Tuesday, January 20, 2015

 

Oscar Quiroga - 2530

Da morte à imortalidade


Tu, como individualidade diferenciada estás com os dias contados, tua morte é certa, não podes fugir dela. Contudo, pressentes ao mesmo tempo tua imortalidade, teu anseio de infinito não é uma ilusão, algo em ti comunga com o Divino. Conciliar esse paradoxo não é para amadores que preferem fórmulas simplistas como “lei da atração”, que dia mais, dia menos, provocará decepção e frustração por não fornecer os resultados pretendidos. Teu Ego individual morre e nada podes fazer para mudar isso, mas as conexões que fazes com outras individualidades revelam algo que não morre, porque nunca nasceu, foi sempre assim. Só não morre o que nunca nasceu, o Universo é uma rede complexa de conexões e interdependências, um colossal corpo cósmico. Conduze tua consciência a essa percepção e não mais morrerás.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?