Sunday, January 24, 2010

 

Oscar Quiroga - 818


O DESTINO DAS CORPORAÇÕES


As grandes corporações materialistas de nossa civilização nasceram sob a estrela do espírito de fraternidade, reunindo sob uma mesma bandeira inúmeros humanos para fazê-los participar da grandeza e glória das realizações. Nos casos desta grande estrela ter sido corrompida e seus poderes desviados para fins excessivamente egoístas, explorando os humanos em vez de integrá-los à maior glória e grandeza, a sentença de decadência foi assinada, a qual é tornada efetiva nos tempos atuais. De boas intenções nunca tornadas concretas é pavimentado o caminho do inferno, o qual pode ser longo e sinuoso, mas que um dia acaba entrando diretamente nas profundezas onde se expiam os pecados. Esta é uma época de ajustes muito duros para quem se achava acima de tudo.

Sustente suas opiniões, mas sem transformá-las em objeto de agressão, porque dessa forma deixariam de ser opiniões, transformando-se em imposições, o que aumentaria ainda mais a resistência em relação às mesmas.

A liberdade não virá como resultado de erradicar todos os problemas, mas por sua alma ir além dos mesmos, pairando sobre a realidade como se a mesma não tivesse altura suficiente para arranhá-la. Só assim.

Todos os humanos têm no medo o mais fiel companheiro de viagem. Ninguém deixa de sentir medo, porque este circula livremente pela alma humana. Porém, você pode decidir se ouve, ou não, seus conselhos insidiosos.

Quando você for capaz de brincar com os assuntos sérios que preocupam, então terá dado um passo seguro além dos mesmos e, por isso, os solucionado com relativa facilidade. Brincar é absolutamente necessário.

Quando acontecerem a outras pessoas problemas maiores do que os seus, não cogite em abandonar suas preocupações para lhes estender uma mão amiga. Dessa forma, você ajudará e também curará suas próprias feridas.

É muito bom que você ame a si aceitando todas as falhas e virtudes. Porém, seria muito pedir que outras pessoas olhassem você com esses mesmos olhos amorosos. Isso não existe e não deve ser pedido a ninguém.

Quando as pessoas se pensam desprovidas de poder elas esquecem que falar é um poder, ver e ouvir também, e por aí vai a interminável lista de poderes. Para que, então, buscar mais poder antes de usar os disponíveis?



Labels:


Comments:
Rui, confesso que não entendí este post.

"Quando acontecerem a outras pessoas problemas maiores do que os seus, não cogite em abandonar suas preocupações para lhes estender uma mão amiga. Dessa forma, você ajudará e também curará suas próprias feridas."
 
Acho que o Quiroga foi infeliz nesta redação. Acredito que ele queria dizer o seguinte:

"Quando acontecerem a outras pessoas problemas maiores do que os seus, cogite em abandonar suas preocupações para lhes estender uma mão amiga. Dessa forma, você ajudará e também curará suas próprias feridas."

É só tirar o "não".
Abraço, Rui.
 
Fico de fato perplexo com a blindagem ou o "tefal" com que são revestidas as figuras mais atrozes da humanidade, me refiro a todas as classes de atrozes, os que de fato mostram suas horríveis aparências e os que escondem suas verdadeiras intenções.

Não entendo como a lei do Carma os mantêm impunes por tanto tempo ???

A mim como um réles e comum mortal provoca verdadeira sensação de impotência ante a impunidade de tanta safadeza !

E o pior é que esses caras mexem com a energía de todo o Universo, e o Universo e seus confederados ficam só olhando !!!

Como pode isso ?

É difícil aceitar a lei do carma sem ter condições de compreendê-la com abrangência, chega a dar náusea !

Abraço...
 
Os manipuladores trevosos (do mal) da humanidade não estão isentos da lei do carma ("A plantação é livre mas a colheita é obrigatória"). TODO MAL é permitido perdurar até o ponto em que esse mal tem um caráter DIDÁTICO! Os seres que supervisionam o nosso Universo, que são do BEM, não estão dormindo em serviço... A palavra final é sempre do BEM...por incrível que pareça...

Um abração, Rui.
 
Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?