Friday, December 09, 2016

 

Oscar Quiroga - 3198

Preserva a alegria

Preserva a alegria, só isso te salvará. Porém, evita vincular tua alegria a eventos portentosos, prefere alegria simples, essa que brinda com leveza e humor simpático. Ainda que haja variadas circunstâncias a te oprimirem o coração com dores mais variadas ainda, te agarra firmemente a essa alegria que destila do simples fato de respirares e de o ar e os éteres acariciarem teu interior à medida que fluem através de ti. Acompanha conscientemente a carícia do ar e dos éteres quando ingressam em ti e aproveita a expiração para te livrares das toxinas, feitas pensamentos doloridos, que te oprimem o coração. Preserva a alegria, só ela te oferece um porto seguro para que nenhuma circunstância seja maior do que tua capacidade de administrá-la. Só a alegria te aproxima dos Anjos e do Divino.

Labels:


Thursday, December 08, 2016

 

Oscar Quiroga - 3197

Choque de realidade

Encara este final de ano com naturalidade, sem te obrigar a que seja maravilhoso, como se teu bom futuro dependesse de fazer gastos com presentes, festas brilhantes e viagens estonteantes. O fim do ano e começo de um novo, afinal, é uma data arbitrária, um invento humano que não tem referência alguma na posição dos astros. Por isso, a sensação que te obriga a fazer algo maravilhoso nesta época, sinto muito dizer, se alimenta de superstição. Se tu encaras esse fato com leveza e bom humor, terás liberdade de fazer o que quiseres, inclusive fazer gastos. Porém, se te agarras a essa liturgia como uma forma de assegurar um futuro melhor, então te irritarás profundamente e isso provocará distorções nos relacionamentos e em teus planos. Este final de ano será um choque de realidade.

Labels:


Wednesday, December 07, 2016

 

Oscar Quiroga - 3196

Boletim astrológico


O dia virá e está chegando, em que, com a mesma naturalidade com que buscas informações de trânsito ou meteorologia para te preparares para o dia que começa, também buscarás referências astrológicas, pois, o Universo em que te movimentas e experimentas ser é acessível através de um diálogo. Tu és parte integrante do Universo e uma interlocução pode ser estabelecida para te posicionares e preparares tuas atividades. Dados simples, como os períodos de Lua Vazia, se os respeitares e observares para organizar tua agenda, podem diminuir teu estresse a níveis irrelevantes, pois, saberás quando é propício iniciar atividades importantes e quando te retirar para descansar, mesmo que o horário seja oficialmente de trabalho.

Labels:


Tuesday, December 06, 2016

 

Oscar Quiroga - 3195

As tradições mudam


Apesar do desconforto que esta verdade possa causar, é notório que as tradições não produzem o mesmo resultado de outrora. Entende, em sua origem as tradições foram instituídas e passadas de geração em geração, pois, houve a compreensão de que em torno de sua liturgia haveria ordem e harmonia, não apenas entre as pessoas, como também entre nossa humanidade e o Universo em que nos movimentamos e somos. À medida que a compreensão de nossa humanidade sobre o Universo foi se ampliando, as tradições antigas perderam sua validade e, se continuarem sendo aplicadas, elas produzem o efeito contrário. Com uma nova e mais ampla compreensão, novas liturgias e tradições precisam ser instituídas para que as gerações vindouras tenham um fundamento sobre o qual se desenvolverem e prosperarem.

Labels:


Monday, December 05, 2016

 

Oscar Quiroga - 3194

Tudo muda


Aceita com naturalidade que este dezembro seja peculiar, evita te esforçar para reproduzir os mesmos hábitos de sempre em torno das festas de fim de ano. Uma série muito variada e frequente de trancos e solavancos, na forma de circunstâncias que não poderias antecipar, tende a impedir que teus planos sejam bem-sucedidos. Isso, porém, não precisa ser encarado como um inconveniente, porém, se tu não flexibilizas tua postura e, pelo contrário, teimas em fazer com que tudo seja o mesmo de sempre, então teu destino será a irritação e, assim, tua própria presença se transformará num inconveniente para as pessoas com que te relacionas. Tudo está mudando com muita velocidade, por que não deveriam mudar as tradições de fim de ano?

Labels:


Sunday, December 04, 2016

 

Oscar Quiroga - 3193

Nem pequeno nem grande


Na próxima vez que te sintas uma poeira insignificante sendo carregada por forças que te são incompreensíveis, respira fundo, te ergue sobre teus pés e identifica em tua presença essas forças que te são incompreensíveis, pois, essas permeiam o Universo inteiro, em gradações que vão do infinito ao infinitesimal. Então, se tu és a poeira infinitesimal, não por isso tua presença está excluída ou distante do infinito. Tu não és grande nem pequeno, tua manifestação está configurada numa forma perfeita para aquilo que tens capacidade de fazer e, enquanto o fizeres, se tornará irrelevante que te imagines ser grande ou pequeno, uma poeira insignificante ou o rei e rainha da cocada preta. Identifica teu talento e executa-o a cada instante do tempo disponível da vigília. Só isso importa.

Labels:


Saturday, December 03, 2016

 

Oscar Quiroga - 3192

A principal realidade


Querendo ou não, independentemente de tua vontade de seres independente, te espelharás na vida de certas pessoas que te servirão de exemplo. Ao mesmo tempo, querendo ou não e de forma independente de tua vontade de que te deixem em paz, tu servirás de referência e exemplo para alguém. Somos indivíduos, mas não somos entidades independentes, tudo em nós é espelhado, um reflexo, distorcido ou fiel, do que circula pela alma de nossa humanidade. Essa é nossa principal realidade, somos todos um só, uma só alma, um só corpo cósmico que se chama reino humano. Então, mesmo em teu tempo livre, quando descansares, tua influência emanará um exemplo que alguém levará consigo e reproduzirá. Aparentemente isso nada terá a ver contigo, mas haverá um elo que te responsabilizará pela execução de um ato distante.

Labels:


Friday, December 02, 2016

 

Oscar Quiroga - 3191

Somos humanos


Antes de poder, com pleno direito, criticar as distorções que tua aguçada percepção detecta nas pessoas, próximas e distantes, terias de te informar com sinceridade sobre tuas próprias distorções. Se enfrentasses e dominasses teus demônios perderias a vontade de denunciar os demônios alheios porque, sob uma lente ampla e honesta, olhando de perto nenhuma pessoa boa é completamente pura nem tampouco a pior pessoa do mundo é desprovida de alguma beleza. Em ti, como em qualquer outro ser humano, por isso os chamamos de semelhantes, pois, mesmo tendo cada um suas peculiaridades, é mais o que temos em comum do que aquilo que pode se contabilizar como diferente. Então, em ti, como em qualquer outro ser humano, há gradações diversas de abjeção e de algo sublime. Somos perfeitos, somos humanos.

Labels:


Thursday, December 01, 2016

 

Oscar Quiroga - 3190

O silêncio


Todas as horas da vigília estão ao teu dispor para demonstrares, com tua presença e influência, que tipo de mundo é esse que imaginas que devia ser, já que o atual te provoca repugnância. Contabiliza quanto tempo da vigília tu utilizas para esse fim e por essa matemática conclui se tens de verdade o direito de discursar sobre como as coisas deveriam ser, e o quão erradas elas são. Enfim, se aceitasses o abismo entre teu discurso idealista e a tua prática, conseguirias também aceitar que teus semelhantes também têm o mesmo problema e, se todos conseguissem aceitar essa realidade, que é o que é, de certo uma trégua aconteceria de forma espontânea no mundo. Essa trégua seria experimentada por um silêncio que impressionaria, nenhum comentário seria feito, nenhuma tecla digitada, nenhum telefone tocaria.

Labels:


Wednesday, November 30, 2016

 

Oscar Quiroga - 3189

Os ideais distorcidos


O mundo e as pessoas não são como devem ser, mas como são. Ponto final. O modelo ideal de mundo e de relacionamentos sociais estabelece um parâmetro que, no dia a dia, serve de alimento ao discurso moralista que alimenta a severidade com que uns se julgam no direito de condenar os outros numa mutualidade de ódio recalcado que, não raramente, termina em violência. O equívoco não consiste em teres um ideal de mundo e lutares para realiza-lo, o equívoco radica em imaginares algo tão distanciado da realidade como ela é que, ciente da impossibilidade de te aproximares ao teu objetivo, isso te sirva para cultivares raiva e a destilares em quanta pessoa, por desventura, atravessar teu caminho e, pela tua distorcida imaginação, tu a denominares inimiga do mundo que consideras ideal.

Labels:


Tuesday, November 29, 2016

 

Oscar Quiroga - 3188

A dinâmica da mediocridade


Alguém se senta à mesa numa roda de gente conhecida e, eventualmente, nem tão conhecida assim e, a seguir, destila um discurso para descrever suas contrariedades que, com certeza, provêm de certas pessoas em particular. O fervor do discurso estimula os acompanhantes do evento a também declararem suas contrariedades, o que resulta em falar mal de outras pessoas e não das contrariedades em si, pois, todas elas, imaginando ser donas de si, nesse evento são tomadas por algo que é maior do que elas, algo que elas não dominam, algo que as domina, a busca por entidades que assumam o lugar da culpa. Alguém tem de ter a culpa! Só assim a alma humana, que se acostumou à mediocridade como meio de vida, alivia o peso de contrariedades que, no fim, são de sua exclusiva responsabilidade.

Labels:


Monday, November 28, 2016

 

Oscar Quiroga - 3187

Alguém tem de ter a culpa!


Logo ao despertar, algo não dá certo como deveria acontecer habitualmente, então tu emites alguma palavra atravessada como expressão de tua contrariedade. De imediato, a pessoa mais próxima se ofende porque acusa recibo da contrariedade, mas tenta se defender e se livrar o quanto antes de qualquer vestígio de culpa, esse sentimento medonho. O ambiente fica tenso, nada se resolve, essa tensão vai embora à rua com cada um dos participantes que, por sua vez, esbarram com tantos outros que também experimentaram as mesmas condições minutos antes. Todos, além de comungar nessa tensão, têm em comum um objetivo essencial: alguém tem de ter a culpa! Buscam-se culpados para esse mal-estar que circula generoso pela alma de nossa humanidade. Quem gostaria de ocupar esse lugar? Alguém aí se candidata?

Labels:


Sunday, November 27, 2016

 

Oscar Quiroga - 3186

Recupera a alegria


Tu te aproximarás à realização dos teus sonhos com alegria, nunca com queixas ou com o coração tomado pela dor de te saber distante do que pretendes. Abandona de uma vez por todas esse distorcido regozijo que a melancolia te oferece, pois, entremeada nessa dor que encenas há, sim, o prazer de chamares a atenção para teu estado lamentável. Lá no início tu sabias que estavas fazendo isso, mas com o tempo foste perdendo o fio da meada de tua encenação e, por isso, agora nem sequer consegues reconhecer o regozijo que obténs na tua dor melancólica de te saber distante do que pretendes. Ergue-te sobre teus pés e recupera a alegria, pois, somente ela será capaz de te fornecer o combustível que te aproximará de forma eficiente às tuas pretensões. Recupera o bom humor, recupera a alegria.

Labels:


Saturday, November 26, 2016

 

Oscar Quiroga - 3185

Ordem


De vez em quando te dá vontade de limpar armários e gavetas e ao fazê-lo te desvencilhas de papéis e inutilidades que entulhavam esses espaços. Colocar ordem torna necessário que te livres do que não te presta mais nenhum serviço. Transporta esse exercício aos teus relacionamentos, joga fora tudo o que atravanca a fluidez e dinamismo que torna o convívio leve e alegre. Tu não podes te livrar de pessoas, porque elas não são objetos, devem ser tratadas como tu também queres, todas as pessoas são sujeitos de seus próprios destinos. Porém, tu podes te livrar de comportamentos viciados, de atitudes limitantes, de vinganças que se consolidaram em frases que repetes. Ao passo que te livres desse entulho, perceberás que tu também recuperas tua liberdade, pois, prender alguém é prender a ti também.

Labels:


Friday, November 25, 2016

 

Oscar Quiroga - 3184

O sexto sentido


Aceita tudo que está dentro do teu círculo de influência e que, por isso, percebes, pois, se não te dissesse respeito, não o perceberias. Quanto mais aceitares que tudo te diz respeito, mais rapidamente administrarás esse oceano de impressões que invade teus cinco sentidos físicos e que, também, percebes através da mente, que é teu sexto sentido. Sim, a mente não é um computador, mas um complexo órgão de percepção onde experimentas o desequilíbrio entre as percepções do mundo físico e da alma, mas que é também onde tu poderias estabelecer a tão ansiada harmonia com que sonhas. É porque és matéria e alma que tu és capaz de ser consciência. Então, nada rejeites, aceita tudo, pois, se percebes, te diz respeito.

Labels:


Thursday, November 24, 2016

 

Oscar Quiroga - 3183

Nada de apocalipse


Sinto informar, o apocalipse não está em andamento, esse é um evento que nunca comparece aos compromissos marcados, está sempre atrasado e chegou a hora de nos esclarecermos, o apocalipse é uma fantasia sórdida à qual se agarra a consciência humana que desistiu de fazer uso de sua força de vontade, inventando cenários catastróficos para se eximir da responsabilidade de fazer o melhor com o que está disponível. O mundo nunca foi como deveria ser, o mundo sempre foi como ele é, muito longe do que os moralistas sugeriam, porém, também nada a ver com o que os mais sinistros expoentes do crime desejariam. O mundo humano é reflexo fiel do que qualquer indivíduo humano é, uma complexa mistura do que de mais abjeto e sublime existe, do que de mais limitado e livre há entre o céu e a terra.

Labels:


Wednesday, November 23, 2016

 

Oscar Quiroga - 3182


TUA FORÇA DE VONTADE

De vez em quando, como agora, é necessário tomar atitudes para colocar em marcha certos assuntos, independentemente de as circunstâncias não serem favoráveis. 

A todo momento, na qualidade de ser humano, tu estarás diante do dilema básico existencial: será que as circunstâncias te definem ou será que tu és capaz de, pelo decreto de tua força de vontade, te converter numa circunstância ainda maior, e definir teu caminho pelas decisões que tomares? 


Enfim, não será hoje que esse dilema se resolverá, porque talvez nós, humanos, tenhamos de oscilar sempre entre as duas condições.


Hoje, porém, uma coisa é certa, ainda que as circunstâncias sejam adversas, será propício que faças o que estiver ao teu alcance para que as coisas sigam o rumo determinado pelos teus planos e pela tua força de vontade.

Labels:


Tuesday, November 22, 2016

 

Oscar Quiroga - 3181

Desejos e aspirações


Diferencia teus desejos das aspirações, os primeiros te conduzem a satisfazer questões que beneficiariam quase que exclusivamente a ti e, não raramente, em detrimento do que pessoas próximas necessitariam. As aspirações te conduzem para além de ti, na direção de eventos através dos quais tua presença, teus pensamentos, emoções e atitudes beneficiariam a maior quantidade possível de pessoas, um círculo de influência que se ampliaria constantemente se tu consolidasses as aspirações como motivo essencial dos passos que dás. Observa o quanto as pessoas de grande poder se tornam pequenas ao tomarem atitudes mesquinhas. Observa o quanto as pessoas humildes se tornam grandes ao tomarem atitudes altruístas. Usa teu discernimento para diferenciar desejos de aspirações.

Labels:


Monday, November 21, 2016

 

Oscar Quiroga - 3180

Para ser grande


Sabes que tu és sensível, pela tua alma passa a síntese de tudo que acontece no mundo humano, experimentas sensações que não se fundamentam nos eventos que te dizem respeito particularmente. Reconhecer essa sensibilidade é uma espécie de iluminação, tua alma se sabe antenada a algo maior do que a presença individual. Esse reconhecimento coloca à tua disposição muita inspiração que poderias colocar em prática para engrandecer teu trabalho e beneficiar muita gente, mas só conseguirás essa façanha quando comeces o árduo trabalho de transmutar teus desejos em aspirações. Teus desejos são legítimos, mas te tornam pequeno. Só serás verdadeiramente grande quando puderes enxergar além de ti, aspirando participar de forma ativa na criação, preservação e reintegração do Universo.

Labels:


Sunday, November 20, 2016

 

Oscar Quiroga - 3179

Espiritualidade


Ocupa teu tempo buscando beneficiar o maior número possível de pessoas e evitando prejudicar alguém intencionalmente. Eis uma regra simples que, se praticada de forma sistemática, fará de ti uma presença brilhante e vibrante. Observa essa regra a todo momento e tua percepção da realidade se ampliará tanto e com tanta clareza enxergarás o quanto estamos todos conectados, que te parecerá estranho não teres percebido antes o que agora seria óbvio para ti. Não precisas te complicar com formulações místicas sofisticadas para experimentar o que chamam de espiritualidade, se cumprires tuas funções com bom desempenho e mantiveres essa regra como orientadora de todos teus atos, certamente despontarás com muita rapidez. Espiritualidade é fazer bem o que já estás fazendo.

Labels:


Saturday, November 19, 2016

 

Oscar Quiroga - 3178

Identifica teu ardor


Identifica com clareza as imagens mentais que despertam teu ardor e te motivam a buscares as condições que te aproximem às experiências concretas que as satisfarão. Deixa de lado teus pudores e teus temores, pois, mesmo que decidas respeitá-los, tua alma cobrará essa conta, não te deixando em paz até que faças alguma coisa para que teu ardor e as experiências convirjam. Todo ser humano possui ardor e é quem ele é na mesma medida em que esse ardor seja posto em prática. O que mais importa agora é que tu identifiques com clareza esse ardor, pois, é comum que nos confundamos com distorções tão encantadoras que nos fazem perder tempo buscando experiências que são inúteis e contraproducentes, e que só sabemos disso quando já é tarde, quando produziram dor em nós e prejudicaram várias pessoas.

Labels:


Friday, November 18, 2016

 

Oscar Quiroga - 3177

Sistema de valores


Talvez te encante a história do Rei Midas, que convertia em ouro tudo que tocava, imaginando que bom seria que tu também tivesses esse toque. O que não imaginas é que isso seja uma maldição, pois, o ouro, representação do que há de mais valioso e puro, submetido a todo e qualquer toque de teus dedos, não seria mais tão valioso e puro. A banalização do que é valioso o desvaloriza. Tu precisas reconstruir teu sistema de valores, reconhecendo o que verdadeiramente precisa ser colocado no topo da pirâmide e protegido de toda e qualquer banalização. Tu precisas de discernimento para isso, o que não é fácil, porque nos dias de hoje é muito mais comum as pessoas emitirem opiniões que banalizam do que o contrário, preservar a singularidade do que tem verdadeiro valor.

Labels:


Thursday, November 17, 2016

 

Oscar Quiroga - 3176

Encerra tuas histórias


De dentro de ti, onde estás a maior parte do tempo, tu observas o reflexo do mundo em tua mente a qual, como um espelho de água bombardeado por percepções, raramente está em calma para obter uma imagem perfeita dos acontecimentos. Precisas te acalmar, considera isso uma prioridade a ser exercitada todos os dias. Precisas colocar tua ansiedade de castigo, deixando de lhe dar ouvidos, como se ela tivesse alguma coisa interessante para informar. De dentro de ti, onde estás a maior parte do tempo, com mente serena observarias a maravilha cósmica na qual te movimentas e experimentas ser e, com certeza, a visão te motivaria a te lançares para fora de ti, na direção de te conectar a conjuntos mais amplos e sofisticados de experiências. Encerra tuas histórias e começa a escrever novas.

Labels:


Wednesday, November 16, 2016

 

Oscar Quiroga - 3175

O mundo enlouquece


Deixa tuas mais importantes decisões para outro momento, toma o dia de hoje para refletir com serenidade sobre os acontecimentos e apenas trata objetivamente dos assuntos urgentes, que não puderem ser protelados, porém, mesmo a respeito desses, procura tomar distância e observar tudo com a maior despreocupação possível. Verás que esse distanciamento e serenidade não serão condições que as circunstâncias proverão, tu terás de te posicionar nessa atitude por vontade própria, tendo apenas uma faísca intuitiva a te confirmar que esse caminho seria o melhor, além de, claro está, estas linhas que lês agora. Enquanto te esforças assim, o mundo à tua volta enlouquecerá e diversas trapalhadas e barbaridades acontecerão.

Labels:


Tuesday, November 15, 2016

 

Oscar Quiroga - 3174

Lixo mental


Tu não precisas valorizar e dar atenção a quanto pensamento surgir em tua mente. Há uma parte desse mistério da mente que funciona de forma automática, reproduzindo os vestígios de impressões que aconteceram em outros momentos através de algum ou de vários dos teus órgãos de percepção. Tu não precisas valorizar esses pensamentos, assim como tampouco valeria a pena decifrar todos os sonhos que sonhas, muitos são lixo mental apenas. Ao começares a considerar estas afirmações com cuidado, iniciarás também o processo de discernimento e verás a dispersão se tornar algo do passado e, como resultado, aproveitarás melhor o tempo da vigília, fazendo muito mais do que fazias antes e em muito menos tempo do que o habitual. Deixa a mente esgotar esse lixo, te foca no que vale a pena.

Labels:


Monday, November 14, 2016

 

Oscar Quiroga - 3173

Conexão e desconexão


Abandona a luta contra o inevitável e te sentirás melhor, toda a irritação que toma conta de ti desaparecerá. Em dias como hoje, em que a Lua Cheia fica Vazia, é impossível te desconectares do Universo em que tudo e todos comungam, mas que, ao mesmo tempo, cada indivíduo do reino humano se esforça para tomar distância dessa realidade, como se algo assim fosse verdadeiramente possível. Esse esforço inútil e contraproducente é a fonte de onde se nutre toda a irritação e sobre a qual se cometem barbaridades. Deixa isso de lado, te entrega sem resistência ao fluxo universal e aproveita para te nutrir de outra fonte, a da conexão real, essa que te sustenta e na qual te movimentas e experimentas ser.

Labels:


Sunday, November 13, 2016

 

Oscar Quiroga - 3172

Objetivo digno


Em cada interstício infinitesimal de teu corpo, de tuas emoções e de teu intelecto se entremeia o infinito Universo. Destrói todas as convicções que te sirvam para sustentar o equívoco de tua presença ser distante do Universo em que se movimenta, não há nada mais importante do que te dedicares a te aproximar constantemente à realidade, à verdade, à Vida de tua vida. Tu não és o resultado de tuas experiências passadas, essas são apenas incidentes de uma história muito maior. Contempla o amplo panorama em vez de te dedicares a analisar minúcias, pois, o Universo é maior do que o somatório de todas suas partes. Tu compreenderás a parte que te toca somente quando compreenderes a dimensão que lhe dá sustentação e a faz existir. Esse sim é um objetivo digno de ser perseguido.

Labels:


Saturday, November 12, 2016

 

Oscar Quiroga - 3171

O mesmo ordinário de sempre


Tu sabes que o Universo não começou contigo nem acabará com teu falecimento, sabes também que o sistema não orbita em torno de tua presença, porém, mesmo ciente da natureza da realidade tu arquitetas meios artificiais para te converter no centro das atenções, capturando todas as pessoas com que te relacionas dentro de um círculo doloroso, cheio de argumentações plausíveis. Poderias fazer disso um círculo virtuoso, emanando benefícios de tua presença, mas isso é incomum. Comum mesmo é que em toda família exista alguém coberto de argumentações para justificar uma dor imensa e que todas as pessoas orbitem em torno dessa dor. Terás êxito se fazes isso, mas não terás escrito nada excepcional para a história da humanidade, apenas mais um pouco do mesmo ordinário de sempre.

Labels:


Friday, November 11, 2016

 

Oscar Quiroga - 3170


ANTES DO PONTAPÉ INICIAL

Teu poder é ilimitado para dar início ao que te interessar, porém, uma vez que tenhas dado o pontapé inicial tu te vincularás a circuitos cósmicos de evolução, preparados especialmente para que teus empreendimentos frutifiquem e se integrem à Vida Maior em que tudo acontece, se movimenta e é. 

Por isso, planeja, te organiza, gasta uma boa parte do tempo arquitetando planos e considerando todas as variáveis que se mostrarão depois que tu tiveres dado o pontapé inicial. 


Pensa o seguinte, o Universo te protegerá se tu o protegeres, o Universo te distorcerá se tu pretendes distorcer seu funcionamento e o Universo te destruirá se tu tentares destruí-lo. 


Empreende tuas ações ciente de que tua presença está integrada ao Universo e que tu és representante da Vida de tua vida.

Labels:


Thursday, November 10, 2016

 

Oscar Quiroga - 3169

A ANÁLISE DAS PARTES

A medida da separação que haverá entre tua presença e o corpo do reino humano é determinada pelo alcance do entendimento que desenvolvas a respeito do que sentes, pois, tudo que nossa humanidade produz em qualquer lugar do planeta é sentido por todas as outras entidades humanas. 

Se preferes tentar decifrar teus sentimentos te agarrando a argumentações particulares, então te meterás num labirinto de significados pequenos que nunca decifrarão o maior. 


Conheces a parábola dos cegos que descrevem o elefante? 


Um pegou no rabo dele e afirmou que o elefante era fino e pequeno, outro pegou numa pata e afirmou que o elefante era uma coluna, outro pegou na orelha e afirmou que o elefante era como uma folha áspera.


Os acontecimentos reais não se decifram analisando suas partes.

Labels:


Wednesday, November 09, 2016

 

Oscar Quiroga - 3168


O REINO HUMANO

O que fizeres por ti, faze-o também pensando no reino humano. Tua presença não é uma ilha, é uma célula de um corpo sofisticado da natureza. 

O que fizeres para beneficiar a ti, terá de beneficiar a todo o reino humano também, porque se teus benefícios pessoais acontecerem em detrimento dos teus irmãos e irmãs, esse detrimento te atingirá em alguma curva do futuro e aí tu terás perdido o fio da meada do acontecimento e experimentarás o evento como uma maldição do céu.


Isso, porém, não será castigo, será apenas a constatação dos laços de fraternidade que te unem ao corpo sofisticado e complexo da natureza cósmica, que se chama reino humano.


Faze algo a cada momento em benefício desse corpo inteiro, isso, inevitavelmente, beneficiará particularmente a ti em alguma curva do futuro também.

Labels:


Tuesday, November 08, 2016

 

Oscar Quiroga - 3167

Dores e superação


Observa o quanto as pessoas comentam a respeito das suas dores e dificuldades e o quanto isso estimula as outras a fazerem o mesmo, resultando num cenário que poderia ser cômico, senão fosse trágico, uma espécie de competição para medir quem sofre mais, quem sofre melhor. A experiência do constrangimento doloroso tem formas objetivas e subjetivas, há dores físicas e psíquicas, porém, nada obriga ninguém a definir sua existência em torno delas. Ao contrário, a definição de um ser humano se entretece na maneira com que ele ou ela administrará o acontecimento doloroso para se tornar mais forte e, assim, ser capaz de empreender façanhas mais complexas, aventuras mais arriscadas, projetos mais ousados.

Labels:


Monday, November 07, 2016

 

Oscar Quiroga - 3166


DETERMINISMO E DETERMINAÇÃO

Em frequências variáveis, é inevitável que passes por uma experiência que te constranja e te provoque dor, o nascimento é a primeira delas. 

Com a mesma inevitabilidade, porém, sem o determinismo da dor, também és capaz de experimentar a superação desses eventos e, ainda mais, o aproveitamento desses para te reconhecer maior do que quaisquer constrangimentos.


A inevitabilidade da dor radica no determinismo dos acontecimentos, porém, a inevitabilidade da superação se enraíza nas determinações que tu, pelo uso de tua força de vontade, estabeleças. 


Observa o quanto as pessoas se acomodam na dor e se agarram a ela para evitar fazer uso da força de vontade e determinar um rumo maior e mais amplo do que o determinado pela experiência dolorosa.


É isso que tu queres para ti?

Labels:


Sunday, November 06, 2016

 

Oscar Quiroga - 3165

A distância entre Céu e Terra

Em teu coração se decide a distância entre o céu e a terra, nada nem ninguém pode te obrigar a encurtá-la, muitos tentaram e ainda tentam se ajustar a regras rígidas imaginando que essa seria a maneira mais eficiente de coordenar os mistérios e os ministérios, porém, os resultados acabam sendo contraproducentes. Envolver teu intelecto, emoção e ação de forma coordenada através da prática da retidão, isso não acontece por obrigação, mas por íntima decisão, uma que tu irás construindo aos poucos, aproveitando as experiências para lapidar teu caráter, ampliando teu entendimento sobre como a Vida de tua vida funciona e, também, te permitindo funcionar como ela, testando os resultados. Nada é muito, nada é pouco, o infinito e o infinitesimal se conectam em teu coração.

Labels:


Saturday, November 05, 2016

 

Oscar Quiroga - 3164

Respeita teus dilemas


Praticar a retidão por obrigação não traz benefícios a ninguém, porque o farias sob pressão e reprimirias desejos contrários que, em algum momento, te passarão a conta e tu a terás de pagar. É melhor seres um malvado convicto do que um santo hipócrita, pois, a retidão tem dessas coisas, é tão complexa em seu alcance e funcionamento como a própria vida é, ou insondável como a vontade divina na qual te movimentas e experimentas ser. Estão aí todos os exemplos dos que te governam e que, hoje em dia, tu percebes sua distorção, mas não te enganes, pois, não chegaram onde chegaram cheios de más intenções. Pelo contrário, todos chegaram lá convencidos de que faziam o certo e de que assim beneficiariam muitas pessoas. Por isso, respeita teus dilemas, eles te purificam e protegem.

Labels:


Friday, November 04, 2016

 

Oscar Quiroga - 3163

A decisão íntima


Para os que praticam a retidão resta a percepção de que o mundo anda por linhas distorcidas e que, inclusive, é governado pelos ímpios. Para os que não praticam a retidão, aqueles que a praticam são vistos como tolos, que não conseguem enxergar como as coisas funcionam no mundo e o quanto as distorções que, eles e elas imaginam ser necessárias, ajudariam, em última instância, a beneficiar muita gente. Não se trata, por isso, de perder tempo fazendo acusações, uns e outros estão certos, ninguém está errado, a culpa é sempre dos outros. Trata-se, em verdade, de coordenar céu e terra e isso é algo que se decide no íntimo do coração, não necessariamente sendo o reflexo de como se comporta a maioria, mas da tênue percepção que todos vamos adquirindo a respeito de como a Vida de nossas vidas funciona.

Labels:


Thursday, November 03, 2016

 

Oscar Quiroga - 3162

Se tu queres ser grande...


A imparcialidade e o senso de justiça que são inerentes à prática da retidão advirão naturalmente na mesma medida em que em todos teus raciocínios e sentimentos outorgares direito ao bem-estar a todas as pessoas, nunca te convencendo de que teus interesses particulares devam estar acima dos de ninguém. Sobre este princípio foram fundadas as nações e sobre este princípio sobrevivem, apesar de a maioria não alinhar seu comportamento cotidiano e ficar sonhando com grandeza enquanto toma atitudes mesquinhas a maior parte do tempo. Nações são fundadas e sobrevivem pelo trabalho dos que protegem o princípio da retidão e por esse são protegidos. Se tu queres ser grande pratica a retidão nas mínimas questões cotidianas. Se tu queres ser pequeno, pensa em ti e somente em ti.

Labels:


Wednesday, November 02, 2016

 

Oscar Quiroga - 3161

Tu, praticante da retidão


Ao praticares a retidão ganharás a certeza de tua vulnerabilidade, porque numericamente estarás em posição inferior e sempre haverá alguém por aí a tentar te ofender ou, até, com razões morais, te sugerir que saias desse caminho porque te darás mal. Sentirás solidão, então, mas não estarás só, há milhares como tu que confiam na prática da retidão porque percebem claramente que ao agirem em prol de benefícios maiores do que atender aos seus interesses particulares, se opera uma magia indiscutível que é vedada aos olhos profanos, os mesmos que ao ler estas linhas nada entendem, apesar da clareza da mensagem, mas que tu, praticante da retidão, achas natural. Tu não estás só e tua força não depende de seres numericamente superior, o Universo distribui Vida de vida pela qualidade e não pela quantidade.

Labels:


Tuesday, November 01, 2016

 

Oscar Quiroga - 3160

Não estás só

Há uma única maneira de estares em paz com céu e terra, mas que não agradará gregos e troianos. A retidão é a atitude que te servirá para coordenares o mistério que pressentes com a vida cotidiana que deves administrar, porém, apesar de o mundo saber que isso seja assim, a prática da retidão não é comum. Por isso, te prepara para desagradar muita gente ao praticares a retidão, pois, agir em conformidade com razões que não sirvam apenas a teus interesses particulares, mas que defendam e propiciem o bem da maioria, é certo que isso será ofensivo aos que só pensam em si mesmos e que existem convencidos de não haver alternativa. Porém, apesar de em muitos momentos sentires que estás à tua própria sorte por ser como deves ser, há milhares como tu que operam a favor do mistério.

Labels:


Monday, October 31, 2016

 

Oscar Quiroga - 3159

PEQUENOS DESVIOS

Por não confiar nos mistérios que pressentes, tu cometes, dia a dia, pequenos desvios e, com o tempo, te acostumas tanto a esses que passas a te convencer de que as coisas devam ser assim mesmo, que nunca será possível coordenar os mistérios que pressentes com tua vida cotidiana. 

Inúmeras escolas esotéricas e religiões te ajudarão, com afirmações pomposas, a te estabilizar nesse equívoco, afirmando que para ganhares o céu tua vida cotidiana deva ser rejeitada, por ser uma ilusão. 


E assim continuarás transitando pela vida afora, te distorcendo cada vez mais com pequenos e grandes desvios e a Vida de tua vida, tentando te proteger, apresentar-te-á dramas e tragédias variadas, para que enxergues teus desvios no espelho que não mente. 


Adapta tua vida cotidiana ao mistério e isso terminará.

Labels:


Sunday, October 30, 2016

 

Oscar Quiroga - 3158

Conhecimento, desejo e ação


Se pensas que nada podes fazer porque teus recursos financeiros são escassos, por tua própria vontade te metes na enrascada medíocre que culmina na indolência. Tu és intelecto para conhecer, tu és desejo para te envolver ardentemente com a vida, tu és ação para resolver na experiência o que potencialmente emerge na imaginação. Esses são os recursos principais e mais valiosos, por isso, não reduzas tua experiência de vida ao dinheiro, coloca esse ingrediente no devido lugar, que é tempero e não alimento. Conhece a fundo o que queres realizar, estuda os instrumentos que precisas. Verifica se realmente desejas o que pareces ansiar, porque sem o ardor do desejo nunca chegarás ao fim. A seguir, coloca todo teu ser em ação e deixa de lado toda e qualquer preguiça.

Labels:


Saturday, October 29, 2016

 

Oscar Quiroga - 3157

NÃO HÁ CASTIGO

Por que protelas o que de qualquer maneira sabes que terás de fazer? 

A procrastinação parece ser uma forma de te atormentares, como se encontrasses algum regozijo em viveres sob a opressão que resulta do descumprimento de teus deveres.


Talvez penses que o cumprimento de deveres seja um castigo. 


Só que não, pois, os deveres existem na mesma medida em que existem também sonhos que as pessoas querem realizar, ou tu não tens os teus?


Porque tens sonhos e porque tua alma está conectada intimamente a esse mistério da imaginação é que há deveres que precisas cumprir, tarefas representativas do ministério que hás de administrar com sabedoria para que, dia a dia, uma ponte sólida e consistente seja erguida entre teus sonhos e tua realidade concreta.
 

Que castigo poderia haver nisso?

Labels:


Friday, October 28, 2016

 

Oscar Quiroga - 3156

As falhas não te castigam


Tenta não te irritar demais quando percebas que os planos que minuciosamente arquitetaste não foram eficientes; em vez de perder tempo espumando de raiva procura mudar tudo com rapidez, te adaptando às circunstâncias e fazendo delas tuas aliadas. Nada do que acontece tem por objetivo te castigar, teus planos falharam porque muito provavelmente te encaminhariam a situações maléficas para ti ou para algumas das pessoas com que te relacionas. O Universo em que te movimentas e tentas fazer dar certo teus planos é infinitamente maior que ti, é o mistério em que experimentas ser e nem sempre tu atinas a te envolver em tarefas que coordenem bem essa grandeza com o objetivo que pretendes realizar. Tu sempre poderás teimar, se assim o desejares, mas aí tu estarás à tua própria sorte.

Labels:


Thursday, October 27, 2016

 

Oscar Quiroga - 3155

Organiza bem teu dia


Começa o dia com tranquilidade, se alguma angústia ou ansiedade tentar te oprimir, coloca-a de castigo, não lhe dirijas a palavra nem lhe permitas plantar em tua alma suas insidiosas sugestões. Durante o período de Lua Vazia evita todo e qualquer estresse, deixa passar as eventuais ofensas que as pessoas desorientadas pelas suas angústias e ansiedades te endereçarem. Aproveita o momento para planejar estrategicamente teu dia, não apenas do ponto de vista produtivo, mas também para te aproximares a maior esclarecimento sobre um assunto que tenha te deixado com a pulga atrás da orelha. A partir do horário em que a Lua Vazia terminar, inicia os diálogos que te brindem com esse esclarecimento, mas te lembra que, talvez, as pessoas tenham se deixado aconselhar pelas suas angústias.

Labels:


Wednesday, October 26, 2016

 

Oscar Quiroga - 3154

Mistério e ministério


Entre a grandeza que buscas conquistar e as pequenas tarefas que precisas desempenhar no dia a dia estás tu, o ser humano que precisa decidir, sem perder tempo, as prioridades e alternativas. Tu não estás aqui para perder tempo, tu não estás aqui para ter como objetivo principal o descanso, elimina de tua alma esta tendência à mediocridade, a grandeza que buscas conquistar não te será dada por um golpe de sorte, mas por tu confiares em teus sonhos e os fazeres valer através de cada tarefa que desempenhes no dia a dia. Não há grandeza para aqueles que desprezam o mínimo, para essas pessoas só há a fantasia de grandeza, sem o substrato necessário para realiza-la. O pressentimento de teres o destino da grandeza é um mistério, as tarefas que precisas desempenhar no dia a dia são teu ministério.

Labels:


Tuesday, October 25, 2016

 

Oscar Quiroga - 3153

Mistérios Disponíveis


O futuro não é apenas uma esperança ou um desejo, é uma informação autônoma e independente de ti, que te apresenta experiências insólitas, como a de encontrar durante o dia alguém no qual pensaste horas antes. Tu não desejaste esse encontro, ele simplesmente aconteceu e te brindou com uma informação que subverte toda a lógica com a qual normalmente analisas e tentas entender o que acontece, sempre buscando referências no passado, como se a pessoa que tu és fosse exclusivamente o produto do que aconteceu ou deixou de acontecer no passado. Há mistérios disponíveis para tu os decifrares e nada te livrará disso, mas tu só os poderás desvendar na mesma medida em que te envolvas nas devidas experiências, pois, para o ser humano que tu és, tudo precisa ser manifesto na prática.

Labels:


Monday, October 24, 2016

 

Oscar Quiroga - 3152

Descansa


Tão extensas e múltiplas são as tarefas que precisas desempenhar quanto também são os mistérios que precisas desvendar, porque entre os mistérios e os ministérios está tua presença humana, que se desenvolve, prospera e evolui na mesma medida em que coordena esta inevitável conexão entre um propósito oculto e as experiências que te servirão para decifrá-lo. Nem todos os dias te sentirás com essa bola toda para essa importante tarefa que valida tua íntima conexão com o Universo, em dias como hoje, por exemplo, te sentirás distante de ter essa importância. Não importa, se assim for aproveita e te despreocupa porque, afinal, é mesmo difícil sustentar essa elevação da consciência. Descansa, não exijas de ti o que não podes oferecer.

Labels:


Sunday, October 23, 2016

 

Oscar Quiroga - 3151

Conhece teu funcionamento


Tu não és grande nem tampouco pequeno, tu és quem tu és e serás feliz conquanto sejas cada vez mais quem tu és, sem tentar te parecer com ninguém nem tampouco seguir ordens para te ajustar a molduras que te constrangem ou que ficam folgadas. Afinal, serás quem tu devas ser ou não serás ninguém. Compreendes agora a necessidade de conhecer teu funcionamento, e de fazê-lo de uma forma desapaixonada, sem agregar ou tirar nada, apenas reconhecendo tua maneira de ser? Deixa de lado o olhar patológico que pousas em ti, não parte do princípio de que há algo errado em ti, esse é um labirinto do qual é difícil escapar uma vez que a alma se mete nele. Parte do princípio que tu funcionas como funcionas e que do grau de aceitação e reconhecimento que disso faças depende teu bem-estar também.

Labels:


Saturday, October 22, 2016

 

Oscar Quiroga - 3150

Abundância


Nunca deves te conformar com pouco, porque é muito o que está disponível e vida abundante flui através de todos e de cada um dos interstícios infinitesimais de tuas células e átomos. Tu pressentes essa abundância, mas ainda não sabes como acessá-la e nunca o farás te atendo a repetir frases e seguir a orientação de segredos que só enriquecem os autores dos livros, mas não a ti. Imaginas um futuro no qual possuas abundantes recursos materiais e que, então, tu os distribuirias graciosamente às pessoas escolhidas. Essa imaginação que te deleita, no fundo significa que protelas a abundância ao futuro, não a vives agora. Começa agora mesmo a distribuir as graças, que de teu coração flua essa vida que abençoa todas as pessoas, as que são tuas amigas e as que se consideram tuas inimigas também.

Labels:


Friday, October 21, 2016

 

Oscar Quiroga - 3149


BELEZA AO ALCANCE DE TODOS

De vez em quando pode te parecer que a existência é um tédio, porque nada interessante acontece e tu tens fome de intensidade, de experimentar a vibração de tuas paixões. 

Porém, está tudo aí disponível, mas francamente, és tu que não percebes quanto há para esse envolvimento acontecer. 


O olhar entediado de quem já viu tudo e se convenceu de que nada seria tão elevado assim quanto alardeado, essa postura fala mais de ti do que da realidade em que existes.


Te cobres de argumentos e exemplos para verificar esse tédio existencial, mas na prática é uma visão parcial, em algum momento tu decidiste que esse ponto de vista deveria sobrepujar os outros. 


Uma chuva, o crepúsculo, o funcionamento de teu próprio olhos, há beleza e magnificência ao teu alcance o tempo inteiro.

Labels:


Thursday, October 20, 2016

 

Oscar Quiroga - 3148

A única fonte


Nenhum ser humano é desprovido de poder, é fútil imaginar que sejam os atributos exteriores de riqueza material ou os cargos importantes as marcas que garantem poder. O corpo é o poder de se locomover, a respiração é o poder de conectar-se ao infinito, os cinco sentidos são o poder de receber impressões e de intervir na realidade, a mente é o poder de perceber a realidade sutil que sustenta o Universo, são inúmeros os poderes e, por isso, ninguém tem direito de se sentir insignificante. Cada um de nós, isso sim, fica com o ônus da responsabilidade de como utilizar esses poderes e aí entramos no domínio da vontade que, apesar de ser brandida individualmente, nos conecta a uma única fonte. Buscar e consolidar 

Labels:


Wednesday, October 19, 2016

 

Oscar Quiroga - 3147

A boa e a má vontade


Tua vontade, que é poder, trará regozijo ou destruição, dependendo dos objetivos aos quais tu a consagres. A má vontade é o que faz com que articules pensamentos intrincados, quase sempre nutridos de ressentimentos, que te levam a praticar atos impositivos, criando dificuldades para todas as pessoas com que te relacionas, conhecidas e desconhecidas. A boa vontade faz com que te coloques numa postura de facilitar a vida dos que estejam dentro do teu círculo de influência. Há ainda, outra vontade melhor, a vontade dirigida ao bem, mediante a qual todo o poder que emana dessa é consagrado a construir um mundo melhor através de teu exemplo, te aprimorando a cada instante no exercício de tuas funções, reconhecendo que entre tua presença e o mundo não há distância.

Labels:


Tuesday, October 18, 2016

 

Oscar Quiroga - 3146

A distinção permanente


Exerce o poder que emana do cumprimento de tua vontade, mas cuida, também, para que tua vontade não seja um capricho. Como fazer essa distinção? Precisas refletir sobre os efeitos do cumprimento de tua vontade, se esses beneficiarem apenas a ti em detrimento das necessidades de pessoas próximas ou distantes, então não tenhas dúvida, é um capricho. O exercício da vontade, por ser essa um poder que emana de uma única fonte e que se distribui através da consciência de cada ser humano entre o céu e a terra, sempre, ao cumprir-se, redunda em benefícios para a maior quantidade possível de pessoas, sem nunca prejudicar alguém intencionalmente. O reconhecimento dessa diferença trará a ti essa distinção que nenhum outro atributo exterior poderia te garantir de forma permanente.

Labels:


Monday, October 17, 2016

 

Cargas Elétricas e Sexualidade


Um ser divino e perfeito está em equilíbrio total, inclusive em equilíbrio elétrico, tendo igual quantidade de cargas elétricas positivas e negativas, constituindo um corpo neutro em cargas e, portanto, está em uma situação andrógina. Na tradição hindu, existe um ser cultuado como deus, chamado Krishna: ao se olhar seu corpo azulado, não consegue-se identificar, pela aparência, se esse ser é do sexo masculino ou feminino, devido ao seu alto grau de divindade. Quando crianças humanas nascem - e nos seus primeiros meses - existe uma forma de androgenia presente, não sendo fácil identificar o sexo dessas crianças, já que elas estão ainda bem equilibradas, vibrando ainda em uma frequência quase divina. Seres extraterrestres presentes no planeta, como os grays (cinzas), também apresentam alto grau de androgenia, devido ao seu maior grau de evolução, quando comparado ao nosso.

Um humano com um corpo masculino possui um desequilíbrio de cargas elétricas, com um excesso de cargas positivas (yang). Um humano com corpo feminino também possui um desequilíbrio de cargas, com excesso de cargas negativas (yin). Da Física sabemos que corpos com cargas opostas (positiva e negativa) se atraem. Portanto, homem é atraído por mulher e vice-versa. Quando dois corpos com cargas opostas se tocam há uma transferência de cargas entre eles, com uma tendência ao estado neutro (equilíbrio) de cargas. Se a intensidade das cargas positiva e negativa forem iguais, a neutralidade completa será alcançada. É por isso que namorados gostam de se tocar, se beijando, abraçando e andando de mãos dadas. Isto leva a uma situação de maior equilíbrio de cargas elétricas, o que gera um estado de maior conforto para ambos.

Em um corpo condutor esférico, as cargas elétricas se distribuem na superfície de forma uniforme. Se o corpo não for esférico, as cargas não se distribuem uniformemente, se concentrando nas "pontas" (regiões com menor raio de curvatura), o que em Física se chama "poder das pontas". O corpo humano (condutor) não é esférico e, portanto, as cargas superficiais se concentram nas suas "pontas": pés, mãos, cabeça, pênis. Portanto, quando namorados andam de mãos dadas estão colocando em contato pontas com grande concentração de cargas de sinais opostos, o que é muito eficiente na equalização de cargas, levando a um estado mais próximo da neutralidade.

Como dito acima, o estado ideal para nosso corpo é o de neutralidade elétrica. Para tentar conseguir esta condição, um bom hábito é andar com os pés (uma de nossas "pontas") descalços no chão. Isso permite às nossas cargas irem para o solo (aterramento), o que resulta em uma situação muito saudável. Por exemplo, Maria do Carmo Gerônimo sempre viveu descalça e se tornou a campeã brasileira de longevidade (128 anos). O país campeão de longevidade (Japão) talvez tenha conquistado isso por todos andarem descalços dentro de casa. Prefira passar suas férias na praia, onde você pode fazer longas caminhadas descalço nas areias da praia (minha tia curou sua erisipela usando essa tática). Calçados nos isola do solo e nos afasta da neutralidade elétrica: evite essa situação sempre que possível. 

Como a cabeça é uma de nossas "pontas" onde se acumulam cargas elétricas, deve-se tomar algum cuidado quando se troca beijos entre o sexo masculino e feminino (que possuem cargas opostas). Meu pai leu uma notícia que um homem (na Austrália, se não me falha a memória) foi parar no hospital ao dar um beijo de despedida na esposa, ao sair para trabalhar: houve uma grande descarga elétrica entre a boca dos dois. Um caso recente, aqui no Brasil, foi uma jovem que matou eletrocutado o namorado ao dar-lhe um beijo [1]. Note, nesses casos, que quem leva a pior é o ser masculino, já que o ser feminino costuma ser sempre o  mais saudável. A massagem corporal, quando efetuada por pessoas de sexos (cargas) opostos(as) tem um efeito terapêutico, já que contribui para diminuir a carga total em cada um dos envolvidos.

Um fato interessante, que já ocorreu comigo vária vezes: em dia ensolarado, com baixa umidade do ar, é comum receber-se um choque (ocorrer uma descarga eletrostática de cargas elétricas) ao se tocar a porta metálica condutora do nosso carro, pois o nosso corpo está com grande excesso de cargas eletrostáticas, já que estamos com algum calçado isolante nos pés. Em dias chuvosos, quando a umidade do ar é elevada, esse fenômeno nunca ocorre. Eureka! Quando tomamos banho (descalços) nos livramos de muitas cargas eletrostáticas e nos sentimos muito bem. Logo, fica aqui a sugestão: comesse o dia com um banho e termine o dia com um banho: seu dia será muito melhor e sua noite (sono) será muito melhor, e sua saúde será muito melhor! Faça o teste e comprove. Não acredita? Lembre-se do caso da Maria do Carmo Gerônimo, que "tomava banho" o dia inteiro (andava descalça o dia inteiro) e quebrou o recorde brasileiro de longevidade, 129 anos. Existe também o caso muito interessante de Igor Tscharkovsky [2], relatado por Leonard Orr [3], que se curou de todas suas doenças e virou um gênio, ficando um mês inteiro dentro de uma piscina com água. Quer sugestão de um bom hábito para se divertir? Pratique natação! O brasileiro João Havelange, ex-presidente da FIFA, tinha o hábito de nadar diariamente durante toda sua vida: morreu recentemente com 100 anos de idade... 

Da mesma forma que a moça, citada acima, eletrocutou seu namorado com a língua através de um beijo na boca, a inserção do pênis (ao invés da língua) na vagina (ao invés da boca) estabelece um bom contato elétrico entre os parceiros, o que pode causar uma descarga elétrica que pode até ser fatal para os envolvidos, principalmente se a relação for iniciada sem as carícias iniciais (toque usando o tato) que contribui para diminuir a intensidade das cargas eletrostáticas presentes em ambos [Um banho também poderia ser tomado, para produzir esse mesmo efeito]. Morte durante o ato sexual não é algo raro, mas o motivo da morte não costuma ser relacionado diretamente com descargas elétricas (como enfarto, hemorragia, etc), apesar de poder ser essa a causa original da morte.


Referências:
[1]  "Menino morre eletrocutado pela língua da namorada durante um beijo" em http://www.g17.com.br/noticia.php?id=584, acessado em 17/10/2016.
[2] http://saudeperfeitarfs.blogspot.com.br/2015/06/minimize-sua-gravidade.html
[3]  Leonard Orr, Manual de Sanación (em espanhol), Editorial Las Acacias, 2005. pg. 32.

Labels: , , , , , , , , , , , , , , ,


 

Oscar Quiroga - 3145

Tua vontade é poder


Tua vontade é poder, mas há tantas vontades quanto seres humanos existem entre o céu e a terra e, no entanto, a fonte de onde emana esse poder é a mesma. Compreender a unidade que subjaz na diversidade é a culminância do processo alquímico que transforma a morte em vida e tu, sem sabê-lo, não tens outro objetivo maior do que esse, por trás de cada vontade que tentas satisfazer para comprovar teu poder está esse único objetivo. Porém, tua alma anda distraída, divertindo-se com cada conquista e com cada decepção. Sim! As decepções divertem tanto quanto as conquistas que celebras, pois, entre umas e outras tua consciência continua convencida de que a diversidade das vontades é a realidade mais real. Diversidade é divertir-se e é também morrer um pouco a cada dia. Convergência é ressurreição.

Labels:


Sunday, October 16, 2016

 

Oscar Quiroga - 3144

A onda


Ora és grande e te sentes na crista da onda, ora és pequeno e te sentes uma poeira insignificante. Nada há de patológico nisso, evita te achares anormal por experimentares essa oscilação, pois, é apenas natural. Tua presença está conectada ao infinitesimalmente pequeno e ao infinitamente grande e, em momentos de conexão cósmica como este em que te encontras agora, a percepção dessa aparente incongruência é mais clara. Não é a oscilação nem a incongruência o que eventualmente te atormenta, mas a tua lucidez associada ao curto entendimento de como as coisas funcionam, agregado a isso o vício de a tudo considerar uma patologia que deva ser combatida com drogas, como se a tua saúde fosse a expressão de sempre estares na crista da onda. A onda é tudo, anormal seria que só percebesses uma parte dela.

Labels:


Saturday, October 15, 2016

 

Oscar Quiroga - 3143

A justa medida


Da mesma forma com que é falsa a afirmação de que a realidade percebida pelos cinco sentidos seja ilusória, tampouco te convenças de que tua presença seja uma poeira insignificante no Universo. Nem tanto para lá nem muito para cá, tudo em sua justa medida. O que percebes pelos cinco sentidos é real, mas não é a única realidade, essa se compõe com outras sutis, mas não menos reais. Tua presença é infinitesimal diante das dimensões cósmicas, porém, inextricavelmente vinculada ao Infinito. Tudo é grande e pequeno ao mesmo tempo, tudo é concreto e abstrato simultaneamente, se tu preferes uma dessas pontas à outra, então, sim, te iludes, porque decides ser parcial em vez de inteiro. A justa medida consiste em te equilibrares entre o concreto e o abstrato, entre o infinito e o infinitesimal. 

Labels:


Friday, October 14, 2016

 

Oscar Quiroga - 3142

Lua cheia e vazia


Na iminência da fase Cheia da Lua, o tempo Vazio dela é delicado, porque a liturgia de tua existência está toda voltada ao lado contrário do que te conecta a Algo Maior, à Vida de tua vida e, como resultado disso, a combinação de um fluxo mais abundante de vida, que é a Lua Cheia, com o tempo Vazio dessa, que é o momento em que terias de suspender tuas atividades profanas e te dedicares às sagradas, só que, ao não tomares essa atitude crias uma congestão emocional, mental e física dos diabos, literalmente dos diabos. Quando percebas que te irritas com mais facilidade do que o normal, retira-te imediatamente do que estiveres fazendo e, na mais absoluta solidão, respira mentalmente acompanhando o exercício com a imaginação de que isso te reconecta ao Universo. Farás bem a ti e a todos com isso.

Labels:


Thursday, October 13, 2016

 

Oscar Quiroga - 3141

A ideação medíocre


É quase impossível não sermos contaminados pela ideia medíocre de que nossos semelhantes nos atrapalhem e, por isso, tenhamos de fechar a cara e nos tratar mutuamente com mau humor e irritação, pois, ainda que nos munamos da mais profunda boa vontade, em alguma curva do caminho nos depararemos com gente agindo de uma forma que consideremos inaceitável e, por isso, ao pretender que elas não teriam direito de existir, sem nem mesmo nos atrever a confessar essa afirmação, nos restaria apenas o comportamento medíocre de trata-las com irritação, do alto de nossa superioridade imaginária. E não importa quem tu sejas, eventualmente podes ser o filho divino, a imagem da perfeição entre o céu e a terra, porém, mesmo assim encontrarás alguém por aí que te detestará, que te achará abominável.

Labels:


Wednesday, October 12, 2016

 

Oscar Quiroga - 3140

A bênção de existir


Ao despertar, agradece à Vida de tua vida por te conceder a bênção de existires entre o céu e a terra e se, por desventura, estiveres te atormentando com o equívoco de que essa seria uma maldição, respira o Universo em que te movimentas e experimentas ser, e em cada inspiração preenche os interstícios de todo átomo de tua constituição com a glória do infinito, e em cada expiração expurga a densidade de teus equívocos. Por pura teimosia, insistes em existir como se tudo fosse uma maldição. São inúmeros os sinais que te contradizem, mas tu preferes fingir que não os percebes, como se o equívoco da maldição te tornasse alguém mais interessante. Só que não, isso é apenas medíocre, sinto te dizer. E se isso te ofende, experimenta o que te recomendei por uns dias e verifica os resultados.

Labels:


Tuesday, October 11, 2016

 

Oscar Quiroga - 3139


ESPAÇO SAGRADO

O pressentimento é mais do que suficiente para verificares que há toda uma conexão magnífica da qual tua presença é integrante, e que nada acontece ao acaso, mas que, ao mesmo tempo, seria simplista demais afirmar que tudo estaria escrito. 

O pressentimento é suficiente para constatares que mistérios profundos te conectam ao infinito. Esse é o espaço e tempo sagrados que permeiam tudo e todos. 


Contudo, apesar de teres em ti a pista que te conduz graciosamente a participar ativamente dessa glória, passas teu tempo te distraindo, como se o mais importante nunca fosse o que estivesse acontecendo no exato momento em que existes. 


Deixas, por isso, sempre para depois essa participação, te cobres de justificativas para legitimar a procrastinação, mas só há uma causa para essa, tua decisão.

Labels:


Monday, October 10, 2016

 

Oscar Quiroga - 3138

Contadores de Histórias


Poderia te contar as histórias mais lindas e descrever o magnífico funcionamento cósmico da Vida de tua vida e, provavelmente, com espontaneidade, de teus olhos brotariam luz e lágrimas. E quando a história terminasse pedirias mais, porém, eu já estaria longe, contando histórias alhures e tu voltarias ao ritmo que teus passos e atitudes cotidianas articulam, motivados pelo objetivo essencial ao qual dedicas teu tempo. Essas histórias maravilhosas que pressentes verdadeiras ainda não te motivam o suficiente para lhes dedicares teu tempo, pois, só assim, consagrando tudo que tens e fazes elas deixariam de ser histórias e as perceberias fluindo através de tua presença, se irradiando ao mundo. Então tu deixarias de ser ouvinte e te transformarias em contador de histórias.

Labels:


Sunday, October 09, 2016

 

As Fazendas do Lula


O triplex do Guarujá e o sítio de Atibaia, associados ao Lula, são propriedades insignificantes quando comparado com o grande número de fazendas pertencentes ao Lula e a seu filho "Lulinha".

Segundo vídeos disponíveis na internet [1],[2],[3],[4],[5] Lula e seu filho possuem fazendas nos seguintes lugares:

1. Na cidade de Primavera do Leste (Mato Grosso) ele é dono da Fazenda Fortaleza. Ali também a Dilma possui três fazendas, colocadas no nome de sua filha (Paula), dois "laranjas" e de um sobrinho dela.

2. No sul do estado do Pará, Lula e seu filho possuem inúmeras fazendas na região de Marabá, Eldorado dos Carajás, São Félix do Xingu e regiões vizinhas. Em Marabá tem uma agência de tratores que foi aberta para servir ao Lulinha em suas fazendas. Nos aceros, junto às cercas dessas fazendas, pode-se trafegar a 140 km/h com camionete, de tão bem feitos.

3. No Acre, na divisa com a Bolívia, Lula tem duas fazendas, uma com 20.000 e a outra com 40.000 cabeças de gado.

4. Na Argentina, o Lula tem uma fazenda de gado junto ao rio Paraguai.

Seria muito interessante que a Operação Lava Jato investigasse essas denúncias públicas para esclarecer essas questões.

Referências:
[1] https://www.youtube.com/watch?v=EMJFMFknWPo , acessado em 09/10/2016.
[2] https://www.youtube.com/watch?v=yg-zD_fs3xw , acessado em 09/10/2016.
[3] https://www.youtube.com/watch?v=8EExLOj4DSk , acessado em 09/10/2016.
[4] https://www.youtube.com/watch?v=xhtCmC2rOI4 , acessado em 09/10/2016.
[5]  https://www.youtube.com/watch?v=m9ev8Nql9WE , acessado em 09/10/2016.

Labels: ,


 

Oscar Quiroga - 3137

Realismo necessário


Nem tanto para lá nem muito para cá, se fazes uma avaliação de ti como um ser que está acima dos semelhantes ou se te sentes inferior a todos, de uma forma ou de outra não estás sendo realista, porque tua estrutura, da mesma forma que a estrutura de todo e qualquer ser humano, é composta de aspectos elevados tanto quanto abjetos também. Podes ter a aparência mais bela e radiante dentre todas as pessoas, mas teus pensamentos serem abjetos, sem contar que todo ser humano, pelo próprio funcionamento de seu sistema digestivo, carrega podridão nele. Aceita que em ti há de tudo e começarás a fazer uma avaliação realista de ti, a qual te ajudará, também, a fazer a mesma avaliação realista das pessoas com que te relacionas. Isso será vantajoso para todos e criará uma dinâmica melhor nos teus relacionamentos.

Labels:


Saturday, October 08, 2016

 

A Quadrilha: O Foro de São Paulo


Este é o título do livro de Robson Pinheiro, ditado pelo espírito Ângelo Inácio [1], que permite entender as causas da situação caótica que vive o Brasil no momento. Algumas informações, baseadas nesse livro, são apresentadas abaixo.

O Foro de São Paulo (FSP) [2],[3] é uma organização de extrema-esquerda socialista-comunista, criminosa e trevosa, cujo objetivo é tomar o poder e saquear todos os países da América Latina (Caribe, América Central e América do Sul), congregando dezenas de partidos políticos, movimentos guerrilheiros, associações, sindicatos e pessoas de relevo nacionais. Entre os participantes, pode-se citar: Fidel e Raúl Castro (Cuba), FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, movimento guerrilheiro da Colômbia), Hugo Chávez e Nicolás Maduro (Venezuela, constate o caos econômico deste país, na atualidade), Luiz I. Lula da Silva e seus seguidores (Brasil, fundador do Foro entre 2 e 4 de julho de 1990, no Hotel Danúbio, de São Paulo - SP), Cristina Kirchner (Argentina), Evo Morales (Bolívia), etc.  Objetivo oficial do Foro, no momento de sua fundação: compensar o ocaso e a agonia do socialismo internacional, em vista da queda do Muro de Berlim, no final do ano anterior, e a dissolução iminente da União Soviética.

O FSP usa uma série de slogans, como bolivarianismo, e programas desastrosos para avançar sua agenda. No Brasil, por exemplo, Lula instituiu programas como Fome Zero e Bolsa Família, programas de caridade social que mantém os miseráveis na miséria e não gera nenhum retorno para o país: um roteiro certo para o caos econômico, e gerador de um grande exército de desempregados miseráveis (mais de 10 milhões, atualmente), que não participam do mercado de trabalho formal da nação. Para comparação, o programa de governo da Previdência Social, conta com a colaboração, para seu fundo financeiro, de todos seus participantes até o momento da morte, inclusive dos participantes já aposentados (portanto, não deveria ter problemas - como está tendo - se o dinheiro do fundo tivesse sido bem administrado).

Referências:
[1] Robson Pinheiro (ditado pelo espírito Ângelo Inácio), A Quadrilha: O Foro de São Paulo, Editora Casa dos Espíritos, setembro de 2016.
[2]  https://www.youtube.com/watch?v=ShB6TKx-8sw, acessado em 10/10/2016.
[3]  https://www.youtube.com/watch?v=9f7bFbyvJTo, acessado em 10/10/2016.

Labels: , , ,


 

Oscar Quiroga - 3136

Descoordenação


Para fazer algo bem feito tens de conhecer os instrumentos necessários, além de envolver teu coração ardentemente pelo desejo de fazê-lo e, no fim, apesar de óbvio, fazê-lo. Se tu conheces o que precisas fazer e o fazes, mas não desejas fazê-lo, não o farás bem feito. Se tu desejas fazê-lo e o fazes, mas não conheces o que fazes, então não o farás bem feito. Se tu conheces o que precisas fazer, o desejas fazer, mas não o fazes, então, obviamente, não o farás bem feito. Só quando coordenares com perfeição o conhecimento, o desejo e a ação, farás tão bem o que fazes que não precisarás repeti-lo nunca mais. A incessante repetição de tarefas a que nossa humanidade está dedicada é consequência de ela pensar uma coisa enquanto deseja fazer outra e ainda fazer, enquanto isso, uma terceira diferente.

Labels:


Friday, October 07, 2016

 

Oscar Quiroga - 3135


SENTIMENTOS TRÁGICOS

O pressentimento de que a qualquer momento experimentarás o desastre que transformará tua existência numa tragédia sem precedentes resulta do somatório de contrariedades que nossa humanidade experimenta e que cada pessoa, como protagonista de um tango, dramatiza ao seu bel prazer. 

Há todo um prazer esquisito no melodrama da melancolia.


Não te acontecerá essa miséria que profetizas, mas poderias, se tua alma almejasse ser mais sábia e ampliar a percepção, aceitar que tua presença está conectada tanto aos que fazem melodrama quanto também aos que realmente têm motivos de elevarem sentimentos trágicos. 


Não dediques tempo demais a lapidares teus melodramas, mas quando tua alma for invadida pelo sentimento trágico, eleva uma oração pelos que são verdadeiramente atingidos pela tragédia.

Labels:


Thursday, October 06, 2016

 

Oscar Quiroga - 3134

Barulho ensurdecedor


O barulho ensurdecedor dos pensamentos que se pensam sozinhos é análogo ao barulho de opiniões e palpites sem fundamento que são vertidos despudoradamente nas redes sociais e, antes dessas, nas conversas informais que acontecem o tempo inteiro ao redor do mundo, em todos os idiomas. Virá o dia, e talvez seja hoje, em que terás vontade de pensar por ti e, ao invés de te declarares independente contrariando e renegando tudo que circula por aí, enxergarás um objetivo, um pensamento maior, algo que brilhará à tua frente e que abraçarás com fervor e ao qual dedicarás tua força de ação. A partir desse momento deixarás de emitir opiniões apenas porque tens boca e porque pensas, pois, consagrarás teu tempo a materializar teus ideais. Aí o barulho do mundo começará a te incomodar.

Labels:


Wednesday, October 05, 2016

 

Oscar Quiroga - 3133

A única ignorância


A verdadeira e, talvez, única ignorância de nossa humanidade gira em torno de sua incapacidade de perceber o funcionamento da Vida e de, como resultado de sua percepção, ajustar suas atividades para que haja maior harmonia entre o céu e a terra. Dessa ignorância não te salvam diplomas acadêmicos, rituais místicos, drogas alucinógenas nem a postura esperta de quem acha navegar bem no mundo. É essa ignorância que te torna parcial e limitado em tudo que fazes e pensas, pois, te leva ao convencimento de que não precisas de nada além de tua inteligência e esperteza para dominar o mundo e obteres bons rendimentos desse, ou aplausos e elogios. Tudo isso é bom e legítimo, mas em alguma curva da estrada te depararás com que é insuficiente e sofrerás, porque negligenciaste a Vida de tua vida.

Labels:


Tuesday, October 04, 2016

 

Mensagem de Mãe Maria - 16/2016


Amados Filhos,

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

Verdade e justiça, o mundo busca por verdade e justiça.

Vosso planeta, e todos vós, passais por profundas transformações.

Tudo vem à tona, tudo que permaneceu mergulhado na densidade do mundo ilusório se revela sem máscaras, e o mundo busca reconhecer a verdade que emerge para pedir justiça.

Sim, justiça! Justiça para os escravizados, para os gananciosos, para os usurpadores, justiça para os que destroem a vida, para os que usam a força como arma para dominar, justiça!

A vida exige de todos vós o exercício de profundas mudanças, para que o equilíbrio volte a imperar em vosso planeta e em seus habitantes.

Urge encarar os desafios com honestidade e clareza, urge reconhecer vossas falhas e corrigi-las, urge deixar de vez as atitudes e pensamentos egoístas que só fizeram aumentar o fosso entre os Filhos da Terra.

O tempo é de união, de congraçamento, de harmonia e fraternidade, de paz.

Para tanto, é preciso agir, eis que a paz não se revela em um mundo desequilibrado, onde seus habitantes buscam sobreviver à custa do outro.

É preciso reaprender a viver em total fraternidade com tudo e com todos; esta é a lição a ser aprendida e posta em prática neste tempo.

Correi, pois, em busca do resgate da verdade, não importando quanto ela possa doer, quantas feridas ela faça sangrar, mas com a certeza de que a cura será definitiva, a dor será só uma lembrança, e o desamor uma realidade vivenciada em um passado que não tem mais espaço para retornar.

Lembrai-vos que a justiça não se faz presente onde impera a mentira, a dissimulação, o engodo; justo é aquele que olha para o mundo e reconhece o sentido de todos os seus pensamentos, sentimentos e ações; o justo aceita a responsabilidade por todas as suas manifestações, o justo é aquele que muda em si tudo que não revela equilíbrio, tolerância e amor.

O mundo precisa de equilíbrio, tolerância e amor; mudar o mundo passa pela transformação do egoísmo em fraternidade a ser manifestada por cada um de vós.

Não há mais tempo para permanecer na inércia; é preciso agir, agir diuturnamente, buscando equilibrar vossas polaridades, exercitando a compreensão que afasta o julgamento, deixando que o amor flua livremente do mais intimo de vosso ser para ser sentido, vivido e compartilhado com todos os Filhos da Terra.

Sois uma grande família, e já é tempo de reunificar todos os seus membros, pondo um ponto final em todas as diferenças, falsas diferenças que separaram irmãos de irmãos, adotando a postura daqueles que resgataram a verdade maior de que todos tem um mesmo Pai e uma mesma Mãe Divinos, e que as falsas diferenças não encontram mais guarida nas mentes e corações dos Filhos da Terra.

Bem amados, lembrai-vos que sempre depois da tempestade vem a bonança, e que este é um tempo em que as tempestades vêm sendo dissolvidas pelo emergir da verdade e da justiça manifestados por tantos de vossos irmãos que já alimentam em seus corações somente a frequência do amor.

Que o amor esteja presente sempre em vossos corações, e se torne o único alimento daqueles que buscam o real significado da palavra viver.

Bem amados, que vossas orações continuem alimentando a luz necessária para que vosso planeta brilhe cada vez mais no universo maior de Deus-Pai-Mãe.

Agradecemos estes 20 anos de orações continuadas em prol do amor, da paz e da cura de vosso planeta e seus habitantes, e que a egrégora criada nessas duas décadas continue se fortalecendo pelo trabalho amoroso de todos vós.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.

SP-03/10/2016- Mensagem de Mãe Maria-16-2016 recebida por Jane Monachesi Ribeiro.

Labels:


 

Oscar Quiroga - 3132


A LENTE CÓSMICA DA VIDA

Crescemos nos ajoelhando diante da grandeza da Vida, que serve, sem distinção, a tudo e a todos, suprindo todas as necessidades. 

O aspecto mundano de nossa humanidade inverte o modo de ser da Vida e induz a que a grandeza seja medida pelas pessoas que nos servem, sem, talvez, dar a elas nada em troca, ou até usurpando e acumulando o que a Vida, graciosamente, distribuiria. 


Esta realidade mundana inspira e legitima o ódio que acalentam indivíduos e grupos que, pensando estar do lado da grandeza da Vida, apenas reproduzem a mesma parcialidade mundana, lhe dando outra aparência.


Enquanto isso, a Vida é grande porque se oferece completa para aqueles que apreciamos tanto quanto aos que desprezamos e só conseguiremos entender melhor o que acontece quando olharmos pela lente cósmica da Vida.

Labels:


Monday, October 03, 2016

 

A Cooperação é melhor que a Competição !


Nossa sociedade humana está baseada na competição ("sobrevivência do mais forte"). No entanto, a sociedade seria mais forte e fraterna se fosse baseada na cooperação entre seus integrantes, como na sociedade das formigas e das abelhas. A competição enfatiza a separação e a luta, o que interessa aos manipuladores da sociedade ("dividir para conquistar"). O acasalamento, para a perpetuação da espécie, é um bom exemplo de ato cooperativo. É muito mais fácil viver em cooperação (em paz) do que em competição (em guerra), mas isso não interessa aos chamados "poderosos".

Labels: ,


 

A Caridade perpetua a Miséria !


Um bom exemplo desta afirmação, aqui no Brasil, é a instituição da Bolsa Família doada aos miseráveis, mantendo-os na condição de miséria e transformando-os em massa de manobra política (tipo, campanha de "Fome Zero"). Tenho certeza que você conseguirá identificar outros exemplos que confirmam o acerto da afirmação acima.

Labels: , ,


 

Oscar Quiroga - 3131

O domínio


Para confirmares que estás no domínio completo de tua vida, obrigatoriamente terás de renegar toda essa imensa parte das experiências que não dominas de forma alguma, porque, convenhamos de uma vez por todas, é fantasiosa a pretensão de que algum ser humano, por mais elevado que for seu status social, econômico ou político, consiga ser maior do que a Vida em que se movimenta e da qual se originam todas suas pretensões. A Vida nos contém, mas nenhum de nós é maior do que a Vida e, paradoxalmente, a grandeza dessa dimensão em que nos movimentamos e somos não se fundamenta em nos diminuir, como fazem aqueles que posam de dominadores, mas em nos servir cheia de graça. Se tu queres ser grande de verdade terás de enfrentar tudo que te diminui, mas que adota a forma e o aspecto da grandeza.

Labels:


Sunday, October 02, 2016

 

Oscar Quiroga - 3130

Será hoje?


Hoje é um daqueles dias em que se expressam e acentuam as discórdias que nunca foram solucionadas entre as pessoas que convivem; talvez, na melhor das hipóteses, como uma oportunidade de suavizá-las. Porém, se houver má vontade e péssimo humor, acontece aquele inferno doméstico de feras se debatendo e violentando. Como, um ambiente banal como o doméstico, pode se converter em tragédia? Põe isso na conta da criatividade humana! Pois, para milhares de pessoas o lar foi se convertendo num calabouço doméstico, elas se sentem presas a uma dinâmica que experimentam como castigo. Porém, isso não acontece a ninguém, são as pessoas que, ativamente, fazem isso acontecer e são elas mesmas, também, que encontram a todo momento a oportunidade de reinventar completamente essa dinâmica. Será hoje que o farão?

Labels:


Saturday, October 01, 2016

 

Oscar Quiroga - 3129

Tuas obras serão perfeitas


Aquilo que te faz ser quem tu és é uma espécie de ardor que brota do centro de teu coração e te motiva a imaginares cenários e a entrares em ação para que essa imaginação se aproxime da realidade concreta. Por isso, não hesites nem procrastines, entra em ação! Cada minuto de tua vigília há de servir para que entre tua imaginação e a ação que empreenderes exista a melhor coordenação possível. Um dia tuas obras serão perfeitas, só que isso não acontecerá porque o céu se abrirá e te concederá essa graça. A perfeição de tuas obras resultará de teres experimentado, te empenhado e tentado muitas vezes empreender o que imaginas. Muitas vezes te decepcionaste, noutras cantaste vitória, mas tudo terá servido para que no fim desta existência sejas melhor do que eras quando nasceste.

Labels:


Friday, September 30, 2016

 

Oscar Quiroga - 3128

Dividir para multiplicar


Por enquanto, a prova mais concreta de que dividir significa multiplicar a verificas apenas no ato de dividir a fatura do cartão de crédito e o quanto essa conta vai ser aumentada pela multiplicação. Essa é a forma materialista de comprovares uma lei cósmica. Porém, tens à disposição outra forma mais sutil e, no entanto, tão eficiente quanto a materialista. Dividir tarefas com outras pessoas multiplica a força através da colaboração mutua e da cooperação. Isso está disponível a todos os seres humanos, especialmente nos espaços públicos. Imagina o quanto o trânsito nas cidades melhoraria se, em vez de os motoristas competirem, se ajudassem mutuamente. Imagina quão mais limpas seriam as ruas se cada pessoa pensasse no bem-estar alheio. Agora detém a imaginação e entra em ação.

Labels:


Thursday, September 29, 2016

 

Oscar Quiroga - 3127

A coordenação


Enquanto não deres à tua vida subjetiva o mesmo status de realidade que outorgas à vida objetiva, não terás como coordenar devida e harmoniosamente esses dois mundos com os quais tua consciência precisa lidar e administrar. A falta dessa coordenação te torna incoerente, todos teus atos são parciais, tuas opiniões são ambíguas e, por isso, precisas repetir de forma incessante as mesmas experiências, como se a história estivesse fadada a se repetir, o que não é verdade, ou melhor, é uma verdade parcial, como tudo o mais que é calcado na falta de coordenação entre as vidas subjetiva e objetiva. Nada há de mais importante do que te esforçares constantemente em nome dessa coordenação, pois, dela depende tudo que queres ser, é nela que se fundamenta a perspectiva de seres algo mais.

Labels:


Wednesday, September 28, 2016

 

Oscar Quiroga - 3126

Usa bem a vigília


A esta altura da vida já te refestelaste em imaginações diversas e te encantaste de tal forma com o que pensaste, que corres o risco de tua alma se convencer que isso foi suficiente. Fazer isso seria como dar o dito pelo feito. Imaginar é uma coisa, fazer é outra diferente, as duas instâncias precisam ser coordenadas da melhor forma possível. Neste momento a imaginação não pode mais te ajudar, tu precisas usar os instrumentos de ação que tens à disposição, tua voz, teus braços, tuas pernas, os cinco sentidos que te servem para receber as impressões do mundo, mas também para intervires e colocares em ação o que pensas e imaginas. Dorme menos, acorda mais cedo, otimiza as horas de vigília e vai descansar apenas quando tiveres esgotado tua energia. Queima as calorias que consomes.

Labels:


Tuesday, September 27, 2016

 

Oscar Quiroga - 3125

Entra em ação!


Nas próximas 7 semanas, contando a partir de hoje, não terás como justificar tua inação, a não ser com os argumentos da indolência e do velho e desgastado hábito de culpares as circunstâncias, o mundo, as pessoas, etc. Nada esperes da Vida, não aguardes por algo acontecer, neste período tu tens de fazer, com teu esforço e empenho, acontecer o que pretendas obter. Isso não te garantirá êxito imediato, mas consolidará um patamar mais elevado de realização e só isso importa. Age! Luta! Faz o que estiver ao teu alcance, aproveita cada instante como se fosse o derradeiro, porque talvez o seja. Deixa de lado o encantamento de te regozijares com a imaginação, ela cumpriu seu papel e neste momento não pode te ajudar mais. Usa teus instrumentos de ação, tua voz, teus braços e pernas.

Labels:


Monday, September 26, 2016

 

Oscar Quiroga - 3124

Uma ponte para a consciência


A incongruência de perceberes que a natureza prospera de forma incansável enquanto tu apenas te cansas e não prosperas, só aprofunda o mal-estar e o equívoco de te convenceres de existir além do alcance dessa onda magnífica de vida na qual te movimentas e experimentas ser. Como ter acesso a essa onda? A cada dia precisas substituir tua angústia, teu desespero silencioso, por respirações mediante as quais colocas para dentro de ti a magnificência do Universo e expeles tudo que em ti existe como representação de teu exílio, de teu distanciamento artificial da Vida de tua vida. O fio que alinhava tua presença à magnificência universal, que chamas de prosperidade, está aí, mas isso não é suficiente, sobre esse fio tu precisas construir intencionalmente uma ponte para tua consciência.

Labels:


Sunday, September 25, 2016

 

Informações dos Wingmakers ("Construtores de Asas")


O que segue abaixo é meu resumo da entrevista da jornalista Sarah feita com o Dr. Jamission Neruda em 2 de janeiro de 1998. Estas informações não foram divulgadas até 4 de março de 2014. O Dr. Neruda teve contato direto com os Wingmakers, para poder liberar essas informações [1],[2].

A Terra foi e é um planeta muito único. Ela foi inteiramente coberta por água originalmente. Mas o que a fez interessante para seres foi o fato que o seu núcleo permitiu a ela ter uma força gravitacional que permitia a manifestação. Portanto, a Terra começou como um planeta de água e ela não era física. Nesta ocasião os Atlanteanos viviam no interior do planeta. Eles eram a raça de seres que habitavam a Terra nesta época de sua formação. Os Anunnaki vieram até eles e negociaram um tratado que permitiam aos anunnaki extrair uma substância próxima do núcleo do planeta que hoje nós chamaríamos de ouro. Os anunnaki precisavam do ouro. A razão exata disso é desconhecida, mas tinha algo a ver com a forma como o ouro modulava a frequência de seus corpos.

Os anunnaki eram uma raça de seres que não eram físicos, mas etéricos, seres interdimensionais. Como os atlanteanos (atlantes) eram a única raça de seres na Terra nesta ocasião, os anunnaki pediram permissão para minerar aqui na Terra, e os atlanteanos concordaram com isso. Eles não viram qualquer prejuízo em ajudar a raça anunnaki. Os anunnaki não eram competidores, já que os atlantes eram maiores e mais numerosos. Os atlantes desejavam ter um acordo com os anunnaki por causa da tecnologia deles.

Com o tempo a Terra começou a se materializar mais e mais. Em um certo sentido, ela começou a endurecer; e o ouro com ela. A Terra, e tudo nela, estava solidificando-se. A mineração do ouro iria logo se tornar impossível para os anunnaki, pois eles não conseguiriam extrair o ouro se ele estivesse em um estado físico denso. Isso porque seus corpos eram etéricos. Eles não conseguiriam extrair o ouro se ele fosse físico. Eles precisavam ter corpos que pudessem operar na Terra e extrair o ouro. Eles precisavam criar um instrumento físico da mesma forma que um astronauta precisa ter um traje espacial para viver no espaço sideral. Eles tentaram centenas de experimentos e tiveram a ajuda tanto dos atlantes como dos sirianos. Este instrumento é o corpo humano. Os Wingmakers referem-se a eles como instrumentos humanos (uniformes físicos).

Portanto, os anunnaki criaram o corpo físico para extrair ouro. Ele não era como um robô, mas era equivalente aos homens-macacos. Eles eram pré-humanos, mas eram nossos predecessores. Algumas vezes eles são chamados humano 1.0. Eles não eram robôs, mas completamente biológicos. Os humanos 1.0 não eram completamente físicos, eles possuíam uma parte etérica. Os anunnaki e os sirianos projetaram-nos para sincronizar com a densificação em andamento da Terra. Logo, enquanto a Terra se solidificava, assim também ocorria com os instrumentos humanos. Eles tinham uma alma, caso contrário não podíamos chamá-los de humanos.

Os anunnaki e os sirianos colocaram os atlantes dentro desses uniformes humanos (humanos 1.0). Os atlantes eram seres muito avançados, mas aparentemente muito ingênuos. Eles disseram aos anunnaki que se eles (anunnaki) pudessem construir uma vestimenta que permitissem eles (atlantes) continuar a extrair ouro para eles, isso seria aceitável, mas em uma pequena escala.

Os anunnaki começaram a conspirar com os sirianos e com uma outra raça conhecida como Serpentes. Todas estas três raças estavam interessadas em descobrir como ter corpo em planetas físicos. Eles viram a Terra como um laboratório para descobrir isso. Os anunnaki já tinham um uniforme humano; agora eles simplesmente precisavam energizá-lo com uma fonte de vida ou alma. O principal problema era como colocar os atlantes nesses corpos e os manter lá. Essas três raças conspiraram para escravizar os atlantes dentro desses vasos pré-humanos. Os atlantes eram os geradores de potência que faziam essas entidades biológicas operarem.

Os Wingmakers afirmam que foram implantados programas dentro do uniforme humano, mesmo na versão 1.0. Os sirianos foram os principais responsáveis por esta invenção. O uniforme humano na versão 1.0 foi projetado pelos anunnaki, os implantes foram projetados pelos sirianos e a programação dos implantes foi projetada e aprimorada por um descendente de Anu, chamado Marduk. Dessa forma, as almas poderosas dos atlantes foram aprisionadas na vestimenta humana primitiva dos homens-macacos, versão 1.0.

O ponto crucial para o aprisionamento foram os implantes. A entidade biológica, os homens-macacos, não podia operar no mundo físico. Eles precisavam de habilidades de sobrevivência nesse mundo, como de que forma comer, como caçar, como limpar a si mesmos, como até mover seus corpos. Todas essas funções muito fundamentais eram necessárias para serem incluídas ou programadas no instrumento... que era exatamente o propósito dos implantes funcionais. Os implantes eram como o cérebro do humano 1.0, mas não estavam apenas no cérebro. Esses implantes foram colocados dentro do corpo em várias partes - como na área do peito, no meio das costas, punhos, tornozelos, etc. Os principais foram armazenados no crânio. Geralmente, esses implantes foram inseridos em uma rede (networked) para operarem a partir da cabeça, ou área cerebral.

Os humanos 1.0 eram ainda parte etérico e parte físico. Os implantes também precisavam uma consistência similar ou vibração sonora. Eles foram colocados principalmente nos ossos e na estrutura do esqueleto, e alguns no tecido muscular. Estes implantes funcionais se fundiram com os músculos e ossos, incluindo o DNA. O tecido muscular permitiu a essência de vida energizar os implantes funcionais. Existia um ponto central de coordenação, e esse era o cérebro, mas os implantes estavam distribuídos ao longo do corpo. Este era um sistema integrado que foi instalado no uniforme humano para permitir que ele fosse controlado, monitorado e programado ao longo do tempo. Fazendo desta forma, permitia que os humanos iniciais extraísse ouro, o que era o propósito básico inicialmente.

A funcionalidade implantada era, em parte, fazer o humano 1.0 e sua fonte de energia - a essência de vida de um atlanteano - funcionar eficientemente e efetivamente como mineiros. Este era o objetivo principal. O segundo, no entanto, era suprimir a fonte de energia, que neste caso eram os seres atlantes dentro dos vasos humanos. Eles fizeram isso fazendo com que a fonte de energia ficasse ignorante de sua origem e da realidade de sua verdadeira expressão como um ser infinito. Quando os seres atlantes foram colocados dentro do uniforme humano, eles ficaram 100%  focados na sobrevivência física e no desempenho funcional. Não havia relacionamentos. Não havia casamento. Não havia reprodução. Esses eram essencialmente seres clonados. Eles eram todos iguais em termos de suas aparências e habilidades. Eram drones humanos, pilotados pelas funcionalidades implantadas. O infinito dentro do corpo acreditava que ele era o corpo e a funcionalidade implantada, e nada mais.

Os atlantes eram infinitos, significando que eles não tinham uma regulação espaço-tempo. Eles continuavam a viver após a morte do corpo. No entanto, os anunnaki criaram um conjunto de planos ou dimensões de experiências que era equivalente a um Plano Aprisionante (Holding Plane), onde eles pudessem ser reciclados, na forma de reencarnações sucessivas.

O ciclo de reencarnação permitiu aos anunnaki reciclar os atlantes. Alguns aspectos da funcionalidade implantada eram interdimensionais, que colaboravam com a entrega dos seres na localização apropriada dentro dos Planos Aprisionantes da consciência, e ajudavam no processo reencarnatório de volta para um novo corpo. 

Na versão 1.0 os homens-macacos não se reproduziam. Mas os anunnaki podiam criá-los em grande escala, de tal forma que quando um uniforme humano terminava - digamos por causa de um acidente na mina - outro seria fabricado. Eles eram clones. A possibilidade de se auto-reproduzir veio com a versão 2.0 e isso ocorreu principalmente por causa do grande esforço requerido, por parte dos anunnaki, para gerenciar esse processo. Eles desejavam criar um sistema automático, algo que não requeresse deles orquestrar todas as variáveis. Nesse sentido, os sirianos os ajudaram a criar os implantes para reprodução e a condição de automatização da reciclagem dos seres dos Planos Aprisionantes para nascerem na fisicalidade através de um bebê.

O universo é feito de dimensões que são um resultado de equações matemáticas. Ele é construído da matemática. Alguns seres compreendem como aplicar as equações matemáticas para organizar e planejar o espaçotempo. Tudo é criado. Este mundo é criado, ele não é real. É uma realidade programada. Esta é uma realidade espaçotempo programada. Quando você programa a realidade espaçotempo dentro de uma espécie como a humanidade, você pode programar até o nível individual de uma pessoa, até quando coça o seu nariz, se você assim o desejar. Tudo são equações matemáticas.

Marduk esteve intimamente envolvido com a evolução das espécies. Este era seu papel. De todos os anunnaki, ele era o mais próximo dos humanos 1.0. Ele começou a alterar os programas para que os humanos 1.0 se comportassem mais como os anunnaki. Quando eles começaram a ter características dos anunnaki, Anu e seus filhos, Enki e Enlil, ficaram preocupados com isso. Marduk estava programando emoções e sentimentos. Ele estava fazendo os humanos evoluírem muito rapidamente, mas lembre-se, isto era a evolução dos implantes funcionais, a interface entre a fonte de potência - os atlantes - e o corpo físico humano. Portanto era a interface que estava em processo de evolução, que permitia o corpo humano mostrar emoção, se comunicar, sentir mais o mundo tridimensional chamado Terra, etc.

Com a Terra ficando cada vez mais um sólido tridimensional, o mesmo acontecia com os humanos 1.0 e seus implantes funcionais. Esta densificação crescente também fez mais fácil controlar e suprimir a fonte de potência atlante dentro dos uniformes humanos. Isso aumentou o foco na sobrevivência no plano terrestre.

Os serpentes era uma outra raça de seres baseados no DNA reptiliano, mas distintos dos anunnaki. Pode-se dizer que eles eram relacionados. Eles eram conhecidos como os portadores da vida. Eles semearam planetas. Eles construíram a cadeia alimentar. Eles não se envolveram tecnicamente na criação dos humanos 1.0, mas proveram a alimentação e a sustentação deles.

Não se sabe exatamente como os atlantes foram escravizados no uniforme humano 1.0 já que eles eram anteriormente seres soberanos poderosos. Mas os atlantes eram muito ingênuos. Eles não tinham nenhuma razão para pensar que seria possível tornar-se escravizados, um conceito nunca usado em sua cultura. Você não pode escravizar um ser infinito, a não ser, obviamente, que você o tranque em um uniforme humano. Essa foi a esperteza dos anunnaki e de seus parceiros sirianos. Eles lançaram este ataque de um ângulo tão bizarro, que os atlantes não conseguiram ver ele chegando. Foi uma emboscada ou ataque surpresa.

[continua]

Referências: 
[1] The Anunnaki, Mankind's Enslavement and the Afterlife Deception and Origins, site address: http://beforeitsnews.com/paranormal/2016/06/the-anunnaki-mankinds-enslavement-and-the-afterlife-deception-origins-video-2510480.html?currentSplittedPage=2
[2] A entrevista [1] completa em vídeo:  https://www.youtube.com/watch?v=LvMrotmqdZo

Labels: , , , , , , , ,


This page is powered by Blogger. Isn't yours?