Tuesday, January 08, 2013

 

Oscar Quiroga - 1831


Reinventando o provérbio

O mundo não começa com nossos nascimentos nem termina com nossas mortes, porém, na prática desconsideramos essa realidade e autorreferimos constantemente todos os processos maiores do que nós mesmos. O discurso eternamente autorreferido, o discurso do Eu, é muito pequeno para compreender o tamanho da Vida. Isso leva a suspeitar que tenhamos entendido mal o conselho oracular "conhece-te a ti mesmo", ou que, talvez, tenha chegado a hora de reinventá-lo, pois na prática e em nome da melhoria do mundo seria melhor aconselhar "conhece em ti o que é maior do que ti mesmo". Dessa forma nos livraríamos de continuar falando em primeira pessoa como se nossos problemas particulares fossem sempre muito maiores e melhores do que os problemas que se referem ao aspecto coletivo de nossa humanidade.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?