Saturday, January 31, 2015

 

Oscar Quiroga - 2541

A paixão


Ninguém pode apaixonar-se intencionalmente, pode-se, eventualmente, emular esse exaltado estado de ser e dramatizar seus gestos e palavras, como um bom artista faria, porém, os resultados não serão os mesmos. A paixão não pode ser dominada, ela é a força dominante, temida por aqueles convencidos de que nossa humanidade é brutal por natureza e que por isso precisa ser contida mediante rígidas convenções morais, mas na prática o tema é controverso, há provas do contrário também, de que se nossa humanidade fosse deixada completamente livre de intervenções moralistas ela seria pacífica e cordial, e que quanto mais se reprime a psique humana, mais violência é gerada com isso. Está aí a paixão para prová-lo, uma força capaz de subverter tudo e fazer com que se amem aqueles destinados a odiar-se.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?