Wednesday, June 27, 2012

 

Oscar Quiroga - 1649

Nossa humanidade


Nossa humanidade não está abandonada à própria e duvidosa sorte num planeta marginal da galáxia, iluminado por uma estrelinha de quinta categoria, isto é, grandeza. Nossa humanidade ignora o princípio divino que a enriquece porque assim o deseja e não porque lhe tenha sido imposto um castigo abominável. Nós inventamos a ideia de aqui ser o Inferno e o Divino ser alheio a nós, e por isso teremos de ter a decência de reinventar a história, recuperando o fio de Vida que alimenta tudo. A todo momento e em todo lugar o princípio divino infinito está disponível, mas preferimos corrompê-lo afirmando "isto é meu, isto é seu; aquilo é grande, aquilo é pequeno". É dividindo que se multiplica o sofrimento, é integrando que se gera riqueza.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?