Wednesday, May 18, 2011

 

Oscar Quiroga - 1279


O QUE HÁ EM COMUM?


Quando não há nada em comum é impossível o contato ou a comunicação. Por isso, mesmo nesses relacionamentos que por se processarem em perpétuo conflito, aparentemente insuperável, há algo em comum que amarra as pessoas. A coalescência é possível e desejável, principalmente entre as tribos humanas que são representativas de ideologias cujas diferenças parecem insuperáveis. A ação que tenha por objetivo a harmonia e o encontro nesse ponto em comum, ainda oculto, é necessária, mas não se deve esperar sucesso imediato através dessa atividade. Porém, ainda que sem sucesso, a atitude deve ser tomada, se deve buscar a superação dos conflitos até o último instante, pois a guerra não pode ser o primeiro recurso, mas o último. Espírito é o nome do que há em comum em toda a criação.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?