Thursday, December 31, 2015

 

Meu Outro Blog


Tenho um outro blog, em inglês, no seguinte endereço de internet:

http://perfecthealth-rui.blogspot.com

Labels: ,


 

Estão te Matando pela Boca



Não é só o peixe que morre pela boca, durante uma pescaria. Nós também morremos pela boca, engolindo muitas iscas envenenadas que nos são oferecidas pela nossa sociedade. Veja, no endereço de internet abaixo, um vídeo dublado em português do Alex Jones sobre os perigos na alimentação que comemos rotineiramente:

https://www.youtube.com/watch?v=5Gl4J82rPY0

Para ver o vídeo original, em inglês, do Alex Jones, vá para o endereço:

https://www.youtube.com/watch?v=derZbxZEMcI

Labels: , ,


 

Oscar Quiroga - 2865

Ano novo muito velho

Se olhares para o céu em busca de um sinal cósmico que dê suporte à mudança de ano que hoje se celebra aqui na Terra, nada encontrarás. Para ter esse sinal terás de abaixar a tua mira e, se tudo der mais ou menos certo, verás lindos fogos de artifício, mas nada de sinais cósmicos. Abaixa ainda mais a tua mira e observa teus livros de contabilidade, pois é aí mesmo que o ano novo começa, é apenas uma questão fiscal. Pois bem! Que isso não te estrague a festa, celebrar é um ato digno e necessário, mas tenta evitar, daqui em diante, continuar te iludindo com meias verdades. Não há nada cósmico acontecendo, o ano já nasce velho e desgastado aqui na Terra Brasilis, porém, tu o podes fazer completamente novo deixando de esperar que algo te aconteça e fazendo acontecer o que verdadeiramente pretendes.

Labels:


Wednesday, December 30, 2015

 

Oscar Quiroga - 2864

Algumas verdades

Precisas saber que a mudança de ano do calendário gregoriano que te serve de orientação não tem nenhum respaldo cósmico, é uma arbitrariedade imposta por decreto. O ano novo que esperas com tanto afinco, como se a mera mudança de número fosse mudar também a tua vida, é apenas a renovação do ano fiscal, moldado por um sistema que te extorque impostos e nada de bom te devolve; esse dinheiro vai parar, na sua maior parte, em campanhas políticas que fazem lindas promessas, quando não em barcos, carros, imóveis e festas luxuosas. Isso te revolta? É um bom sinal, mas tua revolta não é suficiente, se queres abandonar a escravidão a que voluntariamente te submeteste terás de fazer algo melhor do que simplesmente te revoltar. Tu terás de construir em teu círculo de influência o mundo justo que imaginas.

Labels:


Tuesday, December 29, 2015

 

Oscar Quiroga - 2863

Excrescências


O pavio curto e a irritação generalizada é uma maneira torta e às avessas de nossa humanidade demonstrar que ainda guarda pelo menos uma reminiscência de que o mundo que ela mesma inventou deveria ser bem melhor do que é. Pior seria que todas as pessoas tivessem se acomodado tanto à excrescência que chamam de mundo que achassem tudo lindo e maravilhoso, como quem, depois de ingerir um entorpecente, chafurda no excremento imaginando que esse seja uma lama miraculosa. Porém, esse derradeiro sinal de que nossa humanidade está ciente de algo maior não é suficiente, ainda significa que ela continua esperando o céu se abrir e surgir uma nave espacial com seres resplandecentes para salvá-la. Não vai rolar! Nossa humanidade inventou essa excrescência, nossa humanidade terá de reinventar o mundo.

Labels:


Monday, December 28, 2015

 

Oscar Quiroga - 2862

Quando será novo o ano?


O ano novo somente será novo quando tu decidires fazer acontecer o que até agora esperaste acontecer. Teu corpo é teu instrumento, a autoconsciência é o elemento que te responsabiliza por fazer acontecer, só falta usar tua força de vontade para alinhar corpo e consciência e insistir e persistir e insistir novamente até fazer acontecer. Errar por tentar será sempre melhor do que errares por nunca teres te atrevido a dar um passo na direção do que enxergas subjetivamente. Sonhar não é suficiente para quem nasce humano entre o céu e a terra, se muito sonhares e pouco fizeres, certamente terás tua alma esmagada pela frustração. Se muito fizeres sem nada sonhares, certamente não chegarás a lugar algum. É pelo alinhamento de tua consciência e o corpo que serás maior do que te programaram para ser.

Labels:


Sunday, December 27, 2015

 

Oscar Quiroga - 2861

Acostuma-te!


Acostuma-te a, pelo menos, uma vez por dia e todos os dias de tua existência, reservar um momento para respirares a grandeza do Universo em que te movimentas e experimentas ser. Acostuma-te a, pelo menos, uma vez por dia e todos os dias de tua existência, amares com toda a força de teu ser a Vida de tua vida que arde no centro do teu coração. Acostuma-te a levar a sério que tua presença é destinada a ser maior do que te habituaste a pensar. Tua grandeza será resultado de sustentar a percepção de que tua presença individual está conectada a todas as outras entidades do Universo, visíveis e invisíveis, animadas e inanimadas, orgânicas ou inorgânicas. O Universo é um sofisticado sistema que distribui Vida através de todas essas conexões. Fazer parte disso de forma consciente e intencional é teu destino.

Labels:


Saturday, December 26, 2015

 

Oscar Quiroga - 2860

Teu destino é ser maior


Eventos portentosos acontecem para que tu deixes de depender de que coisas aconteçam e comeces a erguer-te e assumir o protagonismo de teu destino, que além de ser teu em particular é também o de toda nossa humanidade, já que, gostemos ou não, estamos todos unidos por laços de fraternidade. Todos os seres, letrados e analfabetos, ricos e pobres, os que apreciamos e os que nos provocam desprezo, todos participamos da mesma Vida e formamos no espaço infinito um só e colossal corpo cósmico. Essa é uma verdade absoluta, não depende de tua interpretação nem de teu ponto de vista, aguarda que te posiciones com a alma aberta e o coração puro e sincero para admiti-la e, assim, cresceres em consciência, em vontade e em capacidade de obrar milagres. Teu destino é ser maior do que és agora.

Labels:


Friday, December 25, 2015

 

oscar Quiroga - 2859

Coreografia estelar


Em modo automático, apenas respiras o ar que sustenta teu corpo físico, isso acontece por inércia e não merece tua atenção. Quando pousas tua consciência no ato de respirar podes inserir nesse ato tua vontade e imaginar que respiras o Cosmo em que te movimentas e experimentas ser, a Vida de tua vida. Esse ato encherá de glória teu coração e a alegria decorrente te aproximará da dimensão que, agora, por uma colossal coreografia estelar, maximiza teu esforço individual de fazer parte disso não mais por puro automatismo, mas porque assim o pretendes. Está tudo pronto para que sejas maior do que a vida ordinária à qual te agarras por puro apego à ignorância. Tu és o indivíduo que és, mas também és o representante de tua humanidade, o que faças acontecer em ti farás também acontecer em toda nossa humanidade.

Labels:


Thursday, December 24, 2015

 

Oscar Quiroga - 2858

A bem-aventurança


O que está em andamento é independente da fé que professes ou mesmo de que tu prefiras ser uma alma agnóstica, é um evento cósmico, da dimensão em que te movimentas e experimentas ser. Nada te prepara para que sejas maior do que te acostumaste a ser, pelo contrário, teu treinamento sempre consistiu em te apequenares e enxergares na espiritualidade uma possibilidade de conforto apenas. Nossa humanidade se acomoda na ignorância de qualquer coisa que a faça pensar que existe algo maior do que ela. Essa ignorância custa dor, sofrimento e inúmeras enfermidades. A Vida, contudo, continua sendo o que ela é e como nós somos nela, de tempos em tempos, como agora, e como resultado de colossais coreografias cósmicas, eventos falam em alto e bom som que ser maiores do que somos é uma bem-aventurança.

Labels:


Wednesday, December 23, 2015

 

Oscar Quiroga - 2857

Magnificência cósmica


A Lua Cheia de Câncer, que acontecerá no dia da festividade de Natal, completará a colossal coreografia cósmica que está em andamento. Nessa culminância diversos mundos, infinitos e infinitesimais, se conectam, propiciando que a consciência se expanda e perceba com clareza a Vida da vida que permeia e compenetra o Universo inteiro, à qual incontáveis entidades, próximas e distantes, se dedicam a servir. Tu és parte integrante dessa coreografia, mas como também fazes parte de um momento histórico em que nossa humanidade se agarra passionalmente à ignorância de qualquer coisa que seja maior do que ela, então a expansão de consciência pode provocar distúrbios, os quais, bem analisados, constituem métodos de purificação, para que finalmente tu possas participar da magnificência cósmica.

Labels:


Tuesday, December 22, 2015

 

Oscar Quiroga - 2856

Coreografia colossal


Há uma colossal coreografia cósmica em andamento e tu pressentes algo no ar, algo que não compreendes, mas que te provoca tensões e que te impede enxergar a vida ordinária com os mesmos olhos de antes. Buscas, pelo contrário, significados ocultos, na pior das hipóteses tua própria inteligência te açoita com teorias de conspiração e perseguição. Pura paranoia! Há algo maravilhoso em andamento, algo do qual nossa humanidade faz parte, mas ainda não da forma ativa que poderia, pois resiste a engajar-se na aventura de ser maior do que a vida ordinária à qual se agarra. Isso não é uma crítica, é apenas uma constatação de o quanto a ignorância de princípios universais apequena nossa humanidade. Não é uma crítica porque desse apequenamento nossa humanidade só pode sair por própria e livre decisão.

Labels:


Monday, December 21, 2015

 

Oscar Quiroga - 2855

Não seria melhor?

Pressentirás algo importante em andamento e não saberás decifrar o que seria isso; usarás, então, os argumentos disponíveis, o estado do país, as festas de fim de ano e tuas questões particulares, porém, se quiseres mesmo conhecer a natureza de teu pressentimento terás de voltar tua atenção ao que tens negligenciado sistematicamente, a Vida de tua vida, a parte de tua experiência de ser que está intimamente conectada a algo maior. No estado de isolamento individual em que existes, a percepção de tua presença ser conectada fraternalmente com todas as entidades, tanto as que aprecias quanto as que desprezas, produz um curto circuito em teu intelecto, coração e corpo. Poderia ser diferente, a percepção dessa conexão te brindar com leveza, alegria, sabedoria, poder e glória. Não seria melhor assim?

Labels:


Sunday, December 20, 2015

 

Oscar Quiroga - 2854

Desperta!

Tua evolução é a maneira com que evoluas no uso da espada flamejante que empunhas, talvez sem sequer saber que a empunhas; tua vontade. Essa evolução da vontade não ocorrerá involuntariamente, pelo contrário, tudo que pensares executar de forma involuntária é o que te produzirá dor e sofrimento até reconheceres a ação de tua vontade por trás dos bastidores de todos teus atos. Desperta, é pelo uso de tua própria vontade que não reconheces o uso de tua própria vontade e enquanto isso continuar assim as coisas parecerão te acontecer de forma caótica e torturante. Abre teu caminho, empunha conscientemente essa espada flamejante e te abre caminho, melhor será que erres por ter agido do que errares por não ter feito nada. O inconsciente, o involuntário e esperar que algo aconteça, essas atitudes não são dignas de ti.

Labels:


Saturday, December 19, 2015

 

Oscar Quiroga - 2853

A espada flamejante

O ser humano que tu és não é o resultado do que te aconteceu, mas daquilo que tu, pela própria vontade, fizeste com o que te aconteceu. Até quando te acomodarás na justificativa de ser quem tu és porque isso ou aquilo te aconteceu? Isso fazes pela tua própria vontade! Tu não és as circunstâncias, tu és aquilo que fazes com as circunstâncias. Abandona de uma vez esse abandono miserável de te destituir da tua própria vontade! Ao começares a recuperar esse instrumento maravilhoso, que é a vontade e que te faz o humano que és, talvez tenhas de fazer alguns duros reconhecimentos sobre o que fazes e fizeste sob o argumento de que não terias tido outra opção. Passa por isso com dignidade, reconhece que nos bastidores tua vontade esteve sempre presente. Empunha tua vontade, brande essa espada flamejante!

Labels:


Friday, December 18, 2015

 

Oscar Quiroga - 2852

O fim dos tormentos, ou não

Ergue-te acima das picuinhas que te atormentam e que, para tu lhes permitires inferiorizar-te as transformaste em questões de proporções gigantescas, mas continuam sendo picuinhas. Tu utilizas tua vontade para permitir que as picuinhas te atormentem e te refestelas nisso em vez de erguer-te e fazer uso da mesma vontade para lhes fazer frente e pulverizá-las. Tudo, no mundo humano, é uma escolha, se queres um argumento para te atormentar, então usa esse, que é o mais realista de todos e, a partir de agora, atormenta-te ciente de que te atormentas porque assim o determina tua vontade. Sim, coisas acontecem, mas teu tormento não é pelo que acontece, mas por aquilo que tu decides fazer com o que te acontece.

Labels:


Wednesday, December 16, 2015

 

Oscar Quiroga - 2851

Faz acontecer

Nada deixes para depois, tua evolução e prosperidade nunca serão resultado do que te acontecer, mas do que tu fizeres acontecer. Teu corpo é teu instrumento de ação, utiliza-o, está aí para servir-te e não para pesar-te ou escravizar-te. Considera, porém, o ser interior que mora nesse corpo, esse que te informa através de sensações e intuições quando e como precisas agir, pois, tu sabes, há um tempo apropriado para cada ação entre o céu e a terra, inclusive para deixar uma ação para depois, contradizendo a afirmação inicial deste texto e te acostuma com as contradições, pois a experiência de vida está cheia delas. Se um dia evoluíste e progrediste como resultado de algo que te aconteceu, chama isso de golpe de sorte ou de bênção, mas não se repetirá, agora tu precisas fazer acontecer.

Labels:


Monday, December 14, 2015

 

Distribuição Racial no Brasil


Mapa detalha o endereço da cor da pele no Brasil

Estudantes usam dados do IBGE para mostrar, visualmente, a distribuição de raças no país. Brancos vivem nas áreas mais nobres


(clique na imagem para ampliá-la)

A relação entre a cor da pele e a situação socioeconômica dos brasileiros se revela nos dados do censo realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). E fica evidente quando esses dados são transformados em imagens, como no audacioso projeto de mapa racial realizado pelos estudantes João Paulo Apolinário, Rafael Viana e Tiago Gama. Em pouco mais de um mês, os três jovens levaram a cabo a empreitada e publicaram, na última semana, o resultado - uma ferramenta visual e interativa da distribuição de raças pelo país.

Os jovens, de 23 anos, se inspiraram no mapa racial semelhante, feito nos Estados Unidos, e utilizaram dados de 2010 do IBGE. Nas imagens, cada raça catalogada recebeu uma cor, e cada ponto corresponde a uma pessoa. Os círculos aglutinam os pontos. Ao entrar no endereço virtual no qual o mapa está hospedado - www.patadata.org/maparacial/ - é possível encontrar e "explorar" as informações por cidade ou estado.

"Nosso objetivo, com o mapa, era lançar uma visualização de informação pública", explica João Paulo Apolinário, que estuda comunicação na UnB (Universidade de Brasília). Segundo ele, o trio evitou fazer qualquer tipo de análise profunda e sociológica, mas chegou a certos consensos.

"A ideia era deixar as pessoas verem e tirarem suas próprias conclusões, mas acaba que a gente vai vendo a divisão racial do país. Bairros considerados mais nobres têm concentração maior de pessoas brancas", afirma.

Desde o lançamento, na última semana, o site já teve 25 mil visualizações. "Temos visto as pessoas replicando nas redes sociais, olhando as suas cidades e discutindo as questões", orgulha-se Apolinário.

Para Rafael Viana, estudante de direito da USP (Universidade de São Paulo), a segregação racial no Brasil ainda é menor do que a vista no mapa norte-americano, por exemplo, mas chama atenção o critério da autodeclaração. "Dá para perceber que são poucas pessoas que se declaram pretas. A maior parte se diz parda", afirma.

Os criadores do projeto utilizaram dois milhões de arquivos - com informações geográficas sobrepostas de cada cidade, de forma que seja possível dar zoom em cada uma delas.

Os três jovens já estão engajados em outros projetos que também envolvem visualização de dados. O terceiro integrante do grupo, Tiago Gama, faz mestrado em ciências da computação no Japão. "Muitas mudanças que podemos fazer na sociedade envolvem analisar as coisas de forma mais objetiva, fora do senso comum", define Rafael.

O azul predomina em Campinas
O mapa mostra uma Campinas de cor predominantemente azul - que representa a população branca. Esse grupo aparece de forma mais acentuada nas regiões central e leste. A população negra aparece na região nordeste, particularmente a partir da avenida John Boyd Dunlop. Amarelos e indígenas são poucos.

Fonte: Fabiane Guimarães, Jornal Metro Campinas, www.metrojornal.com.br, pg. 06, Campinas, 14 de dezembro de 2015.


Labels: , , , ,


 

Oscar Quiroga - 2850

Busca a alegria

Mesmo que busques alegria com a alma motivada de fugir das penúrias e tormentos eventuais que experimentas, assim mesmo valerá a pena essa alegria. Quanto mais valerá a alegria que buscares sem tentar fugir de nada, buscando-a como uma forma de aproximar-te ativamente de aquilo que significar tua alegria ou busca-la pura e simplesmente em nome dela mesma. Que cada respiração te aproxime da alegria! Faz isso conscientemente, pois, aproximar-te da alegria há de ser um exercício de consciência e, por isso, nunca acontecerá inconscientemente. Aproximar-te da alegria há de ser uma atividade que tu exerças e, por isso, nunca será algo que te acontecerá, tu terás de fazê-la acontecer. Aproximar-te da alegria há de ser um exercício de tua vontade e, por isso, nunca acontecerá involuntariamente.

Labels:


Sunday, December 13, 2015

 

Oscar Quiroga - 2849

Desejos e vontade

Tempo é a matéria de teu destino e isso te remete à responsabilidade de entenderes o que é essencial, valorizando-o acima das circunstâncias, sempre cambiantes e oscilantes. O que é essencial não muda, aquilo que um dia fez arder teu coração de vontade de realizá-lo é o mesmo ardor que persistirá até lançares o último suspiro. Teus desejos mudam com o passar do tempo, mas a vontade é uma só, é aquele ardor sem o qual tu deixarias de ser quem verdadeiramente és. O tempo é a matéria desse encontro e, mais ainda, da posta em prática daquilo que te faz ser quem verdadeiramente és. Ah! Se cada dia se convertesse numa oportunidade de praticar a essência, que grande transformação seria! Porém, ainda confundes essência com circunstâncias e te dispersas e perdes tempo. Começa teu trabalho por aí.

Labels:


Saturday, December 12, 2015

 

Oscar Quiroga - 2848

Aguardando pelo alento

Agora contempla com desapego e clareza aonde teus próprios passos te trouxeram, contempla com objetividade o que sacrificaste por ter deixado que a ambição orientasse teus passos. Sacrificaste o ardor que sentiste um dia, quando do centro de teu peito emergiu a Vida de tua vida e imaginaste o que serias quando crescesses. Pois bem, já cresceste e te encontras agora no centro do labirinto que teus próprios passos tramaram, tu chegaste até aqui, tu terás de encontrar o caminho de volta. De nada te arrependas, teu retorno é enriquecido pelas experiências, abençoa e agradece por tudo; tormentos e glórias, é tudo, afinal, uma coisa só. Sim, e também estás só, tens a vida e a morte bordadas em teus lábios, tuas melhores palavras ainda permanecem em silêncio, aguardando pelo alento que provenha do coração.

Labels:


Friday, December 11, 2015

 

Oscar Quiroga - 2847

Mundo belo, harmonioso e verdadeiro

O mundo belo, harmonioso e verdadeiro começa a ser construído em ti, pois entre tua presença e o mundo não há distância, só comunhão. Por isso, abstém-te de julgar e criticar o que desprezas, porque se o percebes isso significa que aquilo está em ti e quanto mais o desprezares, mais grudará em ti. Agora fecha os olhos e imagina o mundo belo, harmonioso e verdadeiro que anseias e no qual apreciarias existir. Tudo que macula essa imaginação já foi devidamente identificado e catalogado, coloca-o no arquivo morto de uma vez por todas. Todo dia, no lugar de julgar e criticar, utiliza esse tempo para lapidar com luxo de detalhes o mundo belo, harmonioso e verdadeiro que o ser humano é capaz de arquitetar.

Labels:


Thursday, December 10, 2015

 

Oscar Quiroga - 2846

O próximo passo

Pensas que as coisas foram se complicando e que o mundo humano é um desastre, mas não é bem assim. Acontece que tu te tornaste mais consciente e tua lucidez ilumina cantos que antes estavam abaixo da tua capacidade de compreendê-los. Pois bem, então estás diante da complexidade que percebes, o próximo passo consistirá em compreenderes que aquilo que percebes e iluminas com tua consciência é algo que de muitas formas está arraigado em ti também. Ah! Que terrível compreensão, que difícil aceitar que só se pode perceber aquilo que se conhece, e que só se pode conhecer aquilo que tiver sido experimentado! Com esse próximo passo que a compreensão estabelece terás de te responsabilizar por modificar em ti aquilo que te provoca desprezo no mundo, pois, o mundo e tu são uma coisa só.

Labels:


Wednesday, December 09, 2015

 

Oscar Quiroga - 2845

O tempo é a matéria do destino

Não há compaixão no destino, te encontras à sós porque de forma solitária te meteste no imbroglio que te oprime neste momento. A sensação é distante do que gostarias de experimentar e as memórias de tempos melhores não te aliviam, pelo contrário, aumentam o tormento. Vai fundo, esgota o que te atormenta, não fujas, pois é no vácuo da velocidade com que foges que os tormentos grudam em tua sombra e essa adquire aparência desproporcional ao que ela verdadeiramente é. Tu deves reconhecer o que fizeste para ofender a Vida de tua vida e te perdoar, pois só tu te culpas, por isso, só tu podes te perdoar. O destino não é compassivo, é indiferente, te aguarda infinitamente porque é o próprio tempo. Tempo é a matéria com que te atormentas, tempo é a mesma matéria com que te salvas. Tu escolhes.

Labels:


Tuesday, December 08, 2015

 

Oscar Quiroga - 2844

O destino de todas as almas

Tu conheces intimamente o segredo que colocará em movimento a reviravolta, a transformação de tua vida ordinária na vida maior à qual tua alma pressente ser destinada. O segredo é simples, tu sabes que é do coração que veio o ardor e que tu o identificaste como a Vida de tua vida, a validação de tua alma ser destinada a algo maior. Tu sabes que só com os olhos do coração, que sintetizam intelecto, emoção e corpo num todo vibrante e harmonioso, consegues não apenas enxergar a realidade, a verdadeira verdade, a que não admite relatividades nem está sujeita ao suplício do tempo, como também te dedicares de forma persistente a transformar tua vida ordinária na obra que te conecta ao que podes chamar do jeito que bem entenderes, mas que reconhecerás um dia ser o destino de todas as almas.

Labels:


Monday, December 07, 2015

 

Oscar Quiroga - 2843

Ardor, veneno e antídoto

Em algum momento sentiste o ardor do teu coração brotando puro e indómito, irradiando-se ao mundo do centro do teu peito, preenchendo cada interstício das moléculas de todos teus corpos. Nesse momento sentiste a Vida de tua vida e pressentiste que tua presença no mundo estava destinada a ser maior do que aquilo que até então te ensinavam. Foste dormir e o ardor não brotou novamente no dia seguinte, se transformou em memória, o tempo foi passando e a rotina avassaladora enterrou até a memória. Sentes agora uma espécie de veneno que te corrói a existência, pois, o que outrora era ardor, por não ter se transformado na bússola que orienta teus passos é, agora, um veneno, um desprezo pela existência. Ainda é tempo de voltar ao ardor, o antídoto do veneno é a ressurreição dos teus sonhos.

Labels:


Sunday, December 06, 2015

 

Oscar Quiroga - 2842

Do profano ao sagrado

Qual é a palavra que terás de entoar para que tuas moléculas vibrem santificadas, tomadas de alegria por sincronizar-se com a Vida de tua vida? É a palavra mágica! Um dia, inevitável, a encontrarás, porque tua alma se cansará de entoar as palavras profanas que te envenenam e agregam veneno a um mundo que não precisa de mais. Talvez te pareça distante esse momento, talvez tenhas começado a desacreditar que isso seja possível, mas, te digo, volta teus olhos aos textos dos poetas e grandes escritores que com infinita generosidade verteram suas almas nos textos para que tu pudesses recuperar o fio de consciência que te conduza do profano ao sagrado, da morte à imortalidade. Contempla o mundo envenenado com desapego, não o critiques, apenas transforma tua assinatura para que essa seja antídoto.

Labels:


Saturday, December 05, 2015

 

Oscar Quiroga - 2841

Veneno e antídoto

A qualquer momento, pela força da inércia, participarás do envenenamento de alguém através de uma fofoca, aquele murmúrio ensurdecedor que resulta do somatório de pessoas fazendo uso do complexo sistema de produção de palavras em nome de assumirem a postura de supostamente conhecerem mais da vida de alguém do que a própria pessoa em questão, autorizando-se, por isso, a passarem adiante informações. Essas não são informações, são venenos sociais, dos quais todos participamos em maior ou menor escala; ninguém está livre, estamos todos sob o peso de uma nuvem densa de meias verdades e mentiras que nos dispersam. Esse veneno é, ao mesmo tempo, o antídoto que terás de usar para desintegrar essa nuvem densa de meias verdades e mentiras, que em algum lugar tem a tua assinatura venenosa e que deverá transformar-se em antídoto.

Labels:


Friday, December 04, 2015

 

Oscar Quiroga - 2840

Ciência mágica

Há palavras que são verdadeiras, são palavras mágicas, entre elas e a realidade não há distância, quando as proferires de imediato surgirá aquilo que elas expressam. Felizmente nossa humanidade ainda não domina essa ciência e se refestela com sons e palavras que estão distantes do que anseiam expressar e, por isso, não são palavras mágicas, são profanas e, por ser assim, profanam a realidade produzindo um barulho ensurdecedor. Não se pode criticar nossa humanidade por agir assim, é como uma criança que está aprendendo a falar, brincando com o fogo criativo e, por isso, queimando-se e queimando outrem. As palavras, por isso, andam produzindo dor em vez de libertarem e conduzirem ao reconhecimento do fogo criativo.

Labels:


Thursday, December 03, 2015

 

Oscar Quiroga - 2839

MUDANDO AS PALAVRAS

Mudar o vocabulário é necessário, nossa realidade atual é completamente diferente do que quando as palavras começaram a ser instituídas e não precisamos repeti-las por força da inércia.

Não é mero modismo substituir a palavra “obrigado” por “gratidão”, pois, mesmo que isso te choque de início e que essa substituição seja feita por pessoas que te desagradam, esse movimento expressa algo de radical importância, a realidade está mudando e as pessoas precisam de palavras novas para expressar esse movimento.

Abandona tuas críticas, então, evita posicionar-te num lugar moralista que supostamente te autorize a acusar as pessoas de se expressarem de forma errada.

Palavras não são ventos nem dogmas, são o produto de um processo complexo e sofisticado que envolve intelecto, emoção e órgãos físicos.

Labels:


Wednesday, December 02, 2015

 

Oscar Quiroga - 2838

Pesquisa e verifica

Pesquisa a origem de tudo quanto ouves, verifica a fonte de onde surgem as informações, pois, quando aceitas uma frase que encerra uma ideia e a passas para frente te tornas responsável por agregar um pouco de ti a essa nuvem densa de mentiras e meias verdades que dispersa nossa humanidade e torna difícil sua evolução entre o céu e a terra. Mais vale te absteres de participar de rumores do que te deleitares com o duvidoso prazer de te convenceres de estar de posse de uma informação importante. Observa com atenção, sem criticar, o movimento das redes sociais e os comentários para entender que somente apenas uma ínfima porcentagem do que é dito por aí tem algum fundamento. Assim mesmo acontece com os diálogos ensurdecedores de tua mente, só uma ínfima porcentagem do que pensas vale a pena.

Labels:


Tuesday, December 01, 2015

 

Oscar Quiroga - 2837

A façanha

Nossa humanidade produzia um barulho ensurdecedor no planeta muito antes de industrializar-se e criar máquinas barulhentas. Nossa humanidade fala e produz sons modulados na forma de palavras e se dedica a expressar-se o tempo inteiro, o somatório de todas as conversas de nossa humanidade produz um barulho ensurdecedor em nosso planeta, o qual não precisa ser percebido pelo órgão físico, que é o ouvido, pois também afeta nossa mente, que produz conversas constantes e simultâneas, resultando isso em distração e dispersão. Toma para ti o trabalho de dispersar o que te dispersa, desintegrando essa nuvem densa e escura que te impede de enxergar a realidade cósmica. Conseguirás essa façanha fazendo bom uso do teu poder de modular palavras, manifestando estritamente a verdade e nada além nem aquém.

Labels:


This page is powered by Blogger. Isn't yours?