Sunday, July 15, 2012

 

Oscar Quiroga - 1666

Repetição e libertação


A única forma de nossa humanidade se libertar de ter de repetir uma tarefa é realizá-la com perfeição. Para que um ato seja perfeitamente executado é imprescindível ter conhecimento dos meios, também é necessário ter desejo de executá-lo e, por último, executá-lo. Assim dito, tudo pareceria óbvio e simples, e de fato é, mas é justamente a obviedade passada por alto a que culmina na imperfeição dos atos e na consequente obrigação de repeti-los. Se faltar um requisito, o ato não será perfeito e o humano será obrigado a repeti-lo. Se você conhece e executa o ato, mas não o deseja, terá de repeti-lo. Se você o conhece e deseja, mas não o executa, terá de repeti-lo. Se você o deseja e executa, mas não conhece os meios, terá de repeti-lo. Só quando conhece, deseja e executa o humano se liberta da repetição.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?