Saturday, May 26, 2012

 

Oscar Quiroga - 1618


Felicidade de ser


O bem-estar e a felicidade que almejamos se resume a sermos quem realmente somos e nada além nem aquém. Afirmá-lo, porém, é mais fácil do que praticá-lo, pois, quem pode se arrogar o direito de dizer que sabe quem realmente é? Desconhecemos quem realmente somos, não por falta de informação, mas por excesso delas. Sim, porque pensamos que somos produto de nossa educação, das tradições familiares, do país em que nascemos, que somos também produto da influência do meio ambiente e dos traumas da infância, Também pensamos que somos um corpo, ou uma alma aprisionada num corpo, Enfim, somos muitos numa só experiência existencial. Desconhecemos quem realmente somos, Contudo, se mantém a afirmação essencial: só seremos felizes quando reconhecermos nosso verdadeiro ser e nunca mais o abandonarmos desnutrido.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?