Saturday, May 19, 2012

 

Oscar Quiroga - 1610

Caprichos, desejos e aspirações


Há caprichos, há desejos e há aspirações. Discriminar bem essas diferenças brinda com a capacidade de decidir entre a elevação espiritual ou a abjeção pervertida. Há, porém, um fio de meada que alinhava os caprichos, desejos e aspirações; nossa humanidade precisa comprovar que brande o poder criativo, que a realidade dobra a sua capacidade de fazer o que ainda não existe. Caprichos são distorções, não respondem a outra necessidade que a da autossatisfação em detrimento dessa não ser necessária a mais ninguém. Desejos são instrumentos criativos amadurecidos, encarnam o poder de realizar, mas não indicam como libertar-se daquilo que foi realizado. Aspirações são mais inteligentes, identificam algo além e buscam libertar não apenas quem aspira, mas toda a humanidade.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?