Wednesday, July 01, 2015

 

Oscar Quiroga - 2685

A beleza

Contempla e admira todo sinal de beleza exterior ou subjetiva, identifica essa veneração espontânea antes que uma emoção negativa, como inveja ou ciúme, contaminar esse sagrado relacionamento. A primeira atitude será sempre a verdadeira, a pura, a intocada pelo que virá depois, que é a impregnação com formatos, limitações e opressões que se reproduzem incessantemente a despeito de nossa humanidade reconhecer nessas condições a fonte de seu desespero, que preserva mascarado e silencioso, como se fosse exclusivo de cada pessoa. A beleza te encanta e é assim que deve ser, pois renova no fundo de teu coração a inefável certeza de que a perfeição é real e que nossas limitações aqui na Terra são artificiais e temporárias.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?