Thursday, May 14, 2015

 

Oscar Quiroga - 2639

Nada nunca está bem


Reconheces teu amor depois de perdê-lo e enquanto o tens próximo de ti não o valorizas, talvez para evitar sofrer quando o perderes, mas de novo, ao perdê-lo o reconheces e lhe entoas louvores e saudades. Assim nunca nada estará bem para ti, sofrerás quando tenhas o amor e sofrerás também quando o perderes e estiveres distante do que te faria bem. Nada nunca será suficiente para acalmar-te, pois o mais importante para ti continuará sendo a preservação da arquitetura minuciosa do teu drama. Pois bem, nada te salvará enquanto não decidires salvar-te, poderás fazer terapia e te benzer em todas as religiões, mas só superarás o que te constrange quando te aplicares minuciosamente a fazer o trabalho de libertar-te daquilo que minuciosamente construíste para ti, teus dramas e convencimentos equivocados.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?