Tuesday, March 11, 2014

 

Oscar Quiroga - 2232

A paz que buscas


Enquanto esse sentimento de exílio persistir, Tu não terás paz. Te pensas distante do que anseias, te pensas excluída do melhor, te pensas um joguete das circunstâncias sobre as quais não tens nenhum domínio, te pensas no abandono, enquanto insistires em te pensares distante do que imaginas que seria a perfeição, Tu não terás paz. E não penses que tudo se resuma a uma formulação mental, nem que mudando de ponto de vista tudo melhoraria. Isso é importante, mas não é nada além de um primeiro passo de um longo caminho. Tu terás paz quando eliminares a distância, quando deixares de formular tua existência como uma consequência e assumires o lugar de alma capaz de irradiar sua própria influência. Conhece tua influência, observa o que Tu és capaz de produzir mental, emocional e fisicamente.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?