Tuesday, October 13, 2015

 

Oscar Quiroga - 2788

O bem e o mal


Diante da infâmia escancarada do mundo imaginamos que as forças do bem sejam passivas demais, enquanto que as do mal se organizam e atuam constantemente. Esse é um engano, as duas forças são ativas, mas antes de tu caíres no argumento relativista de que bem e mal não sejam instâncias absolutas, pensa bem, o Universo é um complexo e colossal sistema de distribuição de vida, qualquer grupo que se organize para impedir essa graciosa distribuição não é relativamente do mal, é um mal absoluto, qualquer que seja o seu tamanho. Explicação feita, te digo, apesar de as forças do bem e do mal serem igualmente ativas, a diferença consiste em que as do mal se organizam através da obediência cega, o que as torna fortes, enquanto as forças do bem dependem de escolhas livres para se desenvolverem e arraigarem.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?