Friday, October 05, 2012

 

Oscar Quiroga - 1744

A lei


A lei pressupõe a existência de uma instância superior motivada pela sua intenção e inteligência que garante o prosseguimento de um plano, promovendo ordem e felicidade para todos. A lei nunca nos é simpática porque a reconhecemos como a limitação de nossos desejos e sagrada liberdade, que nos obriga à sujeição sem compreendê-la, de onde surge o sentimento de sermos vítimas da realidade. Essa, porém, é uma visão estreita, autocentrada no umbigo de nossos desejos particulares. Quando, em vez disso, ampliamos nosso entendimento e observamos com atenção o bem comum acima do bem particular, a lei se torna protetora, assim como também, por brandi-la, nos transforma em protetores e benfeitores. O resto é tudo subversão, crime e corrupção.

Labels:


Comments:
Não penso que as leis sejam boas, aliás a maioria das leis (criadas pelos políticos) são arbitrárias, injustas, tendendiosas, interesseiras, escravizantes.

Se isto for cegueira e egoismo, note-se que neste mundo não existe liberdade, todos são escravos.
 
Vivemos em uma sociedade escravagista...
 
A arma usada para a escravização é o dinheiro...

 
Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?