrar o jogo, és livre para divertir-te e distribuir alegria e regozijo.

Labels:


This page is powered by Blogger. Isn't yours?