Thursday, August 20, 2015

 

Oscar Quiroga - 2735

Belos e imperfeitos


Buscas regozijo onde outrora o encontravas, porém, agora não dá o mesmo resultado e te decepcionas. Buscas, então, novas experiências, mas te descobres uma alma desajeitada, como um homem ou mulher de meia idade numa balada de adolescentes. Está difícil reconhecer teu lugar porque atravessamos um período de instabilidade contínua, que já dura tanto que parece ter se convertido na nota dominante e que permaneceria assim para sempre. É, contudo, passageiro, mas ao mesmo tempo nada voltará a ser como antes, o vento do destino varreu irremediavelmente tudo que considerávamos porto seguro. Mantenhamos nossas mentes e corações abertos, aceitemos nossas inseguranças e instabilidades emocionais, não tentemos demonstrar força para ocultar nossa vulnerabilidade, somos o que somos, belos e imperfeitos.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?