Wednesday, March 12, 2014

 

Oscar Quiroga - 2233

As diferenças dos semelhantes


Se Tu te consideras diferente de teus semelhantes, seja porque imaginas ser melhor ou pior, com isso crias a distância da qual depois te queixarás por sentir que tua alma está impossibilitada de fazer o contato, a união que restabeleceria a paz. Essa distinção que a personalidade busca é a promotora de todas as discórdias e de todos os lamentos. Porém, não te enganes, este discurso não é uma apologia a eliminar as diferenças, é apenas um lembrete para que sempre atualizes a consciência de haver um fio de meada que alinhava todas as diferenças e as unifica. Se Tu não atualizas constantemente essa consciência, te restará essa lengalenga mental mediante a qual argumentas a razão de seres maior ou menor do que teus semelhantes e, assim, te restará viver na discórdia e no lamento.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?