Thursday, August 21, 2008

 

O Retorno do Planeta X - 28


Pessoas clarividentes que têm visões proféticas normalmente têm dificuldades de identificar exatamente quando suas visões irão realmente ocorrer. No entanto, podemos deduzir a data mais provável da passagem da anã marrom pela análise de várias fontes.

Muitas fontes discutem sobre este "cometa/estrela" e quase todas elas afirmam que esse fenômeno é um evento recorrente. A única diferença parece ser sobre o intervalo de tempo (entre as passagens); no entanto, a maioria das previsões colocam isso entre 3.000 e 4.000 anos, o que colocaria sua mais recente (última) aparição durante a época do Êxodo, como descrito no Velho Testamento, e na época de Noé (do dilúvio) antes disso. O fato que a última passagem da anã marrom participou no drama do Êxodo do povo judeu do Egito não é uma idéia nova. Yves Dupont, no seu livro Catholic Prophecy, The Coming Chastisement, afirma:

Relembremos resumidamente a situação que afligiu os egipcios, o cruzamento pelo leito seco do Mar Vermelho e a duração prolongada do dia. No México, por outro lado, uma noite prolongada foi registrada, como evidenciada por descobertas arqueológicas. A passagem do Cometa (anã marrom) nessa época foi registrada, não apenas no Livro do Êxodo, mas também em outros documentos: nos papirus egípcios (a Bíblia Kolbrin), um manuscrito mexicano, uma narração da Finlândia, e muitos outros.

Será o cometa vindouro o mesmo daquele do Êxodo? Isto não é impossível, quando consideramos a descrição das pragas narradas no Êxodo e aquelas descritas nas nossas profecias cristãs.

Quando a cauda do cometa do Êxodo cruzou com a órbita da Terra, uma poeira vermelha (óxido de ferro), impalpável, como farinha fina, começou a cair. Ela era muito fina para ser vista, mas ela coloriu tudo de vermelho e a água dos egipcios se transformaram em sangue... Após o pigmento ferruginoso fino ter caido sobre o Egito, uma pó mais grosseiro "como cinza" caiu em seguida, e isto está registrado no Êxodo, pois então isso se tornou visível.

A narrativa do Livro do Êxodo confirma isso e é também corroborado por vários outros documentos encontrados no México, Finlândia, Sibéria e Índia. Portanto, é certo que um cometa cruzou a órbita da terra mais de 3.000 anos atrás, causando destruição generalizada.

Este é o tipo de fenômeno (se as profecias forem precisas) que irá brevemente atingir a terra novamente.

Muitos estudiosos atualmente acreditam que o êxodo do povo judeu ocorreu aproximadamente 3.600 anos atrás. Os antigos sumérios acreditavam que Nibiru fazia sua passagem por nosso sistema solar a cada 3.600 anos. Se essas duas previsões estão corretas, estamos muito próximo da próxima passagem da anã marrom e é melhor nos prepararmos para um passeio de montanha russa! Mas, afinal, quando exatamente o Absinto (Wormwood) fará sua próxima passagem?

Os maias acompanhavam os grandes 'ciclos de destruição' da Terra com atenção fanática e parecem ter indicado que o deslocamento dos polos (mudança do eixo de rotação da Terra) iria acontecer em 21 de dezembro de 2.012, mas isso pode ou não ser o caso, pois alguns estudiosos da cultura maia negam essa data, dizendo que o evento real irá acontecer ou logo antes ou logo depois desta data de 2.012. De qualquer forma, 2.012 parece ser a data correta para estar focando nossa atenção.

Mãe Shipton indicou que a anã marrom iria passar por nosso planeta dentro de uma janela de 72 anos a partir de 1.986. Por outro lado, Padre Malachi Martin menciona sua passagem entre 10 a 12 anos após 1.997, o que coloca esse evento em algo antes ou no ano de 2009.

Um ponto que deve ser também considerado, sobre a imprecisão da ocasião exata da próxima passagem da anã marrom, é que o período orbital desse objeto pode variar, dependendo de vários fatores. Estas variações podem envolver dias, semanas, anos, décadas ou mesmo centenas de anos. Isto pode ser algo que não gostamos de ouvir, mas é a realidade de nossa situação atual. Até os maiores astrônomos do governo (que acreditamos que estão estudando este objeto que se aproxima, secretamente com o Vaticano) podem não compreender totalmente sua velocidade, trajetória e outros importantes fatores celestes e, portanto, eles próprios podem ter apenas uma idéia geral de quando este objeto irá novamente cruzar conosco no espaço.

Gostaria de comentar aqui uma outra informação que li no passado. Segundo esta fonte, as passagens sucessivas do Planeta X (Nibiru) afetam nosso planeta de maneira forte e fraca, de forma alternada e sucessivamente. Examinando as duas últimas passagens destre corpo celeste, verificamos que a penúltima passagem afetou fortemente a Terra (época do dilúvio de Noé, que matou quase toda a humanidade) e a última passagem afetou fracamente a Terra (época do Êxodo, que não matou tanta gente como no dilúvio bíblico). Portanto, a próxima passagem, segundo esta fonte de informação, deve ser algo muito forte, semelhante ao dilúvio de Noé... Por que ocorre esta alternância? A explicação astronômica é a seguinte: o Planeta X sempre cruza o plano da eclíptica solar entre as órbitas de Marte e Júpiter, na região do Cinturão dos Asteróides (gerada por ele mesmo, ao colidir com um antigo planeta chamado de Tiamat). No entanto, este cruzamento orbital pode se dar do mesmo lado da Terra (relativamente ao Sol), quando então a interação com o nosso planeta é muito forte, ou do lado oposto da Terra (relativamente ao Sol), quando então a interação é mais fraca, devido à maior distância entre Nibiru e Terra.




Labels: ,


Comments:
HA CONTROVERSIA alguns dizem que o EXODO foi nentre 1280 a 1320 A.C. portanto colocaremos a convocação do SENHO a ABRAÃO uns 400 anos nesse meio tres gerações depois temos um evento de sete anos de fartura no EGITO ai sim estaria uma data muito interessante . Outro detalhe em 1910 o cometa herley chegou a assustar muita gente pois deixou um risco no céu. UM FATO É VERO TODA REVELAÇÃO DE DEUS ESTA SUJEITA A UMA INTERPRETAÇÃO HUMANA. QTO MENOR A INTERFERENCIA E MELHOR A INTERPRETAÇÃO FOR MAIS CERTEIRA ELA SERÁ.
 
Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?