Monday, January 25, 2016

 

Oscar Quiroga - 2890

O digno que se torna indigno

Detestas sentir medo e te apequenar diante da vida, mas ao mesmo tempo proteges esse sentimento medonho, te agarras a ele como se fosse impossível viver sem sentir medo, sem que algo esteja doendo, sem um sofrimento em torno do qual construir um discurso e protege-lo da perspectiva de ser desintegrado, pois, sem ele tua vida pareceria perder sentido. A proteção é uma atitude digna, mas se proteges o que deve ser destruído, pela tua insistência transformas o digno em indigno. Precisas ir além do mundo que construíste, há mais vida para ser vivida, vida abundante. Pensa assim, se de um momento a outro se desintegrassem todos os ingredientes que te fazem sofrer, o que restaria? Tua alma estaria preparada para viver essa vida abundante que se descortinaria e surgiria maravilhosa e radiante?

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?