Thursday, May 07, 2015

 

Oscar Quiroga - 2632

A saudade


A saudade flui através de ti e se apossa de nomes, endereços, lugares e memórias que vão mudando ao longo do tempo. A saudade não se importa com o objeto ou sujeito que escolhas para senti-la, ela demanda teu sentimento, só isso. De fato, se fores analisar impiedosamente a natureza da saudade perceberias que ela se refere a algo que desconheces, um lugar em que nunca estiveste, mas que te parece conhecer e que está ausente e Tu distante desse, uma espécie de déjà-vue inexplicável. Sim, inexplicável é a saudade, tanto que de repente podes reconhecer que estás sentindo saudade de um tempo em que sofrias, da companhia de pessoas que não te faziam bem. A saudade se aproveita do vácuo, da ausência, da distância, sem importar-se com sujeito ou objeto, a saudade só se importa consigo mesma.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?