Tuesday, August 11, 2015

 

Oscar Quiroga - 2726

Teu papel


Agora medita sobre o papel que exerces no mundo e no Universo. Para que serves, qual é tua utilidade? A partir do momento em que começaste a respirar entre o céu e a terra e até o instante em que lançares o último suspiro, todo esse tempo é o ciclo de expressão que tua presença representa. O que é que tu expressas? Que tipo de ardor interior movimenta teus passos e te motiva a abraçares tais ou quais experiências? Medita com sinceridade sobre a tua obra, pois é isso mesmo que estás fazendo agora, uma obra existencial, com tua assinatura e marca registrada, uma obra em andamento o tempo inteiro, inclusive quando dormes. Não há descanso no destino, cada respiração te aproxima do último suspiro, cada pensamento que pensas é combustível de uma ação que logo mais executarás.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?