Monday, August 27, 2012

 

Oscar Quiroga - 1708

Daqui do ápice se vê...


Quando atingimos o ápice de nossas conquistas, contemplamos o paraíso e o inferno que nós mesmos criamos. Esta é uma condição que se pode constatar tanto na esfera individual quanto na coletiva. A democracia, por exemplo, é uma bela conquista, o mundo é melhor com ela. Porém, seu inferno consiste em ser ela uma espécie de assembleia em que qualquer patife tem direito a falar o que lhe passar pela cabeça e, ainda por cima, ter poder de voto, e se insistir o suficiente talvez se converta em candidato e venha a ganhar uma vaga no mundo onde são feitas as leis que regularão a democracia, a bela conquista que melhora o mundo. Todas as nossas melhores conquistas podem facilmente se desviar da beleza original e se transformar em injúrias, ultrajando o que de melhor tínhamos em mente quando iniciamos o processo.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?