Friday, September 30, 2016

 

Oscar Quiroga - 3128

Dividir para multiplicar


Por enquanto, a prova mais concreta de que dividir significa multiplicar a verificas apenas no ato de dividir a fatura do cartão de crédito e o quanto essa conta vai ser aumentada pela multiplicação. Essa é a forma materialista de comprovares uma lei cósmica. Porém, tens à disposição outra forma mais sutil e, no entanto, tão eficiente quanto a materialista. Dividir tarefas com outras pessoas multiplica a força através da colaboração mutua e da cooperação. Isso está disponível a todos os seres humanos, especialmente nos espaços públicos. Imagina o quanto o trânsito nas cidades melhoraria se, em vez de os motoristas competirem, se ajudassem mutuamente. Imagina quão mais limpas seriam as ruas se cada pessoa pensasse no bem-estar alheio. Agora detém a imaginação e entra em ação.

Labels:


Thursday, September 29, 2016

 

Oscar Quiroga - 3127

A coordenação


Enquanto não deres à tua vida subjetiva o mesmo status de realidade que outorgas à vida objetiva, não terás como coordenar devida e harmoniosamente esses dois mundos com os quais tua consciência precisa lidar e administrar. A falta dessa coordenação te torna incoerente, todos teus atos são parciais, tuas opiniões são ambíguas e, por isso, precisas repetir de forma incessante as mesmas experiências, como se a história estivesse fadada a se repetir, o que não é verdade, ou melhor, é uma verdade parcial, como tudo o mais que é calcado na falta de coordenação entre as vidas subjetiva e objetiva. Nada há de mais importante do que te esforçares constantemente em nome dessa coordenação, pois, dela depende tudo que queres ser, é nela que se fundamenta a perspectiva de seres algo mais.

Labels:


Wednesday, September 28, 2016

 

Oscar Quiroga - 3126

Usa bem a vigília


A esta altura da vida já te refestelaste em imaginações diversas e te encantaste de tal forma com o que pensaste, que corres o risco de tua alma se convencer que isso foi suficiente. Fazer isso seria como dar o dito pelo feito. Imaginar é uma coisa, fazer é outra diferente, as duas instâncias precisam ser coordenadas da melhor forma possível. Neste momento a imaginação não pode mais te ajudar, tu precisas usar os instrumentos de ação que tens à disposição, tua voz, teus braços, tuas pernas, os cinco sentidos que te servem para receber as impressões do mundo, mas também para intervires e colocares em ação o que pensas e imaginas. Dorme menos, acorda mais cedo, otimiza as horas de vigília e vai descansar apenas quando tiveres esgotado tua energia. Queima as calorias que consomes.

Labels:


Tuesday, September 27, 2016

 

Oscar Quiroga - 3125

Entra em ação!


Nas próximas 7 semanas, contando a partir de hoje, não terás como justificar tua inação, a não ser com os argumentos da indolência e do velho e desgastado hábito de culpares as circunstâncias, o mundo, as pessoas, etc. Nada esperes da Vida, não aguardes por algo acontecer, neste período tu tens de fazer, com teu esforço e empenho, acontecer o que pretendas obter. Isso não te garantirá êxito imediato, mas consolidará um patamar mais elevado de realização e só isso importa. Age! Luta! Faz o que estiver ao teu alcance, aproveita cada instante como se fosse o derradeiro, porque talvez o seja. Deixa de lado o encantamento de te regozijares com a imaginação, ela cumpriu seu papel e neste momento não pode te ajudar mais. Usa teus instrumentos de ação, tua voz, teus braços e pernas.

Labels:


Monday, September 26, 2016

 

Oscar Quiroga - 3124

Uma ponte para a consciência


A incongruência de perceberes que a natureza prospera de forma incansável enquanto tu apenas te cansas e não prosperas, só aprofunda o mal-estar e o equívoco de te convenceres de existir além do alcance dessa onda magnífica de vida na qual te movimentas e experimentas ser. Como ter acesso a essa onda? A cada dia precisas substituir tua angústia, teu desespero silencioso, por respirações mediante as quais colocas para dentro de ti a magnificência do Universo e expeles tudo que em ti existe como representação de teu exílio, de teu distanciamento artificial da Vida de tua vida. O fio que alinhava tua presença à magnificência universal, que chamas de prosperidade, está aí, mas isso não é suficiente, sobre esse fio tu precisas construir intencionalmente uma ponte para tua consciência.

Labels:


Sunday, September 25, 2016

 

Informações dos Wingmakers ("Construtores de Asas")


O que segue abaixo é meu resumo da entrevista da jornalista Sarah feita com o Dr. Jamission Neruda em 2 de janeiro de 1998. Estas informações não foram divulgadas até 4 de março de 2014. O Dr. Neruda teve contato direto com os Wingmakers, para poder liberar essas informações [1],[2].

A Terra foi e é um planeta muito único. Ela foi inteiramente coberta por água originalmente. Mas o que a fez interessante para seres foi o fato que o seu núcleo permitiu a ela ter uma força gravitacional que permitia a manifestação. Portanto, a Terra começou como um planeta de água e ela não era física. Nesta ocasião os Atlanteanos viviam no interior do planeta. Eles eram a raça de seres que habitavam a Terra nesta época de sua formação. Os Anunnaki vieram até eles e negociaram um tratado que permitiam aos anunnaki extrair uma substância próxima do núcleo do planeta que hoje nós chamaríamos de ouro. Os anunnaki precisavam do ouro. A razão exata disso é desconhecida, mas tinha algo a ver com a forma como o ouro modulava a frequência de seus corpos.

Os anunnaki eram uma raça de seres que não eram físicos, mas etéricos, seres interdimensionais. Como os atlanteanos (atlantes) eram a única raça de seres na Terra nesta ocasião, os anunnaki pediram permissão para minerar aqui na Terra, e os atlanteanos concordaram com isso. Eles não viram qualquer prejuízo em ajudar a raça anunnaki. Os anunnaki não eram competidores, já que os atlantes eram maiores e mais numerosos. Os atlantes desejavam ter um acordo com os anunnaki por causa da tecnologia deles.

Com o tempo a Terra começou a se materializar mais e mais. Em um certo sentido, ela começou a endurecer; e o ouro com ela. A Terra, e tudo nela, estava solidificando-se. A mineração do ouro iria logo se tornar impossível para os anunnaki, pois eles não conseguiriam extrair o ouro se ele estivesse em um estado físico denso. Isso porque seus corpos eram etéricos. Eles não conseguiriam extrair o ouro se ele fosse físico. Eles precisavam ter corpos que pudessem operar na Terra e extrair o ouro. Eles precisavam criar um instrumento físico da mesma forma que um astronauta precisa ter um traje espacial para viver no espaço sideral. Eles tentaram centenas de experimentos e tiveram a ajuda tanto dos atlantes como dos sirianos. Este instrumento é o corpo humano. Os Wingmakers referem-se a eles como instrumentos humanos (uniformes físicos).

Portanto, os anunnaki criaram o corpo físico para extrair ouro. Ele não era como um robô, mas era equivalente aos homens-macacos. Eles eram pré-humanos, mas eram nossos predecessores. Algumas vezes eles são chamados humano 1.0. Eles não eram robôs, mas completamente biológicos. Os humanos 1.0 não eram completamente físicos, eles possuíam uma parte etérica. Os anunnaki e os sirianos projetaram-nos para sincronizar com a densificação em andamento da Terra. Logo, enquanto a Terra se solidificava, assim também ocorria com os instrumentos humanos. Eles tinham uma alma, caso contrário não podíamos chamá-los de humanos.

Os anunnaki e os sirianos colocaram os atlantes dentro desses uniformes humanos (humanos 1.0). Os atlantes eram seres muito avançados, mas aparentemente muito ingênuos. Eles disseram aos anunnaki que se eles (anunnaki) pudessem construir uma vestimenta que permitissem eles (atlantes) continuar a extrair ouro para eles, isso seria aceitável, mas em uma pequena escala.

Os anunnaki começaram a conspirar com os sirianos e com uma outra raça conhecida como Serpentes. Todas estas três raças estavam interessadas em descobrir como ter corpo em planetas físicos. Eles viram a Terra como um laboratório para descobrir isso. Os anunnaki já tinham um uniforme humano; agora eles simplesmente precisavam energizá-lo com uma fonte de vida ou alma. O principal problema era como colocar os atlantes nesses corpos e os manter lá. Essas três raças conspiraram para escravizar os atlantes dentro desses vasos pré-humanos. Os atlantes eram os geradores de potência que faziam essas entidades biológicas operarem.

Os Wingmakers afirmam que foram implantados programas dentro do uniforme humano, mesmo na versão 1.0. Os sirianos foram os principais responsáveis por esta invenção. O uniforme humano na versão 1.0 foi projetado pelos anunnaki, os implantes foram projetados pelos sirianos e a programação dos implantes foi projetada e aprimorada por um descendente de Anu, chamado Marduk. Dessa forma, as almas poderosas dos atlantes foram aprisionadas na vestimenta humana primitiva dos homens-macacos, versão 1.0.

O ponto crucial para o aprisionamento foram os implantes. A entidade biológica, os homens-macacos, não podia operar no mundo físico. Eles precisavam de habilidades de sobrevivência nesse mundo, como de que forma comer, como caçar, como limpar a si mesmos, como até mover seus corpos. Todas essas funções muito fundamentais eram necessárias para serem incluídas ou programadas no instrumento... que era exatamente o propósito dos implantes funcionais. Os implantes eram como o cérebro do humano 1.0, mas não estavam apenas no cérebro. Esses implantes foram colocados dentro do corpo em várias partes - como na área do peito, no meio das costas, punhos, tornozelos, etc. Os principais foram armazenados no crânio. Geralmente, esses implantes foram inseridos em uma rede (networked) para operarem a partir da cabeça, ou área cerebral.

Os humanos 1.0 eram ainda parte etérico e parte físico. Os implantes também precisavam uma consistência similar ou vibração sonora. Eles foram colocados principalmente nos ossos e na estrutura do esqueleto, e alguns no tecido muscular. Estes implantes funcionais se fundiram com os músculos e ossos, incluindo o DNA. O tecido muscular permitiu a essência de vida energizar os implantes funcionais. Existia um ponto central de coordenação, e esse era o cérebro, mas os implantes estavam distribuídos ao longo do corpo. Este era um sistema integrado que foi instalado no uniforme humano para permitir que ele fosse controlado, monitorado e programado ao longo do tempo. Fazendo desta forma, permitia que os humanos iniciais extraísse ouro, o que era o propósito básico inicialmente.

A funcionalidade implantada era, em parte, fazer o humano 1.0 e sua fonte de energia - a essência de vida de um atlanteano - funcionar eficientemente e efetivamente como mineiros. Este era o objetivo principal. O segundo, no entanto, era suprimir a fonte de energia, que neste caso eram os seres atlantes dentro dos vasos humanos. Eles fizeram isso fazendo com que a fonte de energia ficasse ignorante de sua origem e da realidade de sua verdadeira expressão como um ser infinito. Quando os seres atlantes foram colocados dentro do uniforme humano, eles ficaram 100%  focados na sobrevivência física e no desempenho funcional. Não havia relacionamentos. Não havia casamento. Não havia reprodução. Esses eram essencialmente seres clonados. Eles eram todos iguais em termos de suas aparências e habilidades. Eram drones humanos, pilotados pelas funcionalidades implantadas. O infinito dentro do corpo acreditava que ele era o corpo e a funcionalidade implantada, e nada mais.

Os atlantes eram infinitos, significando que eles não tinham uma regulação espaço-tempo. Eles continuavam a viver após a morte do corpo. No entanto, os anunnaki criaram um conjunto de planos ou dimensões de experiências que era equivalente a um Plano Aprisionante (Holding Plane), onde eles pudessem ser reciclados, na forma de reencarnações sucessivas.

O ciclo de reencarnação permitiu aos anunnaki reciclar os atlantes. Alguns aspectos da funcionalidade implantada eram interdimensionais, que colaboravam com a entrega dos seres na localização apropriada dentro dos Planos Aprisionantes da consciência, e ajudavam no processo reencarnatório de volta para um novo corpo. 

Na versão 1.0 os homens-macacos não se reproduziam. Mas os anunnaki podiam criá-los em grande escala, de tal forma que quando um uniforme humano terminava - digamos por causa de um acidente na mina - outro seria fabricado. Eles eram clones. A possibilidade de se auto-reproduzir veio com a versão 2.0 e isso ocorreu principalmente por causa do grande esforço requerido, por parte dos anunnaki, para gerenciar esse processo. Eles desejavam criar um sistema automático, algo que não requeresse deles orquestrar todas as variáveis. Nesse sentido, os sirianos os ajudaram a criar os implantes para reprodução e a condição de automatização da reciclagem dos seres dos Planos Aprisionantes para nascerem na fisicalidade através de um bebê.

O universo é feito de dimensões que são um resultado de equações matemáticas. Ele é construído da matemática. Alguns seres compreendem como aplicar as equações matemáticas para organizar e planejar o espaçotempo. Tudo é criado. Este mundo é criado, ele não é real. É uma realidade programada. Esta é uma realidade espaçotempo programada. Quando você programa a realidade espaçotempo dentro de uma espécie como a humanidade, você pode programar até o nível individual de uma pessoa, até quando coça o seu nariz, se você assim o desejar. Tudo são equações matemáticas.

Marduk esteve intimamente envolvido com a evolução das espécies. Este era seu papel. De todos os anunnaki, ele era o mais próximo dos humanos 1.0. Ele começou a alterar os programas para que os humanos 1.0 se comportassem mais como os anunnaki. Quando eles começaram a ter características dos anunnaki, Anu e seus filhos, Enki e Enlil, ficaram preocupados com isso. Marduk estava programando emoções e sentimentos. Ele estava fazendo os humanos evoluírem muito rapidamente, mas lembre-se, isto era a evolução dos implantes funcionais, a interface entre a fonte de potência - os atlantes - e o corpo físico humano. Portanto era a interface que estava em processo de evolução, que permitia o corpo humano mostrar emoção, se comunicar, sentir mais o mundo tridimensional chamado Terra, etc.

Com a Terra ficando cada vez mais um sólido tridimensional, o mesmo acontecia com os humanos 1.0 e seus implantes funcionais. Esta densificação crescente também fez mais fácil controlar e suprimir a fonte de potência atlante dentro dos uniformes humanos. Isso aumentou o foco na sobrevivência no plano terrestre.

Os serpentes era uma outra raça de seres baseados no DNA reptiliano, mas distintos dos anunnaki. Pode-se dizer que eles eram relacionados. Eles eram conhecidos como os portadores da vida. Eles semearam planetas. Eles construíram a cadeia alimentar. Eles não se envolveram tecnicamente na criação dos humanos 1.0, mas proveram a alimentação e a sustentação deles.

Não se sabe exatamente como os atlantes foram escravizados no uniforme humano 1.0 já que eles eram anteriormente seres soberanos poderosos. Mas os atlantes eram muito ingênuos. Eles não tinham nenhuma razão para pensar que seria possível tornar-se escravizados, um conceito nunca usado em sua cultura. Você não pode escravizar um ser infinito, a não ser, obviamente, que você o tranque em um uniforme humano. Essa foi a esperteza dos anunnaki e de seus parceiros sirianos. Eles lançaram este ataque de um ângulo tão bizarro, que os atlantes não conseguiram ver ele chegando. Foi uma emboscada ou ataque surpresa. 

Os humanos 1.0 subiram até um alto nível, conseguindo falar e se comunicar. No entanto, o estado psicológico de ser um clone era muito duro para um humano 1.0. Eles todos eram parecidos entre si e tinham o mesmo pensamento. Isso levou à depressão e a estados psicológicos de tal forma que eles ficaram literalmente loucos. Este defeito era um enorme problema. Anu decidiu eliminá-los completamente, e essa é a história do grande dilúvio. Marduk conseguiu salvar do dilúvio alguns dos humanos 1.0, junto com outros elementos da fauna e flora, mas isso foi o fim do humano 1.0.

Então foi criado o humano 2.0. Este foi o estágio onde os humanos podiam se auto-reproduzir. E quando isso aconteceu, alguns dos anunnaki impregnaram fêmeas humanas e trouxeram suas linhagens para a espécie humana. Isso começou as variações. Isto começou a idéia de que os humanos não eram mais clones. A preocupação, agora, é que os humanos se tornassem muito poderosos e auto-conscientes. O que aconteceria se a fonte de poder dos atlantes se tornasse consciente de que ela era um ser infinito? Foi aí que Anu decidiu que ele deveria ser Deus. Os humanos precisavam ter um senhor ou governante sobre eles de tal forma que ficasse claro que eles eram inferiores a um governante externo. Esta foi uma parte central de seu programa de doutrinação. Trabalhando com Marduk e os sirianos, eles criaram o ambiente chamado Eden e criaram o paradigma da Eva como a instigadora da queda da humanidade. Isto foi, podemos dizer, o Ato 1 de Anu como Deus. Foi feito para prover os humanos 2.0 com um sentido claro de uma autoridade externa, e que eles foram expulsos do Paraíso porque eles tentaram se auto-realizar. Isso significou repreender a humanidade com o soco de um criador raivoso que queria sua criação permanecesse identificada com o seu uniforme humano. Como se estivesse dizendo: " Não pense, por um só momento, que você pode ser como eu". Portanto, o Deus da Bíblia é esse Senhor anunnaki chamado Anu.

Para saber porque Anu quis ser Deus, precisamos compreender esse processo evolutivo. O objetivo original era a obtenção de ouro. Mas quando os atlantes rejeitaram Anu, ele começou a conspirar com os sirianos. Foi logo antes do dilúvio que Anu descobriu que o ouro que ele tinha obtido por mineração já era suficiente para seus propósitos. Ele não precisava de mais ouro. No entanto, a noção de ser um Deus para os atlantes era sedutora. Os sirianos e o povo das serpentes sentiram que a idéia de escravizar seres infinitos em ecosistemas planetários era invenção deles. Eles tinham algo que era totalmente único. Eles eram deuses criadores, e toda outra raça poderia ser controlada em um tipo similar de vaso. Eles começaram a fazer exatamente isso, escravizar outras raças.

O planeta Terra tem uma qualidade única no seu núcleo, que cria um campo gravitacional que permite ao planeta se tornar totalmente físico de uma forma que permite suportar vida física. Trabalhando com os sirianos e as serpentes, os anunnaki começaram a fazer esta mesma escravização em outros planetas. Eles replicaram o núcleo da Terra e desenvolveram um método para implementar este núcleo em outros planetas. Eles estavam essencialmente "terraficando" ["terraforming"] um planeta através da clonagem e instalando um núcleo da Terra nele. 

O uniforme humano evolve, mas esta evolução ocorre em um caminho pré-progamado. O objetivo é ter a volta de Anu em uma "nuvem", toda a Segunda Vinda era para ser uma entrada teatral de Anu. Os anunnaki como Marduk, Enki ou Anu não estão baseados no espaçotempo. Portanto, eles são seres infinitos, significando que eles não têm fim. Eles não possuem uma idade, vivem eternamente. Assim como nós.

Os implantes funcionais da interface humana estão perfeitamente integrados dentro do vaso humano. Eles operam perfeitamente. Tão perfeitamente, que nós não sabemos que eles não são nós. De certa forma, nós não temos escolha. Nós pensamos que nossos pensamentos e emoções somos nós. O pensamento de um Deus, céu, inferno, alma, mestres, todas essas coisas, são partes do programa. Isto está integrado em ambas as dimensões do plano terreno e na vida após a morte. A vida no além também é parte da enganação.

O olho-cérebro era o elemento chave que os anunnaki precisavam para projetar de forma a fazer os implantes funcionais operarem no humano 1.0. No humano 2.0 foi o DNA. Uma vez isso conseguido, os sirianos puderam projetar a estrutura do consciência - a consciência humana. A consciência humana é a chave para suprimir um ser infinito. A consciência humana, ou a tríada da consciência, é composta por três camadas interativas.

A primeira camada é a mente universal ou inconsciência, e isso forma a conexão entre o humano individual e toda a sua espécie. Esta camada é o que permite todos nós vermos o que todo mundo vê, sentir o que todo mundo sente, conhecer o que todo mundo conhece. É o modo perfeito para unificar uma espécie em separação. Portanto, esta é a forma que nós sentimos a unificação, através da mente inconsciente.

A próxima camada da consciência é a mente genética, como os Wingmakers a denominam, ou subconsciência, no caso de Sigmund Freud. Isto forma uma ligação entre o indivíduo e sua árvore familiar ou genética. É aqui que os laços de sangue se expressam. 

E finalmente existe a mente consciente. Esta é a expressão e percepção individual única - o que a maioria de nós chamamos nossa personalidade e caráter, está construída nesta camada.

A mente consciente do indivíduo é muito influenciada pela mente genética, especialmente entre o nascimento e a idade de sete ou oito anos. Lembrar que os anunnaki criaram a forma biológica - o corpo, os sirianos criaram os implantes funcionais, e Marduk executou a programação desses implantes funcionais de tal forma que eles evoluíssem na direção de um percurso programado, que levaria ao retorno de Anu. Isso foi expresso na estrutura hierárquica da humanidade que fala de deus e mestres em textos religiosos e esotéricos.

Tudo isso era parte do projeto, para criar várias religiões e cultos esotéricos que daria suporte a uma vasta hierarquia e ordenaria a espécie humana em um relacionamento mestre-estudante (Grande Fraternidade Branca?), e então criou um após-vida de multi-camadas que iria recompensar aqueles que acreditaram e foram obedientes ao seus mestres e deus.

Portanto, o princípio global por trás de todo esse empreendimento poderia ser resumido em uma palavra: separação. Tudo existe em separação dentro do plano terrestre, assim como nos planos após-vida (depois da morte)., Mas, segundo os Wingmakers, o que é real é que todos nós estamos imbuídos com igualdade e unicidade - não através da mente inconsciente, que apenas nos conecta em separação, mas através da essência de vida que é nós. Essa essência de vida é soberana e integral. É o EU SOU, NÓS SOMOS. Ninguém está acima, ninguém está abaixo. Ninguém é melhor, ninguém é menor. 

Será que tudo é uma mentira, que tudo que nos tem sido ensinado é uma enganação? As coisas chegaram a esse ponto porque os seres que escravizaram a humanidade projetaram um mundo no qual nos ajustamos por milhares de anos e evoluímos nele de tal forma que nós nos perdemos dentro do nosso mundo. Os véus que foram colocados sobre nós são opacos. Dessa forma as pessoas operam como uniformes humanos sem saber que tudo em volta delas é ilusório. É uma realidade programada que não é real. Os Wingmakers dizem que tudo está organizado holograficamente com o som para parecer real.

O lado bom de tudo isso é que cada pessoa pode pular fora da ilusão. Não existe mestre aqui. Nenhum deus virá aqui embaixo e fazer algo acontecer por nós. Nenhum ET. Ninguém. É cada um de nós. EU SOU é como Um. Um - eu, e Um - todos nós juntos. SOU, significa que existe agora. Neste momento. Não na história ou memória. Não em algum tempo futuro ou objetivo. Agora!

Muitos daqueles que vieram à terra como professores humanos tentaram revelar quão profundo e vasto esta ilusão tem implementada. Jesus veio para revelar muito disso, mas os escritores da Bíblia decidiram o que seria aceitável dentro do paradigma da vida que nós conhecemos. Eles decidiram fazer Jesus uma parte da enganação. Eles verificaram que estava na hora de uma redefinição de Deus para acomodar a evolução do humano 2.0.  Deus repentinamente tornou-se um pai amoroso, e toda a humanidade era constituída de irmãos e irmãs.

As palavras de Jesus eram tão opostas às crenças condicionadas que as pessoas não as entendiam quando ele diziam elas. E portanto, com o tempo. elas foram traduzidas na forma que vocês as conhecem hoje. A tradução bíblica não tem a potência original com a qual elas foram ditas Além disso, existem dois métodos que fazem a exposição desta ilusão uma tarefa muito difícil. O primeiro é que o sistema de mente inconsciente está dentro de todos. É como um campo de informação que todos podem acessar. Ele pode afetar e infectar todo mundo. Uma ideia reveladora pode ser passada para um pequeno número de pessoas, mas falta a ela influência suficiente para gerar um despertar das massas. Portanto, existe uma inércia da mente inconsciente. O outro problema, e este é mais pernicioso, é que os implantes funcionais estão programados, e como qualquer programa, ele pode ser atualizado ou mesmo ser desligado. 

Quanto maior a diversidade na família humana, maior a separação e Anu fica contente. Quanto maior a separação, mais fácil fica manter o programa de escravização intacto. Escolha lados e desentenda-se com seus oponente. Haja competição. Isso alimenta guerras e tumulto social. Existe uma Fonte Primeira, um ponto central na existência que criou a estrutura da existência através do som (Anu não é esta Fonte)...

Existem os iluminados ou mestres espirituais. No entanto, a existência deles está inserida dentro da interface humana ou implantes funcionais. Eles existem neste contexto. Com o tempo, nós espiralamos mais profundamente dentro deste mundo criado, incluindo o além-vida e os diferentes planos da existência.

Anu instalou um programa dentro do humano 2.0 e neste programa, humanos evoluiriam sem saber nada sobre o mundo deles. Os humanos foram projetados para ter uma consciência de deus - significando, ter a mesma compreensão e consciência de Anu. Mas então Anu pegou esta linha evolutiva e posicionou a consciência de deus tão longe no futuro que os humanos ficariam caçando esta consciência de deus para sempre. Eles ficariam caçando sombras, pois até que eles despertassem dessa enganação, o único deus que existe naquele mundo é Anu.

Os Wingmakers são humanos em um tempo futuro. Eles retornaram ao nosso tempo para rachar um pouco essa casca. Eles viajaram para o nosso tempo para nos lembrar o que eles descobriram. Eles se livraram desta escravização, e portanto nós iramos também conseguir.

O espaçotempo é uma ilusão. Mas é difícil imaginar que o universo no qual existimos é na realidade uma projeção holográfica que foi programada dentro da nossa mente inconsciente e que nós  estamos dentro deste holograma, vestindo um uniforme humano que foi ajustado para perceber apenas este holograma. Os Wingmakers dizem que o mundo real é som. Tudo é som e ressonância do som. Tudo que nós temos no nosso uniforme humano para sentir nosso universo é um projeto evolucionário de milhões de anos para sintonizar esse holograma e apenas esse holograma. 

Existem muitos aspectos na vida do além. Existe Deus, principalmente. Existe a Luz da Iluminação. Existe o espírito universal e a alma individual. Existe uma hierarquia de anjos e mestres. Existe o conceito de carma e reencarnação ou pecado e salvação. O conceito de céu e inferno. O conceito dos escolhidos. O conceito de um caminho de ascensão. O conceito do Livro dos Registros ou registros Akáshicos. Todos esses conceitos foram projetados numa atualização da interface dos humanos 2.0. Certos seres humanos foram programados para encontrar esses conceitos na sua camada de mente inconsciente e os compartilhar. Como um resultado, as religiões apareceram. Filosofias surgiram, às vezes a favor de religiões, às vezes contra. Cultos esotéricos despontaram. Enquanto isso o ser humano permanece perdido. Ele permanece atolado na sua ilusão. Tudo ligado a uma promessa vazia, em uma crença, e em todas essas crenças, uma coisa permanece constante: separação. 

O programa é vasto no seu alcance, e os anunnaki, uma vez que eles tinham obtido ouro suficiente, eles tinham toda uma raça de seres escravizados. Anu, junto com seus aliados nas raças dos sirianos e das serpentes, decidiram que seria melhor tornar os humanos 2.0 em uma criatura sem valor que procurasse eternamente a iluminação através da crença. E quem você acha que iria prover as coisas nas quais crer? Anu e Marduk. 

Tudo se tornou lições de aprendizado. A Terra era uma escola. Se você aprender as lições, você não tem que se manter encarnando. Aprenda, aprenda, aprenda. Mas o que você está aprendendo? Você está aprendendo a acreditar na vida do além, como ela foi descrita e prescrita por Anu e seus projetores. Você está aprendendo a usar o seu uniforme humano obedientemente. Você está aprendendo a notar como a humanidade é diferente. Você está aprendendo a ligar toda auto-imagem com o mundo de três dimensões, esperando que exista algo mais após a morte.

A realidade é que após você morrer, o ser dentro de você encontra um guardião que irá levar você para o seu destino, baseado principalmente nos seus atos durante a vida encarnada. No entanto, a maioria dos seres são levados para uma revisão da vida, quando eles recordam da vida em cada detalhe, e baseado nessa experiência, uma figura de autoridade irá prescrever as opções de reencarnação para a próxima vida. Você então é reciclado através do mesmo programa, com uma nova mãe e família, e um caminho de vida programado é traçado para você seguir.

O programa e processo de vida no além (afterlife)  é tudo parte de um programa mestre para manter a escravização dos seres. Lembre-se, nós somos seres interdimensionais - significando que nós existimos na terceira dimensão (3D) e em planos superiores. Acontece que esses planos superiores também foram projetados pelos anunnaki. Eles não são os planos dimensionais reais. Caso contrário, nós morreríamos, descobriríamos quem nós realmente somos, e nós nunca iríamos reencarnar ou, se nós o fizéssemos, nós iríamos dizer a todo mundo na Terra que isso é tudo uma ilusão.

O que começou como uma exploração experimental na terceira dimensão vindo de uma realidade dimensional mais elevada tornou-se o que está aqui. Todo ser humano irá enfrentar essa realidade eventualmente. Ela não pode ser evitada. Podemos sofrer com a falta de justiça ou perguntar por que tudo isso, mas faça sentido ou não, não muda o fato que nós vivemos em um mundo projetado para separação. Divida e conquiste.

Para sair fora desta ilusão, é necessário que cada um de nós acorde e permaneça acordado. Não é apenas lendo palavras que vai mudar esta situação. Envolve a natureza profunda de novos comportamentos. Temos que operar na condição de EU SOU NÓS SOMOS. 

Os humanos 2.0 e a Terra continuam a se densificar. Nós estamos nos tornando cada vez mais tridimensionais. Nós estamos mais densos agora do que jamais fomos - em termos de fisicalidade. Existia uma época, cerca de trinta anos atrás, em que pensávamos que as raças alienígenas estavam deixando suas espaçonaves aqui de propósito, mas nós descobrimos, mais recentemente, que a maioria dos alienígenas não eram seres físicos. Eles estavam observando a Terra e suas naves espaciais arrastadas pelos circuitos gravitacionais do núcleo da Terra, o que causou suas naves se materializarem no espaço tridimensional. Como muitos dos materiais usados na construção das naves tinham propriedades químicas, elas ficavam propensas à densificação quando expostas à atmosfera terrestre. Os campos magnéticos associados com o núcleo da Terra têm propriedades únicas. Eles estão, nas palavras dos Wingmakers, 'vivos'. Podemos supor que algo vivo é  um aspecto da inteligência. O ponto central disso é que tudo está densificando. Está sendo comprimido. Está comprimindo por uma razão: os sistemas antigos podem ruir em uníssono quando a densidade alcançar uma certa massa crítica. E isso é o que vai suceder.

Os seres humanos estão retidos em uma prisão de ilusão, como humanos 2.0, e a interface deles como o universo holográfico é a razão de eles estarem presos; logo, um novo modelo precisa ser implementado. Humanos 3.0 é este novo modelo.  Ele é uma fórmula de auto-realização, vivendo como uma auto-expressão do EU SOU NÓS SOMOS. Humanos 3.0 é a Integral Soberana.

A alma é uma ideia ou paradigma que se tornou parte do programa da realidade humana. Alma é a parte de você que contém toda a memória de sua existência como um humano 1.0 e 2.0. Para a maioria de nós, este é um vasto repositório - mais vasto do que a estrutura da consciência pode lidar. Portanto, a alma retém esta informação para cada ser individual.

A alma é um paradigma de expressão infinita inserida numa realidade finita. Mas você não pode ser infinito em uma realidade finita, se essa realidade é uma realidade programada. Portanto, a alma não é a força de vida que alimenta a consciência humana. Essa é a Integral Soberana. Essa é o que cada um de nós é quando nos despimos de todas as ilusões, de todas as enganações, de todas as limitações, de todos os véus, de todos os implantes funcionais - inclusive a alma.

[continua]

Referências: 
[1] The Anunnaki, Mankind's Enslavement and the Afterlife Deception and Origins, site address: http://beforeitsnews.com/paranormal/2016/06/the-anunnaki-mankinds-enslavement-and-the-afterlife-deception-origins-video-2510480.html?currentSplittedPage=2
[2] A entrevista [1] completa em vídeo:  https://www.youtube.com/watch?v=LvMrotmqdZo

Labels: , , , , , , , ,


 

Oscar Quiroga - 3123

O poder que vê


Quando te atrevas a olhar além de tua temporária presença entre o céu e a terra começarás a compreender um pouco melhor como funciona o Universo do qual tua alma e teu corpo são feitos. Então e somente então deixará de ser teu olhar limitado pela temporalidade o que tentará compreender o ilimitado Universo, pois, permitirás que o infinito enxergue através de teus olhos. Conhecerás assim a sutil diferença entre o poder de ver e o poder que vê. Isso não é uma poesia, é uma condição que qualquer ser humano está capacitado a experimentar, o conhecimento que não ingressa através da teoria, mas que se consolida através da prática. Tu precisas praticar, e o podes fazer em qualquer lugar, não precisas de ambientes refinados, podes fazê-lo num ônibus lotado enquanto as pessoas se queixam da vida.

Labels:


Saturday, September 24, 2016

 

Oscar Quiroga - 3122

Tudo leve e gracioso

Ainda que te pareça tentador urdir estratégias mirabolantes e te lançares a assumir riscos enormes para obter o que pretendes, te afirmo aqui e agora, tudo isso é uma miragem. Neste momento te convém fazer tudo no maior equilíbrio possível, com economia de recursos materiais e emocionais, evitando desgaste. Aos poucos, mas com segurança, avança na direção do que pretendes, pois, não é necessário que demonstres coragem a ninguém, nem sequer à tua própria alma. Neste momento não precisas de coragem, mas de manter a cabeça no lugar, optando por tornar tudo leve e gracioso em vez de te lançares à vida como se fosse um esporte radical. Como te disse, é tentador pensar que o sucesso dependa de te atreveres a fazer o impossível, mas dessa vez o sucesso reside em agir com parcimônia e comedimento.

Labels:


Friday, September 23, 2016

 

Oscar Quiroga - 3121

Harmonia


A harmonia com que sonhas não é um estado paradisíaco no qual te acomodarás um dia para nada nem ninguém te remover de lá. A harmonia é como andar na corda bamba, se tu não te movimentas continuamente, fazendo os ajustes que se tornarem necessários, é certo que cairás dela. Essa harmonia sonhada também requer que faças todos os ajustes que a necessidade determinar a cada momento, sem nunca te cansares. Bem-aventuradas sejam as almas incansáveis! Elas conhecem o verdadeiro significado do equilíbrio. Saberás que te apropriaste dessa dinâmica e a exercitas continuamente quando te tornares tão leve que nada afete teu bom humor, quando sejas capaz de rir de ti e de teus problemas, quando não permitas que nada assuma uma proporção que só seria adequada em filmes melodramáticos.

Labels:


Thursday, September 22, 2016

 

Oscar Quiroga - 3120


PRESERVA A LUCIDEZ

Recupera o tempo perdido.

Encontrarás todas as oportunidades que precisas para isso, mas nada acontecerá de forma automática, tanto que, talvez, essas oportunidades estejam na tua frente e tu continues te preocupando por elas não aparecerem. 


Preserva tua lucidez, cada momento é importante, cada instante requer alguma decisão de tua parte, perder tempo se baseia na hipótese de que nunca acontece nada importante, que a maior parte da existência esteja fadada a ser um tédio.


Preserva tua lucidez, observa o que acontece, observa como tratas o que acontece, observa que o tempo inteiro estás tomando decisões e que o teor de tuas atitudes determina o rumo que as coisas tomam.


Preserva a lucidez, evita te repetir, pois, o tempo não espera por ninguém, ou tu o aproveitas para navegar, ou ele te arrasta.

Labels:


Wednesday, September 21, 2016

 

Oscar Quiroga - 3119

Sem lucidez suficiente


A esta altura da vida já deve ter ficado evidente que nem todos os dias é possível manter a lucidez nem sequer o necessário nível de atenção para que tuas obras sejam primorosas. Isso não é problema. Porém, em dias como hoje, em que tudo parece requerer que tu sejas brilhante e tua alma assertiva, mas não te sentes assim, aí sim tens um problema imediato para resolver. É como entrar no palco e esquecer o que deves dizer ou te atrapalhares tanto que a pessoa frágil aparece mais do que o personagem que deverias representar. Até aí nem haveria tanto problema, se fosses capaz de te livrar do constrangimento por meio de uma tangente cômica, ou se a plateia compreendesse tua fragilidade. O mundo, porém, é mais selvagem do que isso, mas nunca assumirá a crueldade com que trata a fragilidade.

Labels:


Tuesday, September 20, 2016

 

Oscar Quiroga - 3118


HÁ MEDOS E MEDOS...

Prefere conhecer o que te dá medo, faz isso em vez de tentar fugir de algo que, mesmo quando estiveres sonhando, aparecerá para te atormentar. 

Dá um basta às formas sofisticadas e inteligentes de escapar, pois, por trás dos teus medos há um poder que é teu, algo que é o oposto do que sentes quando estás com medo. 


Com a mesma intensidade com que o medo te faz sentir frágil, o que essa fantasmagórica entidade faz é ocultar um poder que te faria sentir no domínio da situação. 


Nem sempre o medo é uma profecia de que algo ruim está para acontecer, muito poucos são os medos que realmente servem para te absteres de continuar em frente.


A maioria dos medos que te atormenta é uma forma de provares teu valor e reclamares da vida a posse de um poder que aumentaria tua capacidade de realização.

Labels:


Monday, September 19, 2016

 

Oscar Quiroga - 3117

Teu verdadeiro desejo


Pensa bem, não terias tempo suficiente para realizar todos e cada um dos desejos que te motivam a imaginar que, aqui e agora, tua vida esteja limitada por não conseguires obter teus anseios. Por isso, para começo de conversa e em nome de não teres tua alma esmagada pela frustração, escolhe um, dentre os milhares de desejos e caprichos, e te dedica a realiza-lo, ciente de que não deves esperar que a sorte te sorria ou de que algo misterioso aconteça, mas que tu és a alma que deseja, portanto, tu também és a alma responsável por realizar o que deseja. Contra isso, que é uma realidade inquestionável, tua mente oporá milhares de argumentos e justificativas em torno das quais te convencerás de tudo ser tão difícil que nunca conseguirás. Se assim for, lamento te dizer, teu verdadeiro desejo é a frustração.

Labels:


Sunday, September 18, 2016

 

Oscar Quiroga - 3116

Leveza e intimidação


Quando sentires que a leveza de outrem te ofende, então saberás que precisas fazer alguns ajustes, porque teu coração se tornou amargo demais para aceitar que, mesmo que tudo seja sério, ainda assim se pode rir e passar bons momentos. Bons irmãos tiram sarro uns dos outros, porque conhecem que por trás da pose de pessoas sérias, ainda estão as crianças que fazem xixi na cama. Não se pode tratar com severidade as piadas e a leveza com que se abordam assuntos sérios, porém, há de se observar, também, que há pessoas que levam isso a extremos grotescos e violentos, ofendendo intencionalmente. Nesse momento a leveza é perdida e a situação se transforma em intimidação feita por alguém de natureza patológica, que sente prazer em diminuir seus semelhantes para reafirmar uma suposta superioridade.

Labels:


Saturday, September 17, 2016

 

A Agenda Facista Global: As Vacinações Obrigatórias


Se você não pode decidir o que vai para dentro do seu corpo, o que te sobrou de liberdade? Vacina não é aquilo que você pensa e que te contaram. Não são as pessoas não vacinadas que são um perigo para as demais, mas o inverso: as pessoas vacinadas são um perigo para as demais, pois foram inoculadas com o vírus da doença que se pretende combater. Uma inversão total dos fatos!

Veja esta estatística do cérebro vacinado:

1983: média de 10 vacinas nas crianças dos Estados Unidos da América.
          taxa de autismo: 1 em 10.000
2008: média de 36 vacinas nas crianças dos EUA.
          taxa de autismo: 1 em 150
2013: média de 46 vacinas nas crianças dos EUA.
          taxa de autismo: 1 em 88

Você acha que isso é apenas uma coincidência? Não há nada com que se preocupar?

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=zLFsrkAQRKI

Labels: ,


 

Oscar Quiroga - 3115


RESPIRA O MISTÉRIO

Amplia tuas perspectivas, pensa além de ti, tua vida não começou na primeira respiração nem terminará no último suspiro. 

Tua presença é um elo de continuidade entre o passado remoto e o futuro fértil.


Nada te obriga, a não ser teus convencimentos equivocados, a permaneceres dentro das limitações que te constrangem e atormentam.


Tu vais precisar continuar lidando com elas, mas não tens obrigação de te convencer de que tua vida se resume a isso.


A cada dia insere em tua mente, intencionalmente, uma ampliação de tuas perspectivas, pensando além de ti, muito além de teu falecimento, no legado que deixarás para as futuras gerações que, pelo sortilégio da reencarnação, talvez sejas tu, novamente, uma delas.


Respira o mistério, que cada célula de ti vibre na eternidade.

Labels:


Friday, September 16, 2016

 

Oscar Quiroga - 3114

Que dramáticos!


Muito tortuosas têm de ser as argumentações mentais e emocionais que te levem ao convencimento de tua presença estar desconectada e isolada do Universo e de teus semelhantes ou diferentes. Por ti passam as sensações de toda nossa humanidade e de dimensões que ainda não nos atrevemos a explorar, se houver um isolamento esse é apenas fruto de nossa ignorância; ao não sabermos decifrar o que sentimos e pressentimos, logo concluímos que estamos desconectados e isolados. Que dramáticos! Um dia ninguém mais vai achar graça em tanto drama e, pelo contrário, acharemos graça e riremos por termos levado tão a sério coisas que, na prática, eram irrelevantes, mas que as transformávamos em pontos cruciais, sem os quais tudo o mais perderia o sentido. Quanta inteligência posta a perder em questiúnculas!

Labels:


Thursday, September 15, 2016

 

Oscar Quiroga - 3113

Alegra-te!

Alegra-te! Não tens escolha, a opressão que sentes é real, tu és uma partícula do Infinito encerrada em limitações. Alegra-te! Já que não podes mudar o que é real e indiscutível. Ao fazer drama em cima de situações que, vistas com distanciamento, se mostrariam irrelevantes, tu te rendes a essa opressão e, inclusive, a aumentas. A não ser que sejas masoquista, é inexplicável que faças isso. Alegra-te! Pois, tuas limitações são temporárias, não lhes outorgues uma importância que elas não têm em si mesmas. Alegra-te! Tu levitas entre o nada e a eternidade o tempo inteiro, essa é a verdade, o resto parece muito sólido e permanente, mas no centro de teu peito há uma faísca de infinito que te autoriza a transcender as limitações e ingressar na realidade que não tem princípio nem fim.

Labels:


Wednesday, September 14, 2016

 

Oscar Quiroga - 3112


OBSERVA AS LUAS VAZIAS

Aproveita o período da manhã para dar um bom encaminhamento aos assuntos que mais te interessem, depois almoça com tranquilidade e te prepara para uma tarde de despreocupação.

Nesse período observa com distanciamento o quanto as coisas degringolam e as pessoas se desorientam, porque inconscientes de que se movimentam e experimentam ser numa dimensão muito maior da que percebem e imaginam haver. 


Enquanto insistem estar no domínio de tudo se submetem a agendas de compromissos desvinculadas do Universo de que são feitas.


São como células cancerosas, que não se importam com o corpo ao que estão integradas, o violentam e, por fim, se autodestroem ao destruir o veículo ao qual pertencem. 


Que o Universo as perdoe, elas não sabem o que fazem! Tu não tens desculpa, observa as Luas Vazias.

Labels:


Tuesday, September 13, 2016

 

Mensagem de Mãe Maria - 15/2016


Amados Filhos,

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

Mergulhar nas águas do mundo novo requer, de cada um de vós, total purificação do passado vivenciado na consciência de vossos egos.

O ego somente oferece uma visão limitada e deturpada da realidade a ser vivida por todos vós nesse planeta.

Até este tempo enxergastes falta, limite, culpa, medo, desilusão.

Vossos corpos se limitaram a alimentar o limite, e no limite eles perderam o vigor, abrindo brechas para as doenças e para o envelhecimento, levando-vos ao ápice da decadência onde perecer se tornou natural.

Hoje, neste tempo, vossos egos perderam força, vossas almas começam a se fazer ouvir, e vossas células já não mais se reproduzem com a consciência do limite.

Sim, amados, o limite pode ser ultrapassado por cada um de vós, capacitando-vos a vivenciar tudo aquilo que vossas almas precisam, para que a morte deixe de se uma constante em vossas vidas.

Viver o ilimitado, a plenitude, na alegria que emerge quando a consciência vos impulsiona a um novo patamar de compreensão, onde todas as barreiras se dissolvem, onde inexistem limites para as conquistas que levam ao bem comum, onde a verdade se abre para ser reconhecida e vivenciada no mundo da ação.

A verdade, e só ela, vos revela o propósito de estardes encarnado em um mundo onde as polaridades existem, e precisam ser neutralizadas no equilíbrio daqueles que reconhecem já o caminho da luz.
A luz vos leva ao Pai, e o Pai vos oferece o viver pleno, sem restrições, sem medos ou culpas, sem dores e sofrimentos, sem limites de qualquer espécie; o Pai vos faz antever o mundo novo, aquele onde a palavra igualdade é vivenciada, e o amor é o polo central que atrai os iguais.
Este é o momento de deixar para trás as contradições geradas em um mundo onde tudo se resume em ter.
Buscai, pois, transformar o ter em ser, amados, concluindo a purificação de todos os falsos pensamentos, sentimentos e ações que alimentaram um mundo onde a ilusão se sobrepõe à verdade, onde tudo é finito, onde a alegria é efêmera e sempre se dissolve na tristeza e na desesperança decorrente do findar daquilo que parecia importante para vós.
Resgatar a coragem é fundamental para concluírdes este período de vossa evolução, eis que o falso emerge das profundezas de vosso ser, e o castelo de areia que edificastes, ao longo das eras, desmorona rapidamente, exigindo de vós muita fé e determinação para não vos entregar a inércia que paralisa, mas seguir em frente, agindo, mudando, transformando, buscando corrigir o passado para não ser paralisado pelo presente que exige ação, ação, ação.
Agir deve ser vosso propósito diário, amados, agir sempre, buscando superar a paralisia que decorre da descrença na vossa filiação divina; sois humanos e sois divinos, e é o casamento perfeito dessas duas virtudes que pode vos levar a manifestar a divindade no mundo da ilusão.
É hora, pois, de deixardes que vossas almas sejam as condutoras das vossas ações, para que o agir venha sempre acompanhado das virtudes do divino, onde o amor e o servir estão sempre presentes na jornada de todos os Filhos da Luz.
Bem amados, aproveitai este momento único para seguir em frente, superando as barreiras que criastes, seguindo sempre a voz de vossos corações, mostrando aos vossos irmãos que tudo é possível para aqueles que agem em nome da luz.
Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos, e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.
SP-13/09/2016-Mensagem de Mãe Maria-15-2016 recebida por Jane M. Ribeiro.

Labels:


 

Oscar Quiroga - 3111

A irritação


É insuficiente que tenhas vontade de fazer algo se nunca te atreverás a realiza-lo. Em dias como hoje essa incongruência entre teus quereres e tuas atitudes práticas resulta em irritação descomunal, já que há uma oferta mais generosa de combustível cósmico, ao passo que por argumentações morais e falsos pudores emocionais evitas fazer o que desejas. Tenho de te repetir, enquanto existas entre o céu e a terra na qualidade de ser humano a regra continuará sendo: mais vale errares por tentar do que cometeres o erro de te abster de agir. Pensas demais, te emocionas aos montes, mas pouco fazes para que tua vida concreta seja o fiel reflexo de tua vida interior. A irritação não te ajudará, mas te sinalizará o caminho.

Labels:


Monday, September 12, 2016

 

Oscar Quiroga - 3110

Tragédia ou comédia?


A irritação e o pavio curto sinalizarão que hoje tens mais energia disponível, ao passo que as circunstâncias são adversas para realizar o que pretendes. Diante da incongruência o conselho da estupidez será explodires desproporcionalmente como resultado de ninharias. A sugestão da sabedoria, por outro lado, será a de rires com as trapalhadas em que te envolves e que, talvez, tu provoques também. Quando sejas capaz de rir de ti e das bobagens que fazes, então terás atingido um patamar de sabedoria que tornará tua existência melhor, o que se estenderá a todos teus relacionamentos. Rir de ti é necessário, pois, se te levas a sério tens de aceitar que teus movimentos são desengonçados e que, em momentos como hoje, são ainda mais atrapalhados. A vida pode ser comédia, não a transformes em tragédia.

Labels:


Sunday, September 11, 2016

 

Oscar Quiroga - 3109

Descansa tua ambição


Descansa teus músculos, mas também descansa a ambição, porque de tanto cobiçares e de tanto ocultares tua cobiça, tanto quanto te decepcionares por não obteres tuas pretensões, o desespero de veres o tempo escorrer por entre teus dedos te leva, sob tensão, a produzires atos violentos, inclusive contra as pessoas que afirmas amar. Descansa teus músculos, dá férias à ambição, te dedica, durante algumas horas, a desfrutar do que está disponível em vez de ansiares o que ainda não está ao teu alcance. Detém a voragem do descontrole emocional que circula à solta na alma do mundo, à qual tua alma individual está conectada e, por isso, sentes sensações que não sabes interpretar direito, porque não estão relacionadas diretamente a nada que conheces. Descansa teus músculos e descansa tua ambição.

Labels:


Saturday, September 10, 2016

 

Oscar Quiroga - 3108

Beneficia quem desconheces


Podes estar com todos os argumentos prontos para explicar tua decepção e consequente desânimo, porém, isso te levará a personalizar uma angústia que não é tua em particular, é o somatório de todos os desânimos de nossa humanidade. Então, se insistires em personalizar essa angústia te cobrindo de argumentos, tua alma acabará soterrada pela desproporção entre o acontecimento que te diz respeito e o tamanho do desânimo. Tampouco te ajudará fingir que não te importas com o que acontece ao resto da humanidade, tua alma será invadida e assombrada por isso de todas as maneiras, já que não há como isolar-se, o reino humano é um só. O que tu podes fazer é aliviar essa angústia desanimadora, fazê-lo em teu nome e no de pessoas que nunca conhecerás diretamente, mas que podes beneficiar mesmo assim.

Labels:


Friday, September 09, 2016

 

Oscar Quiroga - 3107

Tu és relacionamento


As diferenças que te fazem discordar daqueles que são teus semelhantes, mas que preferes considera-los teus diferentes, demonstram de forma cabal haver vínculos inabaláveis, não importa quanto esforço faças para te distinguir deles ou delas. Em ti convivem a mais abjeta condição do mais baixo e sórdido de nossa humanidade e também a mais elevada e sublime visão e realidade humanas. Tua realidade é essa conexão que de vez em quando te faz despertar no meio da madrugada com o peito apertado por uma angústia estranha. Tua realidade é a conexão que te faz sonhar com beleza sublime. Em ti está o poder de decidir como equilibrar esses aparentes opostos, em ti se decide, a cada instante, qual é a distância entre o céu e a terra. Porém, nenhuma decisão pode te isolar. Tu és relacionamento.

Labels:


Thursday, September 08, 2016

 

Oscar Quiroga - 3106

Muita ajuda é oferecida



Há três coisas que precisas saber e que não encontrarás em nenhum livro escrito por humano algum, essa sabedoria está escrita em cada átomo que fundamenta tua constituição, assim como a de planetas, estrelas e galáxias. A primeira é que uma única Vida subjaz imanente em todas as manifestações diversas do Universo. A segunda é que dessa única Vida que alinhava átomos e galáxias resulta um vínculo de fraternidade do qual nada nem ninguém escapa. Por isso, são vãos teus esforços de te distinguires dos teus semelhantes tanto quanto de te distanciares do que te causa antipatia ou desgosto. A terceira e, talvez, mais importante, é que existes para que estas afirmações não sejam meras hipóteses, mas para que desenvolvas a percepção da realidade cósmica. Muita ajuda é oferecida neste sentido.

Labels:


 

Mensagem de Mãe Maria - 14/2016


Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

Abracem a vida, amados, para absorver em vossos corações todas as bênçãos que se derramam em vosso planeta.

O coração precisa receber o “novo”, para por um fim ao sofrimento e à separação.

Permiti, pois, que a porta de vossos corações se escancare, para que possais abrir vossa visão e reconhecer os limites que ainda restam em vossas vidas.

Onde está escondido o limite, amados? Em vossas mentes, em vossos relacionamentos, em vossas ações?

Onde se origina a resistência que vos mantém distantes da plenitude? No medo, na desconfiança, no apego, na ilusão de que o sofrimento é a única porta para a salvação?

É tempo de recordar o exemplo legado por vosso irmão, Mestre Jesus.

Ele renasce, mais uma vez neste tempo trazendo as bênçãos da Era da Liberdade, oferecendo-vos o suporte de Sua experiência, para que possais resgatar fé, tolerância, amor e paz em vossas vidas.

A fé, alimentada pela tolerância e pelo amor, vos devolve a verdade de vossa filiação e herança divinas, e elas precisam ser manifestadas agora, para possibilitar o retorno da paz e da fraternidade entre os homens na Terra.

É tempo do emergir do homem crístico, o homem que não se deixa envolver pelo medo, o homem que não permite a entrada da desconfiança, o homem que resgata seu passado na compreensão que os erros do passado não se repetirão em suas novas escolhas se estiver consolidada a unidade perfeita entre suas mentes e corações.

Mente e coração em uma mesma sintonia, eis o segredo para dissolver medos, dores, doenças, limites; eis o caminho da liberdade disponível para todos vós.

Entregai-vos, pois, a este novo momentum, e agarrai esta oportunidade única que a vida vos oferece, a oportunidade de compreender o passado, transformar o presente e permitir que o futuro traga a realidade da integração de todos os seres, na comunhão perfeita de todas as mentes e corações.

Que o “novo” encontre cada um de vós totalmente purificado do peso de um passado onde as experiências foram sustentadas na cegueira imposta por vossos sentidos físicos, e que elas possam se dissolver no agora da vida de todos aqueles que aceitam o desafio de dissipar o véu da ilusão, e assumir sua responsabilidade na construção de um mundo onde a frequência se resume na manifestação do puro amor.

Bem amados, que vossas orações alimentem a verdade, e na verdade todos ousem encontrar o seu caminho no resgate da Luz.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe. 

SP-05/09/16-Mensagem de Mãe Maria-14-2016 recebida por Jane M. Ribeiro.

Labels:


Wednesday, September 07, 2016

 

Oscar Quiroga - 3105

Servidor da humanidade


Todo esforço que fizeres para te distinguir dos teus semelhantes será em vão, pois, vivemos todos numa época em que o regime de castas foi demolido e, mesmo que subsista de várias maneiras ao redor do mundo, isso acontece por inércia, ou seja, acabará inevitavelmente a distinção entre as pessoas, seja pela cor da pele, por religião, por medidas de inteligência ou quantidade de bens materiais. Só há uma maneira de obteres distinção e essa se fundamenta na percepção clara e consistente, de forma prática, de que a única Vida de todas as vidas é imanente em todos os seres e objetos, de onde resulta um vínculo de fraternidade. Por isso mesmo não há nada que possa distinguir um ser humano do outro. A percepção desse vínculo te distinguirá, mas também te tornará um servidor da humanidade.

Labels:


Tuesday, September 06, 2016

 

Oscar Quiroga - 3104

Reconhece teus instrumentos


Tu nunca conseguirás deixar de sentir o que sentes, porém, está ao teu dispor o poder de decidir o que fazer com tuas percepções. Reconhece os instrumentos que são inerentes à tua humanidade, interrompe o equivocado conceito que te faz insistir em ser uma vítima dos acontecimentos, como se tudo simplesmente acontecesse e tu não tivesses como fazer acontecer o que te interessa. A Vida de nossas vidas é o fio que nos conecta, nossas sensações confirmam essa conexão, o tempo todo sentimos o que toda nossa humanidade está produzindo. Isso é inevitável, mas nenhum de nós tem obrigação de naufragar nesse oceano de sensações aumentando o grupo das patologias psicológicas. Da mesma forma com que somos invadidos por péssimas sensações podemos, também, devolvê-las ao mundo melhoradas e aliviadas.

Labels:


Monday, September 05, 2016

 

Oscar Quiroga - 3103

EXORCIZA A ANGÚSTIA

Exorciza sumariamente toda e qualquer angústia que te assombrar logo que despertes, quaisquer problemas e dificuldades que tenhas de enfrentar durante a semana não merecem a proporção dessa angústia, ela não é tua, é o somatório de terrores de nossa humanidade que, ignorante das conexões que a Vida de cada vida estabelece, se equivoca imaginando estar só, lançada à própria sorte e que essa, certamente, seria uma desgraça. 

Devolve essa angústia ao mundo, porém, não sem antes depositar nela uma semente de alívio.

Alguém em algum lugar do mundo está fazendo isso por ti todos os dias sem saber teu nome nem o lugar em que moras, tu te beneficias com a irradiação de luz de essas pessoas. 

Une-te a elas, interrompe a corrente de angústia que só terá fim quando todos decidamos interrompê-la.

Labels:


Sunday, September 04, 2016

 

Oscar Quiroga - 3102

DINÂMICAS INEVITÁVEIS

Há dinâmicas que são inevitáveis, a despeito de nós não as apreciarmos. 

Por exemplo, ao não termos encontrado uma forma de nos exercitarmos na coordenação das duas realidades com que nossa consciência precisa lidar e administrar, objetiva e subjetiva, o resultado disso também é o de não encontrarmos a nós mesmos.

Aí, quando buscamos nos relacionarmos com alguém, em vez de buscar outrem, buscamos a nós mesmos e como não nos encontramos previamente, o relacionamento com outrem é fundamentado na dinâmica do desencontro, não importa quão boas sejam as vontades envolvidas nem quão puras sejam as intenções.


Assim terminam mal os relacionamentos que começam bem.

Se queres provar teu amor a outrem, começa e termina cada dia exercitando tua consciência no equilíbrio das vidas subjetiva e objetiva.

Labels:


Saturday, September 03, 2016

 

Oscar Quiroga - 3101

A TERCEIRA INSTÂNCIA


O verdadeiro sentido da afirmação de que não poderias te relacionar bem com outrem até que te relaciones bem com tua própria alma é que, sem coordenar e sincronizar tuas vidas subjetiva e objetiva não compreenderias o que é relacionar-se com outras pessoas. Essa descoordenação, apesar de normal, não por isso é saudável e te torna incoerente e todas tuas atitudes são ambíguas por isso. Na dinâmica do relacionamento com outrem essas incoerências se multiplicam e nenhuma discussão conseguiria resolvê-las. Parte do princípio de que, a todo momento, tua consciência precisa se haver com dois mundos, objetivo e subjetivo, que não estão fadados a existir em conflito, porque tu, como consciência, és a terceira instância, capaz de construir uma ponte e outorgar equilíbrio.

Labels:


Friday, September 02, 2016

 

Oscar Quiroga - 3100

MESTRIA NAS OBRAS


Enquanto não houver mínima coordenação entre tuas vidas subjetiva e objetiva, interiormente cultivarás fantasias, algumas belas, outras perversas, que te desorientarão e motivarão a que, na vida objetiva, empreendas atividades decepcionantes, ao passo que as essenciais tenham de ser repetidas uma e outra vez, porque os resultados são pífios. Me perdoa, porém, devo te dizer algo que não é segredo, mas que tampouco é dito com todas as letras: a vida não é assim, tu não nasceste humano para te acomodar nessa descoordenação toda. Todas as decepções e regozijos te conduzem a um só objetivo, tua alma ser dona de seu próprio destino, coordenando tuas vidas objetiva e subjetiva a tal ponto que isso se manifeste pela mestria de tuas obras. A coordenação é mestria nas obras.

Labels:


Thursday, September 01, 2016

 

Oscar Quiroga - 3099

REGOZIJA-TE NO QUE ÉS


Ouves repetidamente que está em ti o poder de mudar para melhor tua vida, mas em vez de isso te libertar acaba agregando um peso enorme e te isola ainda mais num complexo de inferioridade por teres de lidar com o conhecimento de todo o poder que buscas estar em ti, mas seres incompetente para acessá-lo. Pois é! Então tira de ti esse peso, não precisas dar satisfação a ninguém; se erras, se tuas atitudes são desengonçadas, se mesmo seguindo à risca os segredos de prosperidade que dão certo por aí tu continuas na pindaíba, pelo menos uma coisa podes fazer e nessa terás sucesso. Diz um não sonoro à culpa que te atormenta! Tu não precisas ser grande, tu podes ser pequeno; tão fundamental, imprescindível e inestimável como um átomo é. Regozija-te no que és, não faças comparações

Labels:


This page is powered by Blogger. Isn't yours?