Thursday, June 13, 2013

 

Oscar Quiroga - 1981

Uma palavrinha


É comum que uma palavrinha bem curta, de duas letras apenas, se torne a grande culpada de todos os males, na tentativa humana de explicar a subversão de valores que se difunde na civilização. É a palavra EU, curta em extensão, porém, muito longa e complexa em significados e efeitos. Acontece que sem essa palavrinha nossa humanidade não poderia ter solução de continuidade, todo dia teria de acordar e começar novamente a vida do início, como se não tivesse havido antes nem haveria depois, sem a palavra EU seria impossível ter a consciência de que as coisas continuam, que tudo se concatena e, em última instância, graças a essa palavra compreendemos a infinita conexão de átomos e galáxias. Ao mesmo tempo, se a palavra EU estaciona em si mesma se apropriando das conexões, detém o processo de ampliação, envenena todas as conexões.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?