Tuesday, December 20, 2011

 

Oscar Quiroga - 1476


O DEUS E DEUS


A fé, tal qual o apreço por determinados gostos ou cores, não se discute, pois não admite críticas, é o que é. Sobre essa afirmação é compreensível que nossa humanidade, essa mesma que se gaba de racional e que por isso questiona tudo, inclusive Deus, não aceite que se censure o ritual cotidiano que o mundo desempenha em torno do dinheiro. Nos tempos modernos que vivemos, o único Deus inquestionável de nossa humanidade racional é o dinheiro, todos elevam suas orações cotidianas a ele e cumprem seus rituais sem questionamento algum, transitando por seus templos sagrados, os bancos e bolsas de valores. Logo mais se comemorará a data de nascimento daquele que veio em nome do Altíssimo e que o único momento em que se enfureceu com nossa humanidade foi quando expulsou os banqueiros do templo.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?