Monday, December 12, 2011

 

Oscar Quiroga - 1468


2011: O ANO DA INSANIDADE


E lá se vai embora um ano que não deixa saudades, tamanha a insanidade que circulou e ainda circula nos relacionamentos humanos. Seja pela crise financeira internacional, seja pela corrupção arraigada e escancarada no circuito institucional do mundo, seja pela falta de colaboração e compaixão, enfim, argumentos não faltam para os humanos desesperarem, porém, entregar-se ao cinismo e praticar ativamente atitudes insanas nunca poderá ser legitimado com quaisquer argumentos, será sempre uma atitude produzida pelo livre arbítrio. A cobiça gera a ira, a ira resulta na destruição até mesmo daquilo que deveria ser protegido, pois é a própria Vida. Eis o germe da insanidade, iludir-se com que destruir os semelhantes seria a salvação. Quem destrói os semelhantes acaba inexoravelmente destruindo a si também.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?