Wednesday, February 09, 2011

 

Oscar Quiroga - 1183


A NATURALIDADE DO CRIME


No estado atual da civilização as regras não são mais norteadas pela promoção do bem geral. Assim, o crime estende uma teia sedutora que atrai almas desavisadas e bem intencionadas. As boas intenções nunca serão suficientes, é sabido que o caminho do inferno é pavimentado pelas boas intenções que não foram levadas à prática. O crime se norteia por regras egoístas, não se importa em promover o mal-estar alheio desde que haja a satisfação dos projetos particulares. A tentação do crime começa com pequenas infrações, que parecem naturais, dada a urgência de satisfação que os desejos particulares impõem. De pequena em pequena infração se chega um dia ao grande crime com a mesma naturalidade de quem decide o que vai comer nesse dia.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?