Saturday, September 20, 2014

 

Oscar Quiroga - 2412

O INEVITÁVEL


Acostuma-te, os humores flutuam, não são sempre os mesmos, e isso deveria ser celebrado por ti, pois te brinda com a oportunidade de que um dia nunca seja igual ao outro. As alegrias se desintegram, teu pranto termina em sorriso, tudo tem fim e tudo tem começo, e teu coração está sempre no meio, tentando calcular qual seria a distância entre o céu e a terra. Em ti convergem todas as emoções, todas as ideias do mundo, a vertigem do infinito e o constrangimento da limitação. Busca o caminho do meio, o delicado equilíbrio que te permite transitar por todas as alternâncias sem preferir umas às outras, pois em cada aversão ou preferência esse equilíbrio se perde e tua alma ricocheteia sem controle enquanto teus gritos ecoam sem sentido no Universo. Contração e expansão, por que resistir ao inevitável?

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?