Saturday, March 01, 2014

 

O Enigma da Invasão de Containers


Qualquer pessoa que visitar uma cidade portuária do Brasil irá ter sua atenção chamada por um volume cada vez maior de containers (vindos do exterior) que estão sendo empilhados nos seus arredores. Muitos questionam o que contêm esses containers, mas nenhuma autoridade portuária nem o governo federal esclarecem esse enigma. Certamente não são produtos destinados à indústria, ao comércio ou à agricultura do país, pois os containers nunca saem de onde são colocados! Eu não tinha ideia do que continha esses containers, mas fui alertado sobre esse tema ao ler um livro do investigador inglês David Icke [1]. Eis um trecho muito significativo deste livro:

O Sr. Larry Summers foi nomeado Presidente do Conselho Econômico da Casa Branca, na gestão de Barack Obama. Summers já foi o Economista Chefe do Banco Mundial e assinou pessoalmente um memorando, em 1991, que aconselhava o Banco Mundial a despejar resíduos tóxicos (dos países desenvolvidos) em países pobres, porque o custo dos processos instaurados por doenças e mortes (devido a esses resíduos), seriam menores.

Minha conclusão: os containers que se amontoam continuamente em nossas cidades estão repletos de resíduos tóxicos (possivelmente, inclusive resíduos radioativos) vindos dos países desenvolvidos. Deve-se evitar morar próximo desses containers, para evitar ficar doente ou morrer. Na eventualidade de uma guerra do país com um país gerador desses lixos tóxicos, uma única bomba jogada nessas enormes pilhas de tóxicos (inclusive radioativos), tornariam inabitáveis essas cidades armazenadoras deste lixo. Estamos neste exato momento sujeitos a essa chantagem!

A pergunta relevante neste caso: Por que o governo federal não vem a público para esclarecer esta situação (que já está sendo questionada a muito tempo)? Provavelmente, porque o governo já está refém dessa chantagem imposta pelos controladores do mundo...

Referência:
[1] David Icke, Raça Humana Ergue-te: O Leão Já Não Dorme Mais, Editora Lux-Citania (Portugal), setembro de 2010. ISBN: 978-989-8249-15-9.

Labels: , , , ,


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?