Monday, August 31, 2015

 

Oscar Quiroga - 2746

A negociação

A uma instância superior te voltas quando as circunstâncias constrangem e não sabes mais o que fazer para recuperar o sentido do que pressupões ser a vida; te sentes infeliz, tua alma desespera, motivações suficientes para te voltar a uma instância superior de tua preferência, erguer as mãos numa prece e iniciar uma negociação silenciosa, porém ensurdecedora, pois coloca sobre a mesa ingredientes que te fazem sentir culpa, remorso e arrependimento. Pechinchas então; dá-me isso, te dou aquilo, me sacrifico aqui em troca de tais e quais resultados. Sabes que não há garantia, porém, a negociação te dá esperança, um alívio para uma alma em estado desesperado. A negociação pode dar os resultados esperados, pode também falhar, mas pelo menos serve para elevares por um instante teus pensamentos.

Labels:


Sunday, August 30, 2015

 

Oscar Quiroga - 2745

As boas ideias


Como sinal de respeito aos animais e por obra de informações a respeito do caminho espiritual, surge o convencimento de que todos deveríamos nos transformar em vegetarianos. Nobre pensamento! Porém, se o transformarmos num dogma a ser aplicado indiscriminadamente, cairá no descrédito como tantas outras boas ideias que nossa humanidade tem. Forçar alguém a adotar um tipo de dieta não parece ser muito espiritual, nem tampouco resultado da suposta pacificação que o vegetarianismo produziria. Além do quê, imaginemos se o mundo, de um dia para outro, se transformasse em vegetariano. Certamente faltaria terra para cultivar tanto vegetal e também haveria superpopulação de animais que, em seguida, se transformariam em pragas que ameaçariam a produção de comida. Todas as boas ideias precisam de equilíbrio.

Labels:


Saturday, August 29, 2015

 

Oscar Quiroga - 2744

O momento eterno


Respira, não há distância entre tua presença individual e o Universo em que existes; cada célula, cada molécula, cada átomo de tua constituição é impregnado de infinito. Respira, todo o poder que buscas alhures é a Vida de tua vida, a glória oculta em cada interstício de teu ser. Respira com tranquilidade essa glória, tua suprema conquista não reside no mundo, mas em conquistar teu próprio ser. A felicidade que buscas é a que encontrarás quando deixes de buscá-la e comeces a irradiá-la do centro do teu ser. Respira a felicidade, a Vida de tua vida te autoriza a irradiá-la agora mesmo sem limitações, sem constrangimentos. Deixa de lado tuas preocupações, abandona-as de castigo num canto, elas não merecem tua atenção, te roubam esse momento eterno em que respiras e te transformas na felicidade que buscas.

Labels:


Friday, August 28, 2015

 

Oscar Quiroga - 2743

Tua individualidade


É importante que te realizes como indivíduo, porém, tua importância só será verdadeiramente conquistada quando identifiques tua razão de ser na utilidade que tua presença individual adquire para o grupo de pessoas a que tua alma se vincula, ampliando tuas perspectivas e te incluindo em conjuntos maiores e mais sofisticados de experiência, até chegar o dia em que percebas teu valor como parte integrante do reino humano, que por sua vez se inclui como parte ativa em outros reinos. Nada disso poderias conquistar se não fosses uma individualidade realizada, porém, se te limitares a apenas isso sobrecarregarás tua consciência individual, a congestionando a tal ponto que começarás a ter ideias equivocadas e distorcidas de tua real importância. Preserva o equilíbrio e julga com equanimidade tua presença.

Labels:


Thursday, August 27, 2015

 

Oscar Quiroga - 2742

Regras temporárias e eternas


A única regra que se aplica a todos os tempos e lugares do infinito Universo é a de que o Universo impregna cada célula das entidades existentes, visíveis e invisíveis e, por isso, há de ser identificado como a origem da própria consciência que o busca. Todas as outras regras são temporárias e limitadas e, por isso, fadadas a ser desintegradas quando deixarem de cumprir a necessidade para a qual foram criadas. É nesse aspecto que nossa humanidade falha e, portanto, sofre, pois se agarra às regras ditadas pelos antepassados e reproduzidas via tradições sem, no entanto, demonstrarem eficiência na sua aplicação. Ao não produzirem benefícios precisam ser superadas, porém, se nossa humanidade as conservar, então produz sofrimento. Qualquer semelhança com a realidade atual não é mera coincidência.

Labels:


Wednesday, August 26, 2015

 

Alimentação Ácida ou Alcalina? – Conheça a Bioquímica Ideal do Sangue


Alimentação Alcalina para a Saúde Sanguínea

Sendo o sangue, idealmente, um meio alcalino, devemos priorizar os alimentos que colaboram neste sentido, mas quais são eles? A confusão mais comum é imaginarmos que um alimento ácido deixará nosso sangue mais ácido e um alimento alcalino, mais alcalino, mas esta não é exatamente a lógica correta. Uma laranja, por exemplo, é um alimento originalmente ácido, porém o resíduo orgânico que restará no corpo após sua digestão, é alcalino, o que caracteriza a laranja como um alimento ‘alcalinizante’.

Nosso sangue é um meio líquido, e como todo líquido possui um pH próprio. O pH é a medida de acidez ou alcalinidade do meio, e é representado numericamente em uma escala de 0 a 14, sendo pH 0 o mais ácido, pH 14 o mais alcalino, e pH 7 o nível neutro. Em sua manutenção ideal, o sangue é um líquido alcalino, variando entre um pH de 7,2 e 7,5. Com isto em consideração, podemos entender melhor as diferenças entre os alimentos ácidos e alcalinos, quais seus efeitos sobre o pH do sangue, e como buscar o equilíbrio bioquímico na nutrição.

Para uma alimentação mais alcalina, devemos buscar os alimentos ‘alcalinizantes’ e evitar os alimentos ‘acidificantes’. Levando em conta que o mais importante não é o estado ácido ou alcalino original do alimento, mas sim os resíduos, ou ‘cinzas orgânicas’, que ele irá deixar no corpo após ser metabolizado, definem-se todas as fontes de nutrição entre duas categorias: acidificante, para alimentos cujos resíduos são ácidos, e alcalinizantes, para aqueles cujos resíduos são alcalinos e, portanto, colaboram com nosso organismo.

Os alimentos alcalinizantes que mais colaboram com o equilíbrio ideal da bioquímica do sangue são: todas as frutas frescas, frutas secas, folhas verdes, legumes e verduras sem agrotóxicos, com destaque para o chuchu, quiabo, abobrinha (a gosma é altamente alcalinizante), e o melaço de cana. Dentre as Castanhas, as únicas alcalinizantes são amêndoas e pistaches, sendo as demais castanhas acidificantes.

Menção especial entre os alcalinizantes vai para todas as raízes, inclusive os tubérculos, que fortificam o sangue deixando-o mais alcalino, a exemplo das batatas, mandioquinha, inhame, mandioca, entre outros, naturalmente, considerando que eles sejam cozidos sem óleo ou frituras de qualquer espécie. Em suma, frutas, saladas, verduras, são altamente saudáveis e podem ser consumidas em abundância por qualquer um no dia a dia.



De um modo geral, os alimentos restantes tornam o sangue mais ácido, e aconselha-se um consumo moderado. Os alimentos mais acidificantes, ou seja, que pioram a qualidade do sangue com maior intensidade, são todos os tipos de carnes, ovos, leite e seus derivados (iogurte, queijos, manteiga, coalhada). Além das proteínas de origem animal, são também grandes inimigos do pH do sangue, a cafeína, o álcool, cigarro, refrigerantes, frituras de todos os tipos, e o açúcar refinado.

Já as famílias dos grãos e das castanhas, apesar de acidificantes, trazem benefícios nutricionais e devem ser consumidos com critério. Isto inclui os grãos como feijão, grão-de-bico, lentilha e similares, e as castanhas todas, amendoim, castanha de caju, do Pará, macadâmias e avelãs, apenas com exceção das amêndoas e pistache, que já mencionamos. É importante ressaltar que cada indivíduo possui um histórico próprio e fatores isolados que irão interagir com a bioquímica do sangue, porém, a rigor, se regularmos o consumo dos alimentos acidificantes, priorizando os alcalinizantes, certamente estaremos contribuindo com nossa saúde a curto, médio e longo prazo.



Para que o equilíbrio ideal do pH sanguíneo se mantenha, devemos compor nossa nutrição com, pelo menos, cerca de 75% de alimentos Alcalinizantes, e 25% de alimentos Acidificantes. Dependendo do organismo pessoal de cada um, esta proporção pode subir para até 90% ou 100% de alimentos Alcalinizantes, e uma redução quase total dos Acidificantes. Basicamente, um sangue com pH alcalino fortalece todo o sistema imunológico, prevenindo muitas doenças e mantendo ânimo e disposição no cotidiano. É um fato conhecido não só por médicos e nutricionistas, mas também por terapeutas naturais e holísticos, que a qualidade do sangue define nossa predisposição a todos os tipos de doenças, ou nossa capacidade de resistir a elas.

Fonte:  http://www.casajaya.com.br/alimentacao-acida-ou-alcalina-a-bioquimica-ideal-do-sangue/

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Lista Completa de Alimentos Alcalinos e Ácidos

O pH do sangue humano deve ser levemente alcalino (7,35 a 7,45). Acima ou abaixo desses valores significa doenças e sintomas. Um pH de 7 é neutro. Um pH abaixo de 7 é ácido. Um pH acima de 7 é alcalino.

Um pH ácido pode ocorre devido a uma dieta ácida, estresse emocional, acúmulo de toxinas e/ou reações imunes a qualquer processo que priva as células de oxigênio e outros nutrientes. O corpo irá tentar compensar pelo pH ácido usando minerais alcalinos. Se a dieta não contém minerais suficientes para compensar, um acúmulo de ácidos nas células ocorre.

Um equilíbrio ácido irá: diminuir a habilidade do corpo de absorver minerais e outros nutrientes, diminuir a produção de energia nas células, diminuir sua habilidade de reparar células danificadas, diminuir a habilidade de eliminar metais pesados, fazer células de tumor crescerem e deixar o corpo mais suscetível a fadiga e doenças. Um sangue com pH de 6,9, que é apenas levemente ácido, pode induzir a coma e morte.

A razão pela acidose ser mais comum em nossa sociedade é principalmente a dieta, que é muito ácida, com produtos como carne, ovos e laticínios, e muito pobre em produtos alcalinos como vegetais frescos. Além disso, comemos alimentos processados que produzem ácidos, como farinha e açúcar, e bebemos bebidas que produzem ácido, como café e refrigerantes. Usamos muitos medicamentos, que formam ácidos, e usamos adoçantes artificiais que são um veneno e formam muitos ácidos. Uma das melhores coisas que podemos fazer para corrigir um corpo muito ácido é limpar a dieta e o estilo de vida.

Para manter a saúde, a dieta deve consistir de 60% de alimentos alcalinos e 40% de alimentos ácidos. Para restaurar a saúde, a dieta deve consistir de 80% de alimentos alcalinos e 20% de alimentos ácidos.
Geralmente, alimentos alcalinos incluem: a maioria das frutas, vegetais verdes, ervilhas, temperos, ervas, sementes e castanhas.

Geralmente, alimentos ácidos incluem: carne, peixe, aves, ovos, grãos e legumes.

Mudando seu pH Para Alcalino……

Essa tabela é para aqueles tentando “ajustar” seu pH. A escala do pH vai de 0 a 14, com números abaixo de 7 sendo ácidos e acima de 7 sendo alcalinos. Um corpo ácido é um ímã para doenças. O que você come e bebe irá impactar onde o nível de pH do seu corpo fica. Equilíbrio é a chave!!! Cabe lembrar que é sempre bom fazer uma dieta para desintoxicar o fígado antes de começar com esses alimentos – mas não é obrigatório.

Essa tabela é apenas um guia geral de alimentos alcalinizantes e acidificantes.

                   …ALIMENTOS ALCALINOS…. 

VEGETAIS ALCALINIZANTES

  • Alfafa
  • Cevada
  • Folhas de Beterraba
  • Beterraba
  • Brócolis
  • Repolho
  • Cenoura
  • Couve-Flor
  • Aipo
  • Acelga
  • Chlorella
  • Couve-galega
  • Pepino
  • Dente-de-leão
  • Dulce
  • Flores comestíveis
  • Berinjela
  • Vegetais Fermentados
  • Alho
  • Feijão Verde
  • Ervilha
  • Couve
  • Couve-rábano
  • Alface
  • Cogumelos
  • Folhas de Mostarda
  • Cebola
  • Ervilha
  • Pimenta
  • Abóbora
  • Rabanete
  • Couve-nabo
  • Vegetais marinhos
  • Espinafre
  • Spirulina
  • Brotos
  • Batata Doce
  • Tomates
  • Agrião

VEGETAIS ORIENTAIS ALCALINIZANTES

  • Daikon
  • Raiz de dente-de-leão
  • Kombu
  • Maitake
  • Nori
  • Reishi
  • Shitake
  • Umeboshi
  • Wakame

FRUTAS ALCALINIZANTES

  • Maçã
  • Damasco
  • Abacate
  • Banana
  • Frutas vermelhas
  • Amora
  • Melão Cantaloupe
  • Cereja
  • Coco
  • Groselha
  • Tâmara
  • Figo
  • Uva
  • Toranja
  • Melão
  • Limão
  • Lima
  • Melão
  • Nectarina
  • Laranja
  • Pêssego
  • Pera
  • Abacaxi
  • Uvas passas
  • Framboesa
  • Ruibarbo
  • Morango
  • Tangerina
  • Tomate
  • Frutas Tropicais
  • Ameixa Umeboshi
  • Melancia

PROTEÍNAS ALCALINIZANTES

  • Amêndoas
  • Castanhas
  • Milhete
  • Tempeh (fermentado)
  • Tofu (fermentado)
  • Proteína do soro do leite (whey protein)  em Pó

ADOÇANTES ALCALINIZANTES

  • Stevia

TEMPEROS ALCALINIZANTES

  • Chili
  • Canela
  • Curry
  • Gengibre
  • Ervas (todas)
  • Misso
  • Mostarda
  • Sal Marinho
  • Molho de Soja

OUTROS ALCALINIZANTES

  • Água Antioxidante Alcalina
  • Vinagre de Maçã
  • Pólen de Abelha
  • Suco de Frutas Frescas
  • Sucos de Folhas Verdes
  • Grãos de lecitina
  • Água Mineral
  • Melaço
  • Culturas Probióticas
  • Laticínios Fermentados
  • Sucos de Vegetais

MINERAIS ALCALINIZANTES

  • Cálcio: pH 12
  • Césio: pH 14
  • Magnésio: pH 9
  • Potássio: pH 14
  • Sódio: pH 14
Embora possa parecer que frutas cítricas teriam um efeito acidificante no corpo, o ácido cítrico que elas contêm na verdade tem um efeito alcalinizante no sistema.
Note que a tendência de formação de ácidos ou alcalinos dos alimentos não tem nada a ver com o pH do próprio alimento. Por exemplo, o limão é muito ácido, entretanto os produtos dele após a digestão e assimilação são muito alcalinos, então o limão é um alcalinizante no corpo. Da mesma forma, a carne é alcalina antes da digestão, mas ela deixa resíduos muito ácidos no corpo, então, como quase todos os produtos animais, a carne forma ácidos.

…ALIMENTOS ÁCIDOS….

VEGETAIS ACIDIFICANTES

  • Milho
  • Lentilha
  • Azeitonas
  • Abóbora (Winter Squash)

FRUTAS ACIDIFICANTES

  • Mirtilo
  • Frutas enlatadas ou cristalizadas
  • Cranberry
  • Groselha
  • Ameixa

GRÃOS E PRODUTOS DE GRÃOS ACIDIFICANTES

  • Amaranto
  • Cevada
  • Farelo de aveia
  • Farelo de Trigo
  • Pão
  • Milho
  • Amido de Milho
  • Bolachas
  • Farinha de trigo
  • Farinha branca
  • Farinha de semente de cânhamo
  • Kamut
  • Macarrão
  • Talharim
  • Aveia
  • Aveia (grão)
  • Quinoa
  • Arroz (todos)
  • Bolos de arroz
  • Centeio
  • Espaguete
  • Espelta
  • Gérmen de trigo
  • Trigo

FEIJÕES E LEGUMES ACIDIFICANTES

  • Leite de Amêndoas
  • Feijão Preto
  • Grão de bico
  • Ervilha Verde
  • Feijão Comum
  • Lentilha
  • Feijão carioca
  • Feijão Vermelho
  • Leite de arroz
  • Soja
  • Leite de soja
  • Feijão Branco

LATICÍNIOS ACIDIFICANTES

  • Manteiga
  • Queijo
  • Queijo Processado
  • Sorvete
  • Leite

CASTANHAS E MANTEIGAS ACIDIFICANTES

  • Caju
  • Legumes
  • Manteiga de Amendoim
  • Amendoim
  • Noz-pecã
  • Tahini
  • Nozes

PROTEÍNA ANIMAL ACIDIFICANTE

  • Bacon
  • Vaca
  • Carpa
  • Amêijoa
  • Bacalhau
  • Carne Seca
  • Peixe
  • Cordeiro
  • Lagosta
  • Mexilhão
  • Carnes de Órgãos
  • Ostra
  • Pike
  • Porco
  • Coelho
  • Salmão
  • Sardinha
  • Salsicha
  • Vieiras
  • Crustáceos
  • Camarão
  • Atum
  • Peru
  • Vitela
  • Veado

GORDURAS E ÓLEOS ACIDIFICANTES

  • Óleo de Abacate
  • Manteiga
  • Óleo de Canola
  • Óleo de Milho
  • Óleo de Linhaça
  • Óleo de Cânhamo
  • Banha de Porco
  • Azeite de Oliva
  • Óleo de cártamo
  • Óleo de Gergelim
  • Óleo de Girassol

ADOÇANTES ACIDIFICANTES

  • Alfarroba
  • Xarope de Milho
  • Açúcar

ÁLCOOL ACIDIFICANTE

  • Cerveja
  • Destilados
  • Aguardente
  • Vinho

OUTROS ALIMENTOS ACIDIFICANTES

  • Molho de tomate
  • Cacau
  • Café
  • Mostarda
  • Vinagre

MEDICAMENTOS E QUÍMICOS ACIDIFICANTES

  • Aspirina
  • Químicos
  • Medicamentos
  • Drogas
  • Herbicidas
  • Pesticidas
  • Tabaco

ALIMENTOS NÃO SAUDÁVEIS ACIDIFICANTES

  • Cerveja: pH 2,5
  • Coca-Cola: pH 2
  • Café: pH 4
Esses alimentos deixam um traço alcalino, mas têm um efeito acidificante no corpo.

DIFERENTES VERSÕES DAS TABELAS

Há várias versões das tabelas de alimentos alcalinos e ácidos na internet e em livros. Os seguintes alimentos são algumas vezes atribuídos ao lado ácido e algumas ao lado alcalino. Lembre-se, você não precisa comer apenas alimentos na lista dos alcalinos, apenas se certifique de que uma boa porcentagem dos alimentos que você come venham desse lado. Além dos motivos já citados, eles também são bons para ganhar massa muscular e perder gordura.
  • Castanha do Pará
  • Couve de Bruxelas
  • Trigo sarraceno
  • Caju
  • Galinha
  • Milho
  • Queijo cottage
  • Ovos
  • Linhaça
  • Chá Verde
  • Chá de Ervas
  • Mel
  • Kombucha
  • Feijão-de-lima
  • Xarope de Bordo
  • Leite
  • Castanhas
  • Leite Orgânico (sem pasteurizar)
  • Batata
  • Semente de abóbora
  • Quinoa
  • Chucrute
  • Produtos de Soja
  • Brotos de sementes
  • Jerimum
  • Sementes de Girassol
  • Tomates
  • Iogurte

Aqui Está Uma Lista Que Vai Dos Alimentos Mais Alcalinos Aos Mais Ácidos

Extremamente Alcalinos

  • Limão, melancia

Formadores de Alcalinos

  • Melão Cantaloupe, semente caiena, tâmara, figos, laminariales, lima, manga, melão, mamão papaia, algas, uvas sem semente, agrião.
  • Aspargo, sucos de frutas, uvas, kiwi, maracujá, pera, abacaxi, uvas passas, ameixas umeboshi, e sucos de vegetais.

Moderadamente Alcalinos

  • Maçã, alfafa, damasco, abacate, banana, groselha, tâmaras, figos, alho, toranja, uva, goiaba, ervas, alface, nectarina, pêssego, pera, ervilha, abóbora, sal marinho.
  • Maçã, feijão, beterraba, pimentão, brócolis, repolho, alfarroba, couve-flor, gengibre, uva, alface, laranja, pêssego, ervilha, batata, abóbora, framboesa, morango, milho, nabo, vinagre.

Levemente Alcalinos

  • Amêndoas, alcachofra, couve-de-bruxelas, cereja, coco, pepino, berinjela, mel, alho-poró, cogumelos, quiabo, cebola, pickles, rabanete, sal marinho, temperos, tomate, vinagre.
  • Castanhas, gema de ovo, leite de cabra, maionese, azeite de oliva, sementes de gergelim, soja, queijo de soja, leite de soja, brotos de grãos, tofu, tomate, levedura.

Neutro

  • Manteiga, creme, leite de vaca, margarina, óleos (exceto azeite de oliva) e iogurte.

Moderadamente Ácidos

  • Banana, cevada, mirtilo, farelo, manteiga, cereais, queijos, bolachas, cranberry, feijão seco, coco seco, clara de ovo, ovo inteiro, frutose, leite de cabra, mel, ketchup, xarope de bordo, leite.
  • Melaço, a maioria das castanhas, aveia, mostarda, azeitona (no vinagre), macarrão, doces, ameixas, pipoca, batata, arroz, sementes, molho de soja e pão.

Extremamente Ácidos

  • Adoçantes artificiais, carne, cerveja, pães, açúcar mascavo, refrigerantes, cereais, chocolate, cigarros e tabaco, café, creme de trigo, custard, veado, drigas, peixe, farinha, sucos de frutas com açúcar, geleias, gelatinas, cordeiro.
  • Destilados, xarope de bordo, melaço, macarrão, pickles, porco, aves, frutos do mar, açúcar, sal, chá, pão branco, vinagre branco, alimentos integrais, vinho e iogurte.
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Fonte:  http://www.mundoboaforma.com.br/lista-completa-de-alimentos-alcalinos-e-acidos/

Labels: ,


 

Oscar Quiroga - 2741

Da busca à irradiação


O princípio da infelicidade é o convencimento de estarmos distantes daquilo ou daqueles que representariam nossa felicidade. Cada indivíduo preenche esse princípio com seus próprios argumentos, endereços e qualidades, porém, é o mesmo convencimento da distância o que alimenta a infelicidade. Cada célula do teu corpo está integrada ao infinito Universo, é feita de tempo, de destino, é um fragmento de eternidade e, por isso, lhe é inerente poder ilimitado. Por que não temos acesso consciente a esse poder? Simplesmente porque olhamos para longe em vez de buscá-lo em nosso próprio ser. Ao fazermos contato com a nossa consciência individual e compreendermos que é um fragmento da consciência cósmica, o supremo objetivo humano é conquistado e nós deixamos de buscar felicidade porque começamos a irradiá-la.

Labels:


Tuesday, August 25, 2015

 

Oscar Quiroga - 2740

Tu és o que buscas


O supremo objetivo humano é conquistado no exato momento em que a consciência individual se identifica com a consciência universal, sem por isso perder sua individualidade. A onda percebe que é o mar, a planta se identifica com o reino vegetal, o animal com sua manada, o ser humano com seu reino e além desse. Tu não precisas destruir tua individualidade para perceber o infinito, pelo contrário, precisas preservá-la, pois, como poderias perceber o todo sem ser uma parte desse? Tu queres ser grande, tu anseias ser maior, tu pretendes ir além dos obstáculos que te limitam e constrangem. Tu podes navegar em todos esses desejos, anseios e pretensões porque algo em ti sabe que o próprio ser que se motiva a conquistar é, também, a própria conquista. Respira a grandeza, tu és o que buscas.

Labels:


Monday, August 24, 2015

 

Oscar Quiroga - 2739

AS CRENÇAS

Teu ardor interior, o ser que tu verdadeiramente és, a Vida de tua vida te motiva a elaborares teorias a respeito de tua origem, estado atual e destino, essas teorias são tuas crenças. 

Sobre essas crenças a civilização modela certezas e dogmas, tanto religiosos quanto científicos e, paradoxalmente, modelam-se também as crenças dos que se autodeclaram descrentes, pois mesmo a descrença é, às avessas, a crença de nada crer. 
 
Todo ser humano está autorizado a crer porque seu ardor interior legitima o movimento de tentar entender como se dá esse milagre inefável de existir e levitar no infinito sem que esse nos destrua.
 
Como a crença se alimenta da Vida de nossas vidas e ela é tudo, cada crente também se autoriza a ter certeza de que sua crença pessoal será sempre superior a todas as outras.

Labels:


Sunday, August 23, 2015

 

Oscar Quiroga - 2738

A fórmula do destino


Imagina-te no melhor dos mundos, no cenário ideal, no meio das circunstâncias que supririam todas tuas carências, nada haveria com que te preocupares. No meio desse sonho te acomete uma dor de cabeça infernal e não podes desfrutar o que as circunstâncias dispõem. Tu não és as circunstâncias, essas podem ajudar ampliando tuas possibilidades ou dificultar restringindo as opções, porém, no frigir dos ovos tudo dependerá de teu estado de ânimo. Quando estás de bom humor as dificuldades são superáveis, quando estás de mau humor nem sequer o cenário ideal é suficiente para te sentires em paz. O ser interior que tu verdadeiramente és detém as rédeas de parte do destino, que é composto das circunstâncias, que tu não dominas, e também do que tu és capaz de decidir em relação a essas.

Labels:


Saturday, August 22, 2015

 

Oscar Quiroga - 2737

PODER INFINITO


Em apenas uma célula de teu corpo há mais energia disponível da que precisarias para sustentar toda tua existência. 

No centro do teu peito há o infinito, vida eterna, sem princípio nem fim. 

Tua alma está cercada de tesouros, mas os olhos continuam buscando alhures, lamentando a falta, convencendo-se de que a carência é a nota dominante. 

Cuida para que estas afirmações não te sirvam para nutrir o silencioso desespero de reconhecer teu exílio, mas que te incentivem a continuar o tortuoso, mas seguro retorno ao lar, com a alma cansada, porém, também mais sábia, capaz de utilizar o tesouro infindável com precisão.

Que tuas boas intenções se transformem, dia a dia, em poderosa vontade de praticar o que beneficiar a maior quantidade possível de pessoas, sem prejudicar ninguém intencionalmente.

Labels:


Friday, August 21, 2015

 

Oscar Quiroga - 2736

O alcance de tua liberdade


Em nome de apoderar-te da liberdade que mereces tu precisas, antes de tudo, aceitar o alcance dessa o que, na prática, significa perceber as limitações. Tentas, por exemplo, convencer-te de que tudo que acontece é resultado do que pensas e arvoras para isso explicações quânticas que são incompreensíveis. Não te compliques, a vida não precisa de explicações complexas, mas de vivê-la apenas e, por vivê-la, tu podes reconhecer que essa afirmação é pura teoria, pois na prática pensas e pensas, mas nada de teus pensamentos se tornarem realidade, o que é uma bênção, porque, já imaginaste se todas as patranhas que nossa humanidade pensa se materializassem? As ruas estariam cheias de monstrengos! Tua liberdade não é absoluta, se apoia sobre uma dimensão que te sobreleva, que acontece à revelia de tua vontade.

Labels:


Thursday, August 20, 2015

 

Oscar Quiroga - 2735

Belos e imperfeitos


Buscas regozijo onde outrora o encontravas, porém, agora não dá o mesmo resultado e te decepcionas. Buscas, então, novas experiências, mas te descobres uma alma desajeitada, como um homem ou mulher de meia idade numa balada de adolescentes. Está difícil reconhecer teu lugar porque atravessamos um período de instabilidade contínua, que já dura tanto que parece ter se convertido na nota dominante e que permaneceria assim para sempre. É, contudo, passageiro, mas ao mesmo tempo nada voltará a ser como antes, o vento do destino varreu irremediavelmente tudo que considerávamos porto seguro. Mantenhamos nossas mentes e corações abertos, aceitemos nossas inseguranças e instabilidades emocionais, não tentemos demonstrar força para ocultar nossa vulnerabilidade, somos o que somos, belos e imperfeitos.

Labels:


Wednesday, August 19, 2015

 

Oscar Quiroga - 2734

Renovação


Talvez tenhas de renovar-te a tal ponto que nada do que acumulaste até aqui te sirva e tenhas de abandonar quase tudo. Diante dessa constatação treme a alma, pois sempre pensou que deveria cultuar o passado e venerar as coisas que o representem. Porém, esse modelo de educação foi muito bom, mas deixou de sê-lo, pois as gerações que nos precederam não tiveram como imaginar que o mundo se transformaria em algo que não se alimenta do passado, mas que provém do futuro, de uma potencialidade ainda inexplorada que nos acena de uma dimensão completamente diferente. Escolas e famílias continuam repetindo o que foi bom outrora, literalmente constrangendo a alma das novas gerações. Há, porém, luz renovada, que faz com que cada um de nós tenha de renovar-se a tal ponto que tenhamos de abandonar quase tudo.

Labels:


Tuesday, August 18, 2015

 

Oscar Quiroga - 2733

Recupera o tempo


Presta atenção a esse horário da Lua Vazia e aproveita-o para recuperar o tempo, que é teu; o tempo é uma experiência subjetiva que ninguém pode roubar-te, mas que tu entregas de mão beijada ao mundo. Entregas o tempo quando te endividas, entregas o tempo quando te engajas em discussões para ter razão, entregas o tempo quando fazes a concessão de envolver-te em experiências que não desejas, mas que supostamente representam teu amor a alguém, sacrifícios que realizas em busca de reconhecimento. Recupera o tempo, torna-o teu novamente, aproveita o período da Lua Vazia para fazer algo que realmente desejes, porém, antes de lançar-te desenfreadamente a qualquer desejo, usa o discernimento para verificar se o desejo é verdadeiramente teu, ou se é algo que assumiste para sentir tua alma inserida no mundo.

Labels:


Monday, August 17, 2015

 

Oscar Quiroga - 2732

Recupera o tempo


Presta atenção a esse horário da Lua Vazia e aproveita-o para recuperar o tempo, que é teu; o tempo é uma experiência subjetiva que ninguém pode roubar-te, mas que tu entregas de mão beijada ao mundo. Entregas o tempo quando te endividas, entregas o tempo quando te engajas em discussões para ter razão, entregas o tempo quando fazes a concessão de envolver-te em experiências que não desejas, mas que supostamente representam teu amor a alguém, sacrifícios que realizas em busca de reconhecimento. Recupera o tempo, torna-o teu novamente, aproveita o período da Lua Vazia para fazer algo que realmente desejes, porém, antes de lançar-te desenfreadamente a qualquer desejo, usa o discernimento para verificar se o desejo é verdadeiramente teu, ou se é algo que assumiste para sentir tua alma inserida no mundo.

Labels:


Sunday, August 16, 2015

 

Concepção Imaculada: As Mães Virgens


A mulher pode engravidar e dar à luz crianças sadias através de dois métodos:

1. O método sexual usual (epigênese), compartilhado com os animais e aceito atualmente pela medicina, em que há a contribuição de substância do homem (esperma), através de um procedimento natural (coito) ou artificial (inseminação artificial).

2. O método não-sexual superior (partenogênese), em que não há qualquer participação do homem no fornecimento de material genético.

Na teoria atualmente aceita da epigênese, a mulher engravida devido à junção do óvulo feminino com o esperma masculino, gerando um feto que se desenvolve e gera a criança que nasce neste mundo.

O processo de partenogênese mais conhecido, aqui no Ocidente, é o que resultou no nascimento de Jesus Cristo, gerado imaculadamente pela Virgem Maria, segundo ensina a Igreja Católica Apostólica Romana. A Igreja Católica já sabia, na ocasião em que optou pela concepção imaculada de Jesus, que o processo de partenogênese era raro mas já existia desde um longínquo passado, gerando pessoas especiais. Foi através desse mesmo processo que nasceram: Gautama Buda, na Índia, Zoroastro na Pérsia e Pitágoras na Grécia; antes disso, o salvador hindu Krishna foi imaculadamente produzido por sua mãe virgem Devaki. Até Platão e Alexandre, o Grande, teriam tido concepção imaculada, assim como Apolônio de Tiana (o verdadeiro Jesus Cristo). Hipócrates, considerado o Pai da medicina moderna, nos informa que sua mãe costumava lhe contar, que ela não tinha tido relação carnal com seu pai por cerca de dois anos antes do seu nascimento, o que lhe confere uma concepção imaculada via partenogênese [1].

No entanto, a partenogênese (concepção imaculada) não ocorreu apenas no passado remoto. Em 1955, dezenove mães virgens (que produziram filhos sem a participação de um pai) se apresentaram na Inglaterra e foram analisadas por um comitê médico de alta competência. Os resultados dessa pesquisa foram apresentados no periódico médico "Lancet", órgão oficial da Associação Médica Britânica. A conclusão foi que o nascimento virgem, ou partenogênese humana, é fisiologicamente possível e que realmente ocorreu em algumas das mulheres estudadas. Isso significa que um novo organismo humano pode ser gerado a partir de apenas um ovo feminino e que um progenitor masculino e o espermatozoide não são essenciais no processo reprodutivo humano. A pergunta importante que devemos responder é: quais as condições necessárias para haver nascimento de crianças sem a necessidade de pais (via partenogênese) e por que isso não ocorre com maior frequência na atualidade?

A mais famosa das dezenove "mães virgens" da Inglaterra foi a Sra. Emmimarie Jones, uma mulher alemã residindo na Inglaterra na ocasião, que deu à luz uma filha perfeitamente saudável chamada Mônica, que não tinha pai. Este caso foi bem detalhado no periódico médico Lancet da Associação Médica Britânica. Mais tarde foi descrito numa série de três artigos no "O Cruzeiro", uma revista brasileira popular (atualmente extinta), com o título "O Caso de uma Criança sem um Pai". Por seis meses os pesquisadores médicos da Inglaterra submeteram a Sra. Jones e a sua filha a exames complicados, os resultados dos quais confirmaram a alegação da Sra. Jones que sua criança não tinha pai. O texto abaixo é extraído do artigo de "O Cruzeiro" de 18 de agosto de 1956: 

"É possível criar uma criança sem a participação de um homem, diretamente ou indiretamente? Um grupo de médicos da Inglaterra eminentemente qualificados para responder essa questão [veja a lista nominal desses pesquisadores na Referência [1]] conduziu uma série de exames 'misteriosos' e complicados em Londres durante um período de seis meses, em um esforço para responder essa questão. A pessoa objeto dessas investigações foi uma jovem mulher alemã de trinta anos e sua filha de onze anos de idade. Os resultados iniciais deste estudo foram tão intrigantes que eles levaram os médicos a continuar suas pesquisas e a publicar um relatório oficial, que apareceu na Lancet, da qual nós tiramos a citação: 

"'Nós empregamos todos os métodos experimentais conhecidos pela ciência médica. Nós não pudemos provar que qualquer homem tenha participado na concepção desta criança. Nós não conseguimos achar qualquer evidência para contradizer a afirmação de que a garota Mônica foi produzida por sua mãe sem um pai. Isso, portanto, constitui o primeiro caso autêntico na história da ciência que prova a possibilidade da partenogênese humana (Nascimento Virgem)."

Charles Darwin lançou uma teoria de "Evolução das Espécies", em que enfatizava a "sobrevivência dos mais fortes". No entanto, o que não foi dito foi que nesta luta pela sobrevivência os "mais fortes" ficaram "mais fracos", com a saúde mais abalada e pior do que a geração anterior de seus pais! Portanto, ao longo das eras houve uma "Involução (degradação,degeneração) da Raça Humana".

Eis como se deu a degradação da raça humana:  Inicialmente só existia uma raça, apenas de supermulheres (mães virgens), que se reproduziam partenogeneticamente, gerando crianças apenas do sexo feminino. A "lenda" das mulheres guerreiras Amazonas fundamenta-se neste período de nossa história. Com o passar do tempo, essas mulheres começaram a ter uma vida mais desvinculada da Natureza e começaram a parir filhas degeneradas com alguns traços masculinos, as hermafroditas. Continuando a ter uma vida parcialmente afastada da Natureza (uma vida parcialmente "artificial", e, portanto, "errada"), essas supermulheres, agora já bem degradadas, começaram a parir filhas normais e filhas totalmente degeneradas, que hoje consideramos o sexo masculino. Nestas filhas degeneradas (=filhos do sexo masculino), os ovários desceram para fora do corpo (formando os dois testículos), sendo segurados por um saco (escroto); o clítoris se hipertrofiou formando o que conhecemos como pênis; etc. Hoje, temos a condição degradada de dois sexos na raça humana, sendo o sexo feminino menos degradado do que o sexo masculino, pois o sexo feminino ainda consegue gerar descendentes, enquanto o sexo masculino é totalmente esteril, devido à sua maior degradação da superraça feminina original. Note que, no sexo masculino atual, os seios ainda estão presentes, apesar de se encontrarem em uma forma atrofiada, mas que, antigamente, eram funcionais, como são os atuais seios do sexo feminino. Uma maior degradação do sexo masculino só pode ser encontrada se formos para os animais (macacos peludos).

A tradição hindu nos informa o processo de degeneração humana da seguinte forma (após a existência de dois sexos, o feminino e o masculino): Na Idade de Ouro, a humanidade vivia em castidade, sendo que homens e mulheres nasciam de mães virgens, através de partenogênese; devido à castidade, o corpo humano estava tão carregado de energia elétrica que a concepção ocorria sem relação sexual (coito, cópula), pela passagem de radiação eletromagnética sutil entre os dois sexos, sem contato físico entre os corpos (o que na Física chamamos "ação à distância"). Na Idade da Prata, com uma certa degradação da raça humana (por seu desvio das leis da Natureza), a geração era ainda por partenogênese, mas agora era necessário o contato físico entre os corpos (para a transferência de cargas elétricas), mas ainda não havia relação sexual, via coito. A partir da Idade do Cobre, a fecundação geralmente só acontece se houver a cópula entre os sexos, devido à maior degradação da raça.

A Natureza sempre procura facilitar o processo de reprodução de todas as espécies, tornando essa atividade sempre prazerosa, sem dor e sem prejuízo para a saúde dos participantes no ato da concepção. Mas para a espécie humana, com as suas práticas sexuais atuais, essa regra parece não se aplicar (mas, certamente, se aplicam!). Vejamos alguns fatos: 

1. A mulher virgem tem um grande incômodo na sua primeira relação sexual, porque a entrada de sua vagina está bloqueada por uma membrana chamada hímen. Para que o pênis masculino possa entrar na vagina esta membrana precisa ser rompida, o que costuma ser algo dolorido e que causa uma hemorragia no local. Às vezes, esta membrana precisa ser rompida por um método cirúrgico para permitir uma cópula normal. Por outro lado, nos animais superiores (os primatas, em particular) as fêmeas não possuem hímen, o que facilita a cópula, indicando que ela é correta para a reprodução desses animais. Como a mulher possui hímen, uma barreira contra a cópula, a Natureza está indicando que idealmente existe uma forma superior de reprodução reservada ao ser humano, sem necessidade de dor ou prejuízo à saúde, que se chama partenogênese, sendo a epigênese (que envolve o coito) reservada para os animais. Nenhum fisiologista jamais explicou a contento porque existe uma membrana (hímen) selando os órgãos genitais femininos e os protegendo contra os ingressos de substâncias do exterior (sêmen, por exemplo), mas agora você sabe a razão!

2. O homem que tem relações sexuais (via coito) frequentes acaba prejudicando sua saúde, pois a lecitina presente nas suas ejaculações é necessária para a constituição e funcionamento correto do cérebro e de todo o sistema nervoso. Com a ejaculação frequente o homem pode ter inúmeros problemas de saúde: demência, Alzheimer, calvície, fraqueza muscular, prostração, epilepsia, etc. Homem só fica calvo após começar a ejacular na puberdade! A história mostra que gênios são homens que ejaculam pouco (ou que nunca ejaculam). Se ejacular fosse normal para o homem (na prática da epigênese), isso não iria afetar sua saúde, como um galo, que ejacula em inúmeras galinhas, e não tem sua saúde afetada por isso (pois a epigênese é adequada para a sua espécie). Medições mostram que pessoas insanas (loucos de hospícios) têm cerca de metade da lecitina na composição de seus cérebros do que os indivíduos normais.

3. Mulheres que têm relações sexuais muito frequentes (seria algo natural no caso de epigênese), como no caso de prostitutas, tendem a ficar estéreis, não conseguindo mais gerar filhos. Isso porque o espermatozoide tem um efeito que prejudica o organismo feminino. Investigações sobre a causa da esterilidade de mulheres revelaram a presença de uma toxina (espermatotoxina) no sangue da mulher resultante da absorção do sêmen masculino pelas paredes mucosas do trato vaginal feminino. Esta toxina tem um efeito prejudicial nos ovários, causando a esterilidade. A esterilidade de prostitutas é, portanto, explicada como devido ao acúmulo desse veneno no sangue delas. Em tal caso, a abstinência de relações sexuais, que leva ao desaparecimento dessa toxina, pode restaurar a fertilidade da mulher. Obviamente, se a epigênese (teoria atualmente aceita pela medicina) fosse a prática adequada ao ser humano, a mulher não ficaria estéril por receber muito sêmen do homem. 

4. Existem certos fatos relacionados à estrutura dos órgãos genitais feminino que indicam que eles são naturalmente inimigos da entrada do espermatozoide e de sua existência continuada por lá. O mais evidente desses é o efeito venenoso das secreções ácidas vaginais sobre os espermatozoides, que são destruídos por elas como se eles fossem bactérias patogênicas. Do começo ao fim, os espermatozoides encontram o trato genital feminino não adequado para sua recepção, o primeiro tratamento não-favorável sendo a natureza altamente ácida das secreções vaginais. Em seguida, existe uma corrente ciliar para baixo gerada pelos pequenos cílios existentes dentro das trompas de Falópio que se opõem aos movimentos ascendentes dos epermatozoides do útero para os ovários. Como consequência dessa resistência, os espermatozoides não conseguem chegar aos ovários, mas param a dois terços do caminho nesta trompa, onde a fertilização é suposta ocorrer. Isso é estranho que ocorra nesse local, em vista do perigo da gravidez tubária.

5. O orgasmo masculino costuma ocorrer antes do orgasmo feminino, o que causa o sêmen ser ejaculado na vagina ao invés de diretamente dentro do útero feminino, como ocorre no caso do animal (particularmente no caso dos bovinos), o que leva o sêmen entrar em contato com a secreção ácida da vagina, algo prejudicial aos espermatozoides, ao invés de entrar em contato direto com as secreções uterinas alcalinas. Quando o ato sexual é feito de forma natural, o sêmen passa diretamente do pênis para o útero e não fica sujeito ao ataque pela secreção ácida da vagina. Entre as raças civilizadas, a ejaculação masculina é prematura, levando o orgasmo masculino a ocorrer antes do feminino, enquanto que entre as raças primitivas e do Oriente, o homem leva três vezes mais tempo para atingir o orgasmo que no mundo civilizado. Isso torna o ato sexual civilizado algo não natural (contra a concepção), já que o orgasmo feminino vindo após o masculino irá tender a varrer para fora o sêmen depositado na vagina. A ejaculação precoce masculina é um sintoma patológico que está associado a uma excitação nervosa excessiva e à constipação intestinal.

6. Que o coito entre seres humanos é algo não fisiológico é ainda indicado pela existência (na fêmea humana) de dois grandes obstáculos que atrapalham o seu desempenho: o hímen e o orifício uterino (a boca do útero fica coberta por um tampão de muco que atrapalha a passagem do espermatozoide da vagina para o útero), ambos estando normalmente não perfurados em uma virgem. É significativo que a mulher é a única fêmea mamífera que possui um hímen bem desenvolvido; e ela é a única em que o primeiro coito é um ato doloroso e com hemorragia. Até a fêmeas dos macacos não tem hímen. Em uma mulher virgem, a entrada do útero está fechada com um tampão de muco, de tal forma que nem um espermatozoide consegue passar da vagina para o interior do útero. Apenas após a experiência do orgasmo esta passagem se alarga suficientemente para permitir a entrada do espermatozoide. Mas uma mulher perfeitamente casta e virgem nunca experimenta um orgasmo, mesmo durante o coito. Isto significa que os espermatozoides introduzidos em sua vagina será envenenado lá pelas secreções vaginais ácidas e nunca irá ganhar entrada em seu útero. Existem muitos casos registrados de mulheres que estavam casadas por vários anos antes de experimentarem um orgasmo, que foi seguido pelo nascimento de sua primeira criança. Em um caso particular, uma mulher casou-se antes dos vinte anos e teve dois maridos. Com a idade de 40 anos ela experimentou o seu primeiro orgasmo, o que resultou na sua primeira gravidez.

Portanto, pelos motivos acima, existe razões para acreditar que a existência do hímen na mulher indica que outro método, além do coito, foi fisiologicamente preparado para a fertilização humana. Todos os organismos vivos são construídos de tal forma que o ato da reprodução é algo atrativo e sem dor. A existência do hímen iria aparentemente violar tal lei, se algum outro método de fertilização não fosse possível e preparado para a mulher. O fato de que a mulher tem um hímen interferindo com o coito, enquanto que os animais não o possuem, parecem indicar que a cópula é natural para o animal, mas não o é para a mulher, para a qual a Natureza preparou a reprodução de uma maneira diferente e não dolorosa.

Existem muitas teorias para explicar a concepção feminina. De acordo com Pitágoras, o ovo - e apenas o ovo - é a semente do futuro embrião, e requer apenas um estímulo externo (normalmente suprido pelo homem, mas que também pode ser suprido por outros meios) para iniciar o seu desenvolvimento. Durante o coito uma emanação ou radiação vem do cérebro e sistema nervoso do homem penetrando no corpo da mulher e ativando o desenvolvimento do ovo, assim como o calor da luz do sol na primavera causa a germinação das sementes no solo. Pitágoras afirma, portanto, que a concepção pode ocorrer sem a união dos órgãos sexuais e sem a passagem do fluido seminal do homem para a mulher. Tudo o que era necessário era que essa radiação nervosa fosse transmitida. Esta teoria, que forma a base da teoria da "Aura Seminalis", prevaleceu desde 500 a.C. até a metade do século dezenove.

A Teoria Espermatista começa com os escritores do Velho Testamento que se fixam nesta falsa teoria de reprodução, afirmando que a criança vem da "semente" do pai ou progenitor masculino. Galeno, que difundiu esta teoria, afirmava que o sêmen continha sementes que se desenvolviam em embriões após ser depositado dentro da mulher.

A Teoria Ovista afirma que todos nós somos produzidos inteiramente de ovos, que se desenvolve em embriões e fetos, após serem excitados para crescer pelo estímulo suprido pelo homem (i.e., uma excitação nervosa comunicada pelo cérebro feminino aos ovários, que causa a ruptura dos folículos de Graaf e libera a ova que começa a se desenvolver, o espermatozoide nada tendo a ver com este processo).

A Teoria da "Aura Seminalis", a futura criança vem inteiramente do ovo em desenvolvimento e do sangue materno, o homem suprindo apenas um estímulo vital que inicia esse desenvolvimento. Este estímulo é concebido como uma "aura" ou radiação que é transmitida do homem para a mulher durante o coito. A transmissão dessa "radiação" é algo possível, já que todas as células vivas, incluindo os espermatozoides, possuem características elétricas e emitem energia eletromagnética. 

No início do Século 20, o pesquisador Jacques Loed, através de muitos experimentos feitos nos laboratórios biológicos da Universidade da Califórnia, mostrou ser falsa a Teoria da Epigênese (atualmente aceita pela medicina), demonstrando que para a fertilização ocorrer, nem o núcleo do esperma e nem o próprio espermatozoide precisa entrar no ovo, nem inclusive precisa estar na proximidade do ovo. Tudo o que é necessário é que uma enzima emitida pelo espermatozoide aja na membrana externa do ovo. Apenas a enzima é suficiente para produzir a fertilização, sem a presença do espermatozoide. Ele também mostrou que um ovo não fertilizado pode começar a se desenvolver para formar um organismo vivo por outros meios, distinto do usual no qual ele é ativado pelo espermatozoide, como, por exemplo, soluções alcalinas, raios ultra-violetas e outros estímulos, capazes de fazer ovos não fertilizados se desenvolverem sem o espermatozoide estar presente. Os experimentos de Loeb mostraram que uma alta alcalinidade, ao invés de alta acidez, do sangue favorece a ocorrência da partenogênese. Os trabalhos de Loeb podem ser considerados uma nova teoria ovista e permitem a ocorrência de partenogênese artificial.

Na Grécia antiga, houve uma época em que as mulheres começaram a afirmar que seus filhos foram concebidos pelos deuses (eram literalmente "filhos de Deus"), não tendo participação de homens. O rei da época ficou muito irritado com esses fatos e baixou um decreto dizendo que qualquer mulher que afirmasse que seu filho fosse concebido através dos deuses seria executada. Obviamente, a mulher que se encaixava nessa situação (gestação partenogênica) parou de afirmar a verdade e elegeram um homem como responsável por sua gestação. Hoje em dia, a condição partenogênica ainda existe nas mulheres, que se manifesta através de cistos dermoides, que ao invés de ser manifestações patológicas e anormais, são situações iguais a outros fetos, com a particularidade de que ao invés de surgir a partir de uma ova fertilizada, eles surgem de ovas não fertilizadas; e se os seus crescimentos não fossem interrompidos pela faca do cirurgião, elas poderiam alcançar a maturidade e terem nascido como crianças vivas, como aconteceu no caso das crianças saudáveis produzidas pelas "mães virgens" da Inglaterra, citado no início desta postagem.

Para que a partenogênese ocorra com mais frequência, a mulher precisa ter uma ótima saúde (ter sangue alcalino, e não ácido, como é o caso usual). Nesta situação, a partenogênese pode se iniciar com a cooperação de vários estímulos:

1. Inicialmente, deve ter uma alimentação que torne seu sangue alcalino (e não ácido, como usual).
2. Concepção através da exposição à radiação solar (Lembrar da ativação por raios ultravioletas, feita por Loeb; a radiação ultravioleta UVB do sol gera vitamina D no corpo humano, algo descoberto pela ciência, o que pode colaborar neste caso).
3. Concepção através da radiação eletromagnética emitida pelo ser humano.
4. Concepção através do vento e da chuva.

Como uma mulher poderia se preparar para se tornar capaz de gerar filhos partenogeneticamente? Como os organismos inferiores podem se reproduzir por partenogênese quando eles desfrutam de boa nutrição e de mais exposição abundante ao sol, mas requerem fertilização sexual quando essas duas condições faltam, nós podemos supor que o mesmo deve ser verdade para as mulheres. O primeiro passo para alcançar um estado superior de nutrição é parar a perda menstrual, já que não há nada que depaupera mais nutricionalmente o sangue da mulher do que isso. Também a respiração yoga (pranayama), pelo seu efeito de aumentar a alcalinidade do sangue, deve elevar a capacidade da mulher para a partenogênese. E como uma dieta estritamente vegetariana de baixa proteína, junto com uma vida de estrita castidade, ajudam uma mulher a se ver livre da menstruação, esse regime é necessário na preparação da partenogênese.

Podemos concluir que a partenogênese ocorre quando o ovo desfruta de desenvolvimento ótimo e de uma abundante nutrição, ao passo que um ovo subdesenvolvido e mal nutrido irá requerer uma fertilização sexual (epigênese) para suprir sua falta nutritiva, absorvendo e consumindo o espermatozoide nesse processo. Como a virginidade e a abstinência sexual envolve a conservação dos fluidos reprodutivos e as substâncias que são perdidas na atividade sexual, isso pode explicar porque a partenogênese humana ou nascimento virgem requeira tal conservação sexual para se tornar possível. Uma profunda perda vital é a menstruação na mulher; e como uma condição alcalina superior do sangue favorece a partenogênese, enquanto um estado mais ácido torna necessária a reprodução sexual; e como a menstruação envolve uma perda considerável de substâncias alcalinas do sangue, podemos concluir que a melhor preparação para a partenogênese numa mulher é viver em completa castidade e se livrar da hemorragia menstrual.

Surge a pergunta: se o organismo da fêmea humana possui uma capacidade latente de partenogênese, por que então isso não ocorre? A resposta é que como a ovulação está sempre associada com a menstruação - a fêmea sendo estéril antes do começo das ovulações (antes da puberdade) e após a conclusão delas (após o início da menopausa), a menstruação atua como um fenômeno preventivo da partenogênese por baixar periodicamente a alcalinidade do sangue, já que a partenogênese requer um alto grau de alcalinidade do sangue. Além disso, a deficiência nutricional produzida nos ovários e na ova como resultado da perda de fluidos vitais durante o processo menstrual evita a ocorrência das condições nutritivas superiores da qual a partenogênese depende.

A menstruação representa uma perda de material bruto potencial que iria formar o embrião, como evidenciado pelo fato de que essa hemorragia termina assim que o desenvolvimento embrionário começa. Conservando essas substâncias através da eliminação higiênica da menstruação (que muitas mulheres tem alcançado), condições superiores de nutrição seriam criadas que são essenciais para a mulher reganhar sua capacidade perdida da partenogênese.

Referência:
[1] Raymond W. Bernard, The Mysteries of Human Reproduction: The Ovist Theory of Reproduction (Scientific Evidence that Women Can Produce a Child Without a Father - Completely Upsetting the Age Old Idea that the Male is Essential for Procreation), Literary Licensing (www.literarylicensing.com). ISBN 9781494016142.

Labels: , , , , , , , , , , , , , , , , ,


 

Oscar Quiroga - 2731

Maior do que a sobrevivência


Para tua existência melhorar tu precisas melhorar a existência de todos os que estão dentro de teu círculo de influência também. Há uma insuperável interdependência entre os indivíduos humanos que é negligenciada em nome da sobrevivência individual. Sobreviver não é o mesmo que melhorar, realmente tu podes sobreviver te tornando independente de tudo e de todos, porém, isso não te fará uma pessoa melhor e como resultado disso não serás feliz. Tua melhora e felicidade dependem de que tua presença irradie benefícios a todas as pessoas com que te relacionas, tanto quanto tua presença também ser beneficiada pela irradiação das pessoas que te incluem em seus círculos de influência. Prestar esse serviço não é inferiorizar-te, é isso que te torna maior do que a sobrevivência.

Labels:


Saturday, August 15, 2015

 

Oscar Quiroga - 2730

Sem preferências nem rejeições


O Divino é ouro quando o ouro é requerido pela necessidade. O Divino é esterco quando o esterco é requerido pela necessidade. Todas as manifestações se originam no Divino, tudo é da natureza do Divino, todas as expressões do Divino respondem à necessidade que as faz existir. Tuas preferências e rejeições são fruto de tua ignorância da própria natureza do Divino que te faz existir, por que o Divino teria de preferir ou rejeitar se nada precisa deste mundo em que existimos? Repousa teu coração no Divino, eleva tua consciência acima das preferências e rejeições, aceita que a necessidade faz existir o que existe e que seria sábio de tua parte acompanhar a retidão do Universo manifesto. Afinal, se te convences de que o Divino tenha preferências, o que te faria pensar que tua alma seja preferida?

Labels:


Friday, August 14, 2015

 

Oscar Quiroga - 2729

A parte e o conjunto


Cada uma das células de nosso corpo está programada para sobreviver, mas só encontra sua razão de ser no conjunto maior no qual se inserem. Assim somos nós também, cada indivíduo humano é uma célula programada para sobreviver, porém, encontra seu sentido e significado ao descobrir seu lugar no reino em que está inserido. É importante que sejas um indivíduo egoísta, tu deves sobreviver, porém, mais importante ainda é que teu egoísmo sirva ao conjunto maior em que está inserido, prestando o devido serviço. Amplia, por isso, tua consciência, enxerga além de tua presença, comprova todas conexões que tu administras e verifica que tua alma não está isolada, que depende de outras tanto quanto essas outras dependem de ti também. Dedica alguns instantes diários a essa meditação e muitas limitações desaparecerão.

Labels:


Thursday, August 13, 2015

 

Oscar Quiroga - 2728

Alternância

Depois de chutar o balde precisas reorganizar-te, essa irrupção é tão necessária, para aliviar-te, quanto é também necessária a organização meticulosa da ordem cotidiana. Assim, alternadamente entre a libertação e o constrangimento de deveres com os quais discordas, tua existência vai se desenvolvendo ao ritmo de teus desejos, deveres e ações. Agora respira com alívio, está tudo melhor do que parece, pesa sobre ti o convencimento sombrio que se arraigou no inconsciente coletivo, mas não precisas convertê-lo na estrela que te oriente, há mais vida para ser vivida, mais horizonte para conquistar. Dedica-te agora a reorganizar-te e continuar administrando teu dia a dia da melhor forma possível, com tempo para cumprir deveres tanto quanto também usufruíres de tempo para fazer o que quiseres.

Labels:


Wednesday, August 12, 2015

 

A Monodieta


Por definição, a monodieta é a ingestão de apenas um alimento por um ser vivo. Está implícito, na monodieta, o uso adicional de três coisas: água, ar e luz solar. Todos os animais e os seres humanos podem manter uma vida saudável tendo uma monodieta, se o único alimento ingerido rotineiramente for adequado para aquela espécie. Por exemplo, o coala (um pequeno urso da Austrália) vive apenas comendo folhas de eucalipto. Zebra, cavalo, bovino ou antílope podem viver, com saúde total, comendo grama a vida toda. Uma criança recém-nascida pode viver saudável, durante o seu primeiro ano de vida, apenas com a seguinte monodieta: sugando o leite do seio da sua mãe. Um bezerro pode viver de modo saudável mamando apenas leite da sua mãe, a vaca. Porém, aqui vai um fato interessante: se o bezerro tomar exclusivamente leite da vaca pasteurizado (aquele leite que nós compramos no supermercado) ele morre em pouco tempo. Por que? Porque leite pausterizado é leito morto, no qual todas as enzimas foram destruídas pelo alto aquecimento (processo chamado de pasteurização). Portanto, leite de vaca pasteurizado não deve ser dado a crianças em fase de amamentação e, muito menos, tomado por pessoas adultas (nenhum animal mamífero bebe leite após sua fase de amamentação; só o ser humano faz isso, morre tomando leite).

Uma pessoa pode ter uma vida perfeitamente saudável com uma monodieta consistindo apenas de bananas cruas (ou qualquer outra fruta crua). Com essa monodieta a pessoa, além de ter uma saúde perfeita, irá se livrar de qualquer doença que a  esteja perturbando. Por outro lado, se a pessoa tiver uma monodieta de apenas "comida cozida" ela irá morrer rapidamente. Isso foi verificado experimentalmente [1]: "Comida cozida, como advogada pela arte médica, não consegue sustentar o nosso corpo. Isto foi descoberto em um teste com 6000 (seis mil) homens selecionados por seus vigores excepcionais e foi relatado por Alfred McCann no New York Globe, de maio de 1915. Em menos de 15 meses, 4000 desses homens robustos estavam mortos, e o resto estava se afundando rapidamente, mas foram salvos quando foram alimentados com alimento cru. Todas as pessoas que subsistem com uma dieta regular de comida cozida são salvas da morte pelo pouco de alimentos crus que elas comem". Aqui no Brasil, em 2006, 33 pessoas morreram de beribéri no Estado do Maranhão por causa  de uma monodieta forçada de arroz branco cozido [3]. Portanto, se você tem o hábito de comer arroz branco todos os dias, saiba que você não está morto(a) neste momento é porque você come outros alimentos (crus), que "compensam" o malefício do arroz branco (dito "beneficiado", mas que na realidade é "maleficiado").

Em uma situação limite, o ser humano consegue viver com saúde apenas com os elementos implícitos da monodieta, a saber, usando apenas água, ar e luz solar [2], sem qualquer outra ingestão bucal de alimentos. Obviamente, a água e o ar, neste caso, não podem estar poluídos. O ar poluído, como nas câmaras de gás nazistas da Segunda Guerra Mundial, mata as pessoas rapidamente. Portanto, não more nas grandes cidades. A pulverização da atmosfera terrestre com elementos químicos venenosos através de aviões (gerando as famosas "trilhas químicas") tem o objetivo de reduzir drasticamente a população mundial, mandando você mais rápido para o cemitério. 

Referência:
[1] Hilton Hotema, Empyreal Sea: How High Do You Climb? Live 1400 Years, Health Research, 2001. ISBN 0-7873-0445-X.
[2] Jasmuheen, Viver de Luz: A fonte de alimento para o novo milênio, Editora Aquariana, São Paulo, 2000.
[3]  http://saudeperfeitarfs.blogspot.com.br/2009_09_01_archive.html

Labels: , , , , , , ,


 

Oscar Quiroga - 2727

Alívio necessário


No mais íntimo do teu ser germina o pensamento que te conduz a sentir que deverias estar em qualquer outro lugar diferente daquele em que agora te encontras. Tua imaginação responde a esse anseio e te fornece todas as imagens que precisas para suportar com dignidade tua posição, já que não consegues abandoná-la sumariamente, mesmo sendo esse o verdadeiro desejo. Há dias, porém, em que imaginar não é suficiente para aliviar a ansiedade e, até pelo contrário, essa instiga tanto que a vontade de chutar o balde se associa à poluição, à secura do ar, à estupidez generalizada e então, em algum instante descontrolado, mandas tudo ao inferno, nem que seja para experimentar o alívio que um analgésico daria à dor de cabeça.

Labels:


Tuesday, August 11, 2015

 

Oscar Quiroga - 2726

Teu papel


Agora medita sobre o papel que exerces no mundo e no Universo. Para que serves, qual é tua utilidade? A partir do momento em que começaste a respirar entre o céu e a terra e até o instante em que lançares o último suspiro, todo esse tempo é o ciclo de expressão que tua presença representa. O que é que tu expressas? Que tipo de ardor interior movimenta teus passos e te motiva a abraçares tais ou quais experiências? Medita com sinceridade sobre a tua obra, pois é isso mesmo que estás fazendo agora, uma obra existencial, com tua assinatura e marca registrada, uma obra em andamento o tempo inteiro, inclusive quando dormes. Não há descanso no destino, cada respiração te aproxima do último suspiro, cada pensamento que pensas é combustível de uma ação que logo mais executarás.

Labels:


Monday, August 10, 2015

 
Carta de Tancredo Neves dirigida à nação brasileira
Psicografada por Robson Pinheiro

Amigos e companheiros, brasileiros e brasileiras,

 

Nosso país passa por momentos incomuns em seu cenário político, econômico e social, mas, sobretudo, por uma crise sem precedentes de ordem espiritual, a qual se faz perceber nos desdobramentos do nosso momento político e na conjuntura socioeconômica na qual estamos todos inseridos e imersos.


Não podemos ignorar as palavras de Allan Kardec ao registrar que “de ordinário, são eles [os espíritos] que vos dirigem”.[1] Sob esse pensamento, que traduz a realidade da vida nos bastidores de todas as ações humanas, sabemos que as dificuldades enfrentadas pelo povo brasileiro não são somente da parte daqueles que detêm o poder ou que o veem fugir de suas mãos. Nós enfrentamos, neste momento, um dos casos mais graves de obsessões complexas num âmbito generalizado em nossa nação. O país passa por uma crise espiritual na qual as forças da oposição ao progresso culminaram com a derrocada de valores e conquistas do povo brasileiro, afetando, em grande medida, as instituições públicas. Tudo isso levando-se em conta que, desde os bastidores da vida, espíritos representantes das sombras, das trevas mais ínferas, têm manipulado suas marionetes — políticos, homens públicos, empresários e homens do povo, desde as pessoas mais comuns até aquelas que em alguma grau detêm poder ou liderança sobre a multidão e, ainda, as que formam opinião e são capazes de influenciar a situação reinante — a qual, a cada dia, agrava-se a passos claros.


Não podemos desconsiderar que a arma da qual se utilizam os representantes das trevas deste século é eficiente o bastante para minar as forças daqueles que querem acertar, pois formam quadrilhas, grupos de poder para os quais é mais importante sua manutenção no poder, a qualquer custo, do que o bem-estar do povo e das instituições que zelam por nosso futuro promissor como nação.


Não nos esqueçamos de que, por trás de homens, estão as hostes espirituais da maldade, que fazem de tudo para saquear os cofres públicos, solapar a economia, fraudar, corromper os valores éticos, assim roubando do povo brasileiro o sono de sossego ou a fé em dias melhores. A estratégia dessas entidades consiste, em larga medida, em promover a desgraça daqueles homens e daquelas instituições que ainda acreditam e representam o bem, a honestidade, a retidão de caráter e os valores que nos tornaram, ao longo dos séculos, a grande nação que somos. É a política das trevas, por meio de suas marionetes encarnadas, a deturpar tanto o significado quanto a razão mesma da ética e de valores nobres e sadios mediante o assassinato da fé do povo, alardeando uma visão populista ao mesmo tempo que encobre sua verdadeira face de estandarte do mal e das forças da escuridão.


Estamos em plena guerra espiritual, na qual o campo de batalhas está cada vez mais próximo de nós, de nossas famílias, de nossas vidas. Não mais podemos pensar num tempo de tranquilidade ou de aparente segurança, pois ninguém está seguro diante dos lobos travestidos em peles de ovelhas com seus discursos preparados para enganar e levar a multidão a erro. Em troca, deixam as migalhas caírem de seus cofres particulares, ou dos cofres e das contas bilionárias das quadrilhas que tomaram de assalto e aparelharam o governo, o país e as instituições que deveriam nos representar.


Mas não estão sós esses homens que assim agem. Como marionetes das forças das trevas, eles representam um forte aparato de guerra que é utilizado a fim de retardar o progresso e fazer com que as instituições do bem sejam afetadas diretamente, pela força, a arrogância, as mentiras e as pretensões das quais se valem para fazer afundar o barco da nação brasileira.


A política faliu; os homens públicos faliram; muitas empresas sucumbiram mediante o abuso daqueles que tentam dominar a qualquer custo, e, inclusive, muitos homens de bem, muitas pessoas de boa vontade, iludidas, deixaram-se levar pelas promessas vãs, pelas políticas públicas populistas, com seu idealismo patético a distribuir suas migalhas, que ainda hoje retêm a população mais sofrida na situação de dependência crônica dos programas forjados para iludi-la, visando à ignorância do povo acerca do que se comete nos bastidores. Misérias e bolsas oportunistas são oferecidas à gente pobre mas também aos ricos, enquanto lobos vorazes pilham a economia e buscam se manter disfarçados de ovelhas no comando de uma das maiores nações do planeta.


Não nos enganemos, meus amigos, pois não estamos lutando “contra a carne e o sangue”, mas, como disse o apóstolo Paulo, “contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade”.[2] Em outras palavras, a guerra não é contra homens, apenas; com efeito, é de ordem espiritual. Nosso discurso não é meramente político, mas de convicção espiritual da realidade dos seres trevosos com os quais lidamos. Quem é incapaz de perceber a gravidade da hora, o estiramento das convicções e o assalto aos valores em pleno curso, deve-se indagar, honestamente, se sua visão já não está comprometida pelos feiticeiros da hipnose vigente, pelos artífices da derrocada da nação brasileira, dos dois lados da vida.


Por isso, hoje não nos resta uma alternativa plenamente confiável, embora vislumbremos a possibilidade de modificar esse panorama, dando um novo rumo ao nosso futuro. Se, por um lado, não se apresenta alguém que reúna condições genuínas e plenas de representar a nação e o povo brasileiro fazendo frente a esta marca da corrupção que avassala desde Brasília até a base mesma da sociedade — isto é, o povo comum —, pelo menos nos resta a alternativa de optarmos por uma ética ou, quem sabe, pela possibilidade de mudar, uma vez que o horizonte não nos aponta um líder ou uma liderança isenta de chances de perpetuar o erro. Ou, mais modestamente: diante do quadro dramático em que se vê a nossa nação, errar menos já seria de muito bom grado diante do extremo a que chegaram os representantes eleitos democraticamente pelo nosso povo, iludido pelas promessas, as mentiras e as ideologias de um governo dos mais corruptos que a história do Brasil já conheceu. Diante de tamanha manipulação mental, hipnótica e sensorial empregada por aqueles que formaram a quadrilha que nos governa desde os bastidores do Palácio da Alvorada até os bastidores da vida, sem dúvida errar menos já significaria grande avanço.

Nosso momento é grave, não somente economicamente, mas espiritualmente falando. Sobretudo do ponto de vista espiritual, pois sabemos, com o mínimo de perspicácia e observação, que forças ocultas estão em plena concentração na tentativa de afundar o barco da nação brasileira, sobre a qual já foi dito, um dia, que deveria ser o coração do mundo e a pátria do Evangelho.


Segundo podemos constatar, o coração está parando; está enfermo e precisando urgentemente de uma cirurgia moral, ética e espiritual. E é raro que um processo cirúrgico não cause apreensão e seja indolor. 


Em caráter emergencial, precisamos nos irmanar em oração, todos os que de alguma maneira querem o bem do povo brasileiro. Precisamos pedir a Jesus que tenha misericórdia dos filhos desta terra e das lideranças e dos representantes do povo, mas que também sustente os esforços daqueles poucos que resistem e querem acertar; dos que militam em defesa da ética, da justiça, do desmascaramento dos lobos que enganam e enganaram a multidão num momento frágil de sua fé no futuro e utilizaram do poder de barganha para comprar com promessas levianas aqueles que não souberam e ainda não sabem distinguir entre a ovelha e o lobo — este, o bando que governa, distribuindo migalhas em troca de votos e popularidade. Quem sabe, clamar para que os cidadãos sejam capazes de discernir e identifiquem quem deseja ajudar educando e objetiva, de fato, libertá-los da miséria, da servidão da consciência e da ignorância. Precisamos nos reunir em oração, mesmo aqueles que de alguma maneira ainda se deixam levar pelas promessas que já se mostraram vazias e pelo idealismo disseminado em nome desta política desumana, que com certeza não tem sua origem nos dirigentes espirituais da nação, mas nas hostes da maldade, nos representantes da escuridão que estão encastelados nos corações daqueles que, em troca do sofrimento do povo brasileiro, tentam dominar e perpetuar-se no poder a qualquer custo.


Nosso convite é para orarmos, juntarmos nossas energias e possibilidades espirituais, e não somente vibrações, para que nos pronunciemos cada vez mais. Que tenhamos a coragem de sair de nossos lares, de ir às ruas, de nos manifestar pelo bem e pelo direito, pela vitória da ética e da dignidade. E não falo aqui a favor ou contra partidos políticos, mas a favor do bem, da justiça e das conquistas de nossa nação. 


Que possamos descruzar os braços, sair do comodismo diante dos acontecimentos, tentando de alguma maneira nos pronunciar a fim de não darmos ainda mais razão ao pensamento de que, se o bem não domina, é porque “os bons são tímidos”[3] — ou fracos. Sem que se ergam os cristãos como dantes se ergueram perante as arbitrariedades dos ímpios, que culminaram nos circos romanos da Antiguidade; sem que nos mexamos e façamos a nossa parte — muito mais do que simplesmente rezarmos e pedirmos ajuda ao Alto, sabendo que todos somos a ajuda que o Alto envia para agir no momento de crise —; sem isso, se não agirmos e formos proativos, seremos apenas uma voz rouca que, aos poucos, será silenciada em meio à multidão dos que sofrem e do poder dos marginais a serviço da escuridão. Seremos apenas miseráveis, escondidos em nossas casas de oração, batendo no peito a clamar socorro, escondidos com medo de nos mostrar em nome da causa do bem pela qual todos deveríamos nos expor e mostrar que, juntos, podemos muito mais!


Não se acanhem, não se iludam. Estamos em plena guerra espiritual, e, numa guerra, onde estarão os representantes de um reino em tudo superior aos reinos falidos dos homens e dos representantes das sombras?


Oremos, sim, rezemos mais ainda, mas sobretudo nos posicionemos, em nossas redes sociais, em nosso círculo de ação, em nossas famílias, no trabalho e na sociedade, enquanto é tempo — antes que seja levantada a bandeira da escuridão a substituir a do bem no seio do Brasil. Esteja de que lado estiver, defenda você qualquer ideologia que defender, qualquer partido político ou religião, saiba que você não está fora dessa luta e, se não se posicionar urgentemente, será arrastado pelo caudal das lutas e provações que já se avizinha da gente brasileira, ocasionado pela política desumana e sombria dos seres das trevas e de seus representantes políticos no mundo.


Relembrando o pensamento de Edgard Cayce, numa de suas profecias modernas: nenhuma instituição, nenhuma família, ninguém ficará isento de passar pelas lutas e pelas provações coletivas que se abaterão sobre a nação neste momento grave de provas a que serão submetidos o povo brasileiro e o mundo em geral.[4] Portanto, em nome do bem, em nome da justiça, em nome da ética e da sobrevivência de nossa nação, dos valores morais e das conquistas sociais, em nome de Jesus, que representa a política divina do Reino, convocamos você a se pronunciar, a se mostrar, a mostrar a sua cara e sair do comodismo de sua poltrona; a sair às ruas e gritar, falar, divulgar nas redes sociais que nós, os que acreditamos num mundo melhor, não compactuamos com a situação, a posição e as atitudes de franco desequilíbrio espiritual, social, político, tampouco com o desrespeito como vem sendo tratado o povo brasileiro nos últimos tempos. Precisamos formar um feixe de varas, estar juntos, embora não fundidos, mas, sobretudo, precisamos nos unir no propósito de enfrentar as hostes da maldade instaladas em Brasília e nos bastiões do poder em todo o território brasileiro. A bandeira do bem e da justiça urge ser hasteada, e os bons, os que dizem representar o bem, precisam sair de seu ostracismo e mostrar que realmente representam uma política divina, e não a política humana marcada pela corrupção dos valores e da fé.

 

Robson Pinheiro pelo espírito Tancredo Neves, na companhia dos espíritos José do Patrocínio e Getúlio Vargas
Belo Horizonte, 04/08/2015
 

 



[1] kardec, Allan. O livro dos espíritos. 1ª ed. esp. Rio de Janeiro: feb, 2005. p. 306, item 459.

[2] Efésios 6:12.

[3] kardec. O livro dos espíritos. Op. cit. p. 526, item 932.
[4] Cf. “Os tempos do fim”. In: pinheiro, Robson. Pelo espírito Ângelo Inácio. A marca da besta. Contagem: Casa dos Espíritos, 2015. p. 120-170.

Fonte:  http://www.guardioesdahumanidade.org/manutencao/

Labels: ,


 

Oscar Quiroga - 2725

Observa tua respiração


Observa tua respiração enquanto lês estas linhas, tu levitas entre o nada e a eternidade neste mesmo instante, aceita isso com tranquilidade e que isso te sirva para desintegrares as limitações feitas de convencimentos equivocados. As limitações parecem reais porque tua percepção navega abaixo do radar do que tua alma sabe ser a verdadeira realidade, tu levitas entre o nada e a eternidade e isso te confere o poder de ir aonde bem entenderes e fazeres o que quiseres. Observa tua respiração novamente, agora determina com suavidade, mas de maneira firme, aonde queres chegar. Abandona a importância que outorgas às limitações, te concentra com tranquilidade naquilo que realmente te interessa conquistar, isso será possível se tua conquista beneficiar o maior número possível de pessoas.

Labels:


Sunday, August 09, 2015

 

Oscar Quiroga - 2724

Despreocupa


Cada ser humano aspira íntima e ardorosamente à sua resolução. O tempo passa e nada demais acontece, sentimo-nos, então, inseguros, como se tivéssemos perdido o fio da meada, como se a vida estivesse acontecendo sem nós. Te digo, não te preocupes tanto, dedica o tempo de tuas preocupações a observar, a te purificar dos enganos e equívocos que bem sabes te pesam na consciência. Mantém a tua mente, que não é outra que o próprio coração que aspira íntima e ardorosamente à sua resolução, mantém a tua mente desperta e atenta a tudo, pois quando chegar o teu momento de acontecer o aproveitarás com maior eficiência e leveza, ciente de que a alegria é a prova mais cabal de que estás no caminho certo e de que nenhuma oportunidade é perdida enquanto sustentas essa divina virtude em tua consciência.

Labels:


This page is powered by Blogger. Isn't yours?