Friday, May 06, 2011

 

Oscar Quiroga - 1269


DEGRADAÇÃO E ELEVAÇÃO


A existência humana, a despeito de suas limitações, deixa entrever o Infinito. Quando consideramos nossa existência como objeto de interesse científico satisfazemos nossa curiosidade intelectual, porém, nos convertemos em números estatísticos sem alma e desprovidos de caráter. Também consideramos nossa existência do ponto de vista econômico, como objetos de comércio, mão de obra ou estimuladores da circulação de riquezas materiais, satisfazendo assim nossa vontade de poder e nossa cobiça. Ambas opções nos degradam, mas mesmo assim as deixamos passar como se fossem normais e aceitáveis. O que nos eleva então? Justamente o que desprezamos, a subjetividade, o olhar poético da alma que vê eternidade no instante e beleza no esterco.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?