Tuesday, November 13, 2012

 

Oscar Quiroga - 1780

A bolha e o infinito


Normalmente a alma humana navega pelo mistério da Vida encerrada numa bolha existencial que serve de defesa contra a verdade de levitar no infinito, sem referências tais como em cima, embaixo, à direita ou à esquerda. A bolha existencial agrada e supostamente protege, porém, também aprisiona, pois é artificial. Contudo, nós a identificamos como nossa e a ela nos apegamos tanto que quando chega a hora de superar os limites da bolha consideramos que algo errado aconteça. Na verdade, o equívoco consiste em resistir ao processo de crescer mental, emocional e fisicamente num ritmo que torna infalível o momento de destruir essa bolha existencial para nos inserirmos em conjuntos maiores e mais sofisticados, estabelecendo conexões que tendem ao infinito.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?