Sunday, October 13, 2013

 

Oscar Quiroga - 2089

O divino e o negócio


Nós não nos conformamos mais com a promessa de experimentar a aproximação ao Divino após uma existência sofrida, num além vago e impreciso, nós queremos experimentar o Divino enquanto existimos entre o Céu e a Terra. Esta é a transformação que moderniza a estrutura religiosa, sempre a descompasso da realidade humana, porém, sempre sujeita a essas transformações. Os líderes religiosos surgem por inspiração Divina, porque viram o que toda a nossa humanidade quer ver, visão essa que é uma graça libertadora. Se os líderes não forem capazes de retransmitir essa graça e libertar outros, mas, pelo contrário, os cativarem ao serviço que prestam, transformando o ofício em negócio, então terão fracassado. O mal não residirá no necessário negócio que assegure a sobrevivência, mas em terem convertido o meio num fim em si mesmo.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?