Monday, October 03, 2011

 

Mensagem de Mãe Maria


Amados Filhos,

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

Este é um tempo em que o amor incondicional está despertando em todos os corações, e com ele a consciência crística dos Filhos da Terra, para por um fim à intolerância que separa, ainda, irmãos de irmãos em vosso planeta.

A separação gera desigualdade, inimizade, ódio, desamor fomentando a guerra entre aqueles que vieram ao mundo da matéria para amar.

Olhai à vossa volta, amados, para perceber o clima de guerra que permeia vosso dia a dia, e o dia a dia de vosso planeta.

O ser humano transformou sua sobrevivência numa guerra.

A luta é constante para obter comida, um emprego, um bom relacionamento, um amigo sincero, um corpo saudável, uma mente sã.

O que gera tudo isso, amados, senão a falsa idéia da separação!

É tempo de colocardes vossas atenções na linguagem de vossos corações.

É tempo de deixar despertar a mente crística que só se revela quando o coração abre suas portas para nortear vossas vidas.

A vida é um bem precioso, uma dádiva concedida àqueles que buscam se reintegrar à Irmandade da Luz, para vivenciar a experiência única de ser feliz.

Sim, amados, a felicidade é uma realidade que bate as portas de toda a humanidade neste tempo.

É preciso, pois, que possais ouvir o chamado para abrirdes a porta e deixardes entrar a frequência cristalina que fundamenta o verdadeiro viver, a frequência do amor, da paz, da unidade, da compreensão.

Este é o gesto da humanidade tão esperado por aqueles que já venceram o limite e vivenciam a experiência de ser feliz; abrir a porta do coração depende só de cada um de vós, ouvirdes a linguagem do coração depende só de vós, norteardes vossos passos pela voz do coração depende só de vós.

Buscai, pois, mudar o foco de vossas atenções.

Buscai mergulhar no silêncio, mantendo a serenidade que acalma o turbilhão de vossos pensamentos, aproveitando para sentir as batidas de vossos corações, sentindo a força da linfa que mantém vossos corpos físicos, templo de vossas almas, vivos, prontos para caminhar pela nova estrada que se abre gloriosa à frente de todos vós.

Segui os passos indicados por vossos corações, exercitando a humildade daqueles que sabem que tudo que tem vida está ligado à mesma fonte infinita de amor-sabedoria, e só no pulsar do amor-sabedoria a vida faz sentido, os acontecimentos nela experenciados fazem sentido, as pessoas fazem sentido.

Vós todos, como humanidade, chegaram neste tempo à última encruzilhada do caminho, a encruzilhada que exige de vós exercitar a maior escolha de vossas existências, a escolha da Luz ou da escuridão.

Esse não é um momento fácil! É, sim, um momento de enormes dificuldades, é um momento em que a vida exige de cada um de vós, discernimento, verdade, compreensão, humildade e muito amor.

Amor para concluir vossas tarefas, humildade para enxergardes vossa verdadeira dimensão, verdade para que possais assumir vossas responsabilidades e compreensão para “servir”.

Servir ao Deus que existe em vós, servindo ao próximo, servindo à Mãe Terra, ajudando a recuperar suas terras, suas águas, o ar poluído, a camada de proteção que filtra o sol e o torna suportável para vós humanos.

O serviço a Deus é a base, o fundamento para vossa transformação. É a partir do servir que vossas consciências se expandem, dando vazão à compreensão do real significado da palavra “irmão”.

Ser irmão é reconhecer no outro um igual, e é preciso que todos os Filhos da Terra recuperem a consciência de que são irmãos, para que possam ver nos outros a si mesmo, para que possam sentir a dor do outro como sua dor, para que possam se regozijar com a alegria do outro sentindo a mesma alegria, para que possam compartilhar, verdadeiramente, tudo com todos.

Compartilhar o que cada um já recebeu da vida, para trazer para si aquilo que ainda lhe faz falta.

Só assim, só resgatando a consciência do compartilhar, todos terão tudo eis que todos se completarão.

Bem amados, correi atrás de vossa felicidade, correndo atrás dos desafios que a vida vos tem colocado no caminho, para que possais concluirdes vosso processo de transformação.

E não vos esqueçais do perdão; perdão para vós mesmos, perdão para todos que vos magoaram, pedindo, ainda perdão a todos que magoastes ao longo da jornada.

O perdão liberta, o perdão purifica, o perdão dissolve a rigidez causada pelas mágoas, dores, sofrimentos, e desilusões.

Bem amados, agradecemos por todas as orações, ao longo desses quinze anos, que alimentastes com a intenção de servir com amor e luz todos os habitantes da Mãe Terra.

Que vossos corações continuem iluminados, que vossas mentes continuem refletindo a clareza daqueles que buscam o caminho da Luz, que vossas orações continuem a dar suporte para a transformação de vosso planeta, e que vossas vidas continuem servindo de exemplo para todos os vossos irmãos.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.

SP-02/10/2011-Mensagem de Mãe Maria-22-2011 recebida por Jane M. Ribeiro.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?