Wednesday, November 21, 2012

 

Oscar Quiroga - 1788

Humanidade


Nossa humanidade pensa que é capaz de pensar, mas por enquanto não domina a arte de pensar e, assim, a maior parte do tempo os pensamentos que ela supõe pensar, na prática, se pensam sozinhos. Como resultado, nossa humanidade navega pelo infinito numa nau sem timoneiro, a esmo, se deleitando com milhões de conjecturas a respeito de seu destino, mas sendo incapaz de fazer o necessário para assumir o comando dessa embarcação. Um dia, porém, que é infalível, apesar de poder demorar milênios, nossa humanidade se cansa de ir e vir sem nunca sair do lugar e, decidida, assume o controle de sua própria mente para conduzir os pensamentos numa direção definida. Este é o momento que marca a saída da humanidade do reino animal.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?