Monday, April 16, 2012

 

Oscar Quiroga - 1583


O TEMPO DA MENTE


Anote suas boas idéias, elas passam céleres como raios e se você não as registrar imediatamente é muito provável que depois não consiga mais ressuscitá-las, ficará com aquela impressão boa e desconfortável ao mesmo tempo de quando acordamos cientes de termos sonhado algo muito importante, mas não sermos capazes de definir o que tenha sido. O tempo da mente é semelhante ao da luz, para nossa consciência é instantâneo. Por isso experimentamos a telepatia, que não é transmissão alguma de pensamento, mas uma espécie de “pensar junto”, a sincronia que provoca ilógicos acontecimentos como o de você pensar em alguém que não vê há muito tempo e logo depois essa pessoa surgir casualmente ou seu nome ser levantado em alguma conversa. A mente é um instrumento magnífico que pouco sabemos aproveitar.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?