Friday, January 04, 2013

 

Oscar Quiroga - 1828

Moralismo insano



Quando o tempo e energia gastos em criticar e se desanimar por tudo que está aí no mundo forem substituídos pela persistente boa vontade e esforço para reinventar o mundo, então você terá se tornado um agente da transformação. A empáfia é triste, mas para os que praticam a insolência de se proclamarem inconscientemente guardiões e guardiãs da moral, se dedicando a apontar o dedo em riste e dar sermões, eles e elas se convencem de que fazem a sua parte. Na prática, fazem o contrário do que apregoam, pois com seus moralismos caquéticos só dificultam a reinvenção do mundo. O moralismo é uma tentação sedutora, se investe do fervor da justiça, mas quem for justo mesmo não perde tempo em acusações, sempre pratica o bem e nada mais.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?