Thursday, December 20, 2012

 

Oscar Quiroga - 1814

Viajando na maionese



Uma vez que se tornou evidente que o mundo não vai acabar amanhã nem tão cedo assim, a mente humana, sempre criativa, inventa argumentos sofisticados para provar o improvável e consolidar o que não tem forma nem definição, ou seja, viaja na maionese. O Universo é maravilhoso, cheio de dimensões interligadas e interdependentes e nós, como seres sencientes e conscientes, pouco entendemos e menos ainda enxergamos. Por isso, dentre todos os argumentos arvorados recentemente a respeito do Fim do Mundo, passagem para outra dimensão, elevação espiritual do planeta e coisa e tal, há nessas meias verdades, porém, saber pouco pode ser uma experiência mais perigosa do que saber nada. O impulso de conhecer há de ser sempre honrado, mas na hora de surgir o impulso de fazer profecias, melhor recolher a língua e fazer cara de panorama.

Labels:


Comments:
Você é somente mais um que não sabe de NADA, e quer dar uma de "sábio", MANEZÃO. Vê se faz um implante nessa careca escrota. Até parece àquele garçom do Chaves do restaurante da Dona Florinda. kkkkk

É uma pergunta: qual credibilidade você possui, para falar desses idiotas que semearam o MEDO DO FIM DO MUNDO, (que eu concordo), se em contrapartida você publica textos de DAVID ICKE, que só semeia MEDO E PARANÓIA???

Você fala demais, só isso.



 
Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?