Wednesday, January 02, 2013

 

Oscar Quiroga - 1826

A História Completa

O desejo humano concebe a diferença entre certo ou errado como um eterno obstáculo.
Em sua dimensão, não há certo ou errado, há apenas o intrincado labirinto de decepções e celebrações.
Parece moralmente incorreto fazer essas afirmações, e talvez o seja.
Porém, o ocultamento da verdade não tem produzido boas coisas, apenas neuroses e recalques que custam muito a nossa humanidade.
Afirmo então, o desejo se coloca, pela sua própria natureza, acima do bem e do mal, além do certo e do errado, ele é um poder em si mesmo, enxerga todo o resto como mera complicação para seu funcionamento.
Esta é a metade da história, a outra metade só consegue enxergar quem já cansou de transitar pelo labirinto de decepções e celebrações e percebeu que o único destino desse é libertar-se do autoritarismo do desejo.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?