Thursday, January 29, 2015

 

Oscar Quiroga - 2539

Desejos e aspirações

Sentir-se distante daquilo que te daria prazer e regozijo é o princípio do desejo, pois não existiria desejo se não sentisses que te falta algo. Por que te angustiaria, então, a falta? Sobre essa falta arquitetas teu desejo e junto com esse todos os planos e artimanhas que precisas para aproximar-te infinitamente do que te satisfaria. Essa aproximação é infinita porque também é paradoxal, já que por mais que aconteça ao mesmo tempo sempre te faltará algo e um novo desejo será arquitetado. Dizem que a paz de espírito só advém àqueles que anulam os desejos, mas isso é uma loucura, é impossível deixar de desejar, porém, pode-se orientar os desejos ao verdadeiro dono e transformá-los em aspirações para assim, viver na abundância do espírito, que nunca nasceu e, por isso, não pode morrer.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?