Friday, August 13, 2010

 

Oscar Quiroga - 1007


SUCESSÃO E SIMULTANEIDADE


Para as almas humanas afastadas da unidade que coloca o Universo inteiro em comunhão, a existência é uma infinita sucessão de conjunções, disjunções, digressões, congressos e transgressões, raras vezes encontrando um fio condutor que una os acontecimentos. A limitação do entendimento provoca esta ilusória aparência de rotação e de eterno retorno que parece tão natural, porque o limitado entendimento provoca a necessidade de umas coisas se sucederem às outras. Nos raros instantes de epifania as almas experimentam o Universo em constante simultaneidade, tudo acontecendo ao mesmo tempo sem umas coisas atrapalharem as outras. Borges descreveu isso no conto “O Aleph” e Santa Rosa de Lima o experimentava todos os dias.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?