Monday, January 12, 2015

 

Oscar Quiroga - 2522

O ardor


Procura dentro de ti aquilo que é teu ardor, aquilo pelo qual viverias e morrerias, aquilo que faz que Tu sejas quem Tu és, independentemente de isso ser apenas um pressentimento e não uma visão clara. Esse ardor é insubstituível, é um ritmo, uma sílaba, um gesto, não há nada no mundo exterior que seja comparável a essa experiência de aproximação. Muito bem! Já identificaste esse ardor? Agora cabe a experiência de buscar no mundo sua ressonância, e se por ventura não a encontrares, então Tu terás de ser essa ressonância, a influência há de irradiar-se através de tua presença e marcar o mundo com esse ardor, sem o qual tua vida não poderia ser chamada de vida e sem o qual tua morte seria absolutamente sem sentido. Tu és esse ardor e esse ardor és Tu, o resto são apenas circunstâncias.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?