Thursday, January 17, 2013

 

Oscar Quiroga - 1840

Poesia


Para quem nasce, morrer é uma certeza; para quem morre, o renascimento é infalível. Por que você haveria de gastar tempo e energia lamentando o que terminou? As lágrimas assim vertidas impediriam você de enxergar o novo horizonte que se desenha. A matéria é indestrutível, a Vida circula graciosamente pelo Universo inteiro, lamentar o fim chega a ser grotesco, porém, se uma ponta de sabedoria esgueirar nesse seu lamento, isso servirá, pelo menos, para agregar um pouco de poesia à existência. Um momento melancólico pode evocar a poesia, porém, a sustentação da melancolia reduz a pó e olvido toda a elegância, diminuindo radicalmente a nobreza de seu ser. A Vida é a Presença que costura todas as existências. Agarre-se a ela e você será eterno, sem nascimento e sem morte.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?